História Stupid Choices - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Camilacabello, Camren, Laurenjauregui
Visualizações 57
Palavras 1.097
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 17 - Aceitação


- Qual parte você quer saber? A parte que a Lauren é uma viciada? Que está a ponto de largar tudo? Ou qual?  - Veronica nunca tinha filtro e esse era o grande problema. – Essa parte o Louis não sabia não.

- Acho que não entendi. – Louis falou não querendo realmente ter entendido aquilo. Camila estava quieta com a boca aberta, aquilo já tinha passado pela sua cabeça mas ela queria que fosse apenas uma paranoia.

- Você pode explicar o que está acontecendo, tudo de uma vez calmamente? Como você sabe se ela é viciada ou não? – Camila perguntou respirando fundo.

- Eu vi a Lauren drogada, e eu não vi minha amiga, vi outra pessoa. – Só de lembrar de Lauren no banheiro Veronica se sentia mal e queria chorar. Doía ver alguém que ela amava e se importava naquele estado.

- Onde você viu ela drogada? – Louis continuava incrédulo com tudo que a amiga falava.

- Sabe quando eu sumi na festa? – Perguntou e ele concordou. – Fui atrás dela, porque ela tinha sumido e eu vi as amigas delas com uma cara nada boa, elas estavam procurando ela e eu segui, quando chegamos no banheiro ela tinha acabado de cheirar.

- Por isso você voltou diferente. – Concluiu consigo mesmo e ela assentiu. – Você devia me contar, conversou com ela?

- Ela ficou nervosa com a gente e saiu. Depois ficamos vigiando para ela não fazer nenhuma idiotice na frente das pessoas. – Então era por isso, as amigas dela sabiam que ela se drogava e não deixavam ela aprontar na frente das pessoas. – As garotas falam que ela usa a algum tempo, mas estão preocupadas porque Lauren não está se controlando.

- Deixa eu falar com ela, se eu falar com ela eu sei que ela vai procurar ajuda. – Camila se apressou a dizer mas viu a garota em sua frente negar. – Porque não? Ela vai me escutar eu sei que vai.

- Camila, você não conhece aquela Lauren, acredite. – Sabia que a latina iria se decepcionar caso tentasse falar alguma coisa com Lauren e fosse ignorada. – Você conhece a Laur que te ama, não a que não está nem ai para nada.

 

(...)

 

- Se sentindo melhor? – Keana via Lauren quieta até demais brincando com os dedos recostada na cama.

- Sentindo muitas dores, você pode pedir para me aplicarem remédio de novo? – Perguntou tentando soar casual, mas no exato momento a garota ao seu lado percebeu do que aquilo se tratava.

- Lauren, eu não vou deixar eles te drogarem de medicamentos, meu deus, você quer se chapar até em um hospital, eu não achei que as coisas estariam tão difíceis.

- Eu contei para o Simon. – Lucy entrou no quarto guardando o celular. – Você vai sair daqui direto para a reabilitação. – Lauren negou com a cabeça e viu ela rir sem humor. – Você não tem mais escolha. Seu empresário já sabe e caso você não queira vamos envolver sua mãe.

- Eu odeio essa chantagem idiota que vocês fazem. – Praticamente rosnou mas ela não se importou. – Olha para mim quando eu falo, eu não vou para reabilitação.

- Lauren. – Keana chamou. – Você no carro me falou que iria.

- Eu não quero ir para um lugar que vão me tratar como idiota. – Bufou.

- Ninguém vai te tratar como idiota, lá eles vão te ajudar a se livrar disso, se você me prometer que vai seguir eu te prometo que eu me interno também. – Lucy faria esse esforço caso fosse ajudar a dependência da amiga.

- Você não teria coragem de fazer isso. – Disse sem olhar ela.

- Claro que vou, vamos nós internar juntas tudo bem? Mas a gente vai precisar conversar com sua mãe, e contar toda a verdade. – Sabia que aquilo era um assunto delicado. – Seu empresário vai resolver tudo sobre o livro e remarcar as datas que você vai atender a pessoa, acreditamos que não terão grandes problemas se for tudo avisado. Mas não vamos falar ainda sobre isso.

- Você pensou em tudo? – Lauren estava percebendo que a amiga parecia estar planejando aquilo a muito tempo, afinal tinha tudo em mente.

- Mas ninguém vai contar para seus seguidores sobre isso, a gente só vai falar caso você decida dar uma declaração, suas redes sociais podem rodar sem você por alguns meses, sabe que tem muitos conteúdos.

- Eu não sei se posso me internar. – Voltou a olhar para os dedos, com medo, não sabia o que poderia enfrentar em uma reabilitação, ali ela não teria o controle da situação. Na verdade, ela não tinha o controle, mas fora parecia ter.

- Eu vou procurar a melhor clínica para resolver nosso problema. – Falou e Lauren voltou a olhar para ela. – Eu vou me internar com você vou estar ao seu lado nisso.

- Você promete?

(...)

Já tinha dois dias desde que Camila conversou com Veronica e ficou sabendo de tudo que tinha acontecido nos últimos tempos na vida da sua ex.

Nesses dois dias não conseguiu comer ou dormir direito, nesses mesmos dois dias não viu nenhuma postagem nas redes de Lauren, o que deixou muito preocupada e curiosa.

Afinal a última notícia que teve da garota era que ela esteve em um hospital. Veronica desde essa conversa tinha se distanciado o que deixava Camila extremamente irritada.

Agora ela estava ali na porta do apartamento da ex com toda sua coragem reunida, podia sentir suas mãos suarem quando tocou a campainha, existia uma grande possibilidade de Lauren não estar ali. Afinal ela sempre viajava.

- Camila? – Clara abriu a porta e deixou clara toda sua confusão no rosto ao ver a ex nora ali. – Quer entrar? – Falou sem raciocinar muito.

- Olá Clara. – Disse sem graça entrando no local. – Não sabia que estava por aqui. Eu queria falar com a Lauren, ela está por ai?

- Vim resolver algumas coisas. – Indicou o sofá para latina se sentar. – Lauren não está em casa, mas você quer tomar alguma coisa?

- Ela vai demorar? – Perguntou curiosa. – Se não for incomodo eu queria esperar. Tenho um pouco de urgência em falar com ela.

- Err... bom, ela não vai voltar para casa hoje. – A mulher deu uma leve travada que não foi despercebida pela mais nova.

- Pode me falar o que aconteceu? Sei que atualmente não deve ser minha maior fã, mas estou tentando resolver as coisas, então por favor me diga.

- Keana me contou que você já sabe o que aconteceu com minha filha. – Disse e a menor concordou. – Lauren se internou em uma clínica de reabilitação.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...