1. Spirit Fanfics >
  2. Stuck. -Harry Potter >
  3. Agosto; I Miss You

História Stuck. -Harry Potter - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


voltei, aproveitando que consegui tempo e deu vontade de escrever hoje

mas enfim, boa leitura

Capítulo 6 - Agosto; I Miss You


Fanfic / Fanfiction Stuck. -Harry Potter - Capítulo 6 - Agosto; I Miss You

10 de agosto de 2020

13h25


Aqui estou eu fazendo teste pro covid. Não, eu não peguei a doença (graças a Deus) mas bem, é melhor ter certeza que eu não tenho nada. Amanhã é aniversário da minha namorada e eu quero fazer uma surpresa, no caso ir na casa dela. Eu sei que ela não tem nada porque não sai de casa desde março, quem sai geralmente é o pai e ele tá ficando em um quarto separado pra não correr risco. Os irmãos mais velhos dela (a n ser o Rony) já não vivem mais na casa então é, muito provável que ela não tenha nada.

De qualquer maneira os casos aqui na cidade abaixaram bastante então acho que realmente é um bom momento pra ir lá, até porque eu não sei quando vai ser a próxima vez que eu vou conseguir e eu sinto muito falta dela. Tá, pode me zoar a vontade mas é, eu sou totalmente cadela da Gina.

-Prontinho senhor Potter, já já trago o resultado- diz a moça lá e eu coço o nariz. Fala sério parece q enfiou o palitinho na minha garganta pelo nariz.

-É assim mesmo Harry, não vai passar tão rápido mas uma hora passa- fala meu pai, me "consolando".

-Puxa pai, valeu aí- digo irônico enquanto coloco a máscara de volta. Olho o celular e vejo um monte de mensagens no grupo, do Rony e da Gin, que ela acabou de mandar.

[❤Ginger❤]

espero que não suma amanhã Sr.Potter

é meu aniversário e eu exijo sua atenção"

Rio com isso e respondo:

Juro que não vou amor kkkkkkkk

Acho bom

Eu sinto sua falta

eu também sinto sua falta, ruiva <3

rlx que amanhã eu não vou largar de você


Sorrio, ela mal sabe que amanhã eu estarei na porta da casa dela. Me ajeito na cadeira e vejo meu pai ler alguma coisa no celular dele.

-Vamos passar no shopping depois daqui, sua mãe mandou eu comprar um carregador novo pra ela- fala, ajeitando os óculos.

-Quebrou o dela de novo??

-Olha dessa vez caiu na água sem querer, ok??- explica e eu apenas rio da fala dele. 

-Ok sr.Potter, está tudo certinho. Seu teste deu negativo- disse a infermeira com um papel na mão, entregando pra mim.

-Vamos então, filho?- pergunta meu pai e eu faço que sim com a cabeça, me levantando. -Muito obrigada doutora.

-Que isso, é meu trabalho. Continuem se cuidando!

Saímos de lá e vamos direto pro shopping. Será que meu pai deixa eu comprar o outro presente da Gina?


O-O-O-O-OO-O-O-O-O 

11 de Agosto de 2020

12h58


Mãe avisada, presente embrulhado, devidamente vestido e pronto pra apertar a campainha. Respiro fundo e faço, esperando alguém vir atender.

-Oh! Harry querido, quanto tempo!- levanto a cabeça e olho pra minha sogra, sorrio abertamente.

-Oi senhora Weasley! Pois é, bom te ver outra vez.

- Entre querido, entre! A Gina tá la no quarto dela, pode ir lá! Chamo vocês na hora do parabéns- ela fala e eu sigo caminho, indo até a escada e virando no corredor na última porta. Entro devagar e vejo minha ruiva jogando video game.

-É aqui que tem uma ruiva aniversariante?- pergunto em voz alta e ela vira com tudo, os olhos arregalados enquanto larga o controle e corre na minha direção.

-HARRY!- pula no meu colo e me beija, me fazendo retribuir na mesma hora e segurar ela pela cintura.

-Quase que você me derruba vida, calma- rio quando a gente se separa e ela coloca os pés no chão.

-Eu tava com tanta, tanta saudade!-me abraça pela cintura e praticamente gruda em mim me fazendo rir e a abraçar de novo beijando o topo da cabeça dela.

-Você sabe que eu também, vida- sorrio. -Aliás, feliz aniversário!

Pego a sacola e mostro pra ela que me olha curiosa.

-Amor, não precisava!- me dá um selinho demorado e depois abre a sacola, me olhando chocada- Nem-fodendo... Harry você tá maluco??? Deve ter custado caro!

-Bom tava faltando isso pra oficializar nosso namoro- dou de ombros e pego a caixinha.

-Você sabe que eu não me importo com essas coisas meu bem...

-Mas eu acho bonitinho então eu comprei- digo colocando o anel de namoro no dedo dela. Olho pra ela e então percebo que os olhos castanhos tão marejados, arqueio a sobrancelha surpreso- Gin, você tá chorando??

Ela só me abraça e eu abraço ela de volta, ainda segurando a caixinha com a outra aliança.

-Era pra ter me avisado que você vinha, eu teria me preparado emocionalmente- diz, a voz abafada pelo rosto colado no meu peito.

-Mas aí não teria graça né, ruiva- rio passando a mão pelos fios do cabelo dela.-Eu queria justamente fazer uma surpresa.

-Bom, você conseguiu, eu não desconfiei de nada, achei que tava ignorando minhas mensagens- fala enxugando o rosto e me encarando outra vez, dessa vez acariciando minha bochecha- Seria loucura eu dizer que você tá ainda mais bonito que antes?

-Acho que sim, porque na minha cabeça eu tô a mesma coisa de antes- digo coçando a cabeça e não deixando de ficar sem graça.

-Nada a ver seu bobo... você fica mais lindo a cada dia que passa- morde o lábio inferior e enlaça os braços no meu pescoço, me beijando em seguida. Coloco uma mão no pescoço dela e a outra na cintura aprofundando o beijo e a encostando na parede do quarto dela.

Sinto ela separar por um segundo e pegar a caixinha da minha mão esquerda, colocando o anel no meu dedo e jogando a caixinha no chão.

-Meu.- diz simplesmente antes de me beijar mais uma vez e embolar os dedos no meu cabelo. Adentro minhas mãos na blusa dela e aperto sua cintura levemente.

-Amor... sua mãe e o Rony...- digo entre beijos e ela bufa se separando de mim e indo até a porta.

-Minha mãe tá fazendo meu bolo e o Rony tá domindo que nem uma pedra, mas eu vou trancar a porta só pra garantir- fala trancando a porta e amarrando o cabelo num coque enquanto anda até mim e então me empurra até a cama, me beijando outra vez.


O-O-O-O-O-O-O-O-O

-...mas aí eu não sei quando a gente vai ver eles de novo então tá meio complicado- suspiro. Eu estava contando a situação da minha irmã pra Gina, enquanto ela tinha a cabeça apoiada no meu peito e usava minha camisa. 

-Entendi... mas seus pais sabem que ela gosta da Sol?

-Eles sabem que ela é lésbica, agora sobre a Sol eu acho que não. Mas também não ia ajudar muito eles saberem- dou de ombros e ela assente.

-HARRY, GINA, O BOLO ESTÁ PRONTO!- ouvimos a sra. Weasley gritar lá do andar de baixo.

-Acho melhor você se vestir meu bem, sua mãe não vai gostar de te ver usando só minha camisa, por mais que eu ache que você fica linda assim- ela me dá um tapa fraco no ombro enquanto levanta e eu rio nasalmente.

A gente desce depois dela se vestir e vamos até a cozinha onde Rony já estava lá, a a cara amassada de sono.

-E aí cara- digo e damos um hi-5.

-Chegou faz muito tempo?- ele pergunta e eu nego com a cabeça.

-Tem um tempinho já, eu tava jogando video game com a Gin- minto e ele assente. Bom, acho que ele não desconfiou de nada, ainda bem.

-Arthur já já chega, enquanto isso eu vou procurar as velas- fala a sra. Weasley e entra na dispensa.- Harry querido, como andam as coisas na sua casa?

-Ah tá todo mundo bem á medida do possível né. Papai volta a trabalhar no escritório semana que vem mas dividiram numa escala- explico enquanto me sento em uma das cadeiras.

-Então será como no trabalho de Arthur, ele trabalha segunda, quarta e sexta- ela fala voltando á cozinha.- Mas se Deus quiser essa vacina sai logo logo pra acabar com essa confusão.

-Eu realmente espero, não aguento mais ficar em casa- suspira minha namorada apoiando o queixo nas mãos.

-Acho que ninguém mais aguenta minha filha- a sra. Weasley respira fundo.- Mas teremos que aguentar.


*Quebra De Tempo*

00h12

Eu estava em frente á casa dos Weasley junto á Gina me despedindo pra ir embora. A gente foi assistir série depois do parabéns e aí meu pai mandou mensagem falando que tá vindo me buscar.

-Mas você tem mesmo que ir agora??- Gina me olhou fazendo um biquinho e eu ri.

-Tenho, vida. Passei o dia inteiro aqui e ainda vai sentir falta de mim?

-Claro! Não foi suficiente Harry James! Da próxima vez vem pra passar a noite, onde já se viu- ela reclama e eu dou vários selinhos nela.

-Como você quiser, Gin. Mas agora eu realmente preciso ir- digo, a abraçando pela cintura- Meu pai já tá vindo me buscar, é meia-noite. 

-Vou ficar contigo enquanto ele não chega- fala me abraçando de volta.- Droga, não quero te soltar.

-Sabe, agora eu parei pra pensar, acho que você nunca foi tão carinhosa comigo- falo brincando e ela revira os olhos.

-Considere-se sortudo, não sou assim com todo mundo.

-Eu sei meu bem- beijo a testa dela.

-Ô CASAL!- olhamos pra cima e encontramos Rony na janela do quarto dele- DA PRÓXIMA VEZ A GENTE VAI JOGAR VIDEO GAME OK? NÃO SOU OBRIGADO A SEGURAR VELA PRA VOCÊS, VLW FLW!

Nós dois rimos com a fala do meu melhor amigo e voltamos a nos encarar e ela sorri.

-Obrigada por ter vindo amor.

-Que isso, eu viria de qualquer jeito, só quis tornar um pouco mais especial- digo e dou de ombros- e que dia seria melhor do que o aniversário de uma das ruivas mais lindas desse planeta?

-Uma das?

-Minha mãe né, se eu deixar ela de fora ela fica chateada- me explico e ela ri.

-Mas a sua mãe é realmente muito bonita, seu pai também. Você e a Liz tiveram uma puta de uma sorte na genética- ela fala e na mesma hora de canto de olho eu vejo o carro do meu pai virar a esquina.

-Falando no meu pai...- suspiro e beijo ela mais uma vez, mas dessa vez sem selinho e então meu pai buzina- tchau vida, se cuida tá?

-Tchau, digo o mesmo pra você. Ai de ti se eu te ver aglomerando- rio e vou em direção ao carro. Meu pai abre a porta por dentro e eu entro, me sentando no banco do passageiro.

-TCHAU NORINHA, FELIZ ANIVERSÁRIO!- meu pai grita e eu levo a mão até o ouvido. Vejo a Gina rir e acenar de volta, dizendo um obrigada.

-Isso, me deixa surdo James Fleamont Potter- digo e ele ri, dando passando a marcha e acelerando o carro.

-Eu nem gritei direito! Você é reclamão que nem sua mãe. E aí, como é que foi?

-Foi legal, mas ainda foi pouco. Eu sinto falta da Gin pai, de verdade.

-Eu imagino meu filho. Quando sua avó não gostava de mim e proibiu meu namoro com a sua mãe eu sofri... pelo menos até eu resolver ir atrás dela escondido- olho pra ele incrédulo.- O que, achou que eu ia aceitar e esquecer a Lily??? De jeito nenhum, eu ia todo dia depois de 22h na casa da sua mãe e era encoberto pelo seu avô.

-Cara, alguém já falou que o relacionamento de vocês parece coisa de filme?- pergunto olhando pra ele.

-Já, principalmente o Sirius- dá de ombros.- Mas se acalma filho, isso vai passar alguma hora e aí você vai poder ver a Gina até não aguentar mais.

-Espero que sim, por mais que eu ache que não vou enjoar dela nunca- suspiro e apoio a cabeça na janela. Meu celular vibra e eu olho, vendo que já tem uma mensagem da Gin.


[❤Ginger❤]

Já sinto sua falta.


Sorrio. É, eu também sinto.








Notas Finais


Foi isso gente,
desculpa qualquer erro ortográfico
e não sei quando sai o próximo mas é isso aí.
Obrigada por ler!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...