1. Spirit Fanfics >
  2. Submissa do Meu Alfa >
  3. Cap I

História Submissa do Meu Alfa - Capítulo 3


Escrita por: Sunflowinx

Notas do Autor


Aguardem pelas emoções que eu trouxe para essa história ❤️
O 2º capítulo sai ainda hoje (e talvez o terceiro, FERIADOU GALERA, ESTOU EM CASA) ❤️❤️❤️

Capítulo 3 - Cap I


Fanfic / Fanfiction Submissa do Meu Alfa - Capítulo 3 - Cap I

Há 19 anos atrás

Ao terrível frio de uma noite extremamente escura da pequena Konoha, nasceu uma criança com a beleza mais rara e exótica, um parto simples, tranquilo, uma bebê gorda, com os olhos tão verdes quanto esmeralda, bochechas rosadas naturalmente, igualmente aos poucos fios de cabelo, a menina abençoada pelos Deuses e pela Mãe Lua, destinada a caminhar ao lado do último Híbrido da linhagem original, o ser mais sanguinário, frio e calculista…

Atualmene

- Minha Luna, espere por mim… 

- Cadê você ? - perguntou a pequena fada ao escutar aquela voz que tanto importunava seus sonhos

- Apenas espere por mim e não me rejeite, esperei décadas até lhe encontrar novamente… 

- Quem é você ? - gritou desesperada procurando aquela voz

- Você descobrirá minha Rainha, apenas espere...

O som insuportável do pequeno despertador fazia eco nos ouvidos de uma certa rosada, fazendo-a despertar do seu precioso e querido sono, trazendo-a de volta para a sua realidade. A pequena fada abriu os olhos sentindo a luz pouco quente, porém, ainda gelada e clara de um sol que tentava inutilmente atravessar as nuvens no céu da fria Konoha. Havia dormido novamente em cima do seu livro favorito, moveu-se levemente entre as cobertas pesadas e rosa, levando seu braço esquerdo até o criado mudo colado na cama, arremessando o pequeno despertador ao chão. Não demoraria muito para a matriarca Haruno subir as escadas da aconchegante casa onde vivia a família Haruno

- Sakura, o que foi isso ? - perguntou a loira afobada com uma enorme faca em mãos olhando para a filha

- Estava me irritando - disse a pequena fada, sentando-se na cama e arrumando os longos fios rosados que caiam no rosto milimetricamente desenhado pela Deusa Lunar

- Desisto criança, esse já é o 5º despertador só essa semana - disse a loira enquanto seus passos soavam para fora do pequeno quarto - Limpe isso antes de descer - pronunciou antes de bater a porta e seguir para as escadas 

O dia mesmo que nublado e frio, estava bonito, havia uma semana que a pequena fada vinha tendo esses sonhos, hora era apenas um enorme lobo de pelagem tão negra quanto a noite, hora era um homem de porte alto, de costas, hora apenas um enorme logo de pelagem negra e olhos paras, hora apenas um par de olhos vermelhos tão vivos quanto sangue. Com muito contra gosto e preguiça, a jovem se levantou, indo limpar a bagunça que tinha feito, porque se tinha uma coisa que todos sabiam em Konoha, era que, jamais deveria irritar Mebuki Haruno, a matriarca Haruno era de uma linhagem rara de fadas, fadas esculpidas e abençoadas por Kaguya, a Deusa Lunar, eterno amor de Indra, o híbrido mais poderoso que já existiu nas últimas 5 décadas. A jovem fada catava cada pedacinho e jogava na lixeira que tinha ao lado da escrivaninha, estava ansiosa, sentia seu íntimo agitado e não sabia o porquê. Foi em direção ao banheiro que tinha em seu quarto, todos os quartos de sua casa mesmo sendo pequenos, tinham um banheiro para cada e o do corredor ficava para as visitas, assim Mebuki evitava conflito entre as irmãs e o filho mais velho. Fez toda sua higiene pessoal e tomou um longo banho quente pra tentar amenizar o frio, enrolou-se na toalha após terminar e entrou novamente em quarto para se arrumar. Estava frio, optando pelo uniforme de inverno da academia na qual estudava, era seu último ano, logo iria para a faculdade de medicina, penteou os longos cabelos rosas, não entendia o porquê, sua irmã era ruiva igual seu pai mesmo sendo adotada, seu irmão era loiro igual sua mãe, porém pintava os cabelos de vermelho, apenas ela veio com os cabelos rosados, porém, agradecia pelas longas ondulações que caiam em cascata por suas costas. Saiu do quarto, passando pelo corredor, descendo as escadas e entrando na pequena sala, onde sentia o cheiro de café, sentou-se a mesa para tomar café, junto com sua família. 

- Bom dia papai - disse dando-lhe um beijo estalado na bochecha

- Bom dia princesinha - disse seu pai 

Sakura era a mais nova dos 3 irmãos, Karin que já  estava na faculdade, porém, sempre que podia estava em casa, era apegada à irmã mais nova e toda a família, mesmo sendo adotada. Karin era uma vampira que foi abandonada quando bebê, na época Mebuki só tinha seu pequeno menino loiro Sasori de 2 anos, tentava a todo custo ter uma menina, mas naquele momento não era da vontade dos Deuses, 3 anos depois, veio sua querida e preciosa menina, Karin por um tempo ficou com medo de ser expulsa de casa ou até mesmo rejeitada, sabia desde pequena que era adotada, porém, não foi isso que aconteceu. A pequena vampira havia se apaixonado perdidamente pela pequena e roliça fada, Sakura foi um bebê e uma criança muito gordinha de bochechas rosadas, olhos grandes e tão verdes quanto esmeraldas banhadas pelo sol. Hoje em dia, Sasori era um jovem fada de 24 anos, ruivo e com os olhos castanhos avermelhados, formado em Contabilidade, era quase a cópia de Kizashi, se não fosse o formato de rosto ovalado de Mebuki, protetor das águas e sete mares, por ser criado no meio humano dificilmente demonstrava seus poderes, trabalhava na poderosa Uchiha’s Company, ciumento com suas pequenas irmãs e mais ainda com seu marcado, Deidara, um jovem e doce vampiro loiro. Karin por sua vez, era uma vampira de 22 anos, cursava direito e estagiava na sede das Uchiha’s Company, seus longos fios lisos eram vermelhos como sangue, formavam leves ondas ao final, tinha um instinto protetor absurdo com sua pequena irmã e seu irmão. Já Sakura, era uma jovem fada de 19 anos que por não ter seu marcado, ainda não havia despertado seus poderes, a princesinha da família, astuta que gostava de barganhar com o perigo, um misto de ousadia com inocência, essa era Sakura Haruno. 

- Karin, ficará por quanto tempo ? - perguntou a doce jovem em direção a irmã enquanto comia seu pão

- Só essa semana, o Uchiha me obrigou a tirar uma folga por conta da minha semana de prova - a ruiva explicou 

- E você Sasori ? - perguntou ao ruivo que entrava um pouco sonolento na cozinha, acompanhado do loiro 

- O que ? - perguntou o ruivo ao sentar-se

- Vai ficar por quanto tempo aqui ? - perguntou - Bom dia Dei - disse em direção ao cunhada que até pouco se encontrava encolhido atrás do namorado 

Por mais que tivesse anos que Deidara e Sasori estivessem juntos, Deidara ainda se sentia acanhado na presença de toda a família Haruno, principalmente de Kizashi, que transpassava medo para quem o encarasse por muito tempo. Mesmo que fosse um relacionamento aceito por todos, Deidara era um jovem vampiro muito tímido que achava a todo momento que Sasori o abandonaria, mesmo sabendo que isso poderia matá-lo

- Bom dia flor - disse Deidara ao sentar-se à mesa

- Menino, você precisa parar de ser acanhado assim - pronunciou a voz grossa de Kizashi 

- Deidara, você está com nosso filho à 9 anos, não precisa se sentir acanhado toda vez que estiver aqui - pronunciou a voz fina de Mebuki

- Desculpa - disse o loiro quase se escondendo no ombro do namorado

- Eu quero que meu marcado seja fofo assim igual o Deidara - disse a rosada 

Assim seguiu-se o café da família Haruno, calmo e tranquilo como toda manhã. Ao terminar todos se levantaram, Sasori deixaria Sakura na escola e seguiria para Uchiha’s Company com Karin e Deidara que também trabalhava lá, porém, na área de designer criativo, enquanto Sasori trabalhava na contabilidade da empresa e era um dos braços direito do grande e poderoso empresário Sasuke Uchiha, que dificilmente se encontrava em um lugar só, seu irmão, Itachi Uchiha era vice-presidente da Uchiha’s Company, mesmo sendo mais velho, o jovem vampiro optou por outros caminhos que não envolvessem tomar a frente da multinacional fundada pela sua família, deixando esse trabalho para o mais novo. Sasuke vampiro por parte de pai, porém, sua mãe, era uma loba, Itachi não desenvolveu os genes de lobo de sua mãe, apenas Sasuke, que aos 24 anos, era o Híbrido Supremo mais respeitado e temido de todas as alcateias, nada acontecia sem que ele soubesse, se alguém pisasse fora da linha, acabava por conhecer o lado cruel do Pequeno Uchiha e isso fazia com que sua cabeça fosse posta a prêmio em prol do seu trono de Supremo, ainda não tinha encontrado sua marcada e não fazia questão de encontrar, entre mantê-la segura longe dele ou em constante perigo ao lado dele, ele preferia não encontrá-la. 

- Minha luna…

Despertou assustada de seus pensamentos dentro do carro ao ouvir novamente aquela voz em sua cabeça e isso não passou despercebido pelos seus irmãos 

- Saky, está bem ? Você está pálida - pronunciou Sasori encarando a irmã pelo retrovisor

- Sim, sim - respondeu a pequena fada

- Tem certeza ? - perguntou Karin encarando a irmã preocupada 

- Já disse que sim, vocês são preocupados demais - disse a mais nova arrumando a franja na testa que modelava mais ainda seu rosto 

- Vindo do seu histórico na infância, milagre seria se não fôssemos - disse a ruiva - Ansiosa para a entrevista hoje ? - perguntou a jovem ruiva que encarava o tablet em uma mão e o celular na outra

- Um pouco - disse a jovem fada 

- Não fique - dessa vez foi a voz do ruivo que se fez presente - Uchiha Sasuke pode aparentar ser assustador, mas é um ótimo chefe - disse sorrindo em defesa do amigo que tinha uma péssima reputação

O resto do caminho foi em silêncio, Sakura mexia em algo no seu celular, Karin ao seu lado resolvia algo do trabalho, Deidara desenhava algo em seu tablet e Sasori apenas dirigia, não demorou para que chegassem na Uchiha’s Academy, os portões era enormes, os muros absurdamente altos, o sistema de segurança era quase infalível, apenas os filhos dos melhores, dos melhores estudavam ali. Sakura por vim de uma família humilde jamais conseguiria estudar lá, porém, desde muito novo Sasori trabalhava na empresa dos Uchihas, conquistando a confiança de toda família com o esforço e a força de vontade de trabalhar e isso acabou resultando em conseguir uma bolsa para si e para as irmãs concluírem os estudos ali e depois na melhor faculdade de Konoha. Em alguns casos isso era até motivo de bullying em cima da pequena Haruno, já que ela tinha sua vaga garantida, porém, motivo de orgulho para a mesma, sem querer sujar o nome dos Uchihas do irmão,  era a melhor aluna da Aoda High School , fazia por merecer sua bolsa ali e sua futura bolsa em medicina na Uchiha’s University

- Entregue - disse Sasori - Sem atrasos - disse o ruivo

- Talvez mais tarde estejamos aqui - disse a ruiva ainda encarando o tablet

- Porque ? - perguntou a mais nova 

- Os Uchihas tem uma reunião com Tsunade e Jiraya mais tarde - disse encarando a jovem fada - Talvez finalmente você veja a cara de Uchiha Sasuke pela primeira vez na sua vida, vai ser a única oportunidade - disse sorrindo enquanto alisava os longos cabelos da pequena, que sentiu um frio percorrer a espinha ao escutar aquele nome

- Ele odeia aparecer na tv, ou internet, é uma luta manter o rosto dele longe de tudo - disse o ruivo 

- Eu que sei, as meninas do departamento ficam tentando adivinhar como ele é com base na fisionomia do Itachi e Fugaku - pronunciou se fazendo presente a voz de Deidara

- Então quem vai fazer minha entrevista ? - perguntou a mais nova

- A Matriarca, é sempre ela que faz qualquer entrevista, ela é a diretora do Rh - disse Deidara - Os homens Uchihas não tem contato com os entrevistados, só trabalha na Uchiha’s Company se passar pela grande Matriarca Uchiha, Mikoto - explicou o loiro 

- Porque ele não gosta de aparecer ? - indagou a jovem arrumando suas coisas antes de sair

- Ele é um Alfa e não gosta de chamar a atenção - disse Sasori - Alfas não podem se expor assim, principalmente um Supremo Alfa - ele explicou

- Hmmm - foi a única coisa que a jovem fada disse antes de começar a distribuir beijos por todos dentro do carro e sair 

A rosada andava tranquilamente enquanto anotava coisas importantes em seu bloco de notas no celular, ela sentia os olhares em cima de si, já estava acostumada. Olhares de raiva, olhares de inveja, olhares indecifráveis, era assim desde que havia pisado ali, era assim desde que Tayuya havia exposto para a escola inteira que ela era uma bolsista diretamente dos Uchiha, irmã de Karin e Sasori, Karin era braço direito de Itachi, mesmo jovem e com pouca idade, Sasori era um dos de confiança de Sasuke, rumores diziam que era uma maneira de enlaçar a jovem Haruno com o jovem e bilionário Uchiha. Ninguém sabia que a pequena fada tinha uma entrevista marcada para trabalhar como secretária por meio período do jovem Uchiha, isso incluia o mesmo, sua mãe havia tomado uma decisão após ver o filho atolado em serviço. Sasuke Uchiha era um homem de 24 anos, perfeccionista e odiava qualquer vírgula fora do lugar, Sakura sabia disso, conhecia a fama do mesmo e apesar de nunca ter visto pessoalmente, ou qualquer foto, não discordava dele, poderia ser atrevida, mas quando o assunto era trabalho e organização, como dizia seus irmãos “era o próprio Uchiha em uma versão feminina”. 

- Bom dia linda - uma voz masculina se fez presente ganhando a atenção da jovem 

- Bom dia Zabuza - respondeu a rosada, sem parar o que estava fazendo

- Um pouco de atenção da minha namorada, por favor - disse o moreno enquadrando a rosada 

Zabuza era namorado de Sakura, um humano comum que não fazia ideia do que a jovem era, ou do que uma porcentagem grande da Aoda era, a rosada por nunca ter encontrado seu marcado, simplesmente aceitou um fato inexistente de que ela não teria um, mesmo seus irmãos e seu pai sendo contra, sua mãe à apoiava, isso para ela era o suficiente. 

- Desculpa amor - disse a rosada encarando os olhos castanhos do moreno alto à sua frente 

Zabuza era um jovem rico de 19 anos, herdeiro das Carpintarias Momochi, parceiras de longa data da Uchiha’s Company, um jovem prodígio do futebol, capitão do time, 3º melhor aluno da escola, porém, ficava à sombra do jovem Uchiha e até mesmo da sua pequena fada à sua frente.

- O que tanto ocupa sua cabeça ? - ele perguntou encarando os grandes olhos verdes

A rosada pensou se contava ou não para o namorado, mas algo dentro de si gritava para não falar nada, e assim ela optou por ficar na sua 

- Nada - disse sorrindo - Vamos para aula, não quero sujar meu histórico com atrasos - disse puxando o namorado pela mão 

- Isso, joga na cara seus histórico perfeito - ele disse revirando os olhos 

- Sempre que eu puder - ela disse gargalhando e assim seguiram 

Seguiram tranquilamente pelo grande pátio e os enormes corredores da escola, atraiam olhares por onde passavam, incluindo de Tayuya e suas amigas. Antes de namorar Sakura, ele havia namorado Tayuya, porém, por conta de uma traição por parte da mesma, ele tinha terminado tudo, logo após começou a se envolver com a rosada, e agora, após quase 3 anos na mais perfeita ordem, tudo estava prestes a desmoronar na vida da jovem fada ...

 


Notas Finais


Próximo capítulo será pelo ponto de vista do nosso Pequeno e Sanguinário Uchiha Sasuke ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...