História Sugar Birl - Imagine Suga (BTS) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Seokjin (Jin), Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Tags Ballon, Bts, Dono Do Meu Coração, Imagine, Imagine Kpop, Imagine Suga, Imagine Suga Bts, Kpop, Suga, Suguinha, Youtube!au, Youtuber
Visualizações 268
Palavras 1.147
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


boa leitura :3

Capítulo 3 - Vingança


 

@chuchee, @anderline e outras trezentas pessoas comentaram seu Tweet "VÍDEO NOVO, VÍDEO NOV...

Foi a primeira coisa que vi naquela manhã, ou hora do almoço – chame como quiser.

Me sentei na mesa empoeirada da cozinha e entrei no Twitter. A maioria dos comentários eram "normais", algumas pessoas comentando sobre a minha blusa, outras frisando partes do vídeo, mas um comentário, na verdade, a resposta desse comentário, chamou bastante minha atenção.


mimi: Suga oppa está cada dia mais legal. Espero que o canal cresça muito!
↳ magconlol: é verdade, além de legal também está cada vez mais bonito sigh face
birlgirl: também acho 
birlgirl: quer dizer espero
birlgirl: espero que o canal cresça
mimi: @magconlol ele é lindo heart eye face
mimi: @birlgirl vai me dizer que não acha o oppa bonito?
birlgirl: birlgirl está offline


Não preciso dizer que não evitei dar aquela leve stalkeada no perfil dela, não é? Ah, e não pense que deixei passar esse "birlgirl está offline", porque ainda vai chegar o dia em que cobrarei uma resposta dela.

Devo dizer que fiquei satisfeito com o fato de que a maioria de seus posts são relacionados à minha pessoa. Bastante satisfeito. Mas a satisfação acabou quando cheguei no primeiro post dessa conta e vi que ela não colocou nenhuma outra rede social para que eu pudesse continuar minha investigação.

Então, quando me levantei para preparar um café – a única coisa que sei fazer direito, graças a cafeteira – meu celular vibrou. 
Um e-mail, que interessante.

Todo sorridente abri o aplicativo do gmail, mas senti meu sorriso se desfazer aos poucos quando vi que era apenas o pessoal Avaaz. 

Não sei onde estava com a cabeça quando aceitei "participar" da causa deles. Vale ressaltar que esse participar é bem vago, já que eu só recebo seus e-mails – e nem ler, na real, eu leio – e se ainda não mandei eles pararem é porque eu não faço ideia de como fazê-lo.

Suspirei.

É melhor esquecer o café e procurar o número de algum restaurante, daqui a pouco tenho que começar a criar coragem para sair de casa e ir trabalhar.

 

— Você nargou celular inteiro, está'cendo Yoongi?

— Ahn? — Fiz uma careta ao ter meu Nokia retirado da minha mão.

— Você não largou esse celular o dia inteiro, Yoongi! O que está acontecendo? Você nunca foi assim! — Quase gritou, Jin.

— Ya! Eu não estou nele o dia inteiro! — Intensifiquei minha careta de desgosto. — Agora me devolva ele. Vamos, vamos.

— Não.

Fitamo-nos por uma fração de tempo relativamente pequena.

— Come ele então.

 

Parecia escuro e frio lá fora. Tirei meu crachá, estralei as costas e peguei meu casaco.

Hoje não era meu dia de fechar, então poderia sair um pouco mais cedo.

— Hey, Yoonie. — Mas alguém me chamou.

— Oi?

— Não está se esquecendo de nada? — Estendeu meu celular, sorrindo docemente.

— Oh, obrigado! — Revirei os olhos.

Saímos juntos do café, e caminhamos calmante até a esquina em que tomaríamos rumos diferentes.

— Até mais, hyung.

— Até amanhã.

Quando me virei, uma mão em meu braço me impediu de continuar. Novamente.

— Fique sabendo que eu só peguei seu celular hoje porque te ver com os olhos vidrados nele me assustou. Como seu hyung, não quero que vire aqueles pré-adolescentes que só pensam em ver pornô gay o dia inteiro e... — Ele se auto-interrompeu, imagino que minha expressão deva ter contribuído para que isso ocorresse, e resolveu continuar com outra abordagem. Constrangido, friso, ele continuou:

— Você recebeu um e-mail de uma tal girlfire, ou algo assim. Ela te mandou muitos e-mails.

Não respondi, estava difícil segurar a risada vendo suas bochechas coradas desse jeito. Pornô gay?

— Ela quer te vender um sofá ou algo assim? — Três segundos de um silêncio constrangedor. — É, tchau. — Quando ele virou a esquina – correndo – pude, finalmente, soltar uma boa gargalhada e tomar meu caminho novamente.

Eu lá sou o tipo de cara que assiste pornô gay? Oras, sou muito mais meus hentais.

Hentai é cultura.

 

— Eu estava pensando em trazer alguns vídeos de gameplay pro canal. O que vocês acham? — Tentei não desviar o olhar enquanto meus lábios automaticamente sorriam ao pensar nessa ideia. 

Não é segredo para ninguém que eu sempre gostei de ficar horas e horas procurando por um bom jogo, para ficar passando raiva com ele depois; e poder gravar isso aqui no Holiday, ah, soa muito bem.

— Deixem aí nos comentários o que querem que eu jogue, eu posso jogar qualquer cois- bom, menos terror! Sério, não sejam pessoas sádicas me mandando jogar algo como Outlast. Por favor! Não sejam assim!

Parei para pensar um pouco, com a mão sustendo o queixo, e vi que a bateria da câmera estava quase acabando, rapidamente pausei gravação enquanto esperava ela carregar.

Quando a bateria ficou praticamente completa, dei continuidade a gravação da minha cara de paisagem, ao mesmo tempo em que buscava em minha mente algo útil e engraçado para falar.

Eu preciso começar a fazer o famigerado roteiro para os vídeos, assim não tá dando mais.

— Huh, eu posso jogar algo como The Sims... ou The Sims... — Ajeitei o enquadramento. — São muitas opções, posso pensar em mais algumas como... Como chama aquele mesmo? Ah, claro! The Sims!

Balancei a cabeça para os lados, inconformado comigo mesmo, e peguei minha garrafinha d'água.

Nada como se manter hidratado em uma sexta-feira à noite, ao passo em que grava vídeos que possivelmente não vai postar, e provavelmente editará outros antigos; tudo isso, ao invés de sair por aí com seus amigos. Para uma boate ou um pub. Barzinho? Besteira, diversão mesmo é ficar olhando para uma câmera por sete minutos seguidos, com uma garrafa vazia pressionando o lábio, enquanto pensa no quanto sua vida é animada – e no seu nível de sarcasmo que orgulhosamente aumenta mais a cada dia.

Quando finalmente terminei de gravar aquele vídeo, resolvi editar por mais algumas horinhas e, infelizmente, isso não quer dizer que teoricamente tudo deu certo. Essas horinhas me fizeram sair da frente do computador somente as cinco e quarenta e... três! da manhã. Sim, bebê, eu olhei no relógio.

Meu corpo implorava por descanso.

Quando entrei no banheiro, apenas tomei um banho bem rápido e caí inconsciente na cama, com um pacote de biscoito fazendo as vezes de um ursinho de pelúcia.

Entre o terceiro e quarto sono, os possíveis e-mails que recebi da minha inscrita vieram em minha mente, mas não fiz questão de mexer nem um dedo sequer para olhar. Ela não havia me ignorado desde ontem para ficar com o namoradinho? A ignorarei também!, para ficar com minha namoradinha. Kim Ayame, a cama.

Por isso, mesmo meio inconsciente, digo: aprendam crianças, a vingança é um prato que se come com biscoitos de água e sal.


Notas Finais


vocês acham o yoongi bonito?
gostam de iogurte de morango?
concordam que hentai é love, hentai é life?
vai uma bolachinha de água e sal?

demorei um pouquinho pra postar pq meu notebook descarregou e meu irmão tomou conta do adaptador :v tô postando pelo celular e não tá sendo fácil, mas enfim, agradeço muitão todos que estão incentivando tanto a continuação da fic, nossa, vocês tem meu coração ♡♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...