História Supremos - Capítulo 9


Escrita por: e lannaycereja

Postado
Categorias Naruto
Personagens Personagens Originais
Tags Lobisomens, Lobos, Romance, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Visualizações 317
Palavras 1.195
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Capítulo Oito


Fanfic / Fanfiction Supremos - Capítulo 9 - Capítulo Oito

Já estava a um bom tempo esperando a mulher loira que estava comigo, eu tô com um sentimento estranho mas não sei dizer se é algo bom ou ruim. Desde que falaram que o "alfa" estava aqui, meu coração não para de palpitar e isso está me deixando louca, o que tá acontecendo comigo?

- Sakura? - Ouvi a voz familiar da loira, ela havia acabado de entrar na sala. Não conseguia entender sua reação, minutos antes de ela chegar eu escutei gritos. - Você tá bem?

- Eu acho que escutei gente gritando, aconteceu algo?

- Claro que não, tudo sob o controle. - Sua voz parecia nervosa, eu já disse que tô com um sentimento de que ela tá me escondendo alguma coisa? - O alfa quer ver você.

- Por que?

Nossa Sakura, para de ser burra.

- Você invade o território dele, isso já é motivo o suficiente pra vocês se encontrar. - Ela caminhou até um armário branco que não havia reparado na existência dele até aquele momento. - E também, já está predestinado que vocês se encontrassem.

- Predestinado? Como assim? - Predestinado? O que a deusa Lua tá aprontando comigo? Okay, vou ter que encarar. - Tsunade, como o alfa é?

- Aparência ou personalidade?

A mesma senta em um banquinho que num passe de mágica apareceu ali naquele momento, eu já disse que não é normal?

- Os dois, quero saber como ele é.

- Sasuke é um homem muito belo, bem desejado entre as lobas da alcatéia e até entre mulheres humanas mas sua personalidade é de um homem frio, calculista e bem ameaçador. - Homem frio, calculista e ameaçador? Sério? - Tô brincando, esse aí é o Aoda o lobo do Sasuke.

- E o Sasuke?

- Sasuke é um mistério que você terá que desvendar. - Tsunade levanta do banquinho em que estava sentada e segura em minhas mãos me arrastando para fora da sala. - Vamos, você precisa se encontrar com Sasuke.

--

- O que você pretende fazer? - Estava impaciente, Neji andava de um lado para o outro preocupados com esse maldito clã dos renegados. - Sasuke, precisamos conversar sobre as ameaças que estamos recebendo.

- Neji, lobo que late não morde.

- Claro que não, você late e morde. - Desgraçado! - Isso é um assunto sério, temos que reunir o concelho.

- O concelho é um bando de velhos babões que não serve pra nada, só pra esbanjar a posição deles. - Solto um rosnado baixo. - Neji, você sabe que não adianta nada o con.. - Fiquei incapacitado de continuar a frase porque o cheiro dela me atingiu em cheio, sim, o cheiro da minha marcada, da mulher que a deusa lua reservou para minha vida. A porta é aberta numa velocidade rapida, fazendo um barulho com que chamasse minha atenção.

Vê-la fez o meu mundo parar, pude sentir minha respiração falhando a cada passo que minha garota dava em minha direção, cada suspiro que a mesma dava era um soco em meu estômago.

- Alfa, eu trouxe ela como o senhor havia ordenado.

- MINHA

- MEU

Clamei por ela, e pude ouvi-la dizer o mesmo. Conseguia ver o divertimento no sorriso sínico de Tsunade, filha da mãe estava se divertindo com minha tortura. A garota tinha uma feição tão suave, os estranhos fios rosados e os olhos tão verdes como esmeraldas.

Ah, esses olhos que me conquistaram no primeiro segundo.

- Qual é o seu nome?

Minha voz sai mais rouca que o normal, estava me segurando demais para não ir pra cima dela e a arrastar para o nosso quarto, sim, nosso quarto.

- Sakura.

A voz dela saiu baixo, mas com minha audição de lobo pude escutar a voz doce e suave da minha garota.

- Quem é você Sakura?

Ela me encarou com uma feição séria, estava realmente encantado com tamanha beleza, até seria a bichinha é linda.

Puta que pariu, eu preciso realmente me acalmar.

- Eu sou uma alfa.

Uma alfa? A coisa tá ficando interessante, ultimamente era raro achar mulheres alfas.

- Por que invadiu meu território?

- Estou a procura de minha irmã.

- Quem é sua irmã?

- Tenten

Quando dei por mim já estava na frente dela, minha mão foi automaticamente até seu pescoço sentindo todos os pelinhos arrepiados de seu corpo, sua respiração irregular só mostrava o quanto estava tensa com minha presença. Estava pouco me fudendo com o que as pessoas naquela sala estavam pensando, a sensação de tocar na pele da minha mulher é algo único, eu nem a beijei e a desgraçada já trouxe me sensações que não consigo explicar.

Que porra de imã é esse?

Eu estava fora de mim.

Eu necessito beija-la.

Eu preciso..

Nossos lábios se tocaram em um beijo lento, percebi o quão inexperiente ela era e isso de alguma maneira me deixou animado. Por algum momento, me imaginava no céu com ela, nos abraçando e trocando carícias mas fui acordado com um tapa.

É isso mesmo, ela me deu um tapa.

- O que?

--

Ele é doido ou o que? Esse lance de "Sasuke é um mistério que você terá que desvendar", já desvendei. Ele era um tarado que nem ao menos conhecer a pessoa, já chega no beijo, mas por que eu estava gostando? Por que o toque dele estava deixando meu corpo quente? Eu não consigo entender.

Mesmo assim não é motivo pra chegar me beijando, estou com raiva e feliz.

Que raiva.

- Você merece outro tapa, isso sim. - Falei alto mas não ao nível de gritar, ele me olhava sem entender nada. - Você chega beijando qualquer pessoa que aparece por aqui? Isso não vai mais se repetir.

- Tem certeza disso Sakura?

O pior é que não tenho, mas porra por que ele tinha que ser tão intenso?

- A minha ir..

Passos pesados se fez presente no local, chamando a atenção de Sasuke que encarava a porta sério. A porta foi aberta rapidamente e passando por lá um homem com cabelos pretos lisos e olhos ônix, uma versão mais velha de Sasuke.

- Sasuke, precisamos conversar.. - Até aquele momento, ele havia ignorado totalmente minha presença mas não demorou muito tempo até que seus olhos parassem em mim. - Mebuki?

Por um momento, pensei ter visto lágrimas nos olhos mais velho e caminhando até minha frente e me abraçando ignorando totalmente a presença de Sasuke.

- Mebuki, eu senti tanto sua falta.

- Desculpa, acho que você se confundiu.

- Como? - Seus olhos se encontraram os meus, e num único movimento ele me soltou. - Será possível?

Ele olhou para Tsunade que assentiu sorrindo, eles sabiam de alguma coisa que eu e provavelmente nem Sasuke sabia, a cara de mongo sonso dele deixava isso bem visível.

- Pai, o que está havendo?

--

- Onde ela está? Onde está Temari?

O ruivo rosnava de raiva, chamando atenção dos soldados que estavam de cabeça baixa.

- Temari sabe se cuidar.

Gaara caminhou até o moreno o encarando, apertou o maxilar do irmão o fazendo gemer de dor.

- Você sabe onde ela está, irmão? 


Notas Finais


Tenho medo da resposta de vocês, mas gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...