1. Spirit Fanfics >
  2. Surf Boy - hyunlix - stray kids >
  3. Cap 12

História Surf Boy - hyunlix - stray kids - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


hehehe

Capítulo 13 - Cap 12


Félix estava deitado em sua cama, pensando no beijo que tivera logo mais cedo. Hyunjin havia partido logo depois, com medo de Minho chegar de repente e matar ele. Aliás… como ele sabia que Minho tinha saído? será que ele já estava lá antes? Se hyunjin fosse fazer o que fez mesmo com Minho em casa ele era louco!

 O garoto riu consigo mesmo, agora ele havia entrado em um jogo bem perigoso. Félix sabia que não tinha total noção da gravidade dos atos que cometeu a se aproximar de Hyunjin e dos atos que cometeria a partir de agora. Mas não é como se ele se importasse muito, afinal quem não devia ter escondido que ele estava vivo era sua família, e, se agora ele vai ter que recuperar sua juventude por trás da máscara de Lee Yongbok, ele o faria com muita vontade. Uma coisa que Félix sempre fez foi viver a vida ao máximo, e, se ele já o fazia na Coreia (que cá entre nós não é lá um país muito tolerante), Na austrália não só ia ser igual, como ia ser melhor!

- Félix-ah!! Tem gente aqui na porta querendo falar com você! - Minho, que já havia voltado fazia uma hora, gritou.

- Já vou! - Estranhou, seu irmão o chamou pelo verdadeiro nome mesmo tendo visitas? Será que...Não! não podia ser.

Félix desceu as escadas correndo e só parou quando estava de pé a frente das três pessoas que estava torcendo para não ver tão cedo. Mas ali estavam, os três diabinhos em forma de gente, e seus melhores amigos, San, Jisung e Chenle, parados na porta, com sorrisos travessos no rosto. 

- O que vocês estão fazendo aqui? - Félix riu, mas nervoso.

- Hora, viemos visitar nosso amado Líder! estávamos morrendo de saudade! - Chenle disse, sorridente.

- Líder? - Minho perguntou.

- A-ah.. é uma brincadeira nossa - Félix riu, olhando desesperado pros amigos

- Isso! piada haha - Jisung interveio - Então, não vai convidar a gente para entrar?

- Claro! - Félix abriu os braços - babes, e o abraço? - riu, os três garotos riram e foram na direção de Félix, o abraçando.

Depois de uma longa conversa, os meninos decidiram que ficariam na casa de Félix, no quarto de hóspedes, a estadia duraria uma semana, e logo depois partiriam de volta para a Coreia. Minho e Félix chegaram a conclusão que, nesse meio tempo, alguém devia ficar de olho nos três, e Félix faria isso, afinal de contas, eles eram de sua equipe.

  Quando finalmente ficaram a sós, Félix trancou a porta do quarto e olhou os três, o semblante infantil e despreocupado sumiu, dando lugar a três rostos com olhares focados.

- Sabia que tinha algo nessa sua vinda, afinal se fosse só pra me visitar vocês teriam trago as mochilas vazias. - Félix riu, sentando em uma das camas ali.

- Nós também não somos tão relaxados tá? - Chenle retrucou.

- Sim somos - San, finalmente falou - Enfim, Lix, você viu, a Jeongyeon e o Kevin não vieram, e é por isso que estamos aqui. Nós não sabemos onde eles estão.

- Como assim - Félix se levantou. - Sem coordenadas?

- Uma semana atrás - Jisung começou - pouco antes de você vir pra Austrália, Kevin andava muito estranho, como se soubesse de algo e não quisesse nos contar, logo ápos isso, recebemos um aviso na base de alguém querendo fazer uma negociação, como você deixou Jeong no comando, ela decidiu que apenas ela e Kevin iriam, nós dissemos que não era uma boa ideia, até Jinyoung veio conversar com ela.

- E depois ele saiu bem irritado até - Chenle interrompeu.

- Sim, e depois disso ela pegou dois carros e saiu com o Kevin - Félix escutava tudo atentamente. - O sinal durou até metade do caminho, e logo em seguida perdemos a localização dos dois, e isso já faz uma semana. - Jisung retomou a explicação.

- E por que não vieram antes me avisar? - Retrucou nervoso, havia algo muito errado ali. 

- Jinyoung disse para falarmos com você só apenas no último caso, e agora, Jinyoung sumiu também! - San disse. Félix arregalou os olhos. - Antes de sumir, ele afirmou ter recebido um aviso da central dos Rollers sobre uma proposta de negociação também, ele foi para ver se encontrava pistas da Jeong e do Kevin, mas então desapareceu.

- Vocês sabem sobre o que se tratava a negociação?

- Então, aparentemente kevin sabia, e era sobre isso que ele aparentemente estava preocupado sobre - San retomou, enquanto abria sua mochila, pegava seu computador e o ligava.  - Logo após seu desaparecimento, tratei de pegar seu computador e ver se achava algo. Tudo o que encontrei foi uma localização em um chat anônimo, parece que o tal cliente por traz da proposta de troca, queria informações de localização de um indivíduo e em troca daria o endereço de um novo comprador de Bala muito bom. - Todos se juntaram ao seu lado para ver os prints da conversa. - Note que Kevin ao responder o cliente, parecia muito incerto se realmente dava a localização, mas o cliente foi bem persuasivo, e foi aí que ele marcou o encontro, dizendo que para provar sua sinceridade levaria um dos produtos do comprador que estava nos oferecendo.

- Entendi, San, você consegue me enviar o endereço passado pelo cliente, o endereço do tal comprador? - Félix andou em direção a janela

- É pra já.

- Algum de vocês sabe sobre qual localização esse cliente aparentemente estava falando? 

- Sobre a sua, chefe. - Jisung disse - Ele procurava pela localização de Lee Félix.

 Félix os encarou, aquilo era ruim, muito ruim. Se sua localização fosse descoberta, issa ser um risco tremendo a se correr, já que na sua vinda a Austrália, sua localização foi escondida para a segurança da gangue e de sua família.

- Escutem, aqui, eu estou no meio de uma possível guerra de gangues. Meu irmão não sabe da minha vida na Coreia, e se aqui eles acham que eu me chamo Lee Yongbok, se descobrem minha localização, isso vai acarretar em muitos mais conflitos, e se um desses conflitos acabar revelando minha verdadeira identidade, a guerra que está quase explodindo aqui, vai explodir e levar todos nós nela. - Félix bufou, por que as coisas parecem que só ficam mais difíceis?

- Então parece que vamos precisar de ajuda - Chenle disse, após olhar novamente para a tela do computador de San, por que parece que esse endereço do tal comprador é aqui na Austrália.

Félix bufou, isso só podia significar uma coisa.

-

- Então está me dizendo que você é o líder de uma das maiores gangues de skatistas e corredores da Coreia do Sul, dois de seus capangas e seu aliado foram sequestrados, você acha que pode estar em perigo, esses meninos são assassinos profissionais e você também, o endereço do possível responsável disso tudo é aqui da Austrália, você precisa da minha ajuda pra resolver esse caso, o Jackson faz parte dessa sua gangue aliada e só está infiltrado nos Racha, e que o papai está a par de tudo isso?! - Minho disse incrédulo, caindo sentado no sofá.

- Você deu uma bela de uma resumida - Jisung disse - mas é isso ai. 

- Então? vai me ajudar ou não? - Félix perguntou.

- É óbvio que eu vou! - Minho se levantou, olhando bem nos olhos do irmão.

- Ótimo - Chenle disse. - Agora… você tem ideia de onde fica esse endereço?

- Chacará Sweet Valley of the Sirens. - Disse Jisung.

Minho de repente ficou sério.

- Eu acho que isso é bem maior do que eu imaginava Félix… - suspirou.

- Por que? o que tem nesse lugar?

- É a base dos Racha.


Notas Finais


ops agora as coisas ficam tensas será?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...