História Summer Passion - Percabeth - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Annabeth Chase, Percy Jackson
Visualizações 646
Palavras 2.919
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá bebês, falei para um leitor(a) que postaria nessa Quarta, porém enrolei um pouquinho e acabou saindo nessa madrugada de Quinta mesmo hihi 😀

Não me matem PLEASE.

amo vocês 💙

Boa leitura 💙

Capítulo 5 - Damn the oxygen


Fanfic / Fanfiction Summer Passion - Percabeth - Capítulo 5 - Damn the oxygen

(Pov Autora)

Quatro dias havia se passado e os dois grupos já estavam íntimos, conversavam e interagiam em uma harmonia maravilhosa, pela parte dos meninos todos já eram amigos, ficavam horas jogando e discutindo sobre qual garota era mais bonita. Já as meninas não estavam tão bem assim.

FLASHBACK ON

(16:00 P.M)

Annabeth estava na sala conversando com Jason e Percy, ela percebeu um certo incomodo no comportamento do moreno.

Percy estava bastante próximo de Annie e gostava muito de sua amizade, se sentiu incomodado com a presença do loiro perto de Annabeth mas tentou não demonstrar nada, afinal Jason não só era seu primo como também era amigo do moreno, e ele não queria discussão, não compreendia o motivo do seu ciume por Annie, conhecia ela apenas a quatro dias, talvez seja por conta do seu jeito protetor, gostava de proteger seus amigos. Percy fitou o chão tentando espantar seus pensamentos.

 De repente  ouviram gritos e barulhos na cozinha, Percy, Annabeth e Jason se olharam sem entender nada e correram para a cozinha.

- Garota vai se tratar, pelo amor dos deuses! Que problema você tem? - Thalia gritava se afastando.

- Você e todas essas suas amigas inúteis estão dando em cima do meu namorado desde quando chegamos! - Clarisse gritou de volta.

.- Dando em cima? Eu só estava conversando com ele, ele é meu amigo e você sabe disso, agora se você é uma guria louca e possessiva eu não posso fazer absolutamente nada. - Thalia retrucou de volta.

Todo o pessoal chegou para ver a cena, pois em todos os lugares da casa estava dando para ouvir a gritaria.

- Adoro uma treta - Piper comentou com Juniper que logo lançou um olhar severo para a amiga

- Cala a boca Piper, é nossa amiga que esta ali - Juniper deu bronca na morena.

- Clarisse o que você está fazendo? Você não é assim! - Chris falou para a namorada.

- Você é meu namorado, não tem que ficar de conversas com elas - Clarisse  reclamou dando ênfase na palavra "elas" e apontando com o dedo para todas as meninas que se encontravam no local.

- Principalmente para essa gótica ridícula, que pagar de uma das trevas? Vai pro inferno então idiota - Clarisse gritou apontando o dedo no rosto de Thalia e logo pulou para cima da morena, depositando vários tapas e murros.

A morena não teve tempo para defender pois Clarisse se jogou te tal forma que imobilizou Thalia.

Annabeth nunca foi forte, na verdade nunca testou sua força, a não ser pelos tapas que dava no Jason quando ele a irritava. Mas ao ver sua melhor amiga sendo humilhada e apanhando sem motivo nenhum se sentiu na obrigação de entrar no meio. A loira sentiu seu sangue ferventar junto com o ódio, ela não sabia se conseguiria fazer alguma coisa, mas quem estava ali era sua melhor amiga, e ela não aceitava ninguém falar mal de Thalia imagine encostar a mão. Clarisse serrou o punho novamente e armou outro soco para dar em Thalia que ainda se debatia na intenção de se soltar. Annabeth não pensou duas vezes e se jogou no meio das duas interrompendo o soco com seu antebraço, sentiu uma pressão enorme, mas no movimento acabou que foi o pulso de Clarisse que acertou Annie, então não haveria algo grave apenas um hematoma. Annabeth não soube de onde veio esse reflexo nem a velocidade, mas sabia que tinha sido uma ótima estrategia, se o soco tivesse acertado o rosto da morena provavelmente deslocaria seu maxilar.

Chris tirou a namorada do meio da confusão, enquanto Percy e Nico ajudava Thalia e Annabeth levantar.

Clarisse saiu cabisbaixa, envergonhada com toda a situação que tinha feito.

FLASHBACK OF

Pov Percy 

(16:40) 

Annie ainda estava com gelo no antebraço e Thalia com gelo no rosto, Annie agiu rápido mas mesmo assim Clarisse conseguiu acertar vários murros e tapas em Thalia.

- Ela teve sorte que eu não consegui me defender, mas eu vou pegar aquela menina e... - Thalia começou mas foi interrompida.

- Calma Thals, você não vai fazer nada, não se resolve as coisas na base da violência. - Hazel falou.

- Você fala isso porque não foi você que apanhou sem motivos! -Thalia protestou.

- Chris? Você já foi conversar com a Clarisse pra ver como ela está? - perguntei para ele e logo Thalia me lançou um olhar de reprovação.

- É sério isso Jackson? Olha o que ela fez com minha cara, olha o braço da Annie! - ela questionou abanando as mãos.

- A atitude dela foi muito errada sim! Mas ela é minha amiga, e eu me preocupo com ela, isso não quer dizer que estou do lado dela - levantei as mãos em rendição - Só preciso saber como ela esta.

Thalia revirou os olhos logo em seguida Annabeth repetiu a ação.

- Já fui lá sim - Chris finalmente respondeu - Ela está bem, só não fiquei muito tempo por conta que ainda estou chateado com ela - ele disse com o olhar triste.

- Sua namorada é louca! Só não acusou  a Thalia como todas nós! Sério Chris ela é muito possessiva, não sei como você consegue manter esse relacionamento. - Piper comentou.

- Eu vou conversar com ela direito, e prometo tentar resolver essa situação - Chris disse.

- Mas agora vamos falar sobre a atitude da Annie, miga o que foi aquilo? Você simplesmente arrasou! - Silena comentou e Piper, Jason, Thalia, Hazel, Juniper, Nico, Grover, Frank e Charles concordaram com ela.

- Não sei, acho que foi um reflexo rápido, não importa, eu não ia deixar ela bater na minha melhor amiga - Annabeth disse.

- Por isso que eu te amo Chase - Thalia falou mandando um beijo no ar para a amiga.

- To preocupado com seu braço Annie, tá muito roxo - comentei e peguei no pulso dela para analisar melhor.

- Todo preocupadão ele, hmmmm - Nico disse e me lançou um sorriso malicioso.

- Fica quieto ai McLanche Feliz - retruquei, Chales, Grover e Frank começaram a rir com a minha piada interna e Nico fechou a cara.

- Depois vocês precisam contar essa de "McLanche Feliz" para a gente. - Jason questionou - Toda hora algum de vocês falam isso, e nós não vemos a menor graça.

- A gente conta, depois que vocês entenderem vai ter graça sim, te garanto - Chales falou ainda tentando recuperar o folego depois da crise de riso.

Pov Annabeth

Meu braço doía muito, já tinha colocado gelo várias vezes, mas ainda estava na mesma, eu estava muito estressada com aquela situação então resolvi ir sentar perto do mar, durante todos esses quatros dias vou até o mar para relaxar a mente, e nesse momento eu precisava muito.

Como a noite estava fria peguei um cobertor para me aquecer do frio. Comecei a andar na areia e de longe vi uma silhueta perto do mar, continuei andando para tentar distinguir quem estava lá, fui chegando mais  perto,  percebi o cabelo meio grande bagunçado e abri um sorriso para mim mesma.

- Já é de lei a gente sempre se esbarrar por aqui? - perguntei  para Percy que levou um susto e me olhou com desespero, comecei a rir alto ao ver sua expressão.

-  Você me assustou Annie, que me matar do coração? - ele falou colocando a mão sobre o peito.

- Você fica muito fofo com essa cara de desespero sabia? - falei em tom de pergunta, e logo em seguida me arrependi, senti minhas bochechas corar.

Porra Annabeth! Qual é o seu problema? - Pensei 

Percy também ficou corado, e eu que estava ficando desesperada,  pensei em cavar um buraco na areia e me jogar lá dentro.

- E você sabia que fica muito linda quando esta envergonhada? -  ele falou em tom de pergunta também, não sei se é possível mais tenho certeza que corei mais ainda, senti fogo por todo o meu rosto.

- Senta aqui Sabidinha - ele falou apontando a cabeça para uma toalha que ele tinha acabado de estender sobre a areia.

Sentei em uma ponta e logo em seguida ele sentou ao meu lado.

- Sabidinha? De onde venho esse apelido? - perguntei olhando curiosa para ele.

Percy deu de ombros.

- Você foi muito esperta hoje, foi uma atitude rápida e muito estratégica, então você obviamente é muito esperta, e você já me disse que quer ser arquiteta. Então Sabidinha foi um apelido que eu inventei e super caiu bem em você.

- Sabidinha, hm... até que eu gostei, então também vou inventar algo para você - comentei.

Olhei para o mar, olhei para o Percy que novamente me encarava com uma cara de bobo, soltei outra risada com sua expressão. 

- Tudo bem, Cabeça de Algas, acho que esse é o apelido perfeito para você - falei e toquei o seu nariz com a ponta do dedo.

Percy mexeu a cabeça confuso e curioso.

- Me explique o sentido Sabidinha, porque eu não entendi. - ele me olhou mais confuso ainda, soltei um sorriso.

- Esse é o motivo, sua lerdeza, você sempre esta com uma cara de bobo ou de desespero, e é muito lerdo, como você também já me disse que ama mar, resolvi colocar Cabeça de Algas. - falei - Mais não leve esse comentário para ponto negativo Percy, todas essas coisas que eu citei são maravilhosas em você.

Droga, é sério Annabeth? "São maravilhosas em você"  puta merda se segura. - dei uma bronca em mim mesma pelo pensamento.

- Que bom que pensa assim, vou realmente levar como um elogio - ele disse com um sorriso nos lábios, logo em seguida se aproximou do meu rosto e depositou um beijo na minha bochecha.

Gelei dos pés a cabeça, meu coração acelerou, fiquei com medo do Percy conseguir ouvir meus batimentos, de tão alto que pareciam estar.

Do nada me veio uma vontade enorme de sentir o seu corpo no meu. No impulso deitei sobre a toalha apoiando minha cabeça sobre o colo de Percy, fiz isso  tão rápido para não perder a coragem, passei o cobertor sobre o ombro dele de uma maneira que cobriu nós dois.

Ele hesitou por um segundo por conta do susto, mas logo em seguida relaxou o corpo, levou uma das mãos para o meu pescoço e começou a fazer carinho com a ponta dos dedos, logo levou a mão para o meu cabelo e começou também a acaricia-lo, fechei meus olhos ao sentir seus toques, abri um pequeno sorriso somente para mim.

- Sabe Sabidinha, como é possível eu te considerar tanto em pouco tempo?  - ele perguntou mais para si mesmo do que para mim - Te conheço a pouco tempo, mas você já é praticamente minha melhor amiga.

- Também me pergunto isso, Cabeça de Algas.

- Que ta a gente entrar no mar? - ele perguntou.

Em um pulo levantei, e me distanciei.

- Nem pensar Percy, está fazendo muito frio - falei negando com a cabeça.

- Ah vai entrar sim - ele se jogou em cima de mim, mas ainda continuou um pouco distante do meu corpo, começou a fazer cócegas na minha barriga.

- Pa..para - tentei falar entre as risadas - E..eu vou passar m..mal  pa..para - comecei a rir muito.

Comecei a me movimentar na tentativa de tirar Percy de mim, o que não deu muito certo pois durante os movimentos minha perna bateu na perna dele que estava equilibrando todo o peso do seu corpo. Ele caiu com tudo sobre o meu corpo, seu rosto ficou tão próximo do meu, tão próximo que senti sua respiração quente sobre mim, ficamos nos encarando por um tempo, meu olhar se desviou do seus olhos e desceu para sua boca várias e várias vezes, senti que ele fazia o mesmo, ele desceu mais o rosto e por um segundo pensei que iria me beijar, mas ele virou o rosto e depositou outro beijo na minha bochecha.

Percy se levantou na intenção de quebrar o clima estranho.

-  Annie te dou dez segundou para correr - ele falou e logo em seguida tirou a camisa.

Abri a boca em um "O" porém discreto, desci meus olhos por todo seu abdômen  não era muito definido, porém muito bonito. Voltei a realidade e  Percy já estava no número quatro, olhei para o seu rosto e ele estava me olhando brincalhão.

- Puta que pariu, não Percy você não vai fazer isso - levantei e comecei a correr o mais rápido que conseguia.

- 7... 8 - ele continuava.

- Você está muito devagar Sabidinha - ele debochou - Acho que alguém vai se molhar.

Olhei para trás e Percy já tinha parado de contar, eu ainda corria. Tentei correr mais rápido porém ele me alcançou em pouco tempo.

- NÃO PERCY EU NÃO QUERO ME MOLHAR - comecei a me debater e gritar enquanto ele me erguia no ar.

- Desculpe Annie mais a gente vai sim - ele disse já me ajeitando em seus braços começando a correr novamente em direção ao mar. Continuei me debatendo mais era totalmente inútil tentar me soltar, e parte de mim também queria ficar ali.

Ele se jogou na água me levando junto. Subimos até a superfície  e eu logicamente fechei a cara.

- Poxa Annie não fica brava comigo - ele implorou fazendo uma cara de pidão desengonçada que me fez soltar uma risada.

- Você é muito idiota Jackson - falei ainda com um sorriso no rosto.

Dei um empurrão e ele caiu de costas na água, quando levantou de novo comecei a tacar água no rosto dele sem parar, não me aguentei ao ver o desespero dele tentando respirar no meio da confusão e comecei a rir novamente. Estava rindo tanto que foi o suficiente para me distrair, ele me puxou para o fundo do mar, logo colocou as duas mãos na minha cintura, meu coração disparou com esse toque, coloquei minha mão em seu cabelo o trazendo para mim, não estava aguentando mais, precisava sentir os seus lábios nos meus, Percy fechou o pequeno espaço que restava entre nossos rostos, mesmo com o frio da água senti seus lábios quentes, não chegou a nem ser um beijo, pois tivemos que subir para a superfície por conta da falta de oxigênio.

Me separei dele e me senti muito envergonhada.

- Desculpa Percy, eu não devia ter feito isso - falei tentando não olhar diretamente para o seu rosto.

- Tudo bem, eu também tenho culpa - ele falou e eu consegui perceber tristeza em sua voz.

- Olha Percy, nos conhecemos a pouco tempo, podemos tentar ir mais devagar? - comentei ainda sentindo arrependimento ao ter tido a  frase anterior, acho que ele pensou que eu não queria ter o beijado.

- Esta tudo bem Sabidinha - finalmente consegui olhar para o rosto dele.

- Vamos entrar? não quero ver você pegando um resfriado - falei estendendo a minha mão para ele.

Ele sorriu pegou na minha mão e entrelaçou nossos dedos, peguei o cobertor e ele a toalha, fomos assim até a entrada da casa.

- Vou subir para tomar um banho, afinal já são quase oito da noite. falei soltando minha mão da dele.

-Tchau Cabeça de Algas - me despedi abrindo os braços para ele me abraçar.

- Tchau Sabidinha - ele falou me apertando contra seu corpo, desta vez foi a minha vez de beijar a sua bochecha, percebi seu corpo se arrepiar com o meu toque e sorri para mim mesma.

Percebi que algumas pessoas estavam na cozinha conversando, passei devagar em frente a porta sem ser percebida e subi para o quarto das meninas para tomar um banho, fiquei torcendo para nenhuma delas estarem lá dentro, se não ficariam me fazendo perguntas pela eternidade. Abri a porta entrei no quarto e a fechei em seguida.

- Ufa - falei para mim mesma.

- Ufa o quê? - Thalia me perguntou. 

Droga, eu não havia visto ela ali.

- Nada - falei tetando entrar para o banheiro antes que ela olhasse para mim.

- Por quê está toda molhada? - ela perguntou me olhando de baixo a cima.

Fudeu e agora? - pensei.

- Eu estava no mar - falei evitando citar o nome do Percy.

- Sozinha? - ela me perguntou erguendo uma sobrancelha  - Annie eu te conheço o bastante para saber que você está mentindo para mim.

- Tá tá - falei abanando as mãos em rendição - O Per..Percy estava comigo - gaguejei.

- Eu sabia - ela falou orgulhosa - Vocês dois ficam muito fofos juntos - Thalia me lançou um olhar malicioso.

- Calma, não aconteceu nada, só entramos na água - menti. Thalia é minha melhor amiga, mas não estava pronta para falar sobre o que aconteceu com ninguém, ainda mais Thalia, que é prima dele. 

- Sei, vocês dois fingem que me enganam e eu finjo que acredito - ela ironizou - Annie você sabe que tem total liberdade de se abrir comigo, e eu não vou trair sua confiança e contar para ele. 

Senti um pouco de remorso por ter mentido, eu contaria a Thalia mas não hoje.

- É sério Thals, não aconteceu nada - falei e corri para o banheiro, antes de me arrepender de novo e contar tudo o que havia acontecido naquela noite. 


Notas Finais


Vou tentar atualizar esse Sábado ainda, VOU TENTAR, não prometo nada.

Estou pensando em postar duas vezes por semana o que acham? Meus planos inicias era de atualizar somente uma vez por semana mas sei como e ruim esperar.

Ainda não decidi os dias certos pois minhas aulas voltam semana que vem, e eu não sei qual dia sera melhor para mim.

Conto com o apoio de vocês 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...