História Stupid crown (Yoonmin) - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Minjoon, Namjin, Taejin, Vhope, Yoonmin
Visualizações 55
Palavras 1.501
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hellooooooo
Gente
Perdoa eu
N sei nem como eu tô parando p comer nmrl
A fic está se aproximando do final, porém estou com um puta bloqueio.
Além disso, super insegura.
Se estiver ruim me desculpem, eu tentei de verdade
Boa leitura bolinhos

Capítulo 19 - Nineteen


Fanfic / Fanfiction Stupid crown (Yoonmin) - Capítulo 19 - Nineteen

Por mais que soubesse que estava mentindo, não conseguia decifrar sua expressão. Justamente quando estou começando a confiar nele, espero mesmo que não perca isso.

- Tá- suspira- Você está certo. Não era pela Jennie que queria me desculpar.- para um pouco com o carinho em meu cabelo.

- Então era pelo quê?- questiono bastante curioso e, um pouco, receoso.

- Sua família- olha para algo na parede- Por ter te afastado deles. Por ter deixado seu irmão e sua mãe sozinhos- diz em tom baixo.

- Ah- paro um pouco e respiro fundo. Jamais esperava receber um pedido de desculpas vindo dele por algo assim- Ei, Yoon- chamo em tom calmo. Levanto meu braço e toco em seu rosto gentilmente, fazendo que vire o mesmo para me encarar. Deixo minha mão ir até seu pescoço e o puxo, selando nossos lábios calmamente.

Logo me afasto e volto a aconchegar-me em seu colo. Sinto seu olhar confuso em mim e abro os olhos, permitindo que um pequeno sorriso se forme em meus lábios.

- Não se sinta culpado. Graças a isso eles tem o que comer- faço carinho em seu rosto- Eu e Namjoon Hyung estávamos em um trabalho no campo, ganhando uma mixaria e morrendo de cansaço. Mesmo depois que terminamos, ele quis continuar a me ajudar, só que era muito pouco. Então, meio que nos ajudou eu ter vindo para cá.

- Entendi... Mas aceite minhas desculpas, por favor- suspira e permite que um pequeno sorriso se forme em seus lábios- Vamos mudar de assunto? Ansioso para viajar para outro país?

- Mais ou menos. Nunca viajei de avião. Confesso que estou um pouco nervoso.

- Será que podemos dividir um quarto? Talvez se disser que posso precisar de você durante a noite, eles deixem- dá de ombros.

- Vai mentir?- rio levemente- E a senhorita chata Kim? Não vai dormir com você?

-Ela quer, mas eu não. Só seguir a mesma tática, deixar ela lá e vir dormir com você- sorri travesso- Ah propósito, estou começando a considerar a ideia de voltarmos ao que estava no fazendo.

- E o que estávamos fazendo?





-Quebra de tempo-







- Caramba, você de novo- bufo ao ser parado pela morena. Estava bem no início do baile, porém ela havia chegado antes a pedido do rei. Infelizmente, quando estava pegando um pano para limpar algo que foi derramado, a peste aparece na dispensa- Não consegue me esquecer, não?

- Se eu fosse você, tomaria mais cuidado ao falar comigo dessa maneira- dá de ombros- Hoje passa, só porque tenho algo para você.

- Não quero veneno, obrigado- sorrio irônico e tento passar pela morena. Porém, ela estava na porta e rapidamente fechou a mesma- O que está fazendo?

- Eu disse que tenho algo para você- bufa- francamente, não entendo como você ainda consegue confiar no Yoongi.

- Como assim?- encaro a Kim, tentando achar qualquer resquício de brincadeira ou receio. Ela estava falando sério- Por que não confiaria nele?

- Não achou nada de estranho nele esses dias?- cruza os braços. Sabia que eu não iria tentar sair dali então não havia porquê segurar a porta- No seu caso eu já não confiaria pelo que aconteceu anos atrás. Cinco anos se não me engano, não é?

- É claro que achei algo estranho- ignoro seu comentário sobre o que ocorrera, não sei como ficou sabendo, e francamente, não queria saber.- Não o vejo a cinco anos, se nada tivesse mudado, seria estranho.

- Não é disso que estou falando- suspira- às vezes você parece ser bem lerdinho.

- O que quer dizer então? Tenho que trabalhar, pode ser mais rápida?- cruzo os braços já impaciente. Provavelmente está fazendo isso para me provocar, porém minha intuição me dizia para ficar e ouvir.

- Quero dizer sobre o segredo que ele está escondendo de você a todo custo- seu tom indiferente estava começando a me irritar, porém não conseguia simplesmente ir embora.

-Como assim?- paro de encará-la, não queria dar nenhum gostinho de vitória para si.

-Entendo que seja um segredo, mas eu acho tão injusto você ser o único a não saber... Estou até mesmo te fazendo um favor- estende um papel dobrado em minha direção, logo o pego e abro, percebendo que era a impressão de um e-mail, começo a ler em silêncio- Se acha que Yoongi realmente o ama, então por que ele não te contou?

- Não acredito- digo em tom baixo ao terminar de ler, sinto minhas mãos tremerem e acabo amassando o papel.

Por que fui confiar em você de novo?







-Quebra de tempo-







- O que aconteceu?- sinto um pequeno puxão na mangá do paletó que usava- Você não parece nada bem- sussurra.

- Estou bem sim- sorrio minimamente para o mais velho- apenas cansado.

- Entendo, o serviço está sendo realmente cansativo- suspira e devolve um pequeno sorriso- pelo que ouvi, após a valsa seremos liberados e os outros empregados assumirão, já que temos que arrumar muitas coisas para a viagem.

- Eu não quero ir nessa viagem- suspiro- Acha que consegue convencer Taehyung a fazer com que eu não vá?

Enquanto estavam preparando as músicas para a valsa, não precisavam de nós, então apenas ficamos perto das mesas com comida. No fundo do salão.

- Por que não quer ir?- olha para mim confuso.

- Eu apenas não quero. Peço desculpas à Hoseok Hyung depois.- permito que um pequeno bico se forme em meus lábios- Por favorzinho, Hyung.

- Posso tentar- suspira- Mas vou precisar dar um motivo para você não querer ir. Seria mais fácil se falasse com o Min, provavelmente ele deixaria você ficar aqui sem motivo.

- Estou te pedindo justamente por causa disso, não quero olhar na cara dele. É por isso que não quero ir.- cruzo os braços- Só não volto para casa porque teria que falar com ele para sair daqui.

- O que ele fez foi tão ruim a esse ponto?- questiona em tom de preocupação. Antes que eu respondesse, até porque não sabia como o fazer, sinto meu braço ser puxado mais uma vez, assim fazendo com que eu ande para trás. Até não estar mais na vista de boa parte das pessoas.

- Mas o que foi-

- Olha- aponta com a cabeça na direção da mesa com comida- Não vou perguntar o porquê, já que imagino que não queira contar. Mas se diz que o que ele fez foi tão ruim assim, eu acredito.

Apenas quando termina de falar consigo ver Yoongi por ali, parecia estar a procura de algo. Sua pressa podia ser confundida com desespero, ou talvez fosse isso mesmo. Apenas sei que não chegaria perto para saber.

Queria apenas nunca ter voltado para cá. Nem que trabalhasse a mais no campo para pagar a dívida, não deveria ter aceitado vir para cá.

Logo olha em nossa direção, aparentemente havia conseguido me ver. Por mais que a luz naquele canto não favorecesse muito ver alguma coisa, de alguma maneira ele conseguiu.

Porém, assim que começa a andar em minha direção, puxo o mais velho para outro canto. Não ligando se deixaria claro que estava fugindo do moreno, esperava que ele soubesse exatamente o quanto não queria vê-lo mais.

Só paro de andar quando ouço uma música começar a tocar.

Música estilo de valsa. Aquelas músicas lentas que sempre aparecem nos livros americanos que leio.

Na mesma hora abro um enorme sorriso. Sempre sonhei em como seriam esses bailes. Em minha cabeça se passavam algumas cenas de "A seleção", livro o qual sentia saudades de ler, será que assim que América havia se sentido?

SeokJin me cutuca novamente, para ver se estava bem e porque havia parado de repente.

- Quer ficar por aqui? Pelo que consegui ver, ele foi falar com Namjoon- suspira e larga meu braço.

- Com Namjoon? Por quê?- viro a cabeça na direção em que viemos, de fato ele estava falando com o soldado.

Uma pequena possibilidade do Namjoon já saber sobre isso antes passa por minha cabeça, mas prefiro ignorar. Espero de verdade que ele não saiba do que ocorreu.

- Vamos ficar aqui- sorrio minimamente- Sempre quis ver como é uma valsa.

- Tudo bem então- devolve o sorriso e se vira para o centro iluminado.

Boa parte das pessoas havia sentado para assistir à valsa, apenas o rei estava ali no meio. A música diminui e o mesmo sorri. Falso.

- Agradeço muito a presença de todos. Como havia sido informado, estamos aqui para celebrar o noivado de meu filho mais velho,Min Yoongi- faz uma pequena pausa- Gostaria de pedir para que inicie a valsa junto de sua belíssima noiva, Kim Jennie.

Conforme ambos caminham até o centro do salão, aonde o rei estava, são recebidos com diversos aplausos. Estes cessam apenas quando terminam de se posicionar e a música torna a tocar.

Sem perceber, acabo segurando a mão do mais velho. Não sabia como reagir, mas sabia que estava doendo. A forma como sorriam e como todos aprovavam, doía mais ainda.

E foi justamente quando percebi o olhar de Min em minha direção, exatamente em meus olhos, que deixei a primeira lágrima cair.

Por que fez eu me apaixonar por você? O que eu fiz para merecer isso? Se me odeia deveria ter me deixado em paz.

Por que continua brincando comigo?




Notas Finais


E é isso
Desculpa se está confuso
Se n entenderem algo me avisem (a menos q queiram saber o q o Yoongi fez, isso fica p outro cap hihi ^^)
Ai mano n quero ter prova amanhã n, alguém me sequestra por um dia.
Kisses


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...