1. Spirit Fanfics >
  2. Summer Love >
  3. Piloto

História Summer Love - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oii

Faz tempo que to querendo escrever essa fanfic e só consegui um tempinho livre agora. vou dar meu máximo nela e espero de verdade que gostem ♡

Capítulo 1 - Piloto


Fanfic / Fanfiction Summer Love - Capítulo 1 - Piloto


Isabella Cameron POV

O seu olhar desesperado me faz sentir totalmente culpada, eu sou culpada por tudo isso que está acontecendo, eu que o meti nisso e eu devo tira-lo.

- Vai ficar tudo bem, eu prometo! - eu não tinha certeza, mas eu queria passar segurança. Eu iria protege-lo, não importa o que aconteça, eu vou fazer de tudo pra mantê-lo em segurança.

Olho em seus olhos e ele apenas assente com a cabeça, em seguida se deita apoiando sua cabeça em meu peito, meus dedos vão até seu cabelo, começando acariciar ali.

Assustados, respirações afobadas e corpos completamente exaustos, isso resumia bem nossa situação naquele momento. Não demoramos pra adormecer, mas durante a madrugada acordamos diversas vezes assustados e pensando ter escutado algo.

Eu não podia demorar pra agir, pela manhã eu teria que encarar tudo e todos, eu faria isso por ele e por sorte ou não, eu salvaria nossa pele.


5 meses antes


- Isa, precisamos ir! - Sabina chama minha atenção balançando as mãos no meu campo de visão enquanto encaro o mar enorme na minha frente.

É incrível a sensação que sinto sempre que estou aqui, o mar é tão lindo, eu poderia ficar por horas e horas vendo e ouvindo as ondas baterem, os surfistas fazendo suas manobras nas grandes ondas e o incrível pôr do sol. Esse é o meu lugar favorito e o mais lindo que já vi!

- Não podemos ficar mais? - pergunto pra Sabina que se levanta rapidamente e estende os braços pra me levantar.

- Não, minha mãe me mata se eu chegar atrasada pro jantar. - me apoio em seus braços e levanto tentando me livrar de toda a areia que estava colada em meu corpo.

Eu e Sabina somos amigas de infância, nos conhecemos no ensino fundamental na escola, mas digamos que aqui é impossível não conhecer todo mundo, é uma ilha pequena na Carolina do Norte com uma população pequena, então todo mundo se conhece.

Meus pais nunca cogitaram sair daqui, imagino que isso se deve a tudo que conquistaram nos últimos anos, temos uma ótima condição e conforto também, mas não posso deixar de imaginar como seria viver fora dessa bolha. Meu irmão parece não se importar em levar essa vida e eu também não deveria, eu tenho tudo, certo? o que mais eu posso querer?

Enquanto eu e Sabina caminhamos até nossas casas que são próximas da praia, eu viajo em minha imaginação pensando como seria viver em outro lugar.

- Você já pensou como seria ter uma vida diferente? - Pergunto e Sabina me olha confusa.

- Como assim?

- Morar em outro lugar, conhecer outras pessoas, viver uma realidade diferente dessa sabe? - Ela parece pensar sobre.

- Hm... acho que não, eu gosto da vida que eu levo aqui, você não? - pergunta como se a resposta fosse óbvia.

- Eu também gosto, mas as vezes... eu fico curiosa em saber como seria se tudo fosse diferente - Falo tudo que está preso dentro de mim naquele momento.

- Você sabe que milhares de pessoas fariam de tudo pra ter a vida que você tem, não é? - Sabina me pergunta e aquilo me faz sentir mal, talvez pareça que eu sou ingrata ou algo assim, mas isso não é verdade, eu sou grata por tudo que tenho, mas também não tem nada de errado em imaginar uma realidade diferente da que eu vivo.

- Sim, eu sei... é apenas um pensamento. - me expliquei. Chegamos em frente á minha casa e eu me despedi de Sabina, sua casa não é muito longe da minha,  ela só tinha que andar mais alguns metros. Nos abraçamos e eu adentrei minha casa. Sinto o cheiro da comida de longe e então sigo aquele aroma delicioso, eu estava com muita fome.

- Oi mãe - falei chamando atenção da minha mãe que preparava algo na cozinha. 

- Oi meu amor, o jantar está quase pronto! - abriu um sorriso de canto a canto ao me ver -

- Tudo bem, vou tomar um banho e já desço. - falei subindo rapidamente as escadas.


[...]

Após o Jantar, fui para meu quarto e liguei pra Andrew, meu namorado. Agora me encontrava inquieta e bastante pensativa. Amanhã faremos 1 ano de namoro e ainda não tivemos nossa primeira relação sexual, nós sempre ficamos no quase, as coisas fluem, mas na hora h eu volto atrás. 

Sempre falei pra mim mesma que eu devo perder minha virgindade com alguém que eu confie e que me faça sentir confortável, não é que não confie no Andrew ou que ele não me deixe confortável, mas não sei o que acontece comigo. Andrew tem sido muito paciente e acho que já passou da hora de compensa-lo. 

Em meio à bagunça que estava em meus pensamentos, consigo adormecer.


[...] 

Acordo com várias mensagens de Andrew desejando feliz 1 ano de namoro, um sorriso involuntário se forma em meu rosto. Ele é bom demais pra mim.

Vamos nos encontrar mais tarde pra passar o dia juntos e meu coração parece que vai sair pela boca a qualquer momento. Levanto para fazer minhas higienes e um pensamento toma conta da minha mente.

 Tem que acontecer hoje!


Notas Finais


continua?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...