1. Spirit Fanfics >
  2. Stupid Love >
  3. Her

História Stupid Love - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Vamos viver um pouco no passado?

♡ America Agnes

Capítulo 7 - Her


Lauren Jauregui| Point of views 

● 2017/ Março 

- Então Jauregui...acho que teremos que dividir o quarto. Minha cama é a esquerda...- assenti colocando as malas na minha cama de solteiro. - Sou Sofia, Sofia Cabello! 

Ela ser sentou ao meu lado sorrindo simpática.

- Vejo que você vai precisar de ajuda para arrumar isso...- rir. 

Ela estava certa, eu não estava conseguido abrir o zíper de uma das minhas malas. Por bondade Sofia me ajudou com tudo. Ah agradeci um monte de vezes. Seriamente eu seria eternamente grata, entre as quatro Sofia foi a mais gentil, Normani e Annika não ficaram muito feliz comigo.

- Como funcionar isso? - perguntei secando meu cabelo. 

- As Harmonys? Olha chegamos aqui com quinze anos, a maioria. Normani e você são novas, Annika, America e eu somos veteranas então ano que vem já vamos ser formar e sair daqui para dar espaço para outras três. Podemos ficar aqui de três a cinco anos: Três do ensino médio e dois para Faculdade. Ser conseguimos passar na prova né para entrar na faculdade daqui. Eu fiz a prova no começo do ano, só que nem eu e agnes conseguimos passar então teremos que nós mudar, Annika eu já não sei...Agnes me falou que conseguiu uma bolsa em New Orleans, então ela deve partir mês que vem, foi oque me disse....semana que vem iremos receber mais uma na casa: Allyson Brooke. Ela tem quinze anos...

- Mas ainda nem estamos nas férias de verão para America ir...

- America é rica e seu pai é um dos fundadores daqui. Então, creio que ela pode fazer tudo ou sei lá - ela suspira triste - realmente eu não sei oque fazer da minha vida estou sem rumo, sem casa, sem família. - Ela segura o choro - Sabe é tão difícil continuar sem a minha mãe, é pior ainda saber que sua irmã está viva e te desprezar. Quando eu soube da morte da minha mãe, eu fiquei em choque, ela estava muito doente quando eu fui embora. Mas eu...tinha esperanças - ela desabou em lágrimas. A abraçei. - Quinta Camila faz quinze anos e céus...como queria ver-lá! Ela deve está grande e...- ela sorrio ser afastado - eu sinto tanta falta dela -  limpo suas lágrimas

- Por que você não liga para ela? O que tem medo? 

- De ser rejeitada por ela outra vez, quando ela mais precisou. Eu não estava lá...eu não estava lá para a ajudar. Eu não tive coragem para voltar pra Rosewood. Lembro que logo após que Camila voltou do velório. Ela me ligou e caiu na caixa postal. Camila chorava muito e me...- ela voltou a chorar ser embolado nas palavras.

- Tá tudo bem...não precisa me contar ser não quiser..

- N-Não eu....- ela engoliu o seco - preciso desabafar com alguém, faz um ano que guardo isso pra mim. E eu não acho a pessoa confiável e certa para contar, até você chegar! 

Sentir minhas bochechas corarem, sorrir envergonhada.

●Abril

Seus lábios passearam pelo meu pescoço antes de chegar até os meus lábios. Ela sorrio maliciosa mordedos os seus lábios carnudos. Seus seios ser roçavam no meu. Gemi baixo apertado forte sua cintura. 

Escutamos alguém bater na porta, Sofia caiu para o lado colocando o lençol encima de si. Fiz o mesmo.

A porta ser abriu lentamente. Normani primeiro colocou sua cabeça e viu que estava limpo, depois abriu a porta de vez. Ela gargalhou percebendo que tinha nos atrapalhados.

- Suas safadas! Desculpa eu ser a empata foda de vocês mas America vai embora daqui a pouco e temos que ser despedir! - Sofia revirou os olhos

- Que saco! O almoço já está pronto? - 

- Sim, venham logo!

Mesmo que Nomani tenha nós atrapalhando, a tarde nublada foi divertida com as cinco. Pela primeira vez vi America rir com vontade, mesmo que Sofia não admitisse isso. America faria uma grande falta na casa. Com suas reclamações matinais e seu drama. Além do seus apelidos e seu jeito doido. 

- Okay vadias! Não chorem com a minha partida...- todas riram. Annika estava em pratos. - Hey Nika! Não chora tá bom? Sei que você me ama...- Annika sorrio abraçado a amiga - espero que der tudo certo e que você consiga ser uma doutora de sucesso, ficarei na torcida por você. E sempre que você precisar de alguma coisa liga para mim. Eu te amo muito, Nika que sentou na pika - Gargalhamos juntas - ser cuida, pequena! - Agnes piscou para ela e parou na frente da Normani.

- E aí, nega! O que eu quero te ti, é que me prometa - ela juntou seu mindinho com o da Normani - que você não vai deixar ser levar, oque os outros pensam de você. Você é linda, inteligente e um amor de pessoa, Mani! Não liga para aquele babacas estúpido do caralho, e aquelas nojentas lá da sua sala. Todos eles tem inveja de você, porque além de você ser perfeitamente linda, você é determinada e corajosa. Espero que você encotre o seu verdadeiro e épico amor. Sabemos que o poc do Tyler, não é a pessoa certa....Te amo! Ser cuida. - Agnes beijou a testa da Mani e a abraçou. 

Ela parou em mim sorrindo. Ela juntos nossas mãos e me encarou por um bom tempo antes de começar a falar.

- Laur...vou te mandar a real, quando eu te vi passar pela aquela porta. Jurava que você seria uma daquela patricinhas ridículas, mais você me provou o contrário. Quero que você cuide da Sofia por mim, mesmo ela sendo puta, é uma pessoa legal! Eu estou feliz por vocês duas, vocês fazer um casal tão lindo..

Sofia pigarreia nervosa 

- Não estamos namorando! - 

Pisquei algumas vezes tentado raciocinar oque tinha ouvido.

Ficamos durante um mês e...Merda! Como assim? Pensei que estávamos namorando.

America deu de ombros e continuou - Dane-se eu shippo e pronto! Laur...obrigada por tudo, principalmente por ter despertado o meu lado, gay! Nem eu sabia que tinha, mais obrigada! Você é linda, sexy, um mulherão da porra e ainda é fofa! Realmente parece que você nem existe...- ela me beslicou, fiz uma careta de dor. - Foi mal. Ser cuida em...creio que ser não der carreira de modelo, da a de puta. - rir a empurrei de leve. Ela foi até a Sofia - Okay Cabello, eu te achava uma vadia...


- Agora não me acha mais?- Sofia perguntou sorrindo.


- Eu só passei a gostar...- Cabello riu a abraçado - Você é muito especial para mim, muito mesmo. Lembro que quando eu descobrir que a garota ao meu lado, estava indo para o mesmo lugar, e morar na mesma casa que eu. Eu fiquei animada, nesse tempo éramos santas...- elas riram juntas - somos amigas de longa data, Sofi. Sei que ano passado nós afastamos, mas você nunca deixou de ser importade para mim. Você sempre será minha melhor amiga! 

- Você sempre será a minha também, Meri! Para todo sempre. Até a morte! - America concordou a abraçado forte - Ser cuida, Meri! Eu Te amo! 

- Te amo, Também! - Elas ser afastaram e America foi ser despedir de Ally - Oi oi, Allycat! Você é meu bolinho, você é tão fofinha...você tem cara de pastora...- Ally gargalhou concordando - sei que não tivemos a chance de nós conhecer direito, mais só pelo fato de eu ter morado e ter ouvido sua voz doce. Isso é...não tenho palavras para descrever. Mas o que eu sinto por você, é uma coisa boa. Bolinho! - Todas nós abraçamos America.

●Setembro 

- Quando iria me contar da carta? - perguntei encarado o papel que dizia que Sofia tinha conseguido uma bolsa na faculdade de Fosk. - Quando tivesse indo embora? 

- Eu iria contar no meu aniversário! 

- Por que não me contou antes? 

- Eu fiquei com medo.

- Medo de que? Em? Me responde Sofia. 

Sofia respirou fundo me encarado séria - Eu quero terminar! 

- Terminar oque? Ser não começamos nada! Eu percebi que você só me usar para transar...é apenas isso nossa relação: Sexo, Sexo e mais Sexo. Eu não quero isso pra gente, nunca quis. Eu quero algo mais do que sexo, quero que a gente converse, que a gente saia juntas. Um ótimo passo seria ser eu te apresentasse ao meus pais, eu quero que a gente de certo, Sofia. Só que eu estou cansada de lutar só por nós. É horrível te ver ficar com alguém na minha frente, você sabe como isso me machuca e mesmo assim você faz! Você já fez tanta merda pra mim, e eu sempre te perdoei e fiquei ao seu lado. Só quero que por uma vez na vida que você...- suspirei fundo - quero que você não aceitei essa bolsa. Ser você quiser mesmo ficar comigo, você terá que fazer esse sacrifício, por mim e por nós.

Sofia gargalhou. Franzi o cenho confusa.

- Lauren...não começa! Eu não posso larga tudo o que eu construir durante esse três anos para ficar com você. Sei que posso está sendo egoísta, e...Oque eu quero agora é focar na faculdade e tentar arrumar emprego, para assim eu ver a minha irmã. O meu único foco é a Camila. Sempre vai ser ela e eu sempre a colocarei encima de tudo, até da nossa relação. Lauren você é nova, tem desseseis anos e você...

- Eu te amo, Sofia! - 

Percebi pela sua reação, que eu a peguei de supresa. Esperava que ela me falasse também essas palavras, mas a mesma apenas sacudiu a cabeça e saiu do quarto.


Notas Finais


𝙾𝚜 𝚌𝚊𝚙𝚒́𝚝𝚞𝚕𝚘𝚜 𝚜𝚎𝚛𝚊̃𝚘 𝚙𝚘𝚜𝚝𝚊𝚍𝚘 𝚝𝚛𝚎̂𝚜 𝚟𝚎𝚣𝚎𝚜 𝚙𝚘𝚛 𝚜𝚎𝚖𝚊𝚗𝚊: 𝚂𝚎𝚐. 𝚀𝚞𝚊𝚛𝚝. 𝚂𝚎𝚡𝚝𝚊.

𝚂𝚎𝚖 𝚑𝚘𝚛𝚊́𝚛𝚒𝚘 𝚎𝚜𝚙𝚎𝚌𝚒́𝚏𝚒𝚌𝚘.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...