1. Spirit Fanfics >
  2. Sua pequena aposta >
  3. Aquele onde o primeiro amor dela volta

História Sua pequena aposta - Capítulo 9


Escrita por: FlorzinhaMalfoy

Notas do Autor


Teremos um personagem novo
Nate Bulstrode-Hero Fiennes

Capítulo 9 - Aquele onde o primeiro amor dela volta


Fanfic / Fanfiction Sua pequena aposta - Capítulo 9 - Aquele onde o primeiro amor dela volta

A diferença entre gostar, amar, e estar apaixonada, é a mesma diferença entre, Agora, por um tempo, e para sempre...

.

.

.

Pov Lizze

Eu estava sentada na sala de estar lendo um livro,Draco tocava piano,minha mãe estava sentada ouvindo ele tocar,aquele dia eu acordei diferente,eu sentia que meu pai estava planejando alguma coisa,ele nunca acorda de bom humor, e justo hoje ele estava radiante.

-Oliver respondeu a coruja?-Minha mãe pergunta

-Sim mãe,ele vem-Eu falo sem tirar os olhos do livro

-Que bom,mal posso esperar pra ver ele-Minha mãe fala e eu percebo a empolgação na voz dela,ela realmente gostou dele

-Eu não sei o que vocês viram nele-Draco fala parando de tocar o piano

-O mesmo que a Pansy viu em você-Eu falo e ele tira o livro da minha mão

-Pansy?-Minha mãe pergunta empolgada

-É mamãe, todo mundo sabe que a Parkinson morre de amores pelo Draco-Eu falo e Draco fica vermelho

-Você é ridícula-Ele diz

-E você gosta dela?-Minha mãe pergunta pra Draco

-Claro que não-Ele respode,e eu sei que é verdade,Draco tem uma paixão por Astória 

-Ele gosta da-Eu ia falar mais eu perco a fala ao olhar para o meu pai.

Ele entrou sorridente,e junto dele,eu não acredito,era ele,Nate Bulstrode bem na minha frente

-Lizzie olha só quem vai passar as férias com a gente-Meu pai diz com uma cara de quem venceu uma guerra

-Senti sua falta-Nate fala sorrindo

-Nate-Dizer o nome dele foi a única coisa que eu consegui dizer

-Acho que o momento romance com o Wood acabou-Draco diz rindo

Eu perco o sentido, tudo o que eu consigo fazer é correr,eu passo pelo meu pai e por Nate e corro pro meu quarto.

Você deve estar se perguntando,Quem é Nate?.

Nate Bulstrode,o meu primeiro amor,antes de hogwarts,Nate e eu sempre fomos amigos,fugiamos das festas chatas e corríamos para qualquer lugar,nós escondiamos no escritório do pai dele, brincávamos durante o dia,eu amei Nate,amei mesmo,mais tudo acabou quando ele foi pra Durmstrang, mais não foi bem por isso que nós dois nos afastamos, quando eu tinha 12 anos,eu disse que amava ele,e ele, não correspondeu os sentimentos,eu fiquei mal,mais não por ele não corresponder,e sim por ele ter beijado outra garota no mesmo dia,eu me senti um lixo, e depois disso não vi ele mais...

*quebra tempo*

Uma das empregadas venho me chamar para jantar,eu desci e me sentei ao lado de Draco, enquanto Nate sentou ao lado da minha mãe e meu pai na ponta da mesa

-Então Nate,como é em Durmstrang?-Draco pergunta enquanto Nate e eu trocamos olhares

-Você iria gostar de lá, é simplesmente incrível-Nate fala e dá aquele sorriso que só ele tem 

-Durmstang é longe, não quero mandar ele pra longe-Minha mãe fala

-Eu ia cuidar dele tia Narcisa-Ele diz piscando pra Draco

-Melhor do que hogwarts, não aguento mais respirar o mesmo ar que o Potter-Draco fala 

-Pode ter certeza de que ele fingi que você nem existe-Eu falo ainda olhando pra Nate

-Esqueci que você é amiguinha dele-Draco diz 

-Potter? Harry Potter?-Nate pergunta me olhando,eu aceno com a cabeça

-Não vamos falar sobre assuntos irrelevantes-Meu pai fala

-E você Lizze,soube que foi pra Grifinória,gosta de lá?-Nate pergunta

-Claro que ela gosta,o namoradinho dela é de lá-Draco fala e Nate me olha

-Cala a boca-Eu falo quebrando o contato visual com Nate

-Então, Lizze está namorando?-Nate pergunta

-Sim,eu estou namorando-Eu falo 

A mesa fica um tremendo silêncio,e Nate olha pro meu pai

-Sabe tio, quando me disse que eu precisava vir pra cá, não achei que fosse tão sério-Nate diz e meu pai sorri

-Deste de que você se foi Nate,a nossa Lizzie mudou-Meu pai fala e me olha e eu entendo tudo

-Você é imprevisível-Eu falo me levantando

-Lizzie-Minha mãe me chama

-Primeiro você queria me dar pro Blasie, não conseguiu, você tá vendo como eu tô feliz com o Oliver,e você decide trazer o Nate, você não vai conseguir isso-Eu falo e saio da sala de jantar

.

.

.

Eu deito na cama e começo a pensar nas coisas que estão por vir,meu pai sabe como Nate mexe comigo,mais isso não vai ser o suficiente,ele não vai me separar do Oliver.

.

.

.

Sexta-feira festa dos Malfoy...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...