História Supernatural -- Say Yes To HIM -- Jikook - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias 2NE1, Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7, K.A.R.D, SHINee, TWICE
Personagens B.M, Baekhyun, BamBam, Chaeyoung, Chanyeol, Cl, Dahyun, J.Seph, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jinyoung, Jisoo, Jiwoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Lu Han, Mark, Min Yoongi (Suga), Mina, Minji, Momo, Nayeon, Park Jimin (Jimin), Rosé, Sana, Sehun, Somin, Taemin Lee, Tzuyu, Xiumin, Yugyeom
Tags Anjos, Arcanjos, Bruxas, Demonios, Deuses, Jikook, Mistério, Romance, Sobrenatural, Terror
Visualizações 28
Palavras 849
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


*Não revisada!*

Capítulo 2 - 01 -- Archangel BaekHyun


Fanfic / Fanfiction Supernatural -- Say Yes To HIM -- Jikook - Capítulo 2 - 01 -- Archangel BaekHyun

◀03/05/18▶

◀01:27 ㏘▶

Autora on

— Prince, venha para cá! — Chamou seu gato preto que estava miando enquanto olhava pela janela de vidro vendo a cidade, e logo ele veio. — Eu estava pensando em ir para a biblioteca... — Falou acariciando a cabeça do gato preta, que agora se encontrava em cima de si enquanto miava pela carícia. —E infelizmente você não poderá ir. — Disse com um sorriso triste no rosto. Pois, não gostava quando tinha que sair e não podia levar seu bem mais precioso. 

Aquele gato era tudo pra si. Foi com ele que compartilhou momentos felizes e tristes. JiMin sempre foi abandonado, pelos pais, pelos irmãos, pelos primos, pelos amigo, por seus namorados. Seus pais o abandonaram aos 5 anos, seus irmãos não ligavam mais pra si e também o abandonou, seus primos tinham nojo de si por ser homosexual e também o abandonou, seus amigos — que na verdade só eram amigos dele por causa de seu dinheiro. — usaram ele e fizeram sua vida um inferno, e seus namorados, um traiu ele e o outro o trocou por uma prostituta. E apesar de muitas lágrimas derramadas, JiMin se considera uma pessoa forte. Forte por ter caido mas, ter se levantado — já que várias pessoas entram em depressão e se matam —.

JiMin pegou seu gato e o botou no chão. Se levantou do sofá e foi até a cozinha, pegou um jarro de leite e o despejou no comedouro. Pôs água para o gato, arrumou sua caminha e foi para seu quarto se trocar — já que a roupa que usava estava um pouco suja —. Vestiu-se, pegou seu celular e as chaves de casa e de seu carro, logo saindo do apartamento. 

Após sair do prédio pegou seu carro e foi para a biblioteca mais próxima. Iria pesquisar sobre esse tal anjo — se é que tinha um livro falando sobre um anjo chamado BaekHyun —.

Ao chegar na biblioteca, estacionou o carro e entrou na biblioteca que parecia mais uma mansão. Assim que entrou no lugar, já avistou as prateleiras cheias de livros. Incrível - pensou. Tinha unas 20 a 25 pessoas alí. 

— Olá, em quê posso ajudar joven? — Falou um homem que aparentava ter 23 anos fazendo JiMin ter um susto. 

— Ah, eu queria saber se você tem algum livro falando de um anjo chamado BaekHyun. — Foi direto. 

— O Arcanjo?! — Disse o homem o dando um sinal para que o siga e assim fez. 

— Arcanjo? — Perguntou o loiro olhando as pessoas que estavam lendo espalhadas pelas mesas. 

— Sim, ele é um dos meus preferidos! — Afirmou com um sorriso no rosto pegando um livro grosso com a capa de couro da prateleira.

— Um dos...?! — Disse JiMin baixo.

— É, existe vários deles. — Falou abrindo o livro e passando as páginas. — Vejamos... Aqui! — Exclamou apontando para a página. — Essa é a página que fala do Arcanjo BaekHyun. — Falou amostrando para o aloirado que sorriu leve. 

— Obrigado. — Disse se sentando em uma das cadeiras. 

— Não tem de quê. — Falou pronto para ir embora mas se virou para o JiMin novamente. — Só uma pergunta. 

— Sim. — Deixou ele falar. 

— Você gosta de coisas sobrenaturais, ou é para algum trabalho de escola, ou é só por curiosidade? — Perguntou. 

— Eu fico com a última, já que não sou muito fã por coisas sobrenaturais e não estudo. — Respondeu de forma gentil e logo o homem de cabelos castanhos claros deu um sorriso e foi embora.

JiMin começou a ler a página. 

" Pag.68

BaekHyun.

BaekHyun é um Arcanjo que pode vir para a terra ou para dar um recado para um humano, ou para castigar um humano.

Ele aparece em noites claras, no último dia do mês para que os demônios não os veja.

Ele também é guardião dos escolhidos pelo senhor, e tem a função de protegê-los do mau.

BaekHyun é um Arcanjo de muito poder, só é superado pelo Arcanjo ChanYeol, seu irmão. 

BaekHyun — mesmo sendo muito forte — pode ser morto pela espada mais afiada e que seja banhada por sangue de uma mulher pura e virgem, e com as cinzas de um homem de família que nunca tenha feito nada de errado para ir ao inferno. Após juntar os ingredientes acerte na cabeça e ele morrerá."

_ Isso é doentil! _ Pensou. 

Ele continuou a ler até terminar a página inteira. Ele colocou o livro de volta no lugar e saiu da biblioteca. Pegou o carro e foi para o apartamento. 

◀02:57 ㏘▶

JiMin abril a porta do apartamento e caminhou até a cozinha em busca do seu gato. Deixou as chaves em cima do balcão e foi ver onde estava seu gato. Quando entrou na sala viu Prince deitado em sua caminha dormindo, JiMin não pode deixar de sorrir. 

O loiro foi pegar um coberto para o gato em seu quarto, quando saiu do quarto com o coberto nas mãos, foi empurrado contra a parede com uma faca em seu pescoço. 

— Você é Park JiMin? 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...