1. Spirit Fanfics >
  2. Submissa'Imagine ot7 bts' >
  3. Chapter 016

História Submissa'Imagine ot7 bts' - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Oi❤
Desculpa o atraso estava muito ocupada esses dias

Bebam água e não se esqueçam de dormir bem tá @Haeyeong ?😂💜

Capítulo 16 - Chapter 016


  Jin abriu a porta do apartamento para mim meus pés já estavam começando a ficar inchados por causa do salto que apertava meus pés, assim que entrei pude ver os rostos preocupados dos meus "donos" por assim dizer.

---Por que demoraram tanto?_ Namjoon foi o primeiro a começar o bombardeio de perguntas.

---Aconteceu alguma coisa com o carro?

--- Vocês estavam transando?

Olhei para Jimin com a pior expressão que eu poderia fazer, eu estava cansada, com o braço doendo e com a cabeça no ponto de explodir a qualquer minuto. Tirei meus saltos e os coloquei no canto do sofá como sempre fiz, olhei para Jin como se pedisse permissão para ir ao meu quarto mas não recebi nada em resposta.

---Posso ir?_perguntei calma.

---Ainda não._ revirei os olhos e me sentei ao lado de Taehyung no sofá._ Precisamos conversar sério…

---Sem piadinhas!_ Namjoon alertou apontando o dedo em minha direção.

---Podem começar eu sou toda ouvidos.

---Eu quero saber como que voc…

Jin começou o seu discurso chato de "pai" mas eu nem ouvindo estava, eu ainda estava no carro com ele dizendo que me ama… Mas não é um amor como de casais é algo como carinho e vontade de ter por perto no caso dele está mais para possessão, ou talvez até obsessão. Ele disse que só está tentando me proteger de sofrer, mas ele não percebe que eu estou sofrendo de qualquer maneira? Que isso faz mal pra mim? Eu quero me afastar deles e voltar a dividir um apartamento com a Jihyo, ir almoçar na casa da minha mãe nos finais de semana e passar a tarde comendo pipoca e assistindo filme com ela no sofá da sala e no fim da tarde brincar com a minha irmã de boneca, mas eu não consigo me afastar… é tão difícil pra' mim. Preciso pensar, outra vez.

---Você entendeu?_ Jin perguntou me fazendo arregalar os olhos. O que ele disse? Não faço a mínima ideia!

---Claro!_ respondi sorrindo. Jin entortou a boca estranho minha mudança de humor repentina._ Quer dizer, entendi!_ olhei para baixo me xingando mentalmente pela falta de atenção.

---Se quiser ir para o seu quarto pode ir.

Taehyung apertou minha coxa antes de eu me levantar e caminhar até as escadas onde eu parei e olhei para trás.

---Eu não ouvi nada do quê você disse!_ Confessei e ao notar a sua expressão raivosa corri para o meu quarto me trancando rapidamente.

Quando eu digo que sou azarada em quase tudo é verdade porque no meio da madrugada começou a chover mas não era uma chuva qualquer era veio acompanhada de vento e trovões, ou seja, o meu pior pesadelo. Peguei meu celular que estava carregando ao lado da minha cama eram 4:28 da manhã todos estavam dormindo e eu aqui acordada e com medo de "uma simples chuvinha".

O quarto clareou no instante em que um raio estrondoso cortou o céu me fazendo jogar o celular longe e me cobrir com o edredom.

---Jin!_ chamei baixinho como um pedido de ajuda mesmo sabendo que ele não poderia me ouvir.

O vento causava um barulho estranho na janela que se assemelhavam a gritos me deixando com mais medo, olhei por todo o quarto vendo uma sombra ao lado da porta do banheiro. Meu coração disparou me fazendo lembrar do quê Taehyang havia me dito: " Não esqueça de trancar bem a porta a noite, baby!" . Isso começou a martelar a minha cabeça como uma forma de aviso então assim que tive a chance corri para fora do meu quarto entrando no primeiro quarto que vi.

O quarto do Jin.

Fechei a porta e corri pulando em cima de seu corpo o assustando.

---Jin…_ falei baixinho abraçando seu corpo._ Eu tô' com medo, me deixa ficar aqui?

Jin suspirou fundo se recuperando do susto. Ele se levantou e foi até o banheiro voltando minutos depois.

---Vamos dormir._ Sua voz rouca me arrepiou.

---Você não está mais bravo não é?_ me deitei ao seu lado me cobrindo com o edredom macio.

---Não!_ Jin me abraçou fazendo carinho em minha barriga me deixando calma._ Você me tira do sério mas eu não consigo te odiar e antes que eu me esqueça amanhã iremos conversar sem falta.

---Você quis dizer hoje?_ Jin sorriu assentindo._ Eu quero ficar aqui mas preciso que as coisas mudem…

---Você queria mesmo ir embora?_ De repente seu tom de voz ficou fraco, ele estava realmente triste, surpreendente!

---Sim… Mas eu quero ficar com você e com os meninos mas preciso ter uma vida "normal" não gosto de ficar sozinha aqui.

---Tudo bem._ Suspirei me encolhendo em seus braços a única coisa que eu ouvia era o som do seu coração batendo acelerado, a chuva era minha menor preocupação e parecia já nem existir mais._ Depois conversamos, todos nós!

---Acorda!

---O que foi? Onde eu estou?_ cocei meus olhos e bocejei por fim vendo Jungkook em minha frente sorrindo lindamente._ Ah bom dia Jeon!

---Bom dia! Vem tomar café com a gente?

Assenti e levantei da cama indo para o meu banheiro lavar o rosto e escovar os dentes como de costume e nunca tive tanto medo de estar sozinha no meu quarto como eu estava agora, parecia que eu não conhecia aquele lugar era tão estranho pra mim. Pela pequena janela do banheiro eu podia ver a chuva rala que caía lá fora juntamente com o céu nublado, lavei meu rosto com sabonete facial e escovei meus dentes e aproveitei para urinar.

Enquanto descia as escadas já podia ouvir as vozes altas vindas da cozinha e lá estavam todos, reunidos ao redor da mesa animados até demais para uma manhã de sábado.

---Bom dia!_ cumprimentei a empregada  que passou por mim, a mesma sorriu doce e saiu da cozinha certamente indo fazer seus outros afazeres, raramente eu via alguma empregada pelo apartamento elas são extremamente silenciosas._ Bom dia para todos!_ sorri e fui até a geladeira procurar algo que me deixasse satisfeita.

---Você quer isso?_ Me virei vendo Jungkook segurando o pacote de cor dourada mais amado por mim.

---É pra mim?_ Sorri e pus as mãos atrás de meu corpo.

Jungkook assentiu e eu corri para pegar o pacote de suas mãos aproveitei e lhe abraçei apertado despertando alegria no rapaz.

---E nós? Não ganhamos abraços?_ Jimin perguntou tentando parecer bravo mas falhando miseravelmente.

---Depois!

Abri o pacote vendo aquele bolinho macio de chocolate me esperando enquanto eles reclamavam " no meu ouvido". Assim que pensei em mordem o bolinho Jin o tirou da minha mão e o segurou em frente ao meu rosto.

---Você sabe que precisamos conversar?_ Assenti ainda olhando o bolinho em minha frente._ Pois bem, comece…

Minha cara não devia ser a das melhores no momento eu literalmente estava sem saída, não tinha como fugir do assunto e Jin não é tão idiota para acreditar em um desculpa esfarrapada qualquer. Mas eu também não poderia entregar Taehyang desse jeito...

---Se eu te contar tudo o que aconteceu você promete que não vai ficar com raiva ou fazer besteira?_ Perguntei meio incerta.

---Não pode falar._ Jungkook me incentivou a minha frente.

---Eu tô com sono depois vocês me diz…

---Foi o Taehyang!_ gritei rapidamente assustando Yoongi que dizia estar com sono._ Ele disse que sabe de tudo que acontece aqui dentro desde as brigas, você me batendo, tudo… tudo mesmo.

---Como assim?_ ri levemente da lerdeza do Hoseok, tão bobinho.

---Acho que ele quer alguma coisa em troca._ Namjoon falou olhando para Jin como se quisesse resolver a situação junto com o amigo.

---Ele disse que queria uma noite comigo!

--- O quê? Nem ferrando!_ Yoongi bateu na mesa me assutando…ciumento!

---Se ele sabe de todas essas coisas alguém aqui dentro contou._ Taehyung disse despertando uma curiosidade dentro de mim.

---S/N você não falou nada para ninguém?_ Jin perguntou irritado e eu neguei rapidamente.

--- Se não foi a S/N então só pode ter sido alguém daqui de dentro!_ Namjoon olhou para mim e depois para cada um da mesa.

---Você não está dizendo que alguém aqui dentro está tentando ferrar com tudo né?

---É isso mesmo!

Oh não!


Notas Finais


Me desculpem por qualquer erro ortográfico prometo corrigir mais tarde!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...