História Você é minha cura - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Stray Kids
Personagens Lee Min-ho, Personagens Originais
Tags Stray Kids, Você
Visualizações 61
Palavras 607
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Doutor... Por favor, me salve!


Levantei rápido da cama e fui direto para o guarda roupa colocando uma calça jeans escura e uma blusa de frio preta, calcei meus sapatos brancos e sai de casa em disparada com minha mãe.

Assim que chegamos ao hospital sai do carro correndo e fui ate dentro do local vendo o doutor de longe e me aproximo rápido.

- Doutor, cadê ele? Como ele esta?

- Calma s/n, ele esta no meio de um exame.

- Por favor, me fala que ele vai ficar bem.

- Eu espero que sim, eu vou dar meu melhor!

O doutor sai de lá me deixando preocupada. Que o Minho esteja bem.

 

Algumas horas antes || Pensamento Minho:

 

Estava com muita sede, abri os olhos e enxerguei tudo escuro por mais que a luz estivesse acessa minha visão estava falha. Sentei na cama e esperei a minha visão voltar, assim que ela voltou me levantei e senti uma tontura e algumas pontadas na cabeça.

Sai do meu quarto segurando nas paredes. Gritei o nome da minha mãe vi a mesa sair preocupada. Disse que queria beber agua e ela desceu as escadas e foi pegar minha agua.

Quando ela estava subindo as escadas com minha agua, enxerguei duas de minha mãe, senti minhas pernas fracas e minha respiração falhou.

Ouvi a voz da minha mãe gritando meu nome e senti uma dor em meu corpo e depois apaguei.

Acordei em um quarto de hospital olhei para os lados e estava totalmente sozinho. Ouço a porta sendo aberta e vejo o doutor.

- Olá.

- O-oi.

- Como se sente.

- Minha cabeça dói.

- Voce a bateu a cabeça e teve uma hemorragia.

- S-serio?

- Sim, graças a Deus voce tinha um conhecido com o mesmo tipo de sangue que o seu.

- Q-quem?

- S/n, ela doou sangue pra voce.

- Onde ela E-esta?

- Ela acabou de ir embora, eu tenho uma proposta pra voce.

- Q-qual?

- Olha... se voce fizer a operação, voltara com algum problema depois, ou não. Mas se voce não quiser fazer a cirurgia desligarei seus aparelho e... Voce morrera de vez, sem nenhum dor.

- E-eu não posso morrer Doutor.

- Esta mesmo disposto a fazer cirurgia?

- S-sim.

- Esta bem.

O doutor saiu da sala me deixando sozinho de novo, sinto meus olhos pesados de novo e durmo.

 

Dias depois:

 

Dias se passaram, e hoje eu iria operar finalmente livre desse câncer, mas o que me deixa preocupado é com o meu problema depois e operar.

- Oi.

- Oi.

- Como esta se sentindo.

- Melhor.

- São pra voce. – me estendeu flores vermelhas.

- Obrigado.

- Soube que... Você vai fazer cirurgia.

- Sim.

- Espero que de tudo certo.

- Eu também.

Eu e S/n passamos uma hora juntos. Ouvimos sons de rodas e a porta sendo aberta. Duas enfermeiras com uma maca e soros ao lado.

- Minho, vamos? Esta na hora.

- Mas já?

- Sim, vamos!

As duas enfermeiras me colocam na maca e depois me furam com a agulha para colocar o soro. Umas das enfermeiras pedem para s/n sair, mas antes eu seguro seu braço.

- S/n, se alguma coisa acontecer, eu quero que saiba que eu te amo e sempre te amei.

- Minho. – S/n começa a chorar e vem ate mim e me beija. – Eu também te amo, boa sorte.

Depois de s/n sair do quarto as enfermeiras me levam ate a sala de cirurgia e La me dá anestesia. O doutor entra na sala e vem ate mim sorrindo

- Esta preparado?

- Doutor... Por favor, me salve! 


Notas Finais


ATEEEEEEEEEEEEEE <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...