História Surge Um Amor - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Aizawa Shouta, Asui Tsuyu, Bakugo Katsuki, Lida Tenya, Midoriya Izuku, Todoroki Shouto, Uraraka Ochako, Yagi "All Might" Toshinori
Tags Midoriyaxtodoroki, Tododeku
Visualizações 91
Palavras 1.248
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sem nada pra falar aqui...

Capítulo 2 - Vamos Falar Sobre.... Kacchan?


Fanfic / Fanfiction Surge Um Amor - Capítulo 2 - Vamos Falar Sobre.... Kacchan?


Todoroki On
Ele chamou meu nome e então eu fiquei olhando para seu rosto, o vermelho destacava ainda mais seus olhos esverdeados, me afastei e fui andando pelo corredor, ele me seguiu e parecia meio confuso, antes que ele pudesse dizer algo, já fui dizendo.
- Não vamos fazer isso agora, vamos fazer algo juntos, sei lá..
Falei enquanto gesticulava com as mãos, continuei caminhando com ele ao meu lado, ele deu um sorriso inocente e me fez ficar mais alegre, eu sabia que sempre eu deixava varios apaixonados, mas acho que é bom ter amigos e não um bando de pessoas que te querem.
- Midoriya, você sente mais o que pelo Bakugou?
Perguntei pois minha curiosidade começou a dominar, era realmente inacreditavel, Bakugou era um cara valentão da pior especie e o Midoriya realmente gostava dele, eu queria saber como ele aguentava aquele garoto explosivo.
- Não sei, mas eu gosto realmente dele..
Foi apenas o que ele disse, olhei para o teto e então chegamos na sala, sentei no sofá ainda mais curioso.
- Gosta dele como amigo certo? Ou você quer algo a mais com ele?
Perguntei olhando para ele, o garoto dos cabelos esverdeados ficou corado e olhou para o chão juntando as pernas.
- E-eu não gosto do K-kacchan.. Eu apenas adimiro ele..
Midoriya disse me olhando, eu dei um sorriso e liguei a televisão, olhei aos lados e Midoriya me encarou.
- Todoroki-kun, porque você quis tanto saber sobre o Kacchan?
Ele perguntou e eu permaneci em silencio, ele me olhou esperando minha resposta, me virei e olhei dentro dos olhos dele.
- Nada, só estava curioso..
Falei me levantando, ele continuou sentado, fui até a cozinha e peguei um copo de agua, depois disso voltei e ele estava ligeiramente entediado com a situação, resolvi deixar de ser fechado, puxei ele pelo braço e fui andando em direção a sala onde estavam os materias.
- Vamos montar o que?
Perguntei indo até uma cartolina, juntei varias cartolinas e coloquei todas elas numa mesa, Midoriya foi pegando o isopor e deixou perto da mesa.
- Não sei, que tal uma floresta?
Ele sugeriu e então eu dei um sorriso, sai andando e peguei os potinhos de tinta, começamos a pintar o isopor que seria a base de verde e algumas coisas que seriam as arvores de marrom, ele se sujou e eu passei a mão em seu rosto fazendo o mesmo corar, dei um sorriso pois so serviu para sujar mais sua carinha fofa, o esverdeado me olhou e então continuou pintando, quando terminamos, eu olhei a beleza que tinha ficado e ele estava ligando para alguem.
- Midoriya..
Chamei e ele se virou sorrindo alegremente.
- Kacchan disse que fez alguns cartazes para ajudar na apresentação.
Ele disse guardando o celular, dei um sorriso e fiz um "bate aqui" com ele fazendo a tinta voar em nós dois.
- Estamos sujos, mas da pra viver assim!
Falei dando risada e olhando para ele, o brillho em seus olhos enquanto sorria era lindo e fofo, acabei me levantando e indo até o banheiro.
- Já volto Midoriya..
Falei saindo da sala, ele ficou rindo lá e eu continuei pelo corredor, quando fui entrar no banheiro senti meu pai pegando meu braço com força.
- O que vocês estavam fazendo?
Ele perguntou me olhando serio, revirei os olhos e me soltei dele abrindo a porta do banheiro.
- Trabalho Da Escola...
Falei entrando no banheiro e fechando a porta com força, ele pareceu ter dito algo porém não ouvi pela batida da porta, fui até a pia e limpei meu rosto e minha mão pensando em Bakugou, ainda era impressionante como ele gostava daquelee garoto, por que adimirar alguém tão terrivel como ele? Não faz sentido, mas Midoriya parece mesmo não fazer sentido, estava saindo do banheiro quando meu pai me encarou ligeiramente bravo.
- Mande aquele pirralho embora, ande logo!
Ele ordenou me fazendo revirar os olhos e sair andando sem responde-lo, odiava aquele ser que era meu pai, era repulsivo ser da mesma familia que ele.
Midoriya On
Após ele ter saido, parei de rir e olhei meu rosto na tela do celular, guardei ele no bolso e fiquei pensando no que o Todoroki-kun havia dito algum tempo atrás "você sente mais o que pelo Bakugou", nunca tinha parado para pensar, mas parecia uma mistura de sentimentos, adimirava ele, mas também não gostava de certas coisas e acho que isso ocorreu pois ele acabou mudando desde os quatro anos para cá, posso não estar aceitando isso.
- Acho que já esta tarde Midoriya..
Shouto disse me olhando com seu rosto sem nenhuma expressão, fiquei meio confuso já que ele estava rindo comigo a poucos minutos, ele parecia tão complexo e até comecei a entender porque todos se jogavam para cima dele, mas ele era meu amigo e apenas isso, nós estavamo ali fazendo o trabalho e só, ele estava me encarando enquanto eu me perdia em pensamentos deste tipo.
- Midoriya.
Ele disse novamente me tirando do transe e olhou para o chão, me levantei do chão olhando para os lados e fui andando na direção dele.
- Tchau Todoroki-kun..
Falei enquanto passava por ele, neste momento ele me puxou e me abraçou, fiquei corado e vi seu pai no fundo do corredor com uma expressão furiosa.
- Obrigado por ter vindo aqui, deixa que eu levo o trabalho da escola, passa na casa do Bakugou para ver como ficou os cartazes.
Ele disse me soltando do abraço, dei um sorriso e sai andando, quando sai da casa dele pude finalmente voltar a coloração comum.
- Agora vamos ver o Kacchan.
Falei e sai andando, peguei meu celular e liguei para ele, ele não atendeu então resolvi ir andando sem falar mesmo, após uma caminhada bem longa mesmo cheguei na casa do meu vizinho Kacchan.
- Kacchan..
Chamei enquanto dava duas batidas na porta, ele abriu me encarando com sua expressão de sempre, dei um sorriso e olhei para ele que estava com uma roupa semelhante a um pijama.
- Olá Kacchan..
Falei dando um sorriso e olhando para ele, o loiro me encarou e me deixou entrar, fomos até o quarto dele onde estavam dois cartazes, um deles estava escrito "Plantas e Animais precisam de proteção! Preserve" e no outro estava escrito "A Fauna e Flora são coisas importantes para todo o planeta! Preserve" e todos tinham alguns desenhos, dei uma leve risada por as duas terminarem com a mesma palavra então ele me olhou.
- Então? Gostou Deku?
Estava ligeiramente calmo e eu até estranhei, olhei para ele e dei um sorriso simples.
- Sim, ficaram bons, não se esqueça de levar eles na segunda..
Falei sorrindo, ele me encarou e se aproximou de mim.
- O que vocês e o metadinha estavam fazendo ein?
Ele perguntou me fazendo corar, desviei o olhar para os cartazes e voltei a olhar para ele.
- Fizemos uma selva de isopor e outras coisas...
Ele deu risada e me olhou serio e então deu risada.
- E isso no seu rosto? Tinta? Tem certeza que não ficaram de namorinho...
Ele teve a oportunidade e me zoou, eu fiquei corado e encostei na parede.
- C-claro que não.
Falei olhando para ele, o loiro me deixou ir embora e ficou rindo, eu fui direto para casa, minha mãe estava fazendo algo para o jantar então subi direto para meu quarto para tomar banho.
 


Notas Finais


Sem nada pra falar aqui também


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...