História Sunshine in the Hospital - Sunny (SNSD) - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias F(x), Girls' Generation
Personagens Krystal Jung, Personagens Originais, Seohyun, Sunny
Tags Angst, Drama, Hospital, Medicos, Yuri
Visualizações 39
Palavras 1.009
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Crossover, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boas leituras~

Capítulo 18 - "...Posso...?"


Fanfic / Fanfiction Sunshine in the Hospital - Sunny (SNSD) - Capítulo 18 - "...Posso...?"

Lara P.O.V

Entrei e mal ela olhou para mim e sorriu, senti os meus joelhos fraquejarem e um nó formou-se na minha garganta.

Parece que estou a passar pela minha adolescência outra vez…

Sunny: Já de volta? E a Krystal, onde está?

Lara: *sento-me na minha cadeira* Já sabia que ias perguntar como demorei tão pouco tempo… É que a Krystal obrigou-me a vir aqui para…conversarmos sobre aquilo…

Notei que ela ficou um pouco mais tensa, mas continuava a sorrir da mesma maneira de antes.

Sunny: Sou toda ouvidos.

Lara: Posso…Fazer algumas perguntas?

Sunny: Claro. *sorri*

Ajeitei-me na cadeira pela quinta vez, devido ao crescente desconforto que falar dos meus sentimentos me trazia, falando a verdade, acho que desde que me conheço que sempre fui assim.

Lara: Explica-me…Explica-me porque começaste a gostar de mim.

Ela pendeu a cabeça para um dos lados e pestanejou algumas vezes, como se não estivesse a acreditar como eu lhe podia perguntar uma coisa dessas sendo que provavelmente a resposta lhe parecia obvia.

Sunny: Bem… Eu queria saber explicar os teus olhos e como o som da tua voz me deixa com borboletas no estômago… Como o teu sorriso faz o meu coração saltar e como de todas as vezes que estou contigo, me sinto tão completa…

Enquanto falava ela ia ficando cada vez mais corada e ia mexendo nervosamente no cabelo, ora alisando-o ora enrolando-o na ponta dos dedos finos.

Eu também devo ter começado a corar, uma vez que sinto a minha cara tortuosamente quente.

Lara: Mas…Como tens tanta certeza que sou eu quem tu gostas?

Ela sorriu ternamente, mas continuou com o seu olhar posto numa das paredes do quarto para tentar não gaguejar.

Vê-la perder a postura é raro, como já devem ter percebido.

Sunny: Tudo se resume à última pessoa em quem pensas à noite. É aí que está o teu coração.

Acho que ela tem razão no que está a dizer mas não sei porquê…custa-me a aceitar…

Lara: Mesmo assim…Eu não sou a melhor pessoa para se amar, nem tenho assim tão bom feitio agora que penso nisso…

Sunny: *sorri* Os mais difíceis de amar, são aqueles que mais precisam de ser amados.

Eu mantive o meu olhar na ponta dos meus pés, que chocavam nervosamente uma com a outra à procura de alguma resposta que eu possivelmente pudesse dar.

Lara: Eu acho que apenas tenho medo de me envolver com alguém… Tenho medo que acabe como da última vez…

Ela pegou-me em ambas as mãos gentilmente e beijou-as demoradamente para tentar passar algum sentimento de segurança e calma.

Sunny: Sabes, isso tem um nome. Chama-se Filofobia, ou seja, o medo de amar alguém como tu própria disseste.

Ela riu-se um pouco antes de retomar a frase.

Sunny: Acho que aqui a senhora doutora não está muito apta para tomar conta de mim afinal. *ri-se*

Lara: C-Como assim?

Sunny: Para alguém poder estar apto para trabalhar tem de estar de boa saúde e, como uma fobia é uma doença isso deixa-te de fraca saúde. *ri-se*

Acabei por me rir um pouco também, até parece que ela tem um talento para aliviar situações de grande tensão. Acho que agora tenho a completa certeza do passo que vou dar a seguir. Já não há volta a dar minha gente.

Lara: Se achas que estou doente para tomar conta de ti, como vou sequer poder namorar contigo? Parece que já não há chances. *ri-se*

Sunny: Mas isso é uma situação diferente! Já que estamos as duas doentes e esta-

Ela parou de falar e olhou para mim de olhos completamente arregalados, eu apenas lhe sorri contente com a confusão que lhe causara. Ela continuava a tentar processar a informação subtil que eu lhe tinha “atirado” a meio da conversa previamente despreocupada.

Sunny: Isso quer dizer que…Posso…?

Lara: A-Acho que sim…

Ela levantou-se e um pouco a medo colocou-me um pouco de cabelo atrás da minha orelha, tomando o seu tempo para me olhar calmamente e sorrir ao de leve.

Ela aproximou-se e eu tenho a certeza que ela pode ouvir a minha respiração ficar presa na minha garganta à medida que os centímetros entre nós iam ficando mais escassos. Quando a distância era quase inexistente ela sussurrou-me.

Sunny: Hey, calma. Eu não te vou fazer mal.

Não tive força para mais nada a não ser assentir fracamente com a cabeça, continuando a monitorizar cada um dos seus movimentos até que um beijo casto me foi depositado nos lábios.

Foi um contacto curto, calmo, delicado… Mas acima de tudo, cuidadoso.

Parecia que ela estava a tocar numa boneca de porcelana e tinha medo de a partir com algum movimento mais brusco que pudesse fazer.

Acho que nunca percebi o quanto o meu subconsciente estava à espera disto até ao exato momento em que aconteceu.

Bem bom, reações com delay.

Quando nos separamos ela ficou com a testa encostada à minha, apenas a olhar-me nos olhos com um sorriso sereno no rosto.

Krystal: Quanta diversão enquanto eu não estive aqui huh? *ri-se* Se queriam mais tempo era só avisar.

Sunny: Oh, H-Hey Krystal. *acena nervosamente e senta-se na cama novamente* Não te vimos aí.

Krystal: Isso já tinha reparado eu. *ri-se* Pelo que vi, parece-me que as coisas correram bem para ambos os lados huh?

Lara: É-É…

Posso enterrar-me a 7 palmos de terra por favor?

Krystal: Bem, espero que saibam que estou muito feliz por vocês e, posso fazer uma pergunta?

Sunny: Força.

Krystal: *ri-se* A partir de agora tenho de te chamar “Tia Sunny” não é?

Lara: *cora*KRYSTAL JUNG SOOJUNG!!

Krystal: Brincadeira~ *ri-se* Mas é mesmo a sério, estou feliz por vocês.

Sorrimos todas umas para as outras e só aí é que me lembrei de perguntar:

Lara: Krystal, não tinhas ido buscar uma máquina?

Krystal: Ah sim. Mas um dos enfermeiros disse que já a trazia aqui, como se chamava mesmo….? Ah, sim, Travis!

Oh meu deus, porque é que confiaste nele? Bem, suponho que não faças ideia da desgraça que ele é portanto…

Bem, aqui vamos nós outra vez….

 


Notas Finais


AYEEEEEEE
(desculpem algum erro, não foi revisado ;; )
Comentem o que acharam e até ao próximo capítulo~

Pessoas! Estão aqui os link de umas fanfic que valem muito a pena! Passem por lá e deiam uma olhada📖 !

🐻- Fanfic de Monsta X, Girls' Generation, SNUPER, Got7, f(x) e TWICE "The Boys Who Won My Heart" (escrita juntamente com ~Leonor03)
https://spiritfanfics.com/historia/the-boys-who-won-my-heart-monsta-x-long-history-8724682

🐻- Fanfic de Monsta X e Girls' Generation "Flower of Ink" (Com a excelente co-autoria de ~Leonor03)
https://spiritfanfics.com/historia/flower-of-ink-im-changkyun-monsta-x-e-seohyun-snsd-9280840

🐻- Fanfic de TWICE "Keep It Close To Your Heart" (Com a excelente co-autoria de ~Jao19)
https://spiritfanfics.com/historia/keep-it-close-to-your-heart-twice--history-9389065


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...