1. Spirit Fanfics >
  2. Sugar

História Sugar


Escrita por:


Fanfic / Fanfiction Sugar
Sinopse:
Quando sua vida muda do dia para a noite, Emma se vê sem um tostão para continuar vivendo e realizar seu sonho. Relutante, ela decide que talvez um relacionamento Sugar seja a melhor opção, mesmo que sua cabeça ainda não tenha entendido o que ele realmente significa. Nessa busca, ela encontra Regina Mills, uma mulher madura que seria a Sugar Mommy perfeita. Isso, é claro, se a mais velha fosse tão honesta e gentil quanto demonstrava no mundo virtual.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 66.282
Favoritos 924
Comentários 1.642
Listas de Leitura 351
Palavras 271.425
Concluído Não
Categorias Once Upon a Time
Personagens Emma Swan, Henry Mills, Marian, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Personagens Originais, Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood
Tags Emma Swan, Henry Mills, Homossexualidade, Hot, Lesbicas, Lgbt, Once Upon A Time, Ouat, Regina Mills, Sugar Baby, Sugar Daddy, Sugar Mommy, Swan Queen, Swanqueen

NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama / Tragédia, Famí­lia, Festa, Ficção, Lésbica / Yuri, LGBT, Literatura Feminina, Mistério, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Carol Aird e Therese Belivet
22
3.017
3.814
 
2.
O Dilema do Primeiro Encontro
26
2.218
3.127
 
3.
Mama Fake Gay
32
2.158
4.884
 
4.
Príncipe de Sunfield
45
2.134
8.075
 
5.
Terceira Chance
19
2.032
4.465
 
6.
Sugar
35
2.093
6.365
 
7.
Google
25
1.995
6.850
 
8.
Possessa
30
2.037
6.322
 
9.
Afogar e Queimar
41
2.056
3.797
 
10.
Lábios Nada Inocentes
36
2.263
7.299
 
11.
Quem Somos Nós - Primeira Parte
24
2.112
6.990
 
12.
Quem Somos Nós - Segunda Parte
15
1.856
5.663
 
13.
Citologia
23
1.706
2.807
 
14.
Amante Obediente
40
2.089
7.023
 
15.
Visitantes
34
1.870
7.769
 
16.
Namorada
27
1.734
5.611
 
17.
Dor Passional
32
1.604
2.859
 
18.
Inseto
48
1.681
5.909
 
19.
Me Ame
57
1.912
9.037
 
20.
Cadelinha
41
2.102
6.237
 
21.
Pura Frustração
52
1.953
9.264
 
22.
Feliz Ano Novo
45
1.811
13.342
 
23.
Bittencourt
67
1.638
6.551
 
24.
Mãe de Mais Ninguém
51
1.384
5.673
 
25.
Os Hershey-Mills-Pazzini
38
1.478
6.573
 
26.
Feliz Aniversário
34
1.428
10.320
 
27.
Triste Aniversário
35
1.465
9.778
 
28.
Culpa e Arrependimento
45
1.430
8.789
 
29.
Nojo Em Diferentes Formas
38
1.485
8.691
 
30.
Cem Idiomas Para Uma Frase
87
1.551
11.769
 
31.
Alívio
36
1.374
9.749
 
32.
Brinde Aos Cornos
52
1.321
6.001
 
33.
Singapura, Sentosa
32
1.356
12.713
 
34.
Sugar Outra Vez
92
1.319
4.603
 
35.
Seguir Em Frente
98
1.280
10.049
 
36.
Uma Relação Duradoura
37
1.058
3.429
 
37.
Ainda Te Amo Tanto
71
1.249
8.253
 
38.
Dueto Perfeito
80
1.033
10.975

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por mssarahparrilla
Capítulo 35 - Seguir Em Frente
Usuário: mssarahparrilla
Usuário
É cada comentário aqui que MEU DEUS. em que mundo essas pessoas vivem que não entendem que só porque uma pessoa (emma) segue em frente por NECESSIDADE, não quer dizer que não exista amor. quem acompanha sugar desde o início sabe o quão conturbada a vida sa regina era e é, ela passa por muita coisa, ela é cheia de traumas e está trabalhando pra se curar AGORA. muito triste ver que as pessoas só leem pra ver pegação, sexo e tarará, mas não sabem apreciar tudo o mais que a fic tem a oferecer.
Não sei se confio na kate, ela parece ser bacana, alegre e etc, tá ajudando a emma mas não gostei desse jeito dela de querer se impor dessa forma, ela não é dona da emma, não gosto dessa invasão exagerada. E a regina, cara, não vejo a hora de a marian ir pra bem longe dela, ela precisa de paz, se livrar pra sempre dessa mulher e se permitir ser feliz COMPLETAMENTE. eu vou estar aqui pra ver isso, quero um final feliz SWANQUEEN 💖
Postado por pamelasilto
Capítulo 33 - Singapura, Sentosa
Usuário: pamelasilto
Usuário
Estou tão feliz por elas estarem se organizando, se priorizando e claro percebendo que era preciso mesmo esse tempo para viverem o amor que ambas sente uma pela outra. Regina merece ser feliz por completo em todas as áreas de sua vida e Emma precisa amadurecer suas questões. Estou muito feliz pelo rumo que a fanfic tem tomado. Tô cada vez mais apaixonada por essa estória. 😍
Postado por DiFabray
Capítulo 33 - Singapura, Sentosa
Usuário: DiFabray
Usuário
Ahhhhh!
Emma trazendo um pouco de compreensão e leveza para mãe e filho.
Confesso que eu esperava um encontro problemático, mas Regina realmente está diferente e a própria Emma tbm. Fico feliz que estejam melhorando, embora se atolar de coisas n seja saudável, entendeu, Emma Swan?!
Sinto mt pelo Henry. No final de td ele é quem mais sofre com toda essa situação. Crianças se apegam fácil e ver ele sofrendo pelo afastamento da Emma, Robin e até da amiguinha, além do caos cm as mães, é mt doloroso, e acho válido que Regina converse cm ele sobre ir até o Archie tbm. Afinal, é mta coisa pra uma cabecinha entender e lidar. Espero que ele fique bem.
Postado por DiFabray
Capítulo 32 - Brinde Aos Cornos
Usuário: DiFabray
Usuário
Eu realmente nuca imaginei que um dia Regina e Robin tivessem uma conversa tão sincera. Fiquei chocada! Parece que o Robin tbm foi enganado antes msm de se tornar o oficial.
Regina n entende que a Emma só quer ter a chance de se curar dessa dor e que ter August perto ou encontrar a morena é doloroso? Fica difícil, né Mills!
Eu tô tão feliz que a loira conseguiu uma chance de fazer algo em sua área! Espero que a ajude a melhorar e a desapegar um pouco da Regina. Afinal, um dos pontos mais importantes é que Emma se coloque em primeiro lugar e passe a ser mais independente emocionalmente. Talvez esse novo projeto a faça melhorar e ajude no processo.
Quero mt as duas juntas, mas qd ambas estiverem prontas para que n haja mais dor ou sofrimento.
Ansiosa pelos próximos.
Postado por DearMad
Capítulo 30 - Cem Idiomas Para Uma Frase
Usuário: DearMad
Usuário
Menina do céu eu comecei a escrever esse comentário chorando logo que li, ai não dei conta e acabei dormindo chorando! Terminei de escrever no dia seguinte, mas aí a burra aqui fechou a página do spirit sem querer, perdi o comentário!!! Então vamos lá, chorar escrevendo tudo de novo!

Vanessa, senta aí meu anjo! Pega uma água e um biscoitinho porque dessa vez meu comentário vai ser maior que esse capítulo (brincadeira)!

Menina isso não se faz, eu aqui com retenção de líquido e inchaço pós cirúrgico e você me desidratando desse jeito?
Eu comecei a ler com medo de chorar por causa dessa música que acaba comigo de todas as formas, essa é literalmente a minha música e pra ser sincera, Wicked Game foi o que menos me doeu nesse capítulo. Eu também consegui perceber nas palavras da Regina, outra música que me quebra INTEIRA, que é Let Her Go…

Eu já disse uma vez que você conseguiu resgatar todas as minhas dores passadas, me fez reviver tudo o que já sofri! Achei que você não conseguiria me fazer sofrer mais do que aquilo mas parabéns, cê cavou uma cova dentro do poço e escreveu na plaquinha "Paola Granella"! Arrasou!

Houveram capítulos onde eu me identifiquei totalmente com as dores da Regina e outros em que me identifiquei mais com a Emma! Acho que nesse eu não consegui definir um lado!

A dor da Regina de amar a Emma e perceber que mesmo sem querer, está machucando ela, a dor de saber que não tem condição seja emocional, psicológica e o que mais for; de permanecer na vida da Emma, ou melhor, de dividir a vida com ela, com a pessoa perfeita, com a pessoa que seu coração escolheu; mas a Regina não consegue dar a ela e muito menos a si mesma tudo o que merecem... Essa dor é enorme e eu não consigo sequer comparar ela com a dor que se sente ao precisar abrir mão da pessoa, justamente por esse motivo! Por não ter condição de viver isso! Quando se tem que deixar ir mesmo querendo colocar num potinho e cuidar!

No meio disso vem os sentimentos da Emma que eu também reconheço! O sentimento de impotência. De ver que a pessoa que você ama não está bem, que não tem condição de suportar o que sente, mas aí a Emma está ali, se doando e se dando por completo para ajudar a Regina, oferecendo todo o suporte, todo o carinho e absolutamente tudo o que tem para dar para que ela fique bem... Mas isso não é suficiente porque não é disso que a Regina precisa, o que ela precisa é se encontrar com ela mesma.
É aí que vem a insegurança, o medo de deixar ir (de ambos os lados), o medo de se perder no meio de todas as coisas ruins, o medo de tudo só piorar, de o tempo levar tudo embora...

Vanessa eu confesso que você pegou do jeito mais certeiro no meu calo agora! Porque eu não sei se consigo acreditar em tempo... Além disso, términos são coisas que me fazem perder a visão de futuro que eu tinha construído na minha mente, a partir desse momento eu já não sei mais tentar prever um desfecho!
Você colocou a história da Emma e da Regina em um ponto que eu já não sei mais o que esperar (ou seja, do mesmo jeito que anda a minha vida atualmente kkkl)...
Eu tô com medo do que vai acontecer de agora em diante e tudo o que eu posso fazer é esperar que você consiga atualizar logo e com frequência para não me deixar nessa angústia que eu tô.

Eu acho que finalmente a Regina está dando uma chance pra quem ela realmente deveria dar, que é para ela mesma! Eu já disse num comentário em algum outro capítulo, que a Regina precisava se encontrar, se permitir superar, abrir o coração e se dar uma nova chance de ser feliz! Porque até então, com Emma ou sem Emma, ela não ficaria feliz...

Já a Emma, finalmente ela tomou essa atitude; porque não dava pra esperar mais né! Ela não merece passar a vida esperando enquanto a Regina vai surtando e deixando ela de lado... Acho que esse despertar da Emma se deu muito mais pela insegurança que surgiu depois da conversa com a mãe! Antes ela parecia estar disposta a tudo pela Regina, a esperar mil anos, a estar ali sem se preocupar tanto com si mesma, e não sentia ainda que era hora de pressionar a Regina por respostas! Depois da conversa com a mãe surgiu a insegurança e até mesmo a incerteza, ou seja, o pensamento de que tudo o que ela sente poderia nunca ser recíproco. Não que ela já não esteja mais disposta a tudo pela Regina, ela está e é exatamente por isso que foi importante essa conversa, porque é dela que surgiu um verdadeiro gesto de amor!

Amar também é deixar ir!

Enfim, acho que não consigo dizer muito sobre o que eu acho que vá acontecer agora! Talvez haja uma passagem de tempo onde a Regina se resolva com a terapia, consiga a guarda do Henry; a Emma se forme e evolua profissionalmente e aí elas voltem… Isso é o previsível mas se tratando da sua escrita eu imagino muito drama no meio disso tudo kkk

Bom, pra finalizar; apesar de já ter se passado alguns dias, queria te parabenizar Vanessa, por estar a um ano com esse projeto foda, por estar construindo uma obra que deve sim ser aclamada pelo mundo!

Quando estudamos sobre a análise literária no curso de letras, nós fazemos toda uma descrição e caracterização dos personagens de qualquer obra! Dentro disso tem as definições, uma delas é a dos personagens redondos; que são os personagens que passam por grandes conflitos internos e esses conflitos possuem interferência na trama. Há ainda os personagens redondos que são representados como símbolo, mas esse tipo são mais frequentes nas obras mitológicas pois esses são conflituosos num nível que ultrapassa a humanidade.

Eu sou capaz de comparar eles com os seus personagens, pois essa categoria está num nível onde seus conflitos se sobressaem fazendo eles agirem de uma forma muito questionável, tendo atitudes muito além do que podemos imaginar; é aquele tipo de coisa que faz a gente se questionar o tempo todo, o porquê de estar agindo assim.

Em Sugar por exemplo, são questões como por que a Regina não se abre, por que ela se trava tanto, por que ela tem tanto medo, por que a Emma não expõe o que sente, por que a Emma aceita tanto essa espera eterna pela Regina, por que a Marian age dessa forma, por que ela não deixa a Regina em paz…

Bom, na literatura dizemos que essas questões só podem ser respondidas quando entramos dentro do personagem e sentimos os sentimentos deles, são personagens que precisam de uma empatia extrema, mas ao mesmo tempo, são personagens lindamente imperfeitos, como eu sempre friso aqui.

O que eu quero dizer com toda essa mini aula de literatura? Nada kkkk

Só quero te mostrar que eu tô falando muito sério quando digo que você tem que estar nas prateleiras! Olha esse talento garota, olha o quão complexa é a tua escrita, a tua construção de personagem e da trama como um todo!
Então parabéns por isso, parabéns por estar a um ano construindo uma verdadeira obra de arte! Parabéns garota, vai lá e joga na cara do mundo todo esse potencial porque você merece!

Eu queria tanto revisar essa obra e fazer a produção editorial pra ser publicada ou roteirizar pra transformar num filme, porque simplesmente merece!
Mas enfim, vamos ver o que o futuro aguarda para essa preciosidade que é Sugar e essa escritora perfeita que é você, Vanessa!!!

Obrigada por me proporcionar toda essa cadelice por Sugar! beijoooooooo