História Sugar Daddy - Snowbarry - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Hellooo!! Turupom ?

Gente, mil desculpas pela demora. Eu ainda estou viajando, meus tios resolveram prolongar então estou aproveitando antes das aulas começarem. Mas, na próxima semana eu volto para casa.



AVISOS IMPORTANTES!!!

1) Eu escrevi esse capítulo pelo celular, por isso tive que fazer menor do que eu pretendia e por isso estou separando em partes. Não tenho costume de fazer capítulo pelo celular então qualquer erro me perdoem.

2) O capítulo da festa era para ser um único capítulo, mas para não deixa-los sem capítulo por mais uma semana eu resolvi escrever e dividir em parte 1 e quando volta estarei escrevendo o parte 2.

3) Tinha dito que teríamos emoções e olicity nesse capítulo, mas infelizmente isso está guardado para festa. Por isso peço que sejam um pouco pacientes.

4) Houve uma mudança no roteiro. Caitlin não será mais namorada de mentira do Barry por apenas 3 meses, e sim por 1 ANO! Tomei essa decisão pois considero que alguns pulos na história de semanas e meses podem ser necessários futuramente e apenas 3 meses não daria certo. Espero que entendam. Repetindo: Caitlin foi contratada para ser namorada do Barry por 1 ano.

5) Não teve beijo nesse capítulo, mas quem sabe no próximo ? hehehe

6) MUITO OBRIGADA PELOS COMENTÁRIOS E BOAS-VINDAS AOS NOVOS LEITORES. Estarei respondendo seus comentários assim que eu retornar, ou talvez antes. De todo jeito, muito obrigada mesmo, fiquei muito feliz com tudo isso.


Bom, acho que é só isso. Desejo a todos uma boa leitura.

Capítulo 6 - Festa - parte 1


Fanfic / Fanfiction Sugar Daddy - Snowbarry - Capítulo 6 - Festa - parte 1

Barry estava cada vez mais próximo de Caitlin, ela como reação apenas fechou os olhos e esperou o encontro dos lábios. Abriu novamente seus olhos incomodada com a claridade sobre seus olhos. Ela piscou algumas vezes tentando se acostumar com a luz que entrava pela janela que está com as cortinas abertas. Olhou ao redor reconhecendo seu novo quarto. Sentia-se confusa por não lembrar quando teria ido para seu quarto, muito menos para sua cama. Sua memória terminava com ela e Barry experimentando a química deles se beijando. Deu algumas batidas de leve em sua cabeça como se aquilo fosse reviver alguma memória da noite passada. Estava tão confuso que até parecia que tudo teria sido um sonho...

 

Incomodada com as lacunas em sua memória ela tentou levantar da cama, mas assustou-se quando sua mão apalpou algo macio e consistente. Quase pulou para fora da cama, mas logo se acalmou quando viu que era apenas um homem.

 

— Um homem ? — Quando finalmente entendeu que um desconhecido estava deitado em sua cama ela ficou mais do que confusa. Primeiro sonha que estava beijando um e agora acorda na cama com outro ? A menos que... — Sem chance dele ser o... BARRY! — O tapa que deu nas costas do ator foi espontâneo. Sua intenção não era feri-lo, agiu sem pensar. O ator abriu os olhos ainda um pouco sonolento encarando Caitlin sem entender o motivo do tapa. — O q-que você está fazendo na minha cama ? E por que está seminu ?

 

— Hm... — Barry encarou Caitlin por alguns segundos em silêncio até que resolveu falar. — Você não lembra ? — Ela fez um sinal que não. — Você vomitou nas minhas roupas segundos antes de nos beijarmos. Cisco foi buscar roupas novas para mim, mas não voltou. Você então mandou eu dormir no seu quarto e foi dormir no quarto da Felicity. Agora como você chegou aqui é você que tem que explicar. — Bocejou. Caitlin não conseguiu evitar de ficar constrangida. Poderia ela ter feito caminho para o seu quarto por engano ao invés do quarto da Felicity ? 

 

— Foi mal. — Apenas disse isso antes de se levantar da cama e sair do quarto deixando-o sozinho.

 

***

 

Caitlin e Felicity tomavam seu café da manhã na cozinha. Felicity reparou que a amiga parecia um pouco distraída, mas não perguntou o que a preocupava, preferiu deixar Caitlin refletir primeiro sobre seja qual for o problema. Logo Barry saiu do quarto se juntando a elas na cozinha. Ele não pareceu muito contente com o conteúdo do café da manhã, claramente alguém como ele normalmente teria uma alimentação muito mais elaborada e saudável, mas dessa vez teria que se contentar com o velho e famoso cereal. Não esperou as meninas falarem nada, pegou uma vasilha e despejou o conteúdo seguido de um pouco de leite. Enquanto comia percebeu que era encarado por Caitlin. Não fez questão de dizer nada, apenas arqueou a sobrancelha. 


 

— Só quero que não tenhamos nenhum mal-entendido. — Ela tinha uma feição séria. Não queria dar chance dele pensar que estava mentindo ou brincando, ou pior, que teria feito de propósito. — Eu realmente não dormi naquela cama com você por querer. Devo ter bebido muito, pois não lembro exatamente como tudo aconteceu, mas eu nunca faria algo do tipo. Apenas devo ter me enganado entre os quartos quando deveria estar indo para o quarto da Felicity. — Na menção do seu nome a loira olhou confusa para Caitlin e depois para Barry que apenas fez um “hm” como resposta para a Snow.

 

— Caitlin, eu comprei um gloss novo e acho que combinaria mais com você do que comigo. Está dentro da minha bolsa, pode pegar para você. Lembro que você tinha gostado.

 

— Sério ? Obrigada. — A castanhada depositou um beijo na bochecha da amiga antes de seguir na direção do quarto da mesma.

 

— Então… — A loira voltou sua atenção para Barry. — Que história é essa de ir para o meu quarto ? Eu estava bêbada, mas lembro muito bem que você levou a Caitlin para o quarto dela depois que eu dei um banho nela. Ela dormiu na cama dela e você no sofá. — A expressão curiosa de Felicity logo tornou-se algo mais malicioso. — Então, como você foi parar no quarto da Caitlin ? Devo me preocupar ?

 

— Não. — Disse simples. Ainda continuava comendo seu cereal como se as suspeitas da loira não significasse muito. — Eu paguei por tudo isso aqui. Não vejo motivos para eu ter que dormir no sofá e prejudicar a minha coluna. Tenho compromissos hoje e não posso correr o risco de ter dores nas costas. A cama da Caitlin é grande o suficiente para nós dois. 

 

— Certeza que não teve segundas intenções ? Ela foi dormir só de camisola…

 

— Não vejo a Caitlin desse jeito. — Seu tom era tão neutro que incomodava o lado sapeca da loira. Ela sabia que ele não faria algo de errado, mas queria provocá-lo e ele não dava brechas. — Eu não a enxergo como mulher, apenas como uma colega de trabalho. — Continuou comendo seu cereal. — Caitlin é bonita, mas não tenho interesse desse tipo nela. Além disso, não tenho hábito de me sentir atraído por mulheres que vomitam em mim.

 

Felicity ia dizer algo, mas logo Caitlin surgiu. 

 

— Fico feliz que tenha gostado. — Sorriu para a amiga que agradecia pelo gloss.

 

— Tenho certeza que Cisco te deu um conjunto completo de cosméticos de beleza importados para você. — Barry olhava confuso para Caitlin que parecia tão animada com o gloss novo. — Por que quer algo tão barato ? — Acenou com a cabeça para o gloss na mão dela.

 

— Eu dei aquele conjunto para a Felicity. — A loira assentiu animada. — Eu agradeço, mas era muita coisa diferente e eu não entendia metade do conteúdo, iria acabar desperdiçando algo caro. Prefiro ficar com o que eu sei usar: um gloss barato e um delineador preto. — Deu bastante ênfase no barato.

 

— E sempre que a Caitlin precisar se maquiar com aqueles produtos, eu mesma aplico nela. Então, não se preocupe.

 

— Essa loira de farmácia aqui é muito boa quando se trata de produtos de beleza. Acreditaria se eu dissesse que essa vadia tem 37 anos ? — Brincou. Barry analisou bem a loira e assentiu. Felicity se contentou em apenas mostrar o dedo do meio para ele.


 

***


 

Cisco finalmente tinha retornado com as roupas de Barry. Explicou que teria pego no sono e por isso não tinha retornado. 

 

Barry já estava pronto para ir quando Felicity surgiu do lado dele.

 

— Barry ? — Perguntou ao se aproximar dele. Ele olhou confuso para ela por precisar confirmar que era ele. — Você sabe que me deve um favor para eu manter o seu segredo, certo. 

 

— Segredo ?

 

— Mesmo que você diga que não teve segundas intenções dormindo na cama da Caitlin, você ainda assim mentiu para ela o que prova um pouco de culpa. Se você não quiser que eu conte a verdade para ela, me faça um favor em troca.

 

— Diga… — Resolveu entrar naquele jogo. Realmente não queria Caitlin criando ideias erradas sobre ele.

 

— Soube que vocês vão para uma festa de algum famoso amanhã. Eu quero ir também.

 

— Só isso ? — Ela assentiu surpresa pela indiferença dele. — Eu já pretendia te levar como assistente da Caitlin, então tanto faz. — Disse entrando no carro e indo embora. Mesmo tendo gasto seu favor, Felicity ficou feliz em saber no papel que teria como assistente de sua amiga, o que significaria que poderia frequentar os mesmos lugares que a Caitlin.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Foi um capítulo mais parado, apenas não queria deixa-los sem capítulo por mais tempo.
Próxima semana o parte 2 chega, se Deus quiser, amém.

obs: Uma amiga que está fazendo o favor de postar o capítulo no site por mim, então peço que perdoem qualquer formação errada no capítulo.
Beijinhos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...