História Sunrise (Interativa) - Capítulo 4


Escrita por: e crazier

Postado
Categorias (G)I-DLE, 2NE1, 2PM, Apink, Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, BoA, Cosmic Girls (WJSN), CrystaL Clear (CLC), DAY6, EXID, EXO, F(x), G-Friend, Got7, IKON, Loona, Neo Culture Technology (NCT), Pentagon (PTG), Red Velvet, Stray Kids, TWICE, Wanna One, WINNER
Personagens JinSoul, Joy, Junghwa, Krystal Jung, Momo, Seola, Seulgi, Son Na-eun, Taecyeon
Visualizações 140
Palavras 4.390
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Fluffy, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ois, voltei bem antes do que o esperado por livre espontânea pressão de certas pessoas já que não cito nomes (NAMS E NINI).
Aqui está mais um capítulo! Não vou me estender muito aqui, deixo os recados nas notas finais! Boa leitura e aproveitem bastante, porque eu amei escrever esse capítulo... As coisas vão começar a ficar mais legais a partir de agora

Capítulo 4 - Are you ready for it?


4. ARE YOU READY FOR IT?


Apartamento da Taeha | 20:36PM


 Tá, e o que aconteceu depois que ele fez todo esse discurso? — Taemin perguntou curioso enquanto se inclinava um pouco mais para frente na mesa de madeira.
— Eu disse “não, obrigada”. — Taeha respondeu enquanto voltava a saborear seu jantar.
— O quê? Como assim? Você tá louca? 
— Calma, calma, calma! Aish, você nem ao menos me deixou terminar. — Taeha revirou os olhos.
— Conte logo!


“— Ahm… Não, obrigada. — Taeha respondeu calma.
— Espera… O quê? — Nayu foi a primeira a exclamar surpresa. — Por quê?
— Entenda, eu sou uma atriz. Talvez boa cantora mas péssima dançarina. — explicou-se. — Nunca na minha vida eu daria certo em um grupo de K-Pop.
— Qual é, Taeha… — Kyungjae reclamou. — Você tem uma grande voz. És uma garota talentosíssima, não iríamos te propor isso se você fosse menos que isso.
— Mas eu… Não danço, não faço rap. — voltou a se justificar.
— Eu quero você nesse time! — Hyemi teve a coragem de dizer. — Você não precisa ser a melhor dançarina do mundo para ser uma grande artista! Por favor, Taeha-unnie… Diga sim.
Taeha olhou ao seu redor e todas aquelas garotas a olhavam com olhinhos brilhantes cheios de expectativas.
— Meu Deus. — ela revirou os olhos, fazendo uma cena. — Tudo bem. Mas já vou avisando que não irei me matar nessas aulas de dança, tá?
— Prometemos não pegar pesado com você. — Kyungjae sorriu. 
— Todas estão prontas para assinar o contrato? — DaiYu perguntou e recebeu gritos animados de concordância em resposta.”


— Uau. — Taemin riu um pouco antes de levar seu copo de cerveja a boca. — A grande Kang Taeha cedendo assim tão fácil? Isso é novidade.
— Ah, calado. — resmungou. 
— Mas então, animada? 
— Não sei, talvez sim, talvez não. — Taeha respondeu fazendo pouco caso. — A única coisa que está me deixando um pouco irritada é que terei de me mudar em dois dias para o dormitório.
Taemin tentou segurar a risada mas não conseguiu e isso causou irritação na Kang.
— Do que você está rindo? Está me achando com cara de palhaça? 
— Não. — parou de rir mas continuou olhando a ex namorada com um sorriso debochado. — Mas é que todo mundo sabe o quão neurótica você com limpeza. Como será que vai ser você morando com mais seis garotas? Aposto um jantar que você vai surtar com a bagunça nos primeiros três dias.
— Nossa Taemin, como você é engraçado. — a garota ironizam. — Mas eu acho que será melhor para todo grupo se eu for morar com elas, ficaremos mais próximas.
— É, para um grupo dar certo é preciso de muito companheirismo, eu bem sei. 
— E além do mais, Nayoung-ssi prometeu que vai me ajudar com a dança e as coreografias. Você já viu aquela garota dançar? É tipo, uau!
— Sim. — o Lee concordou. — Nos conhecemos no MAMA de 2016; Aquela apresentação dela foi sensacional.
Taeha olhou no relógio de pulso e viu que já passava das oito e meia e ela tinha que começar a organizar suas coisas se quisesse mesmo ir morar no dormitório daqui a dois dias. Deu uma olhada de relance para o prato de Taemin já vazio e se levantou da mesa.
— Acho que já está na hora de você ir embora, Taemin. 
— O quê? Por quê? Ainda nem são dez horas, noona. — reclamou.
— Eu sei mas preciso começar a arrumar minhas coisas. — explicou. — Vai embora, a gente pode marcar de se ver depois.
— Você vai debutar, branquela. — sorriu se levantando e indo em direção da Kang. — Acha mesmo que sua agenda vai ficar mais tranquila depois disso?
— Você já está sentindo saudades, uh? — Taeha provocou ao sentir as mãos do Lee repousarem em sua cintura.
— Eu sempre sinto. Todos os dias. Desde de que…
Taemin foi deixando a frase morrer e inclinou o rosto para mais perto; Taeha já podia sentir a respiração batendo em seu rosto. Merda Lee Taemin, por que tão sedutor?
— Por favor Taemin, vá embora antes que eu me irrite com você. — Taeha empurrou o rapaz para longe e passou a mão nos cabelos.


•••
 

Apartamento da Nayu | 23:01PM


Nayoung estava deitada em sua cama de casal enquanto conversava com o amigo Namjoon via skype
Nayu estava com os cabelos molhados pois havia acabado de sair do banho e estava trajado com seu costumeiro pijama de vaca enquanto observava Namjoon do outro lado da tela sentado em seu escritório, touca na cabeça, óculos quadrados no rosto e muito concentrado em escrever mais um verso daquela música que ele estava planejando a tempos.
Um grupo, uh? — perguntou sem desviar os olhos do papel em que escrevia. — Aposto que você está animada.
— Mas é claro que eu estou! Não vejo a hora de debutar… De novo. 
E o que achou das outras garotas? Digo, são legais? Talentosas? Bonitas? 
— Namjoon-ah! — Nayu riu. — Elas são simpáticas e muito talentosas; Vamos morar todas juntas daqui a dois dias.
Boa sorte com isso. — respondeu o Kim com sarcasmo.
— Senti seu sarcasmo daqui, Kim Namjoon. 
É complicado morar com mais seis pessoas com personalidades totalmente diferentes da sua, com hábitos totalmente diferentes do seu… Eu demorei um bocado para me acostumar com Jeongguk indo tomar banho as quatro manhã, com Taehyung e Hoseok gritando pela casa a qualquer momento, com Jin sempre fazendo bagunça na cozinha e até mesmo com Yoongi sempre fazendo a gente se atrasar por ter dormido demais… Se eu já achei difícil conviver com mais seis caras, imagine conviver com mais seis períodos menstruais em épocas diferentes.
— Eita… Eu não tinha parado para pensar nisso. — Nayoung confessou mordendo o lábio inferior, já preocupada. 
Tá, tá, tá… Não pensei nisso. — Namjoon riu e finalmente olhou para a câmera. — Vamos falar de outra coisa, tipo… Ahm, me ajude aqui.
— Diga.
O que rima com ‘I think it’s over’? 
— A música do Pentagon. — Nayoung riu. — Baby, I think it’s over, it’s over, it’s over, I know you love me, you love me, you love me. — cantarolou. — Eu amo essa música! Ouvi bastante quando… Bem, você sabe.
Foi a vez de Namjoon dar uma risada, mas sem humor algum. 
Merda. — resmungou coçando a cabeça. — Estou tentando escrever uma música lenta e triste mas eu só tenho pensamentos bons.
— Música triste? Pra quê?
Para pessoas tristes se sentirem mais tristes; O ser humano é masoquista, gosta de sofrer. — Namjoon comentou e a ruiva concordou. — Sei que você não é muito de compor músicas, mas, se você precisava escrever uma música triste, no que você pensaria?
Nayu juntou as sobrancelhas e começou a pensar, qual foi a coisa mais triste que lhe aconteceu e que poderia virar uma grande inspiração para uma música triste e melodramática?
Sua mente deu voltas e mais voltas mas no final ele sempre acabava naquele mesmo acontecimento. 
— Bem, acho que você sabe…
Namjoon largou a caneta de sua mão em cima da mesa e voltou a olhar para a câmera do notebook preocupado. Nayoung estava mesmo falando sobre…? Merda.
Sei. — foi tudo o que ele conseguiu responder. — Não me diga que você já escreveu uma música sobre isso.
— Não. Mas você acabou de me dar uma boa ideia! 
O quê? Nayoung-ah?
A Jung nem ao menos se deu o trabalho de responder o amigo, simplesmente levantou da cama e correu para achar um caderno e um lápis. Namjoon realmente havia lhe dado uma ótima ideia, aliás, como ela própria nunca havia pensando em desabafar seus sentimentos mais profundos numa música? Até parece que ela nunca tinha ouvido Taylor Swift.
Jung Nayoung eu ordeno que você volte aqui agora mesmo e ajude seu oppa favorito com essa música! — Namjoon voltou a chamá-la.
— Primeiro, eu já voltei! — ela sorriu para a câmera do notebook assim que se ajeitou na cama novamente. — Segundo, meu oppa favorito é o Seunghoon.
Ah, é? Okay então, Srta. Jung. Isso será lembrado. 
— Estou brincando. — Nayoung gargalhou da cara brava que Namjoon fazia. — Você sabe que te amo.
Falsa! Agora é tarde demais para demonstrar seu amor, eu já estou machucado. — O Kim fez drama.
— Porra Kim Namjoon! — exclamou fazendo o rapaz se assustar. — Você é um gênio! E agora vai me ajudar com isso.


•••


DOIS DIAS DEPOIS
Apartamento da Hyemi/ Minsoo | 09:58AM


Um pouco mais afastado do centro da cidade era  onde se localizava o pequeno apartamento que Kim Hyemi dividia com a amiga Lee Minsoo.
Era uma manhã ensolarada e as duas garotas estavam a todo vapor; dobrando as roupas, colocando-as nas malas, deixando tudo pronto para quando a van da YG chegar para levá-las ao seu novo lar, dormitório do Sunrise.
— Ei, Hyemi-unnie! — Minsoo apareceu na porta do quarto da mais velha carregando junto dela um grande urso de pelúcia branco. — Levar ou não levar o Sr. Floco de Neve?
— Você sabe que esse urso vai ocupar metade da sua cama né? — Hyemi riu. — E que agora você provavelmente não terá mais uma cama de casal.
— Você tem razão. — a Lee suspirou. — Vou levá-lo mesmo assim.
E saiu do quarto saltitante fazendo a Kim rir. Minsoo era uma dongsaeng muito esquisita; e mesmo assim Emi a amava demais.
Em meio a roupas, sapatos e outros acessórios bobos mas que eram essenciais, Hyemi achou uma – das milhares de – foto de Umji. A foto em questão era uma em que Umji tinha uma bandana vermelha presa nos cabelos negros e longos, dava um grande sorriso e piscava com um olho só. Hyemi se lembrava de quando recebeu a foto via whastapp da namorada – até então secreta para todos – há alguns meses atrás. Ela estava tão linda…
Desde que Minsoo pediu para morar com Hyemi, as coisas entre a Kim e Yewon ficaram mais complicadas pois o único lugar seguro em que elas podiam se encontrar sem medo era o apartamento da mais velha, mas com Minsoo lá dentro era difícil. Claro que Umji já visitou o apartamento com Minsoo lá, elas se conheceram e Hyemi lembra de ter passado o resto daquela madrugada tendo que ouvir da Lee o quão simpática e fofa Yewon era, sem ao menos fazer ideia de que Hyemi e ela eram muito mais que apenas amigos.
Tudo bem que no começo, Minsoo achou muito estranho Hyemi ter tantas fotos de Umji espalhadas por seu quarto, mas depois de uma breve explicação de Hyemi dizendo que Yewon gostava de presentear os amigos mais próximos com fotos dela própria, Minsoo compreendeu; E secretamente esperava pelo dia em que Kim Yewon lhe daria uma foto própria de presente para simbolizar que as duas eram amigas próximas também.
Hyemi lembra como se fosse hoje o dia em que a YG levou ela e mais algumas trainees para o backstage de um evento tão importante quanto o Show Champion, e também se lembrava muito bem de como passou vergonha na frente de Umji.
Elas eram um lindo casal na cabeça da Kim mais velha. Apesar de ninguém saber do relacionamento mais íntimo que tem, muitas pessoas já desconfiaram dessa amizade e até mesmo já subiram tags no Twitter a respeito. 
“Será que  a maknae do GFriend é homossexual e está namorando uma trainee da YG? Venha conferir as provas que alguns fãs acharam!”
No começo, Hyemi tinha muito medo a toda hora, afinal, poderia muito bem causar um escândalo mundial e se prejudicar na sua empresa, assim como estaria prejudicando a carreira artística de Yewon; Mas, surpreendentemente, a Kim mais jovem era madura o suficiente para lidar com essa situação e acalmar Hyemi em todos os sentidos.
Emi deu um sorrisinho apaixonada antes de pegar a foto e colocá-la na caixa de coisas frágeis.
Unnie, unnie, unnie! — Minsoo voltou correndo. — Será que tudo bem se levarmos nosso tapete felpudo da sala? Ele é tão gostosinho, não queria me desfazer.
— Leve o que quiser, Minnie. — Emi riu. 
— Então venha me ajudar a enrolá-lo! Ele é pesado! 
Hyemi riu e se levantou do chão (onde estava sentada vasculhando a última gaveta de sua cômoda de roupas) e seguiu a mais novo pelo corredor até a sala de estar.


Carro do Younghyun | 11:25PM


— Obrigada por estarem fazendo isso, meninos. 
Nora agradeceu enquanto observava seu irmão colocar sua última mala dentro do carro.
Brian sorriu e se acomodou no banco do motorista enquanto Eunora estava sentada ao seu lado e os outros quatro garotos do Day6 se espremiam no banco de trás.
— Bob, você está pisando no meu pé! — Jae reclamou lá de trás.
— Para de me chamar de Bob. — Sungjin rosnou. — E cala a boca.
Nora olhou pelo retrovisor a cena de Dowoon, Wonpil, Jae e Sungjin espremidos enquanto discutiam alguma banalidade e sorriu; Aqueles quatro juntos de Brian eram o que muitos chamam de confusão na certa.
— De verdade oppa — Eunora voltou a conversar com o irmão. —, você não precisa estar fazendo isso.
— Que nada, maninha. Pela primeira vez em muito tempo estamos de férias e estamos sem nada pra fazer mesmo. — deu de ombros e ligou o carro. — Além do mais, irei adorar conhecer as garotas que irão morar contigo.
— Eu também vou adorar! — Jaehyung gritou.
— Calado! — Nora gargalhou. — Você nem ouse chegar perto das meninas. Eu posso te garantir que elas não estão interessadas em homens 10 anos mais velhos.
— Ei coisinha! — exclamou ofendido. — Que tipo de dongsaeng é você? Me respeita que eu tenho idade para ser seu pai.
Entre curvas, faróis fechados e muita gritaria vinda do banco de trás do carro de Younghyun, o GPS finalmente sinalizou que os seis haviam chegado em seu destino.
Estavam no centro da cidade, exatamente na rua de trás da onde ficava o grande prédio comercial da YG. Era um lindo e grande prédio acinzentado e os grandes portões pretos de ferro fizeram Nora abrir a boca perplexa; Aquilo era muito lindo pra ser verdade. Que grande passo ela estava dando em sua carreira agora.
— Não acredito que você vai morar num dormitório melhor que o nosso. — pôde ouvir o irmão reclamar baixinho atrás de si.
— Só damos do bom e do melhor para nossas garotas, Young K.
Nora sorriu ao ver JaeK se aproximar deles com um sorriso no rosto e uma maleta de couro preta nas mãos.
— Ah, Kyungjae-nim! — a garota curvou-se rapidamente e mandou os garotos fazerem o mesmo. — Estou ansiosa pra isso tudo.
— Acredite Eunora, eu estou mais que você.
— Esse é meu irmão Brian! — apresentou. — Mas você já deve o conhecer. E esse são os maravilhosos companheiros de banda dele… E tem o Jae também.
— Quem é Brian? Puff!
— EI! — exclamou o membro mais velho.
— Sim, eu os conheço. — Kyungjae cumprimentou-os. — Tenho a honra de dizer que serei o manager da Eunora, assim como de todo o grupo. Fique tranquilo Young K, você ainda vai encontrar muito sua irmãzinha nas premiações, afinal, o Sunrise irá ganhar muitos prêmios.
— É isso o que eu espero. Minha irmãzinha é muito talentosa, aprendeu tudo o que sabe comigo, é claro. — gabou-se o Kang mais velha.
— Do que você tá falando, Brian? — Sungjin provocou. — Nora é melhor no rap do que você.
Todos riram enquanto Wonpil e Dowoon finalmente trouxeram todas as malas da garota.
— Bem garotos, adoraria chamá-los para conhecer o dormitório do Sunrise porém as regras são claras e nenhum garoto deve entrar lá a não ser o lindão aqui! — Kyungjae avisou. — E com “nenhum garoto” eu também me refiro ao Jiwon.
Nora deu uma risadinha brincalhona mas concordou, pegando duas de suas malas e sorrindo quando viu JaeK pegando as outras.
— As outras meninas já estão lá, só falta você.
 


Dormitório do Sunrise | 11:30AM


O dormitório do Sunrise ficava no último andar do prédio de 15 andares. O apartamento era gigantesco; Com cinco suítes e dois quartos, uma cozinha imensa acoplada com a sala de jantar, uma varanda fenomenal, um lavabo e uma sala de estar muito maior do que qualquer sala comum.
Assim que Hyemi colocou os pés ali se sentiu no paraíso, o lugar inteiro era muito bem decorado com cores vibrantes como branco, preto e vermelho.
Annyeong! — Emi cumprimentou Junghwa e Nayu que estavam conversando na sala de estar.
— Hyemi, certo? — Junghwa perguntou e recebeu um aceno de cabeça como confirmação. — Seja bem-vinda ao lugar mais lindo do mundo.
— Eu estou de queixo caído, isso aqui é lindo! — exclamou a loira. — Não acredito que a YG fez tudo isso por nós.
— Demais, não é? — Nayu parecia muito animada também. — Meu antigo apartamento não era tão chique como esse, estou me sentindo nas nuvens.
Antes de conseguirem continuar a conversa, Taeha – que estava depositando toda suas malas e caixas em um dos quartos – apareceu na sala. 
Ela estava com um vestido preto e óculos escuros na cabeça, o cabelo castanho preso em um rabo de cavalo alto e aquele mesmo sorriso que causava calafrios no rosto.
— Taeha-unnie! — Junghwa saudou feliz. — Vejo que já encontrou um quarto.
— Ele tinha uma cama só, achei perfeito pra mim. — respondeu dando de ombros.
— Acredito que JaeK e DaiYu virão aqui mais tarde falar conosco sobre as regras de convivência e coisas do tipo. — Nayoung explicou. — JaeK adora criar regras sem sentido.
— Estou no paraíso! 
Essa era Haneul que correu pelos corredores até chegar aonde estavam suas unnies; Ela tinha o maior sorriso do mundo no rosto e parecia muito empolgada com toda aquela situação.
— Vocês viram? Cada quarto tem duas cores diferentes, é como o arco-íris. — a mais nova contou. — Será que cada uma de nós representará uma cor?
— Iria ser fantástico! — Junghwa comentou. — Já imagino a gente vestindo roupas iguais, cada uma com uma cor do arco-íris.
Hyemi. Haneul e Junghwa exclamaram em felicidade enquanto Nayu riu da careta que Taeha fez. Roupinhas coloridinhas e combinando não eram sua praia, assim como não era a da Jung, então Nayoung entendia Taeha nesse quesito.
— Onde estão as outras? — Taeha perguntou se referindo a Minsoo e Eunora.
— Minnie certamente está por aí explorando o local. — Emi explicou. — Ela é uma dongsaeng muito curiosa, devo dizer.
— Eunora ainda não chegou. — Haneul respondeu. — E acho que Kyungjae e DaiYu também não.
UNNIES! — era um grito de Minsoo vindo de muito longe.
As meninas se entreolharam e sem pensar duas vezes caminharam até onde Minsoo estava. Era o último quarto do corredor, o quarto verde e laranja.
— O que aconteceu? — Nayu perguntou afobada assim que todas entraram no quarto.
A porta do banheiro estava entreaberta e o quarto vazio. Minsoo provavelmente estaria lá dentro… 
E lá estava a Lee, de boca aberta em frente à enorme banheira branca da suíte laranja-verde.
— O que está acontecendo aqui? — Taeha perguntou. 
— Olha o tamanho dessa banheira, unnie! — Minsoo exclamou. — Todos os quartos têm uma banheira enorme como essa? Eu nunca mais quero sair daqui. Emi-unnie, esse banheiro dá de 10 a zero no nosso apartamento inteiro.
É, todo aquele apartamento era muito bonito e luxuoso, as garotas estavam realmente encantadas com o lugar. Nayu se perguntava o porquê da YG estar as paparicando tanto… Quer dizer, ela já esteve no dormitório do WINNER quando aqueles quarto baderneiros ainda moravam juntos e também já esteve (mesmo que brevemente) no dormitório do iKON e nenhum deles era tão grande ou tão bem mobiliado como esse era. O que será que estava acontecendo?
— Meninas! — ouviram a voz de JaeK vindo da sala. — Aonde vocês estão? Eu, Nora e DaiYu já chegamos.
— Vamos lá. — Junghwa puxou Haneul pela mão e as outras as seguiram de volta para a sala.
— Olá meninas. — JaeK cumprimentou e indicou o grande sofá de couro branco para que todas se sentassem. — Vejo que já conheceram o apartamento… E então, o que me dizem?
— É ótimo. — Taeha se limitou a dizer.
— Muito mais que ótimo! — Haneul se exaltou. — Vou começar a viver no paraíso, estou tão feliz.
— A YG nunca deu um dormitório tão chique e ao grande para qualquer outro idol antes. — Nayoung comentou. — Isso sim é surpreendente.
— Tudo para as nossas meninas brilhantes. — Kyungjae fez questão de lhe dar uma piscadela.
— Conversei com os senhores Yang e eles concordaram em começar a melhorar a moradia dos idols, afinal, vocês merecem. — DaiYu se pronunciou pela primeira vez. — Eu disse que sete mulheres dividindo um dormitório era muito mais complicado do que sete garotos; Como o Sr. Minsuk, muito menos o Sr. Hyungsuk entendem muito sobre a mente feminina, foi fácil convencê-los.
— DaiYu-unnie, você é simplesmente sensacional. — Hyemi agradeceu.
A Zhang franziu o nariz numa careta rápida ao ouvir a mais nova a chamar de “unnie”; DaiYu tinha esse problema, ela simplesmente achava muito estranho ter outras garotas mais novas a chamando de unnie. Noona era tão mais legal, tão mais bonito, tão mais melodioso de ser pronunciar – principalmente quando essas palavras saem da boca de um certo Do Kyungsoo –; mas ela apenas ignorou esse fato.
— Como já viram, esse dormitório é bem colorido, principalmente os quartos. — JaeK voltou a dizer. — Cada uma de vocês irá representar uma cor, e essa será a cor que irão representar até o final dos tempos sendo uma membro do Sunrise, entenderam?
— Ah! Eu sabia que iríamos ser as cores do arco-íris! — Junghwa comemorou.
— Os quartos são divididos em duas cores e um quarto todo vermelho ficará com a líder do grupo Nayu. — DaiYu completou a fala do Seo. — As outras irão dividir um quarto conforme suas cores.
— Só que eu não gosto de vermelho. — Nayu mostrou a língua em desagrado.
— Mas eu gosto. — Taeha não pensou duas vezes antes de dizer. — E certamente não me importaria em ficar no quarto vermelho sozinha. Aliás, minhas coisas já estão lá.
Kyungjae e DaiYu trocaram um olhar e concordam que Taeha poderia ficar com o quarto vermelho só para ela.
— Tudo bem. — JaeK concordou. — Taeha vermelha será. E vocês meninas?
— Eu sou verde! — Nayoung quase gritou.
— Azul!
— Rosa!
— Amarelo!
— Qual outra cor tem mesmo? — Haneul pensou um pouco. — Ah, roxo! Quero roxo!
— Laranja pra mim, então.
— Perfeito. — DaiYu comentou. — Essa foi fácil.
Os quartos e cores ficaram:


Taeha - Vermelho
Junghwa - Azul
Nayu - Verde
Emi - Amarelo
Nora - Laranja 
Minsoo - Rosa
Haneul - Roxo
Quarto 1 - Taeha
Quarto 2 - Junghwa e Haneul 
Quarto 3 - Nayu e Nora
Quarto 4 - Hyemi e Minsoo

 


— Vamos ficar juntas! — Minsoo comemorou com Hyemi. 
2N! — Nayu abraçou Nora de lado. — Nosso quarto será o mais lindo de todos.
2N, que lindo nome de shipp. — Junghwa riu. — Adorei!
— Meninas, meninas! — DaiYu as interrompeu. — Prestem bastante atenção! Como todo dormitório e todo grupo, existem regras. Regras essas que estariam fixadas atrás da porta de entrada e que devem ser seguidas risca, okay?
As sete garotas sentadas observaram atentamente Kyungjae colar um quadro branco atrás da porta de madeira.


REGRAS SUNRISE
1. Não sair sem avisar.
2. Cumprir com os horários dos compromissos | Sem atrasos.
3. Manter o dormitório o mais limpo possível.
4. Sem brigas, sem violência, sem xingamentos.
5. Não trazer nenhuma visita para o dormitório sem pedir permissão dos managers (JaeK lindo e DaiYu chatinha)
6. Seguir a dieta saudável proposta pela YG.
7. Treinar duro e dar o melhor de si sempre.
8. Sem qualquer tipo de animal no dormitório.
9. Proibido que qualquer integrante passe a noite fora do dormitório.
10. Nada de álcool ou drogas. Mantenham-se saudáveis.
11. MENINOS SÃO ESTRITAMENTE PROIBIDOS! (incluindo: Taemin, meninos do WINNER, Jiwon, meninos do iKON e QUALQUER OUTRO SER HUMANO DO SEXO MASCULINO, ESTÃO ME ENTENDENDO?)

12. Amem o JaeK, ele é lindo.


Ao ler a última regra Hyemi não conteve sua risadinha baixa. Isso iria ser divertido.
— Bem, é isso! — JaeK falou. — Quero que se acomodem e tentem se conhecer melhor. Amanhã as exatas 11 da manhã estarei passando aqui para irmos para a empresa.O treinamento de canto e dança de vocês começa já!
— Qualquer problema ou dúvida, meu telefone para contato está pendurado na geladeira. — DaiYu informou.
— Que formalidade, Zhang. — Kyungjae riu. — Qualquer problema ou dúvida usem o elevador e desçam três andares. Eu e DaiYu estaremos lá, nos apartamentos 173 e 175. Estão prontas pra isso, certo?
Yayyyy! — as meninas se exaltaram na hora de confirmar. Sim, elas estavam prontas pra isso!
Algum tempo depois os dois managers deixaram as garotas sozinhas para que pudessem aproveitar mais a casa e se conhecer melhor, afinal, elas estariam juntas “para sempre” a partir de agora.
— Eu realmente quero conhecer todas vocês. — Minsoo sorriu. — Podíamos fazer um jogo para nos conhecermos melhor.
— Adorei a ideia! — Junghwa sorriu. — Quem topa?
— Podemos girar uma garrafa e cada vez que a tampa apontar para alguém essa pessoa tem que nos contar uma curiosidade sobre ela mesma. — Nora sugeriu.
— Não temos uma garrafa. — Emi lembrou.
— Hoje em dia temos aplicativos para tudo. — Haneul piscou enquanto pegava seu celular e baixava o aplicativo “Jogo da Garrafa: Verdade ou Desafio Online”
As meninas se reuniram no chão da sala de estar e colocaram o celular no meio da rodinha. Eunora fez as honras e a garrafa girou pela primeira vez parando segundos depois em frente à Hyemi.
— Hyemi-unnie! Diga-nos algo interessante sobre você. — Minsoo bateu palminhas.
Algo interessante, uh?
Sou homossexual e namoro a Yewon.
Não! Jamais! Jamais poderia falar abertamente sobre isso, infelizmente… Teria de pensar em outra coisa interessante sobre si mesma.
— Ahm… A minha comida favorita é sushi e eu meio que sou 25% japonesa. Meu avô era japonês. — decidiu contar.
a Kim clicou no celular e a garrafa virtual voltou a girar, dessa vez parando em Eunora.
— Eunora! Yay!
— Eu nasci no Canadá. 
— Aish! — Minsoo reclamou. — Isso nós já sabíamos. Conte uma coisa que a gente não sabe, tipo, como é seu namoro com Bobby-sunbaenim.
Eunora arqueou as sobrancelhas em confusão. Por que diabos Minsoo estaria tão interessada em saber sobre seu relacionamento com Jiwon? Tá, isso não era hora para ter uma crise de ciúmes interna.
— Pra que você quer saber sobre o relacionamento dela? — Taeha perguntou.
— Ah, não sei. Eu já vi eles juntos na empresa, são fofos. — a Lee deu de ombros.
— Não sei se é verdade, mas dizem que eu falo enquanto durmo. — ela deu de ombros.
— Taeha-unnie, retiro o que disse. — Nayu falou. — Adoro vermelho, quero o quarto sozinha! Imagina se a Nora começa a falar no meio da noite do nada? Eu morro do coração.
As meninas tiveram um ataque de riso com a encenação super dramática que Nayoung conseguiu fazer e até mesmo Taeha teve que se render às gargalhadas.
É, pelo visto as coisas iriam dar muito certo por aqui.


Notas Finais


E então, o que me dizem?
As personagens que não tiveram tanto destaque neste capítulo terão sua história mais aprofundada no próximo, prometo de dedinho.
Não se esqueçam de colocar a história na biblioteca de vocês para não perder nenhuma atualização e deixe um comentário bem cheiroso aqui embaixo pra mim, eu vou adorar ler!
Aliás, vocês já tem uma bias no Sunrise? Me digam aqui também.
Kim Namjoon um homem de sábias palavras, my opinion.
É só isso mesmo, o próximo capítulo talvez demore um pouco mais para ser postado mas sem crise, só #pas
Até o próximo,
xZabes.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...