1. Spirit Fanfics >
  2. Sua Cadelinha. (JIKOOK 18) >
  3. Cápitulo Único.

História Sua Cadelinha. (JIKOOK 18) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Wow. Então é assim que meu perfil por aqui começa, ahashausah.

Não é o primeiro hot que escrevo, mas dá pro gasto.

Espero que gostem, babies.

Capítulo 1 - Cápitulo Único.


Fanfic / Fanfiction Sua Cadelinha. (JIKOOK 18) - Capítulo 1 - Cápitulo Único.

  

Era mais um dia normal para o tão famigerado Jeon Jungkook, que era conhecido na sua rua por nunca sair de casa. Todos viviam comentando sobre o rapaz, que não dava a mínima sobre todas as críticas diárias que recebia. Tudo o que ele sempre queria era o conforto de sua casa e apenas isso.

Jeon morava sozinho, tendo como companhia sua cadelinha de estimação, a qual ele chamava de Brioche. Brioche era uma vira-lata de porte pequeno e estava acima do peso, comendo em excesso e também não gostava de fazer exercícios ou de brincar — passava a maior parte do tempo dormindo.

Percebendo que a saúde de sua única companheira estava ficando instável, Jeon não viu outra alternativa a não ser contratar um passeador que, obviamente, pudesse levar Brioche para dar uma volta. Pegou seu celular e entrou num site onde podia encontrar alguém para fazer o grande favor e encontrou um garoto jovem, que parecia ter experiência (de acordo com as avaliações) e, além de tudo, que era muito, muito bonito.

Chamou o tal garoto para uma conversa online, e o mesmo respondeu educado e bem rápido. Logo decidiram o horário, já no mesmo dia, e Jungkook já parecia mais tranquilo.

— Então, Bri, parece que alguém vai perder umas calorias hoje.

Por incrível que parecesse, Jeon estava saudável. Incrivelmente saudável para alguém que simplesmente não saia de casa. O rapaz cuidava muito bem da sua alimentação, fazia exercícios em sua própria casa e ainda assim mantinha seu corpo na mais perfeita forma.

Algumas poucas horas se passaram e Jeon já estava ansioso pela chegada do passeador, só não sabia dizer o por que. Quando ouviu a campainha tocar, pegou Brioche no colo e abriu a porta com um sorrisinho envergonhado. Viu, a sua frente, um rapaz fofo, menor que ele e também trajando um sorriso brilhante que fazia seus olhos se tornarem duas linhas — era tão bonito quanto nas fotos do site.

— Olá, senhor Jeon!

— Ah, olá... Park Jimin, não é?

— Exatamente. — Jimin desviou o olhar para a pequena cadelinha no colo do homem. — E você é a Brioche, certo? Tão fofinha!

Jimin pegou a pequena cadelinha no colo e começou a acariciar suas orelhas. Brioche abanava a cauda, demonstrando alegria. Jeon estava maravilhado com a cena — duas das coisas mais fofas que já havia visto interagindo juntas. No entanto, a beleza e alegria contagiante de Jimin faziam com que os olhos de Jeon não se desviassem por um único segundo. O rapaz finalmente saiu de seu transe quando ouviu a voz de Jimin, perguntando:

— Certo, então devo dar uma volta de trinta minutos com ela, né?

— Isso mesmo.

— Okay! — Jimin prende uma guia a coleira de Brioche — Então estaremos aqui logo logo, não é, coisa fofa?

Brioche latiu, parecendo entender o que o garoto dizia. Jungkook só se atraia cada vez mais por Jimin, que além de ter um rosto perfeito, tinha um corpo perfeito. No entanto, o que mais chamava a atenção era sua bunda, grande e redondinha. Qualquer um que passasse pelo garoto iria notar, era realmente inevitável.

— Bom, okay... Quando voltar irei lhe entregar seu pagamento.

— Okay. Até logo!

Jimin se virou de costas para Jungkook e começou a caminhar enquanto Brioche o seguia, com um pouco de dificuldade. Jeon não conseguia deixar de olhar para a bunda do garoto, que agora que havia se virado completamente, estava bem visível. Era uma visão realmente mágica.

Trinta minutos se passaram. Jeon não parava de pensar no garoto que havia levado sua cachorrinha para passear. Após o tempo combinado, pôde ouvir novamente a campainha tocar e correu até a porta. Quando a abriu, se deparou com Park Jimin suado, vermelho, com Brioche ao seu lado e com o mesmo sorriso de antes.

— Brioche parecia bem animada por sair de casa. Ela me deu trabalho, viu! Só por causa disso vou cobrar o dobro.

Os dois rapazes riram.

— Brincadeira, não vou não. Ela é uma boa garota, deveria levá-la para passear mais vezes.

— Eu não saio muito de de casa... Bom, na verdade, nunca saio de casa. Foi por isso que te "contratei" para levar a Bri para passear.

— Ah... Tudo bem, eu entendo. Bom, poderia me pagar, agora?

— Ah sim, verdade. — Jungkook tira uma nota do bolso e entrega ao garoto a sua frente. — Obrigado por ter feito esse favor pra mim. Você não... Gostaria de entrar?

Jimin arregalou os olhos, parecendo surpreso.

— O que? Não, não precisa! Eu estou todo suado, será um incômodo.

— Não é um incômodo pra mim. Você fez um favor pra mim, então por que não? Faz tempo que não recebo visitas.

O menor coçou a cabeça, bagunçando os cabelos. Estava confuso

— Você tem certeza?

— Claro.

— Então tudo bem. — Entrou na casa, limpando os pés no tapete que ficava na frente da porta e deixando Brioche no chão. — Terei de ir embora daqui uns 20 minutos pois tenho um compromisso com minha mãe.

— Tudo bem, fique o tempo que precisar e se sinta a vontade. Gostaria de uma bebida?

Jimin não podia negar que o homem era muito bonito, que seu sorriso de coelhinho era encantador e que seu corpo também parecia ser de tirar o fôlego.

— Pode ser uma água, por favor? Estou morrendo de sede.

— Claro, irei pegar.

Enquanto Jeon caminhava até a cozinha, Park se sentou no sofá, ainda cansado. Brioche tentou subir no móvel também, mas não conseguiu graças ao seu sobrepeso e pelo fato de também estar cansada.

Jungkook voltou com um copo cheio de água o entregou para Jimin e se sentou ao lado dele. Quando Jimin começou a beber, Jeon não segurou sua vontade e disse:

— Você é tão bonito.

Jimin quase engasgou com a água e olhou para Jeon, surpreso. Gostaria de dizer o mesmo para ele, já que a beleza de Jeon era surpreendente também, mas tudo o que conseguiu fazer foi encarar o maior.

O clima esquentava mais a cada segundo que se passava. Finalmente Jimin criou coragem e disse:

— Você também é muito, muito bohito. E muito sexy também.

Jeon se aproximava do menor, que deixou o copo de água sobre a mesinha de centro e foi se deitando no sofá a medida que o maior se aproximava dele.

— Sexy, é? Já quer partir pra outra etapa, Park?

Jungkook acabou se aproximando tanto de Jimin que ambos podiam sentir a boca roçando na do outro apenas em falar. A sensação de calor e o tesão dominavam o momento, os dois queriam a mesma coisa e estavam perto de conseguir.

— Me beija logo, Jungkook.

Jungkook começou um beijo calmo, logo pedindo passagem com a língua. Jimin cedeu, e o beijo inicialmente calmo foi se tornando mais agressivo e selvagem. Os dois se separaram pela falta de ar, se levantaram do sofá, foram até o quarto de Jungkook e o mesmo logo começou a tirar as roupas molhadas de Jimin. Jimin fez o mesmo com Jungkook e rapidamente os dois já estavam nus um na frente do outro.

Jeon beijou Jimin outra vez, aproximando seus corpos. O membro de Jungkook roçava no de Jimin, o que deixava o menor cada vez mais excitado. Jungkook empurrava o menor que logo se sentou na cama.

Vendo a situação na qual o menor se encontrava, Jungkook separou o beijo e, sem avisar, começou a masturbar o menor.

Jimin gemia baixinho ao sentir as mãos de Jeon masturbando seu membro ereto. Jungkook se divertia com a situação, esboçando um sorriso malicioso. Depois de algum tempo fazendo o movimento de vai e vem, Jungkook parou e deu um tapa na coxa esquerda do menor.

— Agora, fica de quatro, bem exposto pra mim.

Jimin obedeceu rápido, ansiando o maior dentro de si.

Jungkook despejou mais tapas nas nádegas de Jimin, que gemia alto a cada tapa. Com a bunda já vermelha de Jimin, Jungkook agarrou a cintura do menor e simulou uma penetração.

— Quem é a minha cadelinha?

Jimin não respondeu. Jungkook deu mais um tapa em sua nádega direita, desse vez mais forte, fazendo Jimin gemer ainda mais alto.

— Me responda. Quem é?

— Sou eu. Eu sou sua cadelinha.

— Muito bem.

Jungkook penetrou o menor, que agarrou a coberta da cama e deu um gemido tão alto que mais parecia um grito. Fazia muito tempo desde que Jimin havia feito algo assim.

Jungkook começou a estocar devagar e com calma, fazendo Jimin implorar por mais velocidade e força depois de algum tempo.

— J-Jeon, mais r-rápido, por favor!

Ouvindo Jimin implorar, Jungkook fez o que o que ele pediu, estocando e mais mais rápido a cada minuto que se passava.

Jimin gemia alto, implorando por mais. Estava chegando ao seu ápice, mas Jungkook ainda não. Começou a ir cada vez mais e mais rápido, sem dó. O som dos gemidos misturados com as estocadas ecoavam pelo quarto. O momento realmente era apenas dos dois, de mais ninguém.

Jungkook finalmente gozou e saiu de dentro de Jimin, fazendo com o que os dois caíssem na cama, ofegantes.

— Céus, Jungkook... Você é assim com todo mundo?

— A partir de agora, só quero ser assim com você.

Quando olharam para a porta, viram Brioche os observando sentada e parecendo curiosa, começaram a rir por conta da situação que era realmente hilária, já que pelo visto os dois haviam sido observados o tempo inteiro.

Deram mais um beijo, em seguida deitando-se de conchinha e adormecendo como um merecido descanso depois daquela tarde de tanto prazer.


Notas Finais


KKKKK Jungkook e Jimin apressadinhos né não? Nem pra pagar uma coxinha com refresco antes, tsc tsc.

Eu tava lá, eu era a Brioche. :)

Sim, JM é burro e esqueceu q tinha compromisso com a mãe, oh dó.

* SEM DATA DE PREVISÃO PARA A POSTAGEM DA FANFIC EM FORMATO DE ASMR NO CANAL. A fanfic está marcada como "não terminada" apenas para que eu possa avisar quando o ASMR for postado. *


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...