História Suicide Girl - Imagine Min Yoongi - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Depressão, Imagine Sad, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Min Yoongi, Suga
Visualizações 16
Palavras 566
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Policial, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Este é um tema mais triste que contará a história da depressão, que é uma doença que atualmente afeta a maioria das pessoas, incluindo mais adolescentes. Espero muitíssimo que gostem. ❤

Capítulo 1 - Lembranças dolorosas


Fanfic / Fanfiction Suicide Girl - Imagine Min Yoongi - Capítulo 1 - Lembranças dolorosas

Me chamo ________, tenho 20 anos, moro em Orlando já faz uns 4 anos, decidi que ia morar sozinha porque meus pais nunca me deram os cuidados que eu precisava, davam mais atenção ao meu irmão mais velho que sempre foi um vagabundo, ele nunca parava em casa, só ia até lá pra pedir dinheiro e depois gastar tudo em bebidas e drogas. 

Mas a verdadeira história não é essa, é mais perturbadora... Antes de sair de casa, eu gostava de sair com amigos pra me distrair dos problemas em casa, era até legal, eles sempre conseguiam arrancar um sorriso de mim quando estava triste, sentia como se eles fossem minha família de verdade. Mas o tempo passa e as coisas mudam... Eu estudava em uma escola onde a palavra "respeito" não estava no vocábulo de ninguém, eu nunca decidi me enturmar com nenhuma pessoa pois tinha medo de acontecer comigo a mesma coisa que acontecia com os outros alunos, os mais populares levavam os alunos fracos para serem "torturados" no banheiro da escola, já teve casos de assassinatos naquele local, pais já denunciaram a escola muitas e muitas vezes mas as autoridades solucionavam apenas os assassinatos ocorridos. 

Um dia, estava na sala até que escutei a porta ser arrombada e vi meu pai entrar com fúria nos olhos, ele gritava o nome de minha mãe como se quisesse matá-la,  a mesma apareceu assustada perguntando o que havia acontecido, ele perguntou onde estava o dinheiro que tinha recebido no dia anterior, ela disse que entregou ao meu irmão para ele "se sustentar", não me aguentei e falei toda a verdade para eles, minha mãe deu risada e meu pai saiu de casa dizendo que se o encontrasse iria matá-lo, a mesma olhou para mim e me puxou pelo braço até chegar ao meu quarto e começou a me bater dizendo o por quê de eu ter dito a ele o que meu irmão fazia da vida. Havia hematomas por todo meu corpo, minha boca estava cortada, pude ouvir os gritos de meu irmão implorando para que o soltassem, logo depois ouvi 2 disparos, me arrastei até a porta e abri cuidadosamente, vi uma trilha de sangue escorrer da cozinha para a sala de estar logo meu pai sai de lá arrastando o corpo de meu irmão para o porão, deixei uma lágrima cair e imaginava que minha mãe também havia sido morta. 

Meses depois, ficamos só eu e ele, mudamos de casa mas não tinha sido uma boa idéia. Meu pai começou a se envolver com o que não devia e foi assassinado semanas depois de termos nos mudado, a única que restou foi eu, não aguentava mais tanto sofrimento e decidi mudar de país, tive de abandonar meus únicos amigos pra fazer isso. 

E hoje estou morando sozinha em Orlando, tem poucas semanas que terminei com meu namorado pois estava complicado manter o relacionamento, ele tinha que terminar seus estudos e eu também, e nós estudamos em escolas diferentes, ele às vezes vem me visitar, eu mesma pago minha mensalidade com o dinheiro que ganho trabalhando em um bar. Quando estou sozinha em casa, pego minhas queridas lâminas e fico me mutilado lembrando de tudo que sofri e ainda sofro, já tentei me matar mas nunca tive coragem o suficiente, sempre me pergunto se eu nasci só pra sofrer desse jeito, eu não mereço isso... 


Notas Finais


Até o próximo capítulo. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...