História Suicide Sun - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Ficção Adolescente
Visualizações 32
Palavras 724
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


ola, amantes de rock.
meu nome é julia e essa é minha primeira fanfic interativa.
espero que gostem!!!

Capítulo 1 - Chapter 1- Light my fire


 

 

 

Henry não era tão diferente de seu pai, e não digo de aparência, muito menos de personalidade e sim de morte.

Morrer como pai era completamente chocante para a população e ótimo para as empresas falidas que precisam de alguma matéria que bombe. Porem era péssimo para sua família...mas que família? Henry morava sozinho desde 17 anos e antes dos 17 anos, não sabemos nada sobre seu passado.

Como a filha de Hendrix falava, “Henry Morrison é um mistério”

O coração de Henry batia fraco, algumas batidas eram ouvidas de seu coração. Havia inchaço nas suas pernas e abdômen. Seus olhos azuis mal se abriam, e doíam profundamente.

Ouve-se batidas na porta do quarto hospitalizado e Henry revira os olhos tendo a certeza que não era visita...ate porque quem iria visita-lo? Somente fãs malucos de seu pai mas isso era completamente proibido.

Ele sabia que era a enjoada da enfermeira, que ele já estava de saco cheio. Então com seu jeito nem um pouco delicado, ele manda a enfermeira ir se foder.

Ouve se risadinhas atrás da porta e Henry franze o cenho, a porta se abre devagar e o espaço tedioso e quieto é coberto por uma voz doce mas tão amarga quanto.

- E assim que se fala com a sua irmã, Henry?

Uma garota alta, loira e com olhos verdes como a folha dos quatro trevos. Lucy Morrison. Sua irmã. Ele só a tinha a visto antes dela ir pro orfanto com 4 anos e Henry apenas 5 anos.

Uma lembrança tão vaga que a ver agora como uma mulher doía, doía muito. Saber que nunca tiveram uma verdadeira criação e pelo incrível que pareça, ele queria.

-L-lucy? O que você esta fazendo aqui? Você não po...

A garota revira os olhos e puxa um braço de outra garota que se recusava a entrar.

Uma garota chega atrás de Lucy, não qualquer garota, A garota.

O maior pesadelo de Henry Morrison. Evelyn Hendrix.

Tão bela como poesia, a poesia mais complexa e venenosa porem bela.

Sua pele negra fazia contraste a luz do sol, e seu sorriso de orelha a orelha, poderia enganar qualquer um.

Henry olhava as duas silhuetas e não sabia a qual matar primeiro, então ele só pensava em se matar.

 Ele queria gritar, sacudir as duas, por as para fora para sempre mas ele só sabia encarar Evelyn de boca aberta e Lucy solta uma risada.

-O gato comeu sua língua, Morrison? – Diz a Hendrix com uma ponta de divertimento na língua.

Machucava. Evelyn é o grande segredo de Henry. Digamos o grande pecado.

E ela estava o vendo tão vulnerável, tão doente... Isso acabava com o mesmo

-Como me achar...ok, noticias. Mas como vocês se conhecem?

-Evelyn fazia campanhas raciais com o seu irmão no orfanato que eu morava. Acabamos nos tornando amigas e ela me perguntava sobre você...E eu me perguntava também.

Henry segura a mão de Lucy, e por um momento, eles são irmãos de verdade.

-desculpa nunca ter te procurado, Lucy...

Lucy seca algumas lagrimas que insistem em cair e balança a cabeça afirmando que tudo esta bem.

Henry suspira profundo ate as palavras de Lucy voltarem em sua mente.

“ela me perguntava sobre você”

O mesmo da meio sorriso e se vira para Evelyn

-Entao, Eve... você perguntava sobre mim?

Os olhares se cruzam e por um momento nada mais importava naquele quarto de hospital, era como se o ceu caísse sobre os dois, eles fossem o ceu.

Tudo volta pra realidade quando Evelyn ignora o assunto e pega o controle da televisão e logo desliga quando aparece reportagem citando “henry morrison”

-ligue...

Henry faz questão de que veja a sua própria matéria.

-Henry não faz bem... Esses Reportes não sabem o que falam... – Lucy diz calma.

-ligue...

Lucy voltaria a protestar se não fosse Evelyn, ligando a televisão e todos encarando com desgosto.

“no meio desta tarde o filho do astro Jim Morrison, tenta suicídio da mesma maneira que seu pai morreu.

Drogado e suicida?

Esse é o fim de todos o clube dos 27.

Sera que é também de seus filhos?

Não se engane, todos são iguais.”

E a televisão é desligada e ninguém mais esta no quarto nem mesmo Henry.

Falar de seus pais é uma faca nas costas.

E a mídia vai pagar.

E tudo só vai começar


Notas Finais


Esse foi o primeiro capitulo!
se alguem quiser participar preencha a ficha:
nome do personagem:
pais:
idade:
sexualidade:
genero:
personalidade:
historia:


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...