História Supernatural: o outro lado da história - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias A Batalha do Apocalipse, Filhos do Éden, Supernatural
Personagens Abaddon, Amara, Balthazar, Bobby Singer, Castiel, Crowley, Dean Winchester, Gabriel, Gadreel, Garth Fitzgerald IV, Jo Harvelle, Jody Mills, John Winchester, Kevin Tran, Lilith, Lúcifer, Meg Masters, Miguel, Personagens Originais, Rafael, Rowena MacLeod, Ruby, Sam Winchester
Tags Fantasia, Ficção, Romance, Terror
Visualizações 11
Palavras 1.002
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha elaaaaa!?
Oi gente! Espero que gostem desse capítulo.
Foi ideia de um amigo
Obrigada, Bernardo Perigo!

Boa leitura!

Capítulo 12 - Capítulo 12: O que aconteceu?


Fanfic / Fanfiction Supernatural: o outro lado da história - Capítulo 12 - Capítulo 12: O que aconteceu?

POV. GINE ON:


Sinto algo quente embaixo de mim e braços envolta da minha cintura. Abro os olhos e vejo que è um homem, olho para cima e Dean esta ali dormindo na maior tranquilidade, o rosto calmo, pisco algumas vezes. "Como ele veio parar no meu quarto? O que aconteceu?". Levanto o lençou devagar, com cuidado pra não acordà-lo, me assusto com o que vejo, Dean esta pelado, esta como veio ao mundo, "isso não pode estar acontecendo!", me olho por debaixo do lençou, rezando pra não estar igual à ele, o que foi em vão. Tento me levantar, mas, ele aperta ainda mais o abraço, tento acordà-lo, Dean dorme igual a uma pedra.

- Dean...acorda...Dean - o chamo baixinho e nada - Dean...Dean - nada, começo a me irritar e dou um tapa nele- DEAN ACORDA DROGA!

- O que f... -ele tenta dizer algo, mas, ao perceber o que acontecia fica estatico, com os olhos arregalados- como? Quando? Meu deus! Bobby vai me matar!

- "Eu" vou matar você... como entrou no meu quarto?-digo me levantando, olho para ele e vejo que ele esta me observando, me olho e percebo que esqueci que estava sem roupas- feche os olhos...anda fecha os olhos!

- Ta bom!...ja vou logo dizendo que não sei o que esta acontecendo.-olho pelo chão desesperada e acho uma camisa flanela xadrez, visto na mesma hora.

- Eu tambèm não me lembro de nada ... so me lembro de Sam me trazendo pro quarto- digo depois de um esforço pra me lembrar da noite anterior, não pra ele estar no meu quarto, haviamos decido por ele e Sam ficarem em um quarto ao lado do meu, ultimamente Bob tem ficado ainda mais paranoico, achando que entre mim e Dean rolava alguma coisa.- so tem um jeito de saber se rolou alguma coisa

- E qual seria ?

- Não te interessa... agora pega as suas roupas e sai do meu quarto - ele se levanta, sem a menor preocupação de estar nu na minha frente, pega uma box preta caida no chão, veste rapidamente e procura outras peças que deveriam estar espalhadas pelo quarto, derrepente, ele para e fica me olhando.- o que ta olhando?

- Minha camiseta...- olho para ele com uma sombrancelha erguida - voce ta com ela.

- Essa? Depois você pega - ele me olha como se fosse me devorar- não... pode parar, depois eu entrego pra você.

- Mas eu quero ela agora e nao acha que o Sam vai estranhar se eu entrar no quarto sem camisa? Sem falar no fato de eu estar saindo do seu quarto?- " filho da mãe! Desgraçado! Pervertido!"

- Você me paga! - estava tão irritada com ele que tirei a blusa sem pensar nas consequencias, no mesmo momento Sam escancara a porta do quarto, ele olha pra mim depois pra Dean varias vezes com os olhos arregalados.

- Sam não è nada disso que você esta pensando.

- Aaaah... desculpa! -ele fecha a porta com um estrondo.

- Merda! Era so o que faltava!

- Agora ja era !

- Pega logo essa porra e sai daqui!

- Nao precisa ser ignorante. A noite nao foi boa pra voce? - ele diz com um sorriso malicioso.

- SAI LOGO DAQUI! - digo empurrando ele pra fora do quarto, ja do lado de fora, ele para e fica me olhando-  Nem uma palavra para ninguem sobre isso, ate eu descobrir o que aconteceu, eu to falando serio Dean.

- Ta bom! - ele diz revirando os olhos e me olha dos pes a cabeça, fecho a porta.

- Como è possìvel a minha primeira vez ser com ele e eu não lembrar de nada ? - digo em voz alta pra mim mesma, corro pelo quarto procurando uma roupa pra vestir, acabo pegando qualquer uma, pego meu celular e saio do quarto correndo. " Claro! Tenho 24 anos, toda garota hoje em dia na minha idade, não è mais virgem. Eu sou um caso a parte, não sou todo mundo, quero a pessoa certa, logico, que Dean è perfeito, mas, se isso aconteceu mesmo, porque eu não me lembro de nada? Droga! O unico jeito de saber se aconteceu mesmo è indo ao ginecologista." Ando praticamente a cidade toda atras de um hospital, quando consigo finalmente achar um, me dizem que não seria possìvel, nem se deram o trabalho de explicar o por quê.

POV. GINE OFF


~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


AUTORA ON:


Sam não conseguia acreditar no que tinha visto, Gine e Dean juntos? Era impossìvel, não? Saiu praticamente voando devolta pro quarto, ficou parado so tentando absorver o que acabara de ver, mas, não conseguia. Alguns minutos depois, escuta Gine gritando e então Dean entra no quarto alegre e ao mesmo tempo triste ou confuso, ele tambèm não entendia o que estava acontecendo, como foi parar na cama dela? E como ficaram daquele jeito?

- Bob vai te matar!

- Eu juro que não sei como cheguei là.

- Com as pernas ?

- È sèrio, nem ela sabe o que aconteceu. 

- Tem certeza?

- Sam! Se eu tivesse transado com ela, nunca iria esquecer.- ele o olha confuso e desconfiado.

- Por que? Como assim nunca iria esquecer?

- Èèè queee... elaa.... eu vou tomar um banho - diz e corre com o rosto em um tom escarlate.

Dean ficou um bom tempo debaixo d'àgua, por mais que tentasse esquecer, a imagem de Gine nua deitada ao seu lado na cama, sempre voltava, acabou imaginando o que poderia ter acontecido, imaginou como seria tê-la so para si, a merce de seus toques e caricias, e como seria ficar a mercê dos toques e caricias dela. " Pare com isso Dean!?". Enaquanto, isso Gine entrava praticamente em desespero, isso não podia estar acontecendo, a primeira vez de uma mulher, è o momento mais importante de sua vida, e ela não lembrava de nada. Nao sabia como era a sensaçao, como era sentir Dean lhe tocando, em todos os sentidos da palavra, sentia raiva de si mesma por não lembrar, conseguia imaginar tudo o que Dean poderia ter feito com ela, mas, talvez nunca teria a chance de experimentar.



CONTINUA...


Notas Finais


QUANDO FALAM QUE AA MINHAS SÉRIES FAVORITAS SÃO DO DIABO : "Eu quero que tu vai, vai tomar no cu. Parar de tomar conta da minha vida.... não há nada que me impessa de xingar vc dentro da minha cabeça."
Amei essa música. Ela me define!
Beijo no Curaçao de vcs!
Boa noite!
Comentem, dêem ideias, sou toda ouvidos!
Bernardo Perigo, obrigada, denovo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...