1. Spirit Fanfics >
  2. Suddenly Love - Shawn Mendes >
  3. A chance to escape

História Suddenly Love - Shawn Mendes - Capítulo 54


Escrita por:


Capítulo 54 - A chance to escape


POV'S ANGEL.

Tentamos encontrar algo que cortasse a grade no meio daquela bagunça tinha muita coisa enferrujadas.

- Aí um rato. Ashley disse pulando.

- Para de gritar Ashley ele já foi. Cameron disse fechando a boca do mesmo

- chega eu não vou mais procurar nada, eu não vou encontrar outro rato. Ashley disse sentando em um sofá cheio de poeira.

- Gente será que isso resolve?. Perguntei trazendo uma serrinha.

- A gente vai levar um ano para serrar isso. Cameron falou.

- Não reclama camarão, é o que a gente tem. Falei

- Tá não tá mais aqui quem falou. Cameron disse.

- Acho que se a gente revezar, cada um serra um pouquinho vai ser mais rápido. Hannah falou

- concordo plenamente desse jeito a gente terminar rápido. Cameron falou e rimos.

Cameron começou a serra é depois de um tempo Shawn pegou dele.

- Gente, gente parem a Nichole está vindo. Megan disse é Shawn escondeu a serra.

- trouxe o jantar de vocês. Nichole é Erick entraram.

- Ah Nichole como você é generosa devermos agradecer também por você deixar a gente sem comida o dia todo?. Nichole disse.

- Aí Cameron você sempre tão ingrato né?. Nichole diz dando a comida para a gente.

- O que é isso Nichole?. Ashley pergunta.

- Comida que encontrei em um restaurante bem baratinha aqui perto, é isso ou ficar com fome. Nichole disse.

- Eu não como carne. Megan falou.

- Que pena porque quando você morrer e para barriga dos animais da floresta que você vai. Nichole disse dando um sorriso malvado para Megan.

- Vem Erick, vamos nos atrasar para o jantar que eu reservei. Nichole disse o puxando Erick está incrédulo com a nossa situação.

- Me dá essa serra, eu vou serra essa grade como se fosse o pescoço da Nichole. Ashley disse pegando a serra de Shawn.

[...]

Passamos a noite revezando é só conseguimos tirar dois pedaço da grade.

- Vocês acham que alguma de vocês conseguem passar por aqui?. Cameron perguntou .

- Ah minha bunda com certeza vai ficar presa. Hannah disse.

- Meu quadril não passa aí. Ashley disse.

- eu passo, se eu me esticar eu consigo. Falei

- Ótimo meu amor, então vamos só esperar a Nichole sair é você sai para pedir ajuda tá?. Shawn falou é eu concordei.

- Sobre o que os ratinhos estão sussurrando. Nichole diz entrando é colocamos os ferros no lugar.

- Em? O que foi o gato comeu a língua de vocês?. Nichole perguntou.

- Você destruiu nossa formatura Nichole. Ashley falou.

- Ah... Não, não eu livrei vocês, a música era horrível, a comida tinha um gosto estranho sem contar na decoração Megan você perdeu mesmo o senso né? Aquilo tava parecendo uma festa de quinta, se eu tivesse no comitê fazia muito melhor. Nichole disse.

- É mas você não estava lá, sabe porque Nichole você não tem capacidade! A única coisa que você é boa é em subornar as pessoas é esperar que elas façam as coisas para você, você nunca fez nada sozinha você nunca derramou uma gota de suor por nada. Megan disse.

- Ah Megan realmente que discurso humilhador prometo que vou me lembrar dele quando eu mandar você falar suas últimas palavras. Nichole disse. - Já sabem nem, só volto mais tarde beijos. Nichole disse saindo.

- Megan não cede as provocações da Nichole, tem que ser forte. Falei

- É difícil Angel, é difícil quando isso se estende por anos. Megan falou chorando.

- Fica calma, Estamos todos juntos. Falei

- Angel a Nichole está saindo com o carro, essa é a hora de você fugir para pedir ajuda. Cameron disse.

- tá, eu tô pronta. Falei

- Meu amor eu é Cameron conhecemos esse lugar, é uma chácara dos pais da Nichole só que eles não vem aqui a muito tempo tá até a venda, se você corre até o portão principal é passar por ele você vai fez que tem um telefone público liga para a sua mãe é fala que estamos na estrada norte de Beverly Hills a cinco quilômetros da cidade. Shawn falou é eu concordei. - Toma cuidado meu amor, eu te amo. Shawn diz me dando um beijo na testa.

- Eu Também te amo muito. Falei

Cameron é Shawn me ajudaram a sair.

- Toma cuidado Angel. Hannah falou.

- Eu vou tomar gente, eu prometo. Falei é caminhei devagar me arrastando pelas paredes.

Olhei se a barra tava limpa e comecei a correr sem parar, o lugar grande era grande demais é a casa tinha uma mansão enorme no meio é era cerrado por um campo verde.

Ouço uns sussuros é corro para atrás de uma árvore.

- Nichole vai mesmo deixar eles daquele jeito? Erick pergunta.

- Ninguém mandou eles mexerem no que não era da conta deles, eles que sofram agora. Nichole falou entrando no carro.

- Eu só acho...

- Você não está aqui para achar nada Erick, faz o que eu mando não se mete no meu plano ou se preferir eu posso de deportar para o México é você volta para aquela vidinha que você tinha é isso que você quer?. Nichole pergunta.

- Não, não é Nichole. Erick diz.

- Ótimo agora entra no carro. Nichole disse é o mesmo obedeceu.

Os portões estavam abertos é Nichole saiu com o carro, essa séria a hora perfeita para eu sair enquanto ninguém vinha fechar.

Saio de trás da árvore é corro para fora do portão corro até ver um telefone público, estávamos mesmo no sítio da Nichole, disco o número do telefone de casa tremendo eu estava morrendo de fome fazia horas que eu não comia.

- Alô. Minha mãe atendeu com uma voz cansada.

- Mãe. Eu falei chorando.

- Angel é você meu amor, filha pelo amor de deus aonde você tá?. Minha mãe começa a chorar.

- Mãe eu fui sequestrada junto com a Hannah, o Cameron Ashley,Megan é Shawn olha me escuta, a gente tá em uma chácara na estrada norte que vai para a cidade o número da casa é cinco meia quatro.

- você tá bem meu amor?. Minha mãe pergunta chorando.

- Eu tô mãe não se preocupar, leva isso pra polícia tá bom eles vão nos encontrar? Eu te amo. Falei

- Meu amor eu vou te achar tá fica calma, eu vou avisar a todos vamos encontrar vocês. Minha diz.

Ouço o carro de Nichole voltar

- Droga. Murmuro.

- DESGRAÇADA. Nichole coloca a cabeça no carro.

Deixo o telefone é saio correndo pela estrada, eu sabia que não que não iria longe pois Nichole estava de carro e eu tentava correr contra ele, mas resolvi me dar uma chance.

O moto do carro rouca é eu começou a chorar entre em desespero e entro dentro da floresta.

Me esconder entre algumas folhas é olha minha mãe em minha boca.

- pra onde ela foi?. Erick pergunta

- Sei lá sua ameba, ela deve ter ido para lá, vem, liga para o Justin. Nichole disse é eles saem para um direção contrária.

Me controlo para não chorar.

- Se acalma vai ficar tudo bem, fica forte por favor. Falei me levantando.

Tinha chovido de madrugada é a floresta está muito escorregadia, eu tinha que andar prestando atenção pois tinha muitos barrancos é buracos.

Ando até que consigo avistar de longe uma obra, tinha algumas pessoas trabalhando nela.

- Graças a Deus. Digo a mim mesma.

Corro tentando chegar lá mas no meio do caminho acabo tropeçando é machuco meu pé.

- merda, você consegue falta pouco levanta. Digo respirando fundo é andando de novo com dificuldade.

Faltava pouco para eu chegar até o lugar mas sou parada por Justin.

- Peguei você. Ouço o mesmo falar pegando os meus braços.

- Não, não saí, Socorro Socorro!!. Digo chorando.

- fica quieta. Nichole vem correndo.

- vai Erick coloca o sonífero na veia dela. Nichole diz é os dois me segura.

- Não para por favor. Digo é sinto a agulha me picar é apago.

Acordo sendo carregada por Justin.

- Justin tá me levando para onde?. Pergunto mas ele não responde.

Ele me carrega para é eu sinto minha cabeça girar ele me colocar em um lugar pequeno e me deita em um colchão.

- Justin aonde eu estou, cadê o pessoal?. Pergunto me encolhendo.

- Sendo separados também. Justin diz frio.

- Justin me escuta, eu sei você não quer fazer isso com a gente, eu sei que só está fazendo isso por que a Nichole deve ter te chantagiado com alguma coisa mas você não precisa disso se ficar do nosso lado a gente pode ajudar juntos. Falei

- Ajudar? Desse jeito?. Justin perguntou

- Justin por favor não seja cruel. Falei chorando. - eu sei que você quer ser assim, eu conheci você Justin eu sei que você não é assim. Falei

- Você conheceu o que eu quis que você conhecesse Angelina, acredite não você descobriu nem a superfície. Justin disse é eu pude sentir a frieza em mim. - É mesmo que eu quisesse ajudar vocês eu não iria longe, porque se a Nichole quisesse ela poderia já ter dado fim em todos vocês mas ela quer se divertir com você antes disso, Então por favor aceitar que não ter mais volta é não apronta mais nada, desse jeito ela vai te dar um fim bem menos doloroso do que ela tá planejando. Justin disse é eu começo a chorar mais.

- Justin por favor. Digo entre soluços.

- Por que? Me dar um bom motivo porque se eu te ajudar eu vou morrer. Justin diz se aproximando.

- Justin...Me ajuda. Digo com dificuldade. - me ajudar por que... Eu não tô sozinha. Digo mas Justin parece não capitar a mensagem.

- Tá bom. Justin diz fechando a porta.

- Justin não. Digo caindo no carro é me derramando em lágrimas.

Esse seria mesmo o meu fim, É eu não poderia fazer nada.


Notas Finais


Beijão!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...