História Suddenly - Joey Birlem - Capítulo 36


Escrita por:

Postado
Categorias Blake Gray, Brandon Rowland, Hunter Rowland, Jacob Sartorius
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Birlem, Hunter Rowland, Jacob Sartorius, Joey Birlem, Magcon, New Magcon, Romace, Rowland, Sophia Birlem
Visualizações 25
Palavras 955
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 36 - "I'm tired"


POV SARAH

Estava no meio da aula de literatura, quando senti o meu celular vibrando sem parar, de baixo da minha carteira.

Levo as mãos até ele e aperto o botão, vendo que era uma mensagem de Joseph.

Respiro fundo e olho para o garoto, que estava sentado na fileira encostada na parede.

Não quero falar com ele! Não agora!

Bloqueio o celular e volto a fingir que estava prestando atenção na aula.

Sinto o aparelho vibrar de novo, sem parar e olho para Joey, que mexe os lábios sem emitir som, dizendo: "vê a mensagem"

Reviro os olhos, mas não me movo e tento voltar de novo a prestar atenção na aula. 

Quando a professora se vira para anotar alguma coisa na lousa, escuto a carteira atrás de mim se arrastar no chão e fazer um barulho leve.

Me viro e me deparo com Joey, que pelo visto mudou de lugar.

- vai ficar me ignorando? - ele sussurra.

Não respondo nada e me viro para frente novamente.

- Ah, qual é! O que aconteceu? - ele sussurra novamente, mas dessa vez, bem perto do meu ouvido e eu sinto os meus pelos se arrepiarem.

Caralho!

- me encontra depois da aula. Vou estar te esperando no ginásio. - ele sussurra de novo e se levanta, voltando a se sentar no seu lugar antigo.

Respiro fundo e olho para Hunter, que estava à duas fileiras de distância e me olhando, confuso. Provavelmente porque Joey estava falando comigo...

(...)

O sinal bate e eu começo a guardar as minhas coisas dentro da mochila e me preparar para ir para a minha próxima aula. Geografia.

- Eu to te esperando lá no ginásio. - Joey sussurra, ao passar por mim.

Respiro fundo, tentando decidir se vou ou não.

Por mim, eu não iria! Não quero falar com ele agora! Mas, por outro lado, preciso falar pra ele e fazer com que entenda o quanto antes possível que eu cansei dos seus joguinhos de: "uma hora trata bem e outra hora trata mal".

Termino de guardar os meus materiais e saio andando. Paro no meu armário, guardo alguns cadernos que não vou mais precisar hoje e depois saio andando a caminho do ginásio, pelo corredor vazio, já que todos os alunos entraram em suas salas.

Chego no ginásio e abro a porta de ferro, entrando e me deparando com Joey sentado em uma das arquibancadas.

Respiro fundo, fecho a porta e saio andando até ele.

Espero que ninguém nos veja aqui...

- O que você quer? - pergunto, me aproximando dele.

- Conversar. - ele dá de ombros - e entender o porque você tava me ignorando.

Me sento ao seu lado e reviro os olhos.

Joey solta um risinho e me olha, dizendo:

- adoro quando você faz isso, sabia? - ele pergunta e coloca uma mecha do meu cabelo para trás da orelha.

Franzo a testa e empurro a mão dele rapidamente, vendo ele me olhar confuso.

- O que foi?

- tô cansada! - digo e ele parece ficar mais confuso ainda. - To cansada de você só me tratar bem quando quer me beijar e depois de um tempo já voltar a me tratar mal de novo! - falo e sinto os meus olhos se enchendo de lágrima.

Caralho! Por que eu estou quase chorando de novo?

- Ei, calma! - ele diz, baixinho - desculpa... - joey fala, sem jeito.

- Não adianta pedir desculpas! - quase grito, mas me recomponho. Não podemos fazer barulho. - Eu to cansada desse seu joguinho... To cansada de verdade!

- Eu sei... - ele diz e coça a nuca, nervoso. - vou tentar melhorar... juro que vou. - ele fala, olhando nos meus olhos e eu sinto os meus ombros relaxarem um pouco.

- Eu quero muito acreditar em você. - falo.

- pode acreditar! De verdade! Eu... eu vou me esforçar pra não te tratar mal de novo! - ele diz.

- Foi ridículo o que você fez hoje. - falo, depois de um tempo em silêncio.

- Eu sei... - ele diz e olha pra baixo - Mas não consegui me segurar! Eles... eles estavam falando sobre o garoto que você pegou e eu fiquei... bom... eu...

- Você ficou com ciúmes? - pergunto e não consigo segurar o riso.

Joey me olha com uma cara de bravo, enquanto eu rio sem parar.

- Ai meu deus, que fofo! - falo e levo as minhas mãos até as bochechas do garoto, apertando as mesmas e ele sorri, envergonhado.

- isso significa que você me desculpa? 

- não! Isso significa que eu vou pensar no seu caso...

- Ah - ele diz, com um olhar triste.

- tá bom... tá bom, Joseph! - Eu digo e o olhar triste some - Eu te desculpo!

O garoto da um sorriso lindo e eu retribuo.

- ah, e mais uma coisa! - ele diz - se você puder parar de me chamar de Joseph, eu agradeço...

- Ok, Joseph - brinco e ele revira os olhos.

Levo minha mão até o canto do seu rosto e aproximo ele de mim, juntando nossos lábios.

- Você leu a minha mensagem? - ele pergunta, se afastando.

Faço que não com a cabeça e ele da um sorrisinho tímido.

- Eu te chamei pra sair hoje a tarde. - ele diz, com as bochechas vermelhas de vergonha e eu me surpreendo. - eu posso te buscar na sua casa, se você quiser...

- Eu quero! Claro que eu quero! - falo, sorrindo também.

- Ótimo. Te pego as cinco? - ele pergunta e eu faço que sim com a cabeça, antes de puxar ele para mais um beijo.



Notas Finais


Gente, desculpa pela demora!
Tentei atualizar ontem, mas por algum motivo o meu App não abria


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...