História Supernatural - The Hunters - Capítulo 124


Escrita por:

Postado
Categorias Jared Padalecki, Jensen Ackles, Supernatural
Personagens Bobby Singer, Castiel, Crowley, Dean Winchester, John Winchester, Lúcifer, Mary Winchester, Rowena MacLeod, Sam Winchester
Tags Dean Winchester, Jared Padalecki, Jensen Ackles, Sam Winchester, Sobrenatural, Supernatural, Winchesters
Visualizações 79
Palavras 1.211
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, hoje vou começar o cap falando novamente porque eu gostaria de agradecer os mais de 300 favoritos que alcançamos.

E pra completar, hoje fazemos 1 ano de fic!! Eu sei que nem parece (pelo menos para mim) e me sinto como em uma família com vocês, compartilhando todo esse trama a 1 ano.

Obrigada!

Obrigada por não deissitirem nos piores momentos da fic, por me fazerem sorrir e me sentir importante quando eu mais preciso e tornar esse meu pequeno sonho realidade, nada disso aconteceria sem vocês!

Vou continuar trabalhando firme em meu hobbie para fazer vocês felizes ❤

Boa leitura 😊

Capítulo 124 - Pouco Tempo


Fanfic / Fanfiction Supernatural - The Hunters - Capítulo 124 - Pouco Tempo

- Então... não aguentou por muito tempo né Kat? - Lúcifer perguntou com um rosto travesso.

Eu e Rowena líamos livros, tudo que encontramos era o básico sobre nephilim, mas nenhum ajudava minha situação em específico.

- Como? - Perguntei sem entender, ele estava a um certo tempo tentando tirar nossa concentração e eu finalmente cai

- Bom.. você ficou com inveja do nephilim bem feito que eu fiz e não aguentou, precisou criar um.. - Ele disse e eu me aproximava dele para entender o que ele falava, mas parei ao me sentir fraca com a aproximação - Mas, ta na cara que ele não é nada forte comparado ao Jack, afinal mal aguenta chegar perto de mim..

- Porque ele é puro.. - Eu disse respondendo

- Kat, é melhor você ignorar - Rowena advertiu

- Tudo bem.. - Eu Respondi - E na verdade, se tem algo que me encanta na forma como Jack foi concebido.. foi por Kelly, então seu meu filho for um nephilim e eu farei da mesma forma que ela para o tornar o mais doce possível.. - Retruquei e ele pareceu ofendido

- Vocês humanos não sabem aproveitar o poder que um nephilim tem a oferecer.. - Ele reclamou virando os olhos - Isso é um desperdício.

- Pena que você não tem escolha.. - Eu finalizei e sentei na mesa novamente.



Quando Dean partiu para o submundo eu fiquei com medo de permanecer sozinha com Lúcifer, mas eu me dei conta que ele era como um cão que sente o cheiro do medo, se você mostrar quem é que manda, ele terá que baixar as rédeas, e confrontar ele referente a sua ferida chamada "jack", o fez ficar sem graça.

...




- Acho que vamos ter que deixar Cas sentir ele novamente - Rowena disse fechando o livro suspirando, ela não havia encontrado nada assim como eu.

- Eu também não acho nada para me manter viva - Eu disse esfregando os olhos depois de tanto ler - E se foi uma alucinação? E se eu não viver? - Perguntei pensando no que Dean disse

- Kat,  o Cas viu também, não pode ser só uma alucinação, mas eu também não posso garantir que foi verdade.. - Rowena tinha razão - Mas eu disse que não seria culpada por mais algo, e eu vou te salvar.. - Ela finalizou

- Humm - Lúcifer resmungou - Acho que posso ajudar vocês.. - Ele disse mordendo os lábios, sua cara de santo era a pior parte.

E eu burra, esqueci de não falar nada perto do diabo, abrindo uma brecha para ele tentar se safar.

- Você? Ajudar? - Perguntei erguendo as sobrancelha

- Qual é, tem como vocês acreditarem na minha bondade uma vez?? - Ele perguntou fingindo estar chateado

- Lúcifer, uma bondade vinda de você seria se você deixasse alguém morrer pelos cães do inferno somente, por exemplo - Rowena disse

- Tem razão.. - Ele concordou - Mas eu sei  a única forma de fazer a mãe de um nephilim reviver.. eu encontrei quando engravidei Kelly pois achei que ela viria comigo, mas quando ela ergueu a bandeira de paz, eu desisti..

- Você deve ta mentindo como sempre, e eu estou exausta pra isso Lúcifer.. - Eu disse levantando da mesa para me retirar

- Espera! - Ele me fez parar - Rowena pode fazer um feitiço para eu falar a verdade, e você me pergunta, MAS, somente isso.. 

- E o que você quer? - Eu perguntei dando ouvidos - Sem enrolar!

- Que você faça Dean ter misericórdia de mim quando for me matar quando eles retornarem.. - Ele disse me olhando e eu estranhei - Não quero sofrer a humilhação de ser torturado, assim como faço.


Eu sei que a última coisa que eu deveria estar fazendo com Dean longe, era tratos com o diabo, mas que escolha tínhamos?

Eu e Rowena não encontramos nada, e Dean entenderia por essa causa, acredito que eu pudesse convencer ele

- Ok, faça Rowena - Eu disse e ela se aproximou jogando um feitiço roxo sobre ele, em seguida deu um sinal de permissão para mim

- Então.. Lúcifer.. - Eu cheguei o mais perto que consegui - Tem como impedir ou reviver a mãe de um nephilim da morte? E como? - Perguntei e vi o feitiço ficar mais brilhante.

- Ambos podem ser feitos, mas somente pode ser feito por um arcanjo com a mesma áurea dos pais do nephilim - Ele respondeu e como combinado, Rowena retirou o feitiço dele

Ótimo! Eu só precisava de algo que estava escasso, ARCANJOS!

- Como assim mesma áurea dos pais? - Perguntei a Rowena 

- Mesma índole, se os pais possuem sentimentos bons ou mals - Rowena disse - Você precisa de uma arcanjo com boa índole já que você e Dean possuem uma áurea positiva

- Então Lúcifer não serve? - Perguntei e ele fez uma careta

- Não, mas talvez Gabe sirva.. - Rowena explicou

- Ótimo, ele deve voltar com Dean, Sam e Cas - Eu disse sorrindente, finalmente tínhamos encontrado a chave.

- Eu vou procurar como é feito para evitar isso, você pode ir descansar - Rowena disse mais animada

- Obrigada - Eu respondi - Estou exausta - Virei as costa indo para meu quarto

- Sonhe com meus cachorros! - Lúcifer disse e eu ignorei





Quando me sentei na cama eu senti uma preocupação enorme que eu vinha ignorando o dia inteiro.

E se Dean fosse atacado na outra dimensão por aqueles bixos diferentes?

E se ele não conseguisse voltar a tempo da graça de Lúcifer acabar?

E será que eu deveria mesmo deixar Rowena sozinha com Lúcifer? E se ele escapar?

Não, Sam não deu a página do feitiço que ela precisava atoa, ela está forte  o suficiente, eu pensei.



Deitei na cama depois de um banho e depois de me martirizar um pouco com tantos medos, adormeci.


...




- Ah! - Acordei com um grito agudo, ofegante.

Me certifiquei de que não era um sonho quando ouvi novamente, era Rowena.

Levantei correndo e peguei uma espada mata anjos da escrivaninha.

Enquanto eu descia da escada eu notei que Rowena não estava sentada na mesa, meu coração acelerou.

Quando desci mais alguns lances notei o pote do feitiço onde Lúcifer despejava graça, sozinho, sem Lúcifer por cima.

- Não, não, não.. - Resmunguei a mim mesmo enquanto descia vagarosamente tremendo.

Fui interrompida de meus passos quando vi Lúcifer ser jogado na parede no fim da escada. Significava que ele lutava com Rowena.

Tentei subir correndo para me afastar mas senti sua força me puxando pelos pés ao chão.

Ele me segurou pelo pescoço no chão e com a lâmina que eu segurava, pegou em sua mão e acertou minha barriga.



A dor da lâmina não chegou a arder, quando vi, a lâmina estava presa no chão a milímetros de mim.

Lúcifer olhava indignado e tentava pegá-la para me acertar, quando foi acertado por um feitiço de Rowena que consequentemente o jogou na fenda. Deixando ele no submundo

- Não! - Gritei me levantando e aproximando da fenda com Rowena

- Droga! Desculpa Kat - Rowena disse desesperada - Eu cai nos seus jogos psicológicos, eu..

- Rowena, eu entendo mas agora temos um problema maior! - Eu disse ainda ofegante e olhei o pote de feitiço em frente ao portal.

- A graça não é mais infinita - Rowena disse me olhando e percebendo a merda que aconteceu

- Eles tem o tempo para voltar contado agora.. - Finalizei



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...