História Suga o Protetor - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Ação, Bangtan Boys, Bts, Fanfic, Imagine, K-pop, Suga, Yoongi
Visualizações 395
Palavras 1.156
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Policial, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


foi mal meninas , na primeira tentativa deu algo de errado aqui. mas aqui esta.

Capítulo 16 - Adeclaração


Fanfic / Fanfiction Suga o Protetor - Capítulo 16 - Adeclaração

EU VOU ATE A VARANDA, VEJO SUGA PENSATIVO ELE OLHAVA PARA O CHÃO, COM AS MÃOS NO BOLÇO. EU DO UM SUSPIRO E FALO BAIXINHO.

S/N- eu devo ter sido uma péssima companhia pra ,vc pra vc ter ido embora sem me avisar.

EU CONTINUO OLHANDO PRA ELE. E COMEÇO A ME LEMBRA DO NOSSO BEIJO, DAQUELE OLHAR MISTERIOSO. SUGA OLHA PRA MIM, BEM NA HORA QUE EU DO UM SORRISO BOLBO. QUANDO PERCEBO QUE ELE ME OLHAVA, EU TENTO DESFAÇAR OLHANDO PARA A RUA, ELE DA UM SORRISO DOCE.

SUGA- esta olhando a rua?

S/N- ah, sim... eu gosto de olhar o movimento das pessoas passeando.

SUGA OLHA EM DIREÇÃO A RUA. EU TAMBÉM OLHO E VEJO QUE JUSTAMENTE HOJE NÃO TEM NINGUEM PASSANDO POR ALI. SUGA OLHA PRA MIM DE NOVO.

SUGA- deve ser bem interessante. [ SENDO SARCÁSTICO]

EU FICO VERMELHA SEM SABER O QUE FALAR.

QUEBRA DE TEMPO

NA HORA DO JANTAR TODOS OLHAVAM PRA MIM, ENQUANTO EU FINGIA QUE NADA TINHA ACONTECIDO. EU OLHO PARA MEY LEE.

S/N-hum... a comida esta ótima Mey Lee... como sempre vc faz comidas deliciosas.

MEY LEE- obrigada S/n.[ ELA FALA SORRIDENTE]

LI- pra vc... é Sra S/N[ ELA FALA PARA MEY LEE]

MEY LEE- sim senhora me descupe.[ MEY LEE FICA SERIA]

S/N pois eu prefiro que me chame de S/n [EU OLHO PRA MEY LEE E DO UM SORRISO]

LI- empregados devem sempre tratar seus patrões como ... senho ou senhora.

S/n- pois pra mim mey lee não é uma empregada... ela é minha segunda mãe [ MEY LEE DA UM SORRISO] e ao contrario de vc, ela consegue seu dinheiro Honestamente... não dando golpe nos outros.

CHAN- já chega... sera que podemos jantar em paz.[ ELE DIS IRRITADO] eu já não sei mas, o que vou fazer com vc S/n.

S/n- nada... simples assim. vc não pode me obrigar a gostar dessas cascavel.

SOOK FICA DE BOCA ABERTA, OLHANDO PRA MIM.

S/N- ah... querida é melhor fechar a boca, pra não entrar mosquitos. [OLHO PRA ELA COM AR DE RISO]

SOOK OLHA PRA MIM COM TANTA RAIVA QUE SEGURAVA O TALHER COM MUITA FORÇA. MAS LI OLHA PARA ELA COM OLHAR ASSASSINO.

SOOK OLHA PRA MIM COM UM SORRISO FALSO.

SOOK- sei que isso é só uma fase que estamos passando... logo logo S/n vai se acostumar com a ideia de ter uma irmã.[ ELA DA UM SORRISO FALSO]

EU DO UMA GARGALHADA

S/N- como vc é ridícula garota.

MEU PAI ME OLHA IRRITADO

CHAN- s/n por favor... isso já esta ficando desagradável.

S/N- vcs ainda não viram nada. [ EU VOLTO A COMER IGNORANDO A EXISTÊNCIA E LI SOOK]

EU OLHO PARA SOOK COM AR DE RISO. SE ELA PUDESSE , JÁ TERIA PULADO NO MEU PESCOÇO.

QUEBRA DE TEMPO

22:32 MEU PAI E LI JÁ ESTAVAM DORMINDO, E SOOK ESTAVA NO SEU QUARTO. EU CAMINHAVA PRÓXIMO A PISCINA, E ME SENTO NA BORDA DA MESMA, COM OS PÉS NA  ÁGUA EU OLHAVA PARA O CÉU ESTRELADO E CONVERSAVA COM MINHA MÃE.

S/N- [ SUSPIRO] QUE BOM QUE NÃO ESTA AQUI MÃE. VC TERIA DESGOSTO DE VER TUDO QUE ESTA ACONTECENDO NESSA CASA... PELO MENOS SEI QUE ESTA EM UM LUGAR MELHOR.

SUGA- esta falando sozinha?[ ELE SE APROXIMA E SENTA AO MEU LADO]

EU FICO NERVOSA SÓ COM O OLHAR DELE, EU TENTAVA DESFAÇAR MEU NERVOSISMO.

MAS ESTAVA EVIDENTE QUE SUGA MEXIA COMIGO.

S/N- ah... oi [EU DO UM SORRISO]

SUGA- sabe... quando vc frequentava minha academia, não imaginava que dormia tão tarde assim.

EU COMEÇO A RIR

S/N- isso por que ,vc não conhecia a minha rotina... só me via na academia [SUGA DA UM SORRISO] alias eu gostava de treinar com vc. e lembro muito bem, que vc não acreditava no começo que, eu iria aprender rápido... mas na verdade, foi vc quem desistiu... o que aconteceu, tinha-mos um acordo. [DIGO SORRIDENTE]

SUGA- acontece que, convivendo com vc, me deu um pouco de medo de te ensinar, todos aqueles golpes mortais... eu não sei se vc vai usar contra mim, afinal... sou um dos seus seguranças agora.

S/N- esta dizendo que, eu posso usar isso contra vc?

SUGA ABRE UM SORRISO

SUGA- digamos que... o seu histórico de convivência com seguranças, não é um dos melhores.

S/n- tudo bem... se vc pensa assim... mas ainda estou lendo, aquele livro que vc me deu, e aprendi novos golpes e defesa 

SUGA- olha... que interessante [ELE BALANÇA A CABEÇA POSITIVAMENTE]

S/N- então, isso quer dizer que vc esta em perigo, muito próximo de mim.

SUGA ME OLHA SORRIDENTE.  ACHO QUE DEIXEI ELE SEM PALAVRAS

S/N- e então, ainda pensa assim?

SUGA- talvez se vc me mostrar , o que aprendeu com o livro... eu posso ate voltar a te ensinar.

EU ME LEVANTO

S/N- tudo bem... foi vc quem pediu!

SUGA ME OLHA SORRINDO

SUGA- ah por favor , pegue leve comigo. [ ELE RIR DEBOCHANDO]

ELE LEVANTA E FICA DE FRENTE PRA MIM

S/N- tudo bem... bote a mão sobre meu ombro!

SUGA FAZ O QUE LHE PEDI . EU SEGURO A MÃO DELE COM AS DUAS MÃO, E PRESSIONO PARA ATRAS EM DIREÇÃO A SEU BRAÇO.

S/N- viu só [ DIGO ORGULHOSA]

SUGA- Uau!...[ ME OLHA COM AR DE RISO] só precisa de força[ DA UM SORRISO DOCE]

S/N- ah o que foi... eu já estou bem avançada ,e olhe que eu aprendi sozinha.

SUGA- esta indo bem.[ DA UM SORRISO]

EU FICO SERIA DE REPENTE

SUGA- o que foi?

EU SENTO NA BORDA DA PISCINA, E ME SENTO COM AS DUAS MÃOS NO CHÃO E OS PÉS NA  ÁGUA

S/N- eu me pergunto sempre... o que aconteceu, pra vc ir embora.

SUGA FICA SERIO, E SENTA AO MEU LADO

S/N- eu tento entender, se foi por...[EU NÃO TERMINO A FRASE]

SUGA- não foi por isso... acredite s/n, eu me sinto muito bem com vc.

S/N-então, por que foi embora?

SUGA SEM ME DA RESPOSTA, OLHA PARA O CÉU ESTRELADO, COM EXPRESSÃO FRIA.

EU ABAIXO A CABEÇA COM EXPRESSÃO TRISTE.

S/N- já entendi... vc se apaixonou por outra pessoa!

SUGA ME OLHA COM OLHAR MISTERIOSO, E CONTINUA EM SILENCIO.

EU ME SENTIA TÃO MAL NAQUELE MOMENTO, EU TINHA A CERTEZA DE QUE SUGA NÃO SENTIA NADA POR MIM. EU ESTAVA SEM PALAVRAS ,NÃO CONSEGUIA NEM OLHA PARA ELE POIS EU ESTAVA MUITO TRISTE. TENTAVA FALAR ALGO MAS AS PALAVRAS SAIAM INCOMPLETAS.

S/N- Eu... eu [FALAVA COM A VOZ TREMULA]

DE REPENTE SOU INTERROMPIDA POR UM BEIJO DE SUGA. ELE AFASTA UM POUCO NOSSOS ROSTO. E  OLHA  FIXAMENTE  PARA MEUS OLHOS.

SUGA- eu te amo [DIZ COM UMA VOZ ROCA E SUAVE AO MESMO TEMPO]

EU FICO COMPLETAMENTE SEM AÇÃO. SO OLHAVA PARA SUGA COMO UMA ESTATUA. MAS ELE NÃO SE INTIMIDA E VOLTA A ME BEIJAR. EU SEDO AOS SEUS BEIJOS. EU E SUGA ESTAVA ESQUECEMOS ATE QUE ESTAVA EM MINHA CASA, E NÓS BEIJAMOS ATE NOSSOS AR FALTA.


Notas Finais


olha os gritos meninas. kkkkkkkkk
obg por ler ate aqui não perca os próximos capitulos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...