1. Spirit Fanfics >
  2. Suicidas - Taekook,Namjin >
  3. Cap Único

História Suicidas - Taekook,Namjin - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Aaaahn ok

Capítulo 1 - Cap Único


Horas antes...


Jinnie:

Ah não :* 

[ 2:36 AM]

Tata:

E Pq n?

Ah Jin, para de palhaçada 

Vem logo

Agr eu realmente acho q vou preso

[ 2:37 AM]


Jinnie:

Eu tô transandooo porra!

Pqp Tae, oq c fez agr?

[ 2:40 AM]

Tata:

Vem logo, caralho! 

Eu n posso falar pelo cll

Vc sabe

Desiste da transa com o Nam

e inventa alguma coisa 

[ 2:41 AM]

Jinnie:

Aish

Seu insuportável!

[ 2:48 AM

Tata:

Ok agr

quantas vezes eu te ajudei numa madrugada uh?

Sim, mts vezes né? [ 2:50 AM]

Aaaaah Jin pfvr :'*

E aquele papo q a gente era quase irmão Hum? [ 3:00 AM]

Jinnie:

Rum. Seu interesseiro 

Mas como eu sou um ótimo irmão/melhr amg

Falei pro Nam q minha vó tava passando mal

Tô indo pra i 

20 minutos

[ 3:10 AM ]

Tata:

Love U <3

[ 3:12 AM ]

Visualizado `/



Horas depois...


Tá bom... eu já disse que você é burro?   -Jin questionou se acomodando no sofá 

Taehyung havia contado a história inteira. Desde: "matei ele no box do meu banheiro", até o: "aí joguei o corpo dele no mato do parquinho da rua de baixo". No momento, estava os dois conversando na sala da enorme casa do loiro. Taehyung. 

Muitas vezes  -balançava os ombros e o olhava inocente 

Primeiro, você é muito burro, jesus. Quem é que abandona o carro em movimento. Em ladeira abaixo?! Segundo, nunca mais tomo banho aqui

─Ué... você no meu lugar faria o mesmo. Minha situação não estava uma das melhores...

─Aham, faria. Faria sim  -Jin debochou ─Entenda que eu tenho muito mais cabeça que você para não fazer um absurdo desses  -se exibiu 

Mas Taehyung conhecia muito bem o melhor amigo.

─Certeza?  -Arqueou as sobrancelhas e um sorriso de lado se reprimindo quase virando uma gargalhada 

─Absoluta!  -Se defendeu 

─Okay, e aquela vez na frente do banco? Ah! Também tem aquela vez no parque que você tentou se esconder na roda gigante depois de cometer homicídio da garota golpista. Se não fosse por mim... Lembra? Ou a amnésia tá braba? 

─Seu filho da puta!  -Riu baixo  ─Tudo bem. Estamos quites  -o encarou sarcástico ─Mas o que exatamente eu tenho que fazer? 

─Eu não seiiiiiii  -A cada "I" prolongado, Taehyung se escorregava do sofá. Tão dramático 

Jin bate com a mão na própria testa não crendo que, o loiro o chamara às 2:h da madrugada no meio de uma transa, e ainda não tinha nada em mente. 

─Taehyung, será que você não pensa, não?! 

─Me ajuda Jinnie!  -Pediu manhoso puxando a barra do moletom rosa do arroxeado

─O que seria de você sem mim hein? -voltou a se exibir ─Bem, como eu sou inteligente, já montei um plano. E a gente nem vai precisar sair de casa. Mas vai precisar de dinheiro

─Manda aí  -Pediu Taehyung ansioso 

─Tenho uns contatos secretos que posso confiar -pegou o celular com a capinha verde pastel estampado um gatinho fofo  ─Eles podem limpar as pistas e você não será preso. Satisfeito? 

─Muito -se levantou  ─Quanto eles cobram?

─Dois mil dólares  -disse simplório 

─Wow  -Taehyung arregalou os olhos ─Ainda bem que eu tinha guardado 10 mil U$

─Ainda bem mesmo -Jin começou a digitar algo em seu celular 

Minutos depois ele depositou o celular na mesinha de centro e encarou o loiro. 

─Tudo pronto. Você paga amanhã,  agora fica tranquilo que você não vai morrer não. Não agora

─Eu te amo Jin!  -O abraçou forte, digo, o esmagou , por estar tão impolgado e feliz. Graças ao amigo tinha se livrado da bomba

─Eu sei, e te amo também -se desfez do abraço e foi andando até a cozinha do loiro 

─Onde você vai?  -Perguntou confuso o seguindo 

─Comer não é óbvio? Ah Tae, nem vem que você teve a audácia de atrapalhar minha maravilhosa transa  -disse indiferente 

─Oh, tanto faz

─O que tem aqui?  -disse analisando a cozinha 

─Tem um refrigerante na geladeira e vinho. Tem bolo na geladeira também. Ah, tem pipoca de microondas é só por lá e salgadinho no armário 

─Ótimo  -O mais velho respondeu sorrindo 

─Vou lá em cima pegar umas cobertas já que tá frio e, por qualquer besteira na Netflix

─Okay Tae  -Jin Gritou da cozinha 

[...]

Já estavam mais que entretidos no filme que nem prestavam atenção ao redor. Estavam tão quentinhos e aconchegados embaixo do edredom macio, enquanto comiam.

*Ding Dong*

─Esperando quem a essa hora Tae?  -Jin o olhou desconfiado 

─Estou?  -olhou para o amigo confuso 

─Acho melhor você atender  -Recomendou o arroxeado enquanto voltava a bebericar o refrigerante 

─Tô indo -Caminhou até o portão com as chaves tentou ver pelo vão quem era. Depois de ver abriu o portão surpreso ─Namjoon? -olhou para o de pele bronzeada ─Amor? -olhou para o moreno 

─Oi amor  -Lhe deu um selinho demorado 

─Oi. Eu ainda tô aqui  -Namjoon se pronunciou

─O que fazem aqui?

─Está me expulsando?  -Jeongguk brincou e Taehyung lhe olhou terno

─Você sabe que não. Só estou surpreso por vocês terem vindo aqui essa hora

─Eu vi-

─Como se eu nunca tivesse vindo essa hora...  -Jungkook olhou para o namorado de modo malicioso e Taehyung já pôde sentir as bochechas rubras 

─Me poupe os detalhes Jungkook  -Namjoon voltou a falar ─Como eu estava dizendo, eu vim falar com o Jin

─Ah... entrem -deu espaço para ambos entrarem 

Já estavam na sala e Jin arregalou os olhos rapidamente. 

─N-namjoon? -Se embolou

─Como vai sua vó, amor?  -O desafiou e Jin ficou sem graça  ─Você é esperto, amor. Mas não me engana  -cantarolou 

─Tanto faz  -Esse voltou a atenção na TV enquanto comia pipoca 

─Doeu em mim hein  -Tae riu

─Eu tô brincando  -Jin se levantou do sofá risonho e deu um selinho no namorado, mas logo se separou  ─Vim ajudar o Tae a resolver as escapadas dele  -Taehyung o olhou descrente 

─O quê?  -Jeongguk encarou o loiro que fitava o chão  ─Denovo Tae? Eu já falei pra não fazer isso, amor... você vai se prejudicar muito. É arriscado você não precisa disso

─Ôh se vai se prejudicar hein  -Jin acrescentou 

─Mas você faz o mesmo Jungkook  -Taehyung o olhou 

─Mas eu sou da FBI, amor!  É claro que faço 

─E qual o problema de eu fazer?

─Eu só estou com medo de você se machucar ou...

─Está me chamando de inútil? 

─Não eu-

─É, você está  -Taehyung cruzou os braços  ─Pode falar Jungkook, eu quero ouvir de você 

─Amor , não é isso. Eu só tenho medo de te perder se você falhar algum dia

─Se eu falhar... E se você falhar? Não acha que eu também ficarei preocupado? 

─Sim...

─Então é isso  -Taehyung desviou o olhar com os braços ainda cruzados 

─Tae, olha pra mim  -Jungkook pediu mas não foi atendido. Então virou o rosto do loiro pra si e o beijou calmo  ─Eu te amo, ouviu? 

─Também te amo...  -É busses estava com um olhar apaixonado enquanto encarava as orbes negras cheias de brilho do moreno 

Jin não estava diferente enquanto apreciava o casal.

─Taekook é meu soulmate sim ou claro?  - disse docemente 

─Namjin é meu soulmate sim ou claro? -Namjoon cutucou o braço de Seok devagar 

─O porra, que susto Namjoon!  -pôs a mão no peito  ─Você é essa cara quase me mata agora

─Eu sou feio Jin?

─Olha seu... eu não te chamei de feio, eu quis dizer que você é assustador   -se defendeu

─Para ser assustador precisa ser feio

─Quem disse? Olha lá a Neide, inimiga do Jimin. Ela é linda, claro que eu sou mais né, e é assustadora! Sai veneno até pelos olhos dela

─Credo amor. Você está me comparando com a Neide! 

─Oh! Verdade , desculpem eu anjo... -Deu outro selinho  ─Você está beeeem longe disso

─Que bom. Acho melhor irmos embora 

─É. Também acho. O Tae eu e- Ué cadê ele? -seu celular vibrou em seu bolso 


Tata:

A chave está na cozinha

Valeu por ter me ajudado Jin

Quando trancar o portão, joga a chave por baixo 

Te amo, Tchau! :`


Jinnie:

Também te amo, seu safado :c




Notas Finais


q aleatória eu sou :^


Dêem uma olhada na minha Longfic Silence -Taekook por favor! ♡♡♡♡

Fui


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...