1. Spirit Fanfics >
  2. Suddelyn Mommy | Liskook >
  3. 022| Um amigo exemplar

História Suddelyn Mommy | Liskook - Capítulo 22


Escrita por:


Capítulo 22 - 022| Um amigo exemplar


— Um bolo branco com listras azuis e rosas, com um ursinho segurando um balão rosa escrito "menina" e o outro com um balão azul escrito "menino". — fala animada, enquanto eu escuto sem falar nada. — vai ficar me olhando com essa cara de bunda?


— Estou magoada contigo. 


— Não deveria, você fez exatamente o que eu imaginava que ia fazer. Daqui a pouco eu vou embora e você vai me ligar chorando porque não consegue decidir qual vai ser o sabor do bolo.


— Eu só acho injusto você saber o sexo antes de mim, eu que estou com essa criança na barriga. 


— Posso fazer nada, sou a madrinha e sua melhor amiga. Eu que tenho que fazer o pedido do balão com a cor. 


— Você vai contar para o Jimin. — protesto 


— Não, se não vai perder a graça. Mas sabemos que ele vai de azul, ele é homem isso já é de se esperar. 


— Será que o Jungkook vai de branco ou com uma blusa azul e rosa? — pergunto imaginando o Jungkook de branco


— Provavelmente de branco, e você?


— Estava pensando em um vestido branco, aí a saia vai ter tipo um véu azul e rosa. 


— adorei a ideia, dá para nós mesmas fazer. Temos que comprar o vestido e os véu. 


— E você?


— Vou com um vestido florido, ele é rosa com as flores azuis. Simplesmente lindo, o Jimin vai de azul. Compramos nossas roupas ontem. 


— Vocês parecem recém-casados


— Quem me dera, o Jimin tem cara de homem que enrola para fazer o pedido. — solto uma gargalhada. 


— Você já ligou para os pais do Jungkook?


— Já, eles vão vir. A mãe do Jungkook disse que queria uma neta menina, mas ela acha que é menino por causa que a família do Kook só tem macho. 


— E a sua mãe?


— Ela disse que não vai poder vir — declaro triste. 


— Sinto muito Liz. — ela me abraça. — vamos parar com essa melação e voltar a planejar o chá. 


Eu e Rosé ficamos discutindo os enfeites, confirmamos com a chácara que vamos usá-la daqui fez dias e que vai ser a tarde toda. Ligamos para a loja de decoração da Jisoo e pedimos tudo que temos direito, Jisoo geralmente é a que cuida das decorações dos eventos que participamos. A loja dela é incrível, ela tem ideias únicas por esse motivo eu quero que ela cuide do meu chá. 


Convido as pessoas mais próximas minha e de Jungkook, o que não dá muita gente. Minha família se resume na minha mãe e na Rosé, o Jungkook que domina a maior parte dos convidados. Fico insegura em saber que daqui dez dias eu vou conhecer as pessoas mais importantes para Jungkook, a maioria deles já estão casados exceto Jungkook e Jimin.


Escuto a porta se abrir e corro até a sala dando de cara com o Jungkook com seu uniforme. Ele estava trabalhando dentro da delegacia, ele não ia sair para rua até que se recuperasse 100%. Então ele fazia a coisa que na opinião dele era a mais chata de todas, os boletins de ocorrência. 


— Como foi o dia de hoje? — pergunto indo abraçar ele. 


— Um completo tédio. — sua mão cai sobre minha barriga fazendo movimentos circulares. — como está nosso pequeno?


— bem, ele chutou hoje — falo empolgada. 


— você chutou sua mãe mocinho? — pergunta fazendo voz de bravo. 


— sim, ele me chutou logo depois de eu ter falado que ele era metido. 


— metido? — pergunta confuso. 


— sim, ele só se mexe quando quer e quando eu vou gravar ele para. Ele se acha, e ainda teve a audácia de me chutar. — Jungkook joga a cabeça para trás e começa a rir. 


— Lisa, podemos conversar. — ele fala depois de um tempo. 


— Claro — ele pega minha mão e me conduz até o sofá, me sento ao seu lado e espero ele começar. 


— Eu acho melhor a gente morar juntos. — começa — não dá para ficar uma semana no seu apartamento e outro no meu, acho melhor a gente procurar um lugar para nós dois e ficamos lá. 


Ele tinha razão, era cansativo ficar de lá para cá toda semana. E já estávamos quase morando juntos mesmo, fora que eu estava doida para sair deste apartamento. Principalmente depois que o Taehyung se mudou para um andar acima do meu, as vezes eu via ele na recepção e tinha que sair correndo para ele não me ver. 


Jungkook aperta minha mão e olhos nos seus olhos. 


— Se você não quiser tudo bem, eu só acho melhor. — diz ele com receio. 


— eu concordo, não aguento mais ficar de lá para cá como se fôssemos nômades. 


— Precisamos de um pouco mais de espaço então, um apartamento um pouco maior seria agradável. Posso ligar para uma imobiliária amanhã, se quiser. 


— Faz isso, pega um apartamento um pouco mais perto da delegacia onde você trabalha. 


Ele boceja e me puxa para um abraço, como de costume ele coloca a mão na minha barriga e faz movimentos circulares. 


— Estou exausto — declara — como foi a preparação do chá?


— divertida, eu adorei escolher as decorações. Contratamos uma decoradora que eu simplesmente amo, ela faz os eventos que eu e a Rosé participamos. Mas também descobri o porquê da Rosé estar estranha. 


— E por que ela está estranha?


— Por causa da mãe dela, ela vai ter uma irmãzinha. — digo preocupada. 


— Isso é bom. — declara. 


— Em partes, a mãe dela tá com uma doença grave e provavelmente não vai aguentar o parto. A Rosé vai ter que ficar com a irmã, você tinha que ver ela está tão preocupada. — pego no rosto de e viro para olhar para mim. — você sabia que o Jimin e a Rosé estavam morando juntos? 


— Você não? — ele brinca mas logo vejo seu semblante sério. 


— Espera, você sabia? — ele assente — Por que eu sou a última a saber?


— O Jimin me contou que queria morar com ela um dia antes de irmos para Busan. 


— Olha aí, o Jimin é um amigo exemplar. Não posso dizer o mesmo da Rosé, se eu não tivesse perguntado ela nem ia me falar. — ele joga a cabeça para trás e começa a rir. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...