História Sunshine - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Personagens Originais, Show Nu, Won Ho
Tags 2won, Changkyun, Hoseok, Hyungwon, Hyunwoo, Jooheon, Joohyuk, Jookyun, Kihyun, Minhyuk, Monstax, Showhyuk, Showki, Shownu, Wonho
Visualizações 48
Palavras 1.361
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Visual


Resmungo por despertar sem querer, mas lembro-me de Hoseok e não o encontro na cama. Suspiro, puxo o travesseiro dele e inspiro o aroma dali, Hoseok é tão cheiroso…

— Já acordou? — me viro imediatamente para o ser que sai da varanda e entra no quarto. Seu belo sorriso ilumina seu rosto, mas é o corpo sem blusa que me chama atenção.

— O que estava fazendo?

— Fiquei com calor e como não soube ligar o ar, fui pra varanda. — Hoseok vem em minha direçao, subindo na cama e sentando-se sobre meu quadril — Como foi sua noite?

— Maravilhosa. E a sua?

— Quente. — ele ri fitando meus lábios. Puxo ele pela nuca iniciando o beijo que ele tanto queria, não vou mentir dizendo que não o desejo, mas não quero ser apressado.

Ele puxa minhas mãos as colocando em seu corpo, Hoseok é bem sarado, porem tem a pele branca, qualquer aperto ficará roxo igualmente a mim, não tenho o mesmo corpo que ele mas sou magrelo, um aperto e lá se vai o tom arroxeado tatuar minha pele. Aperto suas coxas e exploro seu corpo másculo. Ele morde meu lábio e o puxa causando uma dor excitante.

Não, eu não curto BDSM.

— Hyungwon…

— Sim, Seokie?

— Isso é certo?

— É certo se você também quiser

— Eu quero, eu quero muito — o loiro não espera uma resposta, e nem a tenho para dar.

Eu também quero ele, mas não assim, não agora tão de repente, tão apressado.

— Hoseok… — afasto minha boca da dele

— Mudou de idéia? — olho pra ele

— A respeito do que exatamente?

— Não sou quem você quer

— Eu não mudei e não vou mudar de ideia, eu não quero só sexo com você. Por que você pensou isso? — seus olhos me observam em confusão, curiosidade e frustração — Hoseok, nem todos são monstros, eu entendo que você tenha motivos de sobra pra desconfiar de quem quer que seja, mas se você quer mudar, tem que começar por você. Dê um voto de confiança a sí mesmo, nem tudo foi destruido

— Por que parou? De me tocar

— Porque ainda acho muito cedo, não temos que ter pressa

— Hyungwon

— Sim?

— Promete que não vai me machucar?

— Hyungwon, eu prometo tentar ser tudo aquilo que você merece, eu prometo nunca te abandonar e sempre te dar o maximo de mim. Mas não posso prometer que as coisas não serão dificeis no caminho, não existe relacionamento perfeito, mas eu prometo nunca te deixar cair. O ser humano é programado para cair Seokie, mas eu serei sua fortaleza perante aqueles que tentarem te derrubar

— Você é tudo o que eu tenho Chae Hyungwon, você é a minha esperança em mim mesmo. — meu coração acelera por suas palavras. Nenhum de nós dois tem a certeza de que dará certo, assim como ninguém tem certeza do futuro, mas eu o quero ao meu lado e ter apenas uma unica oportunidade de cuidar dele.

Durante meu telefonema para pedir nosso café da manhã no quarto, reparo Shin se observando no espelho, é uma cena interessante. O jeito como ele analisa a sí mesmo como se fosse algo novo a ser visto.

Finalizo a ligação e caminho até o loiro, ficando atrás de sí. Ele suspira

— Me apaixonei por um homem lindo e nobre — murmuro repousando o queixo em seu ombro

— Nobre? Não tenho onde cair vivo

— Nobre de coração, de espirito, de bondade. Não precisamos ser ricos para sermos nobres. Assim como não precisamos ser modelos para sermos perfeitos, ninguém é perfeito, sempre há uma falha aqui ou ali… Mas o seu interior é tão lindo… Deveria se orgulhar disso, pois eu me orgulho

— Você é uma boa pessoa Chae.

— Nós somos, bebê.

••••••••••••••••••••|||••••••••••••••••••

— Qual você prefere, Blackpink ou Sistar? — Hoseok questiona enquanto escolho umas roupas para sí

— K.Will. — respondo sem pensar

— Aigoo! Assim não vale! — reclama me fazendo rir

— Não sinta ciúmes dele, Seokie, você é único pra mim — olho pra ele e o vejo corar

— Idiota. — xinga

— Sistar.

— Ui — rimos

— Quero ver todas — jogo as roupas no peito dele o encarando com seriedade

— Talvez eu precise de ajuda — um lindo biquinho se forma em seus lábios

— Vai Hoseok.

— Touch my body — cantarola indo para o provador.

É necessário alguns minutos de espera para ele trocar as roupas e se mostrar para mim, reprovo três das 20 que escolhi, não por não ficar bem nele, mas sim por não ter um modelito bom com outros acessórios.

Modelitos neutros de nada me servem sem meu material.

Hoseok demora mais do que as outras trocas, em um dos modelitos, e por fim, acaba me chamando. Entro na cabine encontrando ele apenas de boxer branca

— O que é isso? — questiona indicando o macacão masculino personalizado

— Macacão personalizado

— Não serve pra mim — se agita em tirá-lo do corpo, mas sou mais rápido puxando o cinto de cima de baixo, nivelo ambos deixando com a medida certa do corpo dele. Nada solto demais ou preso demais.

— Que feitiço foi esse?

— Feitiço do nivelado. Precisa ajustar a roupa ao corpo, e como você não é nem um pouquinho sarado, a roupa quase não deu em você — rio

— Não tenho culpa se sou irresistivel — brinca — nem a roupa me aguenta

— Eu gostei disso. Merece um agrado — sorrimos, ele sabe do que falo por isso se vira e logo me beija. Solto um gemido baixo por ser prensado contra parede do provador, Hoseok explora minha boca com habilidade, e como o beijo não é delicado, nosso oxigenio se esgota sem demora. Meu inferior é mordido e os beijos se extendem pro meu pescoço.

— Hyungwon? — Yves, atendente da loja e uma antiga colega de trabalho me chama do lado de fora. Hoseok se afasta ofegante e me olha todo corado

— Esse macacão ficou lindo em você — elogio antes de sair, ouço a risada dele e encontro a menina que sorri logo que me vê.

— Então, como vai o processo? Gostou das roupas? 

— Ficaram lindas nele — sorrio gentilmente

— Você sempre foi ótimo com moda.

— Wonnie — Seokie me chama saindo da cabine já vestido e com os cabides em mãos — as roupas. — me extende elas. As pego levando para o caixa

— Vocês…

— Namorando. — afirmo a pergunta antes que ela seja feita

— Pensei que estivesse com Hyunwoo

— Estávamos juntos, mas Hoseok é tudo que eu quero. — ela aquiece se calando. Coloco as roupas dentro da bolsa de papelão, me despeço de Yves e me retiro da loja com Hoseok.

— Namorados — murmura

— Algum problema?

— Tirando o fato de que nunca namorei? Não, nenhum.

— Você beija bem demais para alguém que nunca namorou, não acha? — observo

— Eu tenho um espelho, Hyungwon — me olha, suspiro surpreso e isso basta pra ele gargalhar

— Besta.

— Ah sua cara foi hilária

— Vou me vingar

— Quero. — rimos. Puxo ele para dentro de um salão, converso com uma funcionária e espero a nossa vez — O que tem em mente?

— Quero mudar meu visual, acho que vou pintar o cabelo de loiro. Você devia tentar o vermelho.

— Vou ficar parecendo com o Hansol puto — rio

— Eu nunca vi o Hansol puto

— O que você acha de azul?

— É uma cor quente

— Já se queimou com ela? — ele até tenta segurar a risada com a própria piada, mas falha. 

— Hyungwon. Hoseok. — um atendente nos chama.

Eu acho que já relatei o que acontece comigo quando alguém mexe no meu cabelo, certo? Pois é. Só sei que só acordo quando Hoseok me chama. Minha visão esta embaçada e eu estou confuso, mas logo me situo.

Estou loiro e Hoseok ruivo, já estou ouvindo a demissão batendo em nossa porta, ela só não pode saber que esta aberta.


Notas Finais


Me perdoem a demora pelo capítulo, gente, eu estava sem internet.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...