1. Spirit Fanfics >
  2. Supercorp: tudo por você >
  3. De volta a ação

História Supercorp: tudo por você - Capítulo 52


Escrita por:


Capítulo 52 - De volta a ação


Fanfic / Fanfiction Supercorp: tudo por você - Capítulo 52 - De volta a ação

Pela manhã Nia Nal foi entrevista a nova loja de roupas femininas Luxurious Woman (Mulher Luxuosa) da empreendedora Letícia Hernandez onde neste sábado ocorria a abertura a entrevista durou quase três horas já era 09:34 quando Nia finalmente sai da impressa ela pega o telefone e liga para a Danvers que não demora para atender 

Kara: oi Nia como foi lá?

Nia: há foi ótimo A Letícia ela é uma pessoa incrível e talentosa ela me respondeu todas as minhas perguntas até mais

Kara: nossa sério?

Nia: sim mas não é isso que vim te dizer 

Kara: ué fala 

Nia: onde é que você está? prefiro falar isso pessoalmente

Kara: há permaneça ai eu já estou chegando

Kara não demora muito para chega na frente da impressa Nia vê a loura se aproxima e da um sorriso 

Kara: oi 

Nia: vem comigo vamos ali tomar um café 

Kara: borá mas o que ouve? 

Nia: conto quando chegar - ela olha para kara e para - chegamos

Elas entram se senta em um mesa pede cada uma um café e enquanto esperava Nia começa a fala 

Nia: como eu estava te dizendo foi um sucesso a entrevista conversamos de tudo e ela respondeu todas as perguntas falamos até sobre o namorado dela teve um momento em que ela me olhou e ela foi bem sincera - ela olha para kara a sua frente - ela me disse que queria ser entrevistada pela Kara Danvers - ela solta uma risada 

Kara: eu? - ela põe uma das mãos no peito 

Nia: é que eu saiba só existe uma mas mesmo assim ela disse que gostou da minha pessoa e tal e que era divertido mas ela admira você e tal

Kara: caraca eu não sabia que tinha pessoas que gostavam de selecionar seus repórteres 

Nia: como não? a Lena faz isso ela gosta de entrevistada só por nós talvez o James 

Kara: eu não sei não - ela faz uma cara de dúvida - mudando de assunto hoje eu vou dar resposta ao Tomas 

Nia: sério

Kara: sim 

Nia: você sabe que tem até amanhã  né 

Kara: eu sei mas eu já tenho a resposta então eu liguei para ele mais cedo e convidei ele para sair

Nia: então você não vai participar da noite das Superfriends?

Kara: não 

Nia: isso é uma pena mas espero que dê tudo certo para vocês - ela encara a kara - você vai me contar qual é a resposta né 

Kara se inclina para perto do rosto de Nia e cochicha no seu ouvido e se afasta voltando a se senta na cadeira Nal olha para ela com a boca semi aberta 

Nia: eu estava creio confiante que era ser a outra resposta

Kara: porque? - ela ajeita os óculos 

Nia: eu não vou te falar o meu porque

Kara: por que não?

Nia: por que você já está decidida e se eu falar você voltará a ter dúvidas

Kara: uhum 

Nia: mas eu fico feliz por você isso faz lembrar que eu tenho que pagar o lanche para o Brainiac - ela vê kara com olhar de confusa - eu e ele apostamos eu apostei na minha resposta e ele apostou na dele que é a qual você escolheu - ela toma um pouco do café 

Kara: aham entendi 

Nia: fique sabendo que Alex também achou que fosse a mesma resposta que eu sorte dela que ela não apostou com ninguém

Kara: isso tem haver com a Lena não é? - ela cruza os braços - se você não respondeu então é sim 

Nia: tá você acertou - elas se olham - você não vai me falar nada

Kara: você quer que eu fale o que?

Nia: justifique eu literalmente estou perdida eu Alex e Kelly tínhamos certeza agora eu não sei mais nada mas quem sou eu para ficar julgando o seus sentimento certo? fico feliz

Kara: ok vamos embora 

Ambas se levantaram da mesa e vão até o balcão Nia paga a conta ao sair da cafeteria começa a chove elas caminham Nia reclama da chuva e acaba batendo seu braço esquerdo no ombro da loura que acaba parando do nada 

Nia: ai pelo menos avisa quando vai parar - ela olha para amiga - por que você parou? Kara 

Kara: está acontecendo alguma coisa alguém está pedindo socorro

Kara se vira para Nia que estava molhada ela tirar seu próprio casaco e coloca na cabeça da amiga cobrindo-a impedindo que a chuva a molhasse mais 

Nia: kara não.. 

kara: para não fica doente - ela interrompe - já volto tá 

 Nia permanece parada só observar kara correndo ela solta um sorriso e logo kara some de suas vistas Kara agora voava no céu e faz contato com o Diretor Joh 

Kara: diretor Joh sou eu 

Joh: Supergirl 

Kara: tem algo acontecendo perto da ou melhor na empresa L-Corp - ela para no ar - é o Maico ele está atacando a empresa acredito que veio atrás da Lena 

Joh: você está com armadora? 

Kara: sim - ela colocava armadura

Joh: sugiro que a use tente manter ele aí estamos indo

Kara: ok - ela desliga o comunicador e chama atenção dele - ei Maico você sabia que destruir propriedade de outras pessoas é crime? - ela encarava o robô dentro da impressa 

Maico: e invadir também é - ele saída da sala destruída se mantendo de frente a Super 

Kara: fique sabendo que eu não estava sabendo dessa operação se não eu teria impedido

Maico: mentira você queria ter indo 

Kara: verdade eu queria mas eu não iria sem um mandado - ela se manteve seria enquanto ele da risada 

Maico: mente na cara de pau sabe eu vim aqui dar oi para a minha amada 

Kara: sua o que? - ela interrompe

Maico: sabe como é? - ele ria - saber como ela está se precisa de alguma coisa mas ela não está então eu resolvi deixar visível que eu apareci por aqui

Kara: o jeito que você demonstra que se importa estranho - ela cruza os braços 

Maico: será que ela se importa com você no mesmo jeito que você se importa com ela? pois protege tanto 

Kara: aham? - ela faz uma careta - ela mora na minha cidade portanto eu vou protege-la

Enquanto Maico e kara voava no lado da impressa da Luthor carros da polícia e do DOE chegam no local todos sai dos carros e olham para cima 

Alex: eles estão conversando?! - ela põe as mãos na cintura 

Brainiac: é uma boa estratégia - ele olhava para o céu  

Kara: ei não venha me culpa pelos seus erros ela se separou pois percebeu o quanto maníaco você é se você fizesse algumas mudan.. 

kara foi pega pelos ombros ele tenta empurra-la mas a supergirl resistir ela põe suas mãos nos punhos do robô e aos poucos vai retirando as mãos dele dos seus ombros ao tira ela da um chute no quadril fazendo com que o robô afasta-se o robô consegue se conte no ar ambos se encaram o tal robô vem em uma velocidade e fúria ao tenta soca-lá supergirl segura a sua mão o impacto foi tão forte que fez com que os cabelos da loura se mexe-se eles se olhavam até o momento em que kara o pega em seu pescoço com a outra mão e o joga caindo no chão ela pousa não muito longe dele que se levanta e antes dele pensar em avançar supergirl lança a visão de calor nele derretendo grande parte ao finalizar todos conseguia vê a parte torácica danificada kara olha para o diretor 

Kara: ele estava falando demais - ela vai até eles 

Alex: você já pensou se ele tivesse ai dentro? 

Kara: eu vi antes - ela olha para os companheiros - Maico não mudou esta o mesmo pensamento de antes mas talvez ele queira inverte talvez ele queria começa pela Lena 

Brainiac: como é que ela consegue esta sempre em perigo 

Alex: ai - ela põe uma das mãos no rosto 

Joh: tem mais alguma coisa? 

Kara: tirando o fato de fala que sua vida esta uma droga e me culpa por isso - ela olha para L-Corp - estou feliz que não foi eu que fiz isso 

A super se vira e desaparece como estava perto do almoço kara revolve  ir ao restaurante enquanto almoçava ela começa a refleti 

Kara: o meu dia estava tão bom finalmente eu estava conseguindo resolver e ter solução para todos os problemas e tendo a mente clara assim posso dizer ajuda bastante estava ocorrendo tudo bem até o Maico aparecer tendo tantos outros dias para apare ele resolve aparece justo hoje ainda por cima ficou falando tanta besteira me jugando e falando da Le e como foi deixado por ela e sempre me metendo no meio eu já não estava de boas com ele agora ele me irritou mas no momento tenho que deixa de lado  pois as 20:00 horas e irei encontra com Tomas 

A noite cai sobre National City e Kara chega em casa toma um banho veste um vestido branco menos de 15 minutos kara estava pronta e logo em seguida foi ao encontro chegando lá ela escolhe uma mesa e espera por Tomas que demora um pouco mas chega ele sai do carro entra no restaurante de onde kara estava dava para vê ele chegar ele ainda estava de uniforme e logo encontra a moça sentada com uma taça de vinho em mãos ele sorri e vai ao seu encontro 

Tomas: oi kara desculpa a demora ocorreu uma emergência - ele puxa a cadeira 

Kara: não tem problema - ela solta um sorriso - te entendo salvou todos? 

Tomas: sim  - ele olhava com o olhar bobo para ela - você está linda 

Kara: obrigada 

Tomas: eu devia ter vindo mais arrumado hahah - ele põe a mão direta na sua nuca 

O garçom chega com uma taça e serve pondo o vinho na taça vazia que acabara de chegar eles logo faz o pedido o garçom anota e se retira deixando a sós 

Kara: então como foi seu dia? 

Tomas: até que foi tranquilo comparando com os dias anteriores - ele olhava para ela - kara você me vê como professor?

Kara: você? - ela põe a taça na mesa e olha de baixo para cima - não 

Tomas: e se eu te conta que tive que da aulas hoje 

Kara: haha aulas ?! como assim? de como ser bombeiro? - ela se inclina para frente 

Tomas: exato é o que da ser um dos experiente - ele rir 

Kara: olha para o lado bom 

você ensinará os novos bombeiros serem bom assim como você 

Tomas: deste jeito fico sem o que dizer - ele fica meio vermelho - me diz é o seu?

Kara: sabe que até foi bom 

Tomas: sério 

Kara: é - ela mexe os óculos e da um sorriso - hoje foi um dia feliz pois conseguir ter soluções e resolve quase tudo 

Tomas: uhum que garota ehem 

Kara: inclusive tenho sua resposta 

Tomas: nossa mas já? suponho que o jantar seja por isso

Kara: sim 

Tomas: e qual é? - ele se aproxima dela com um olhar de curioso - qual é sua resposta?

Kara: sim 

Eles se olhava e Tomas  abre um sorriso e ambos se aproximam e se beija onde demora por estante ao se afasta chega estala eles continua a conversa sobre vários assuntos assim que terminaram de come kara pede conta e Tomas paga a conta eles sai do restaurante chegando no carro ele abre a porta para ela logo seguida ele entra e vão direto para casa Tomas estaciona o carro ao caminha para elevador kara olha para ele e logo seguida para sua mão esquerda onde ele segurava eles entram no elevador então menciona 

Kara: eu posso dormir na sua casa hoje? 

Tomas: mas é claro baby - ele olha para ela - não se importa se te chama assim né 

Kara: não 

Eles sai do elevador agora se encontravam em frente ao seus apartamentos Tomas abria a porta

Kara: eu vou troca de roupa por uma mais confortável e volto 

Tomas: ta bom 

Antes de entra kara entra ela da um beijo nele e entra até o quarto aos pulinhos ela troca de roupa pondo um short branco e uma blusa  amarela e põe uma sandalha no pé pega o carregador do celular e sai de sua casa e toca a campainha do n• 45 que no mesmo estante foi aberta Tomas agora estava sem blusa somente de calças ela olha para ele sua estrutura era forte assim como ela o que te deixa tímida 

Tomas: já chegou entra - ele permite que ela entre - eu ia toma um banho e... 

Kara: fica a vontade eu... posso espera 

Tomas se dirige ao banheiro enquanto Tomas tomava banho kara vai até uma tomada que tinha perto da Tv e põe o celular para carregar e logo se senta no sofá quando seu telefone toca ela vai até o aparelho e vê que era Alex e resolve atende

Kara: oi 

Alex: você está bem? 

Kara: estou mas por..

Alex: você parecia nervosa hoje mais cedo - ela interrompe - quando lutou 

Kara: há não se preocupa eu só queria que ele cala-se a boca - ela se senta no tapete na posição de índio 

Alex: se assim - ela faz uma pousa - agora me conta você aceitou?

Kara: a Nia já te contou?

Alex: mas é claro 

Kara: ai meu rao 

Alex: eu achando que ia sair negativo 

Kara: sério isso? qual é de vocês achando isso? 

Alex: ué no nosso ponto de vista você gostava para caralho da Lena pelo visto nos enganou - ela da risada 

Kara: aham bom... sei lá ela 

Alex: ela o que? 

Kara: sei la - ela escuta os passos de Tomas e vira o rosto e vê ele somente de short - depois do divórcio ela estava bom não sei bem explica eu acho que eu não sei 

Alex: uhum ajudou muito 

Kara: Alex 

Alex: vai começa o jogo falamos depois beijo 

Kara: beijo 

Tomas: quem era ?

Kara: minha irmã - ela se levanta e vai até ele 

Tomas: gosto dela 

Kara: que bom porque ela seria sua cunhada de qualquer jeito gostando ou não 

Eles se beija e Tomas joga um dos braços nos ombros nela fazendo com que se aproxime um do outro eles caminham até o quarto e kara se deita ele apaga a luz antes de se deita ao seu lado ambos dão boa noite Tomas abraça kara e antes de pega no sonho da alguns beijos na moça e logo ela deita em seu peito 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...