História Subconscious - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Lgbt, Romance
Visualizações 8
Palavras 719
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Homossexualidade, Mutilação, Nudez, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura <3

Capítulo 1 - Who is she?


Fanfic / Fanfiction Subconscious - Capítulo 1 - Who is she?


Londres- 1989 
(POV's Isabel)
    As horas passavam lentamente naquela sala de aula e eu estava quase dormindo ali mesmo ouvindo a voz entediante de Mrs. Roberts, professora de história . O frio de Londres me dava ainda menos motivos pra levantar da cama e ir para aquela escola onde algo fazia com que eu não me encaixasse. 
    O relógio antigo pendurado acima do quadro nedro indicavam 11:59, o que me dizia que faltava apenas um minuto para o horário do almoço me livrar daquele inferno. Assim se fez, quando ouço o som do sino da capela da escola suspiro de alivio e de cansaço, levanto- me  pegando minha mochila e saio da sala em ordem junto com mais vinte e três alunos exaustos e vou em direção ao refeitório encontrar minha melhor amiga do terceiro ano.
(?) - ISABEL! Quanto tempo.. como foram as férias? - Diz enquanto me abraçava.
(Isabel) - Anna, que saudades! Foram boas férias, passei muito tempo com minha família.
(Anna) - Você faz falta no coral da igreja. Vai voltar não é?
(Isabel) - Lógico, senão meus pais me matam. Eu gosto de cantar e isso é uma ótima desculpa para eles não deixarem que eu me desvie da igreja.
Anna ri.
(Anna) - Alías.. sei que seu aniversário foi semana passada mas como estava viajando não tive como te entregar isso. - Diz me dando em mãos uma caixa branca com um laço voleta. - Parabéns pelos seus 16 anos.
(Isabel) - Anna! É lindo. Digo sem palavras vendo o vestido branco que havia na caixa.
(Anna) - Fiquei sabendo que está chegando o dia de sua crisma. Realmente gostaria que usasse.
(Isabel) - Irei, sem duvida alguma.- Sorrio guardando a caixa na mochila para que não se extraviasse. - Vamos almoçar?
(Anna) - Vamos estou morrendo de fome. - Sorri.
 

(18:00)
    Ja em casa, depois de um dia entediante de aula e de fazer todos meus deveres, vejo minha mãe acompanhada de meu irmão Matt, dois anos mais velho entrando em nosso quarto, como de costume sem bater na porta, Matt me olha como se dissesse "eu entendo sua provável fúria". Apenas olho de volta para ele.
(Sra. Hughes) - Ainda não tomou banho? Ja deveria estar se arrumando. O culto é as 19:00 então se apresse. - Diz e sai do quarto após recolher algumas roupas sujas para lavar.
(Matt) - Posso ver em seu rosto a empolgação. - Diz em ironia.
(Isabel) - Não estou nem um pouco afim mesmo, estou extremamente cansada.
(Matt) - Te entendo. Mas olha, quando voltar pro coral vai ver que os cultos passarão mais rápidos. -Diz acariciando meu cabelo de forma carinhosa. Meu irmão, apesar de Anna ser minha melhor amiga , era a pessoa que mais me entendia e que eu tinha certeza que poderia confiar.Tinhamos uma ligação muito forte.
     Depois de me convencer a levantar da cama, vou ao banheiro e tomo um banho rápido, coloco uma saia preta por cima da meia- calça e uma blusa de lã cor vinho pois ainda fazia muito frio, seco meus longos cabelos de cor escura e noto a falta de quinze minutos para as 19:00, imagino que meus pais estejam me esperando. Desço as escadas em direção à sala e encontro minha mãe no último degrau, provávelmente pronta para me buscar em meu quarto.
(Sra. Hughes) - Anda logo minha filha, ou vamos nos atrasar. - Apenas a sigo.
 

(19:05)
     Entramos na igreja a qual já estava lotada por pessoas que agora nos olhavam como sempre acontece com os atrasados. Sentamos em alguns bancos, quase que nas ultimas fileiras e após algum tempo se passar noto que do outro lado do corredor ,coberto pelo tapete vermelho, havia uma garota de cabelos em tom ruivo que eu jurei ter virado o rosto disfarçadamente quando eu a olhei, apenas ignoro, porém fico curiosa em saber quem era, já que nunca havia a visto naquele lugar onde todos se conheciam. O culto finalmente termina e todos se levantam para ir embora mas antes de sair da igreja vejo novamente a garota ruiva, mas notei que não estava indo embora, mas sim indo até o altar. Ignoro novamente e vou em direção ao carro com meus pais para ir pra casa onde, por conta do cansaço adormeço, rapidamente.


Notas Finais


Obrigada por ler ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...