História Sudden Love (Romanogers) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Bucky, Clint Barton, Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Maria Hill, Natasha Romanoff, Pietro Maximoff (Mercúrio), Steve Rogers
Tags Romanogers
Visualizações 100
Palavras 1.145
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá minhas lindas, mais um capítulo pra vocês! #BoraLer

Capítulo 5 - O que você está fazendo?


Logo depois que Wanda saiu, o celular de Steve tocou, ao pegar viu que era Sam e atendeu.

—Steve eu fiquei sabendo de uma balada muito boa que vai abrir hoje, então que tal eu e você irmos?

—Ah não sei, eu não estou muito a fim.

—E porque você acha que eu chamei você pra ir comigo? Você vai enlouquecer se ficar em casa trancado pensando em problemas.

—Tudo bem, mas é somente para beber alguma coisa e esfriar a cabeça.

—Ok.

—Encontro você em cinco minutos.

Steve só queria beber um pouco e esquecer os pensamentos que rodeavam o mesmo.

Natasha dançava ao lado de Maria que estava muito bêbada e Bucky que não bebia, pois ele tinha que levar elas para casa depois, Natasha tinha um plano de ajudar a amiga ficar sozinha com Bucky para rolar alguma coisa entre eles.

—Eu acho que vou buscar mais alguns drinks, vocês querem? —Natasha falava alto por causa da música.

—Deixa que eu pego. — Bucky estava quase indo ao bar quando Natasha o parou.

—Não eu vou, vai lá e continua dançando com a Maria, anda logo. — puxou ele de volta para o lugar onde estava.

Steve bebia tranquilamente no balcão do bar quando Sam viu uma mulher acenando para ele da pista, o mesmo olhou para Steve em sinal de desculpas.

—Pode ir lá eu estou muito bem aqui, sem problemas.

—Tem certeza? — Sam perguntou e Steve acenou positivamente com a cabeça.

Assim que Sam saiu, Steve percebeu uma mulher segurando em seu ombro para não cair era Natasha, a mesma estava um pouco tonta e a única coisa que viu para se apoiar foi o ombro de um homem estranho.

—Cuidado moça! — ele se levantou para ajudar a mesma se sentar, quando ela virou se para ele, Steve pode ver de quem se tratava, era a linda garçonete do Coffee Mix.

—Oh, me desculpe, eu não sei onde eu estava com a cabeça. — ela se desculpou por ter se esbarrado em Steve. — Um gin com limão por favor? — Natasha fez o pedido ao barman que estava fazendo as bebidas do outro lado do balcão e o mesmo fez positivo com a cabeça para ela.

—Olha, eu não quero me intrometer, mas para uma pessoa que já está no estado da senhorita, não seria melhor um café forte, para deixá-la sóbria? — Steve falou em um tom irônico, em quanto ele falava o barman entregava a bebida para Natasha a qual bebeu e começou a tossir porque era forte demais

—Para quem me conheceu a pouco tempo está querendo mandar de mais é mim não acha? —Natasha já tinha reparado que ele era o cliente do Coffee Mix.

—Eu não estou querendo mandar em você, só quero te ajudar porque caso não tenha reparado é muito perigoso uma mulher bêbada sozinha em uma boate, e depois eu levo você para casa. —Steve não sabia porque mas toda vez que ele estava perto da mesma, despertava um instinto protetor dentro dele.

—Tudo bem, senhor papai! —Natasha brincou e ele revirou os olhos.

Em quanto ela bebia o gin tranquilamente, Steve admirava a mesma e pensava como ela poderia ser tão linda daquela maneira? Parecia um anjo em forma de pessoa e o vestido preto que ela estava usando combinava perfeitamente com seus olhos cor de esmeraldas que ele adorava olhar. É talvez Sam estava certo, Steve concluiu. Estaria ele apaixonado por Natasha?

Natasha também, uma vez ou outra, olhava para ele. Se perguntava, porque aquele homem que mais parecia um príncipe não parava de olhar para ela? Uma coisa que a mesma adorava olhar, era os olhos azuis dele, eram fascinantes na opinião dela.

Bucky estava bastante preocupado com Natasha que tinha ido buscar as bebidas, mas ainda não havia voltado, ele dançava com Maria que estava muito alegre.

—Maria você não acha melhor nos irmos procurar a Nat? — ele falou alto por conta da música que tocava.

—Não ela só deve ter caído por ai e dormido no chão, Bucky esquece a Nat e me beija ou eu vou procurar outro que me beije? —Maria estava rindo como uma louca para Bucky e querendo agarrar ele, mas o mesmo não queria se aproveitar dela porque sabia que ela estava totalmente submissa ao álcool.

—É…. pelo jeito você não está bem, vamos eu vou procurar a Nat e levar vocês duas para casa e você não vai beijar ninguém mocinha, está bêbada e não sabe o que está falando. —Bucky puxava Maria para ela não cair por cima das pessoas.

—Me deixa seu chato, você não quer me beijar então deixa eu procurar um homem qualquer que me ame e que me beije!

—Maria você está bêbada e não sabe o que fala, você vem comigo ou eu vou ter que carregar você no colo? —Bucky falou irritado com ela, segurando a mesma pelo braço com força.

—Sim meu amor, eu estou bêbada como um gambá e vai atrás da Nat que eu vou procurar alguém pra mim beijar já que você não me quer. — Maria estava praticamente gritando com Bucky no meio da pista e todos estavam olhando para eles.

—Tudo bem, foi você quem pediu, Maria! —depois de falar isso, Bucky puxou Maria pelo braço e a pegou no colo.

No balcão Natasha já tinha bebido dois gin e agora e conversava uma conversa muito animada com Steve, o qual dava muita risada do jeito dela.

—Nossa eu acabei de me lembrar, os meus amigos estão me esperando eu preciso ir, olha muito obrigada pela conversa. — Natasha se levantou muito apressada da cadeira.

—Calma eu acompanho você, talvez eles foram embora e você precise de uma carona. —Steve também se levantou e foi atrás de Natasha, quando alcançou a mesma, pego no braço dela e a virou de frente pra ele.

Então foi aí que o salto dela quebrou fazendo a mesma cair sobre os braços de Steve e o rosto dos dois ficarem um perto do outro dava até para sentir a respiração.

—Acho que é a segunda vez hoje que eu seguro você para não cair? — assim que Steve disse isso Natasha sorriu envergonhada e o mundo parecia ter parado para os mesmos que de uma para outra começaram a se beijar no começo foi um beijo leve mas depois foi se tornando mais quente.

Natasha deu espaço para Steve explorar sua boca com a língua e os dois não tinham vontade nenhuma de pausar aquele beijo.

—Me deixa Bucky ou você me beija por eu preciso disso? —Bucky carregava Maria no colo passando no meio das pessoas, quando viu um casal se beijando a sua frente e se aproximou mais, arregalou os olhos ao ver que era Natasha.

—Natasha, o que você está fazendo? — assim que Natasha ouviu tal voz, parou com o beijo rapidamente e se afastou de Steve.


Notas Finais


E aí? Gostaram do capítulo??? Espero que sim kkk #PrimeiroBeijoRomanogers primeiro de muitos!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...