História Submissive... Namjin. - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jin, Namjin, Rapmonster, Relacionamento Abusivo, Submissão
Visualizações 232
Palavras 733
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Não sei se eu já cheguei a mencionar que um dos meus filmes favoritos é "A filha do pastor"
É um filme que retrata bem essa situação de um relacionamento abusivo, a menina que se apaixona por um cantor de peça de teatro,vai embora com ele deixando o pai pastor para trás, vive um relacionamento abusivo,mas no final ela acaba voltando para casa.

Então é isso...

Capítulo 11 - Coming home.


SeokJin

As palavras do JungKook se repetiam em minha cabeça,me fazendo estremecer, e eu me pergunto onde foi para o menino inocente e carinhoso que vivia na minha volta.

A porta se abre e o JungKook se afasta rapidamente de mim e faz uma cara de preocupado.

--Jonnie,eu tentei,mas ele não me diz o que aconteceu--suspirou de forma cansada.

--Tudo bem, Kookie eu cuido dele--Namjoon diz e JungKook assente me olhando de forma ameaçadora.

--Ta bom,melhoras Jin Hyung, qualquer coisa me chama--sorriu sinico e saiu.

--Jinnie--escuto a voz do Kidoh--O que aconteceu com você?--Ele pergunta preocupado.

--Nada--tento sorrir--Podemos começar,preciso ocupar minha cabeça.

--Ow claro--Kidoh diz animado me fazendo sorrir--Trouxe muitos doces e também palitinho salgados de todos os sabores--despejou tudo em cima da minha cama.

Sorri com seu gesto, Kidoh sabia que eu amava esses biscoitos e comprou para mim.

--Nossa, obrigado--sorri largo--você realmente me faz bem--disse e ouvi um pigarrear de Namjoon--Kidoh o Namjoon vai assistir com nós,tudo bem?-pergunto e ele concorda.

--Claro--sorriu um tanto quanto forçadamente.

Assim que começamos a assistir...eu e Kidoh na minha cama e Namjoon na dele, eu consegui me distrair...mesmo que pra isso tenha que quase morrer do coração.

Sinto uma mão em minha coxa, olho para baixo e vejo a mão do Kidoh pousada na mesma,isso era um costume nosso,mas Namjoon poderia não gostar,por isso eu retirei sua mão, e ele me olhou confuso e eu dei os ombros.

Já era a terceira vez que eu tirava a mão dele da minha coxa, Namjoon nos olhava de uma forma nada agradável,mas Kidoh parecia não perceber.

--Tira essa mão dai--dei um tapinha em sua mão.

--Que foi Jinnie--Kidoh perguntou baixinho --você nunca se importou.

--Mas agora eu me importo--disse sério.

--É por causa do Monster? Não se preocupa ele nem está prestando a atenção na gente--disse e me deu um beijinho no pescoço me fazendo arfa alto.

--Pra mim chega--Namjoon se levanta irritado e sai do quarto.

--O que deu nele Jinnie?-- Kidoh torna a por a mão na minha coxa e eu me irrito.

--Ja falei pra não me tocar--gritei irritado--Você estragou tudo--senti meus olhos marejarem-- Saia da minha casa.

--Mas Jin..--Ele ia falar algo,mas eu o interrompi.

--Por favor vai embora--digo já choroso.

Ele continua me olhando com uma cara triste,mas eu não consigo olhar para ele.

Desço as escadas a procura de Namjoon,mas o encontro.

--O que foi Jin--Suga perguntou e eu só conseguia chorar.

--Jinnie,me escuta--Kidoh me chama e meu choro se intensifica.

--Sai daqui--grito e os meninos me olham espantados.

--O que ele fez?--Jimin segura Kidoh pela gola da camisa.

--E-ele p-passou a m-mão em m-mim n-na f-frente do N-namjoon--disse entre soluços.

--Ah, por isso ele mandou te dizer que entendeu o motivo de você querer tanto ficar sozinho no dormitório do Kidoh com ele--JungKook fala e eu senti meu choro virar compulsivo.

--E-ele m-me o-odeia--Subo para o quarto e me jogo na cama.

--Nossa...achei que teria trabalho para separar vocês...mas você sozinho conseguiu se afundar... também é uma puta--Jungkook diz e logo em seguida sai do quarto.

Começo a fazer uma mala pequena, não sei se eu vou conseguir conviver com o ódio do Namjoon, então acredito que seja melhor eu me distanciar de tudo por um tempo.

Saio de casa sem ninguém ver, pego um táxi e vou pra um hotel bem afastado no centro da cidade.

Me acordo pela manhã cansado, acredito que aquela expressão "dormiu de tanto chorar" seja verdadeira pois eu não me lembro do momento em que peguei no sono.

Procuro meu telefone entre minhas coisas e vejo várias mensagens dos meninos querendo saber onde eu estou, mando apenas um estou bem.

Meu telefone começa a tocar, olho a tela e o nome JungKook aparece na mesma,resolvo atender para saber o que o mesmo quer.

"Hyung volte para casa agora mesmo"

"Pra ver o ódio do Namjoon direcionado a mim, e pra você continuar me assediando?"

"Não é nada que uma puta como você não mereça,mas é o Bangtan que está em jogo ...e eu não vou deixar você destruir minha carreira assim... você tem uma hora, senão eu ligo pro manager...quer saber não volte...vou adorar consolar o Namjoon".

Ele diz e desliga o telefone, meu choro fica na garganta, não iria chorar pelo JungKook,meu celular vibra novamente e meu coração se acelera ao ver uma mensagem de Namjoon.

Abro a mesma e não consigo mais prender o choro.

"Você é nojento... acabou tudo"

Rapidamente digito um número,que a muito tempo eu não discava,por causa dessa maldita vida de k-idol.

"Alô,Jin é você"--sua voz me trás uma certa calma.

"Sim omma sou eu, só liguei pra avisar que eu estou voltando para casa."


Notas Finais


Dad, please, can I come home?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...