1. Spirit Fanfics >
  2. Stuffed puppy - Wolfstar >
  3. Chapitre Unique

História Stuffed puppy - Wolfstar - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


𝐃𝐞𝐝𝐢𝐜𝐚𝐭𝐞𝐝 𝐭𝐨: @IS_Pads

𝐁𝐨𝐚 𝐥𝐞𝐢𝐭𝐮𝐫𝐚... (𝐥𝐞𝐢𝐚𝐦 𝐚𝐬 𝐧𝐨𝐭𝐚𝐬 𝐟𝐢𝐧𝐚𝐢𝐬)

Capítulo 1 - Chapitre Unique


₊˚✧

Remus e Sirius estavam deitados na grama debaixo de uma árvore próxima ao Lago Negro, apenas apreciando a companhia um do outro. Os dedos de Remus acariciavam a mão de Sirius e este, tinha um sorriso bobo nos lábios. O vento suave e gélido de inverno bagunçava seus longos fios negros e grudava alguns flocos de neve em suas roupas. As bochechas de Remus estavam vermelhinhas pelo frio e seus cachinhos loiros estavam quase brancos pela neve.

Você sente minha falta quando não estamos juntos? — Sirius perguntou de repente, fazendo Remus o olhar confuso.

É claro! — ele respondeu como se fosse óbvio.

E era, Sirius sabia disso, mas ele sempre teve uma centelha de insegurança que o dizia que seu namoro com Remus não era real e que, um dia, Remus se cansaria dele e o abandonaria.

Algo totalmente impossível na visão de Remus.

Sirius apenas suspirou e olhou para as orbes amêndoadas do loiro e sorriu fraco.

Quer me contar o porquê da pergunta? — Lupin falou olhando para Sirius, ainda fazendo carinho na mão dele.

Nada. Apenas, curiosidade. — Sirius olhou para os galhos sem folhagem da árvore e voltou a falar — E, uma pequena desculpa para lhe dar um presentinho. — Ele disse enquanto vasculhava sua mochila atrás de algo.

Remus observou o namorado com atenção, Sirius sempre gostou de lhe presentear em momentos aleatórios mas nunca precisou inventar uma desculpa para fazer isso, simplesmente entregava.

O loiro gargalhou ao ver um pequeno cachorrinho de pelagem negra de pelúcia nas mãos de Black.

Uau. Por quê não estou surpreso? — Remus disse sentando-se e apanhando a pelúcia das mãos de Sirius.

Você gostou? Eu estava andando pela Londres trouxa e vi uma lojinha com várias pelúcias. Decidi comprar uma pra você. Venho tentando entregar há tempos, mas sempre me esquecia.

Remus guardou o cachorrinho na mochila e olhou para Sirius com um sorrisinho no rosto.

Eu adorei. E se quer saber, era exatamente o que eu estava precisando.

Sirius sorriu e aproximou seus rostos encostando os lábios de ambos, iniciando um beijo. 

As bocas se encaixavam perfeitamente bem e dançavam em um ritmo excepcional. Tanto amor era transmitido através daquele beijo, tanto carinho, tanta admiração e paixão, como sempre acontecia durante seus beijos, as borboletas voavam loucamente pelo estômago de ambos, como se fosse a primeira vez que fizessem aquilo. 

O beijo entre eles nunca perderia a magia.

Se separaram um pouco, ainda de olhos fechados e sorriram. 



Quando Remus abriu os olhos, ele não estava mais nos jardins de Hogwarts, e sim na sua casa, deitado em uma enorme cama de casal, embolado em vários lençóis, sozinho.

Suspirou passando as mãos no rosto, sentindo o relevo de algumas cicatrizes que atravessavam sua bochecha enquanto coçava os olhos para espantar o sono. O quarto estava escuro, um pouco iluminado pela lua minguante que brilhava no céu estrelado, o clima estava frio, fazendo com que Remus se encolhesse mais nos lençóis macios.

Ele olhou para a cômoda que ficava ao lado da cama, abriu uma das gavetas e de dentro, tirou um pequeno cachorrinho de pelúcia negro. O bichinho já estava com alguns buraquinhos remendados de tão velho que era. Fechou a gaveta, o olhou e sorriu. 

Abraçou o cachorrinho e deitou-se de lado, ficando de frente para a parte vazia da cama, sentiu as lágrimas se formando em seus olhos ao se lembrar de Sirius.

Ele deveria estar ali; dormindo abraçado à Remus após um dia extremamente cansativo no trabalho. Mas infelizmente, Sirius estava preso em Azkaban, culpado pela morte de James e Lily Potter, seus melhores amigos.

— Sinto sua falta, Padfoot. — Remus sussurrou para o nada, na esperança de que a brisa fresca e suave levasse suas palavras até a cela de Sirius.

Ele se agarrou mais ao cachorrinho e adormeceu profundamente, esperando que o vento trouxesse a resposta de Sirius o mais rápido possível.


Notas Finais


Oioioi gente, como cês tão?

É o seguinte, fic pequenininha, mais levezinha (aham sei) pra vcs terem oq ler hj... Bom, eu tenho um doguinho de pelúcia (diferente do doguinho do Remus, o meu é bege) e eu durmo com ele (pelos Deuses Naluísa, tu já têm 14 quase 15) então eu fiquei olhando pra ele e pensei: "Prq n escrever uma fic baseada no meu doguinho?" E assim surgiu. No começo eles estariam no dormitório e se passaria na época dos Marauders, porém, decidi colocar o começo da fic como uma lembrança q veio em forma de sonho pro Moony e blá blá blá. O final eu deixei em "aberto" pra vcs imaginarem oq aconteceu depois, talvez eles tenham ficado juntos, talvez tenha acontecido igual aos livros e tals, não sei... O final fica à seu critério...
E agora, avisinho ao pessoal q lê "A Chama Dentro de Nós", eu vou demorar muito pra atualizar essa, os últimos caps já estão prontos e revisados, o grande problema é a internet, o pouco de internet q eu tenho não é o suficiente pra postar todos (pretendo fzr maratona não se preocupem) é isso...
Espero que tenham gostado bjosss e até a próxima.
♡(˃͈ દ ˂͈ ༶ ) [Leiam as fic's da @IS_Pads ;)]


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...