História Strip Club - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias ASTRO, Stray Kids
Personagens Bang Chan, Jinjin
Visualizações 27
Palavras 682
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Créditos:
Bang Chan: Como Luke Uke
Park JinWoo: Como eu
Nevra: Como Nevra

Capítulo 1 - Two idiots


Os pais de Park JinWoo olharam bem em seus olhos, e o perguntaram se ele tinha certeza do que ia fazer, quer dizer, era seu aniversário de 18 anos, por que ele iria se trancar na casa de seu melhor amigo, ao invés de curtir com tudo que tinha direito?

Fato. Bang Chan estava a espera dele, na porta de casa, para que seus pais o vissem chegar até ali, e entrar com segurança.

Nenhum dos dois nunca tinham ido a um Strip Club, e o combinado era esse. A mais ou menos um ano e pouco, aquele era o combinado entre os dois, e por mais que fosse difícil, eles se prometeram cumprir.

- Eu largo minhas coisas no seu quarto? - JinJin sorriu, se jogando no sofá da sala, e fazendo carinho em Nevra, que rodeava seu pé, e andava de um lado para o outro miando por atenção.

- Pode deixar em qualquer canto. - Chan deu de ombros, e se sentou em uma cadeira que estava por qualquer canto. 

Como sempre, a casa de Bang mais arrumada impossível, e como poderiam ver, não havia quase nenhum pelo de gato por lá. Espero que entendam ironia. 

- Seu pai vai chegar que horas? - Park olhou o relógio no pulso, e bocejou, pendendo sua cabeça no sofá, e encarando o teto por alguns segundos. 

- Na real, daqui a pouco... Melhor a gente já ir, e pedir o Uber. - Após pegar as chaves, Chan puxou JinJinnie para fora, e ambos estavam tão animados, e ao mesmo tempo apavorados.

Um carro se aproximou deles, mas eles ainda nem pedido o Uber tinham, e então Bang suspeitou que fosse seu pai, e graças a Deus era. 

- Vocês vão aonde uma hora dessas? - Nem oito horas da noite eram, por que ele estava preocupado para onde dois jovens de 19, e recentes 18 anos, iam?

- Ah pai, vamos em um clube de strip. - Chan sorriu, como se aquilo não fosse nada. E talvez realmente não fosse, mas JinJin estava apavorado ao seu lado.

- Então... - Um som de buzina interrompeu a fala de seu pai.

- É nosso Uber. A gente volta antes das cinco da manhã... Eu acho. - Park falou rindo, e puxou Chan até o carro, sem o deixar falar absolutamente mais nada. 

Foram 40 minutos em silêncio, onde um olhava para cara do outro, evitava ao máximo rir. 

Após chegarem no lugar, e mostrarem suas identidades, os dois entraram devagar, um puxando o outro, e encarando tudo ao redor deles, como dois adolescentes que nunca estiveram ali antes... Mas pera... Eles realmente nunca estiveram ali antes.

- Woow, olha só! - Bem discreto, e espero que entendam quando digo discreto, Park JinWoo apontou para uma meninas no poli dance, e começou a rir cada vez mais.

- Eu tô agoniado, JinJin... - Chan mordeu o lábio inferior, e bagunçou seu próprio cabelo, enquanto encarava umas meninas, que claramente estavam com sua maquiagem, um pouco, talvez milimetricamente, errada. 

- Se contro... AI MEU DEUS, EU QUERO IR ALI. - Bang começou a olhar JinJin tentando subir em cima de uma mesa, e fica encarando o poste a frente dela. - Moça, me ensina a subir nesse poste? - Park perguntou para uma das meninas que passava por ali, e ela o olhou confusa.

- Não era pra eu me controlar? Por que se eu tenho que me... Que pose linda. Já volto. - E sabe-se lá da onde, Chan arranjou um papel, é um lápis, que provavelmente teria levado com ele. - Você pode ficar parada nessa posição por um segundo? 

Eram duas eternas crianças, tentando, só tentando mesmo, conhecer um club de strip. 

E quando o segurança os expulsou, eles sentaram no meio fio, e se entre-olharam rindo. 

- Valeu a pena. - Park se deitou com as costas no chão, e fitou o céu azul escuro, quase negro, talvez morrendo de frio por ter deixado sua camiseta, e seu sapato, dentro do clube, enquanto Chan olhava seu desenho inacabado por culpa do segurança, e sorria para o mesmo.

- Valeu muito a pena. 


Notas Finais


Baseado em fatos, um dia, reais.
Amo vocês.
É isto.
XoXo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...