1. Spirit Fanfics >
  2. Survive! Or die! >
  3. - Why do I feel confused? -

História Survive! Or die! - Capítulo 14


Escrita por:


Capítulo 14 - - Why do I feel confused? -


• Yummy On.

E aqui estou eu, agora são provavelmente três da manhã, e eu acordei com insônia de novo, não consigo dormir de novo então estou olhando pro teto faz dez minutos. Vinte minutos depois, cheguei a conclusão que não vou conseguir dormir tão cedo, então eu levantei da cama com cuidado, calcei meus sapatos e sai do quarto com cuidado pra não acordar às meninas, fui andando pelo corredor – quem sabe o sono não vem? –  aproveitando pra conhecer o local, logo vi uma sacada dela dava pra ver o andar de baixo e as estrelas, que por sinal eram lindas, me apoiei na sacada e fiquei ali admirando as estrelas.

Em meio ao silêncio da madrugada sons de passos foram ficando próximos, acabei por não ligar muito, se fosse alguém perigoso viria correndo não andando, então devia ser um de meus amigos.

Lorenzo – O que faz aqui uma hora dessas? – perguntou o mesmo se apoiando na sacada e cruzando os braços. É notável que ele estava com sono.

Yummy – Ah, insônia. E tu? Parece que nem dormiu ainda. – Perguntei pra ele, parecia que algo o incomodava.

Lorenzo – Pois é, eu não consegui pregar o olho desde que deitei, sei lá mais o jogo verdade ou desafio roda na minha cabeça a horas, e tipo não é tudo, é só uma cena. – Ele parecia chateado.

Yummy – Que cena? – Incentivei que o mesmo continuasse.

Lorenzo – A Geovana e o Marcos se beijando, sei lá mais é como se me incomodasse ver os dois se beijando, só não sei porque. – Disse o mesmo confuso

Yummy – Já pensou na possibilidade de você gostar dela? Ou dele? – O mesmo franziu o cenho quando eu mencionei o Marcos. O que me fez rir.

Lorenzo – Não! – Disse o mesmo corando e rindo, o que me fez rir da cara dele.

Yummy – Ah sei lá, vai saber né? – Respondi dando de ombros. – Mais eai, você se sentiu incomodado de ela estar com outro?

Lorenzo – É! Não sei... Minha cabeça tá confusa, só sei que odiei aquilo. – Confessou o mesmo.

Yummy – Olha, pode ter sido o sono, você está confuso com tudo isso a sua volta, pode ter sido uma confusão da sua cabeça, ou você está realmente começando a gostar dela, mais não se preocupa tanto com isso tá bom? – Eu disse por fim, assim acalmando o mesmo.

Lorenzo – Espero que você esteja certa, se não eu estou ferrado, boa noite eu vou dormir, agora eu consigo dormir – Disse ele sem graça.

Yummy – Boa noite, tchau. – Disse por fim enquanto ele se afastava assim sumindo de vista. Fiquei ali mais um tempo, depois o sono veio e fui pro quarto, assim finalmente dormindo.

[...]

Acordei devia ser umas dez da manhã, Geovana ainda dormia, ao contrário de Becker que já havia arrumado sua cama e estava sentada na mesma lendo um livro, ignorei as duas e me levantei da cama indo ao banheiro do quarto, tomei um banho e vesti uma calça jeans cintura alta desgastada, junto com uma blusa branca de alcinha, vesti meus tênis dei bom dia pra minha prima e saí do quarto pra andar pelo prédio. Não Demorou muito e o filhote de Hera – vulgo Ana Paula – veio falar um monte de coisas no meu ouvido, coisas como ela gostar do Adriano e achar que ele também gosta dela, e que ele vive dando mole pra ela, aquilo me enchia o saco! Não sei se era por ela estar falando dele ou dela estar perto de mim com aquela voz irritante e estridente, ou os dois. Logo ela começou com esse negócio de "você shippa nós dois?" Aí não me aguentei, o deboche falou mais alto.

Yummy – Ana Paula.... Sabe com quem eu te shippo? Eu shippo minha mão na sua cara! Agora me deixa em paz que saco! – Disse estressada, eu saí de lá o mais rápido possível antes que eu metesse a mão na cara dela de verdade. Acho que eu andava tão rápido que bati em alguém, quando levantei a cabeça dei de cara com Marcos.

Marcos – Opa! Calma aí! Pra quê tanta pressa? – Perguntou o mesmo brincando.

Yummy – Ana Paula no pé do meu ouvido falando de idiotices, eu surtei e sai de lá andando rápido antes que eu desse na cara dela – Eu disse acompanhando ele pra onde ele ia.

Marcos – Do jeito que tu é, teria dado na cara dela mesmo – riu – Porque paciência é o que te falta. – o mesmo disse, e eu ri.

Yummy – Mudando de assunto, você tá indo pra onde? – perguntei curiosa.

Marcos – Nós né? Bem, eu estava pensando em ir ver a Geovana, pra conversarmos sobre o que aconteceu ontem. – Disse o mesmo hesitante.

Yummy – É uma boa ideia. Tu gosta dela? – Perguntei curiosa.

Marcos – Acho que sim. – Disse o mesmo sorrindo.

Yummy – Então, vamos ela deve estar no quarto, provavelmente dormindo. – Eu disse indo em direção ao nosso quarto, com Marcos logo atrás de mim. Não demorou muito e nós chegamos ao quarto. – Oi Becker! Cadê a Geovana?

Becker – Se vestindo no banheiro, por quê? – Perguntou a mesma levantando sua cabeça. – Ah entendi! – disse a mesma olhando para Marcos.

Geovana – Entendeu o quê? – Disse a mesma saindo do banheiro olhando pra Becker enquanto secava seus cabelos. Logo depois reparou nas pessoas a mais no quarto. – Ah.... Oi? – disse a mesma sem graça e incerta.

Marcos – Oi!...– Disse o mesmo acenando um pouco sem graça, por vir sem avisar.

Geovana – Olha eu vou terminar de me "arrumar" e nós podemos dar uma volta, ok? – Disse a mesma e piscou para ele, o mesmo assentiu e foi lá pra fora esperar.

Yummy – E então?– perguntei me jogando na cama – Ó! Eu consegui meras informações, mais não sei se te digo. – eu disse fazendo mistério, logo ela ficou curiosa.

Geovana – Fala querida! É importante? – Perguntou a mesma enquanto terminava de se arrumar.

Becker – Aí gente! Tá na cara da Yummy, e é óbvio que ela perguntou se ele gosta de ti. – Olhei indignada pra Becker, ela somente deu de ombros, as vezes eu odeio o quanto elas me conhecem, por exemplo agora, a bendita estragou meu mistério.

Geovana – E o que ele disse? – Perguntou a mesma, desinteressada enquanto terminava de secar o cabelo.

Yummy – Ele disse que "acha" que gosta de ti... Garotos são estranhos – As duas olharam pra mim após meu último comentário. – Ah, que foi? Vocês sabem que eu faço comentários aleatórios e sem sentido. – as duas riram da minha cara. Logo Geovana saiu do quarto.

[...]

Se passaram duas semanas, bem não tivemos que nos preocupar com nada sério no momento. Geovana e Marcos tem se relacionado, mais ultimamente eles tem estado estranhos.

Agora eu estou no quarto lendo minha saga preferida – Percy Jackson, recomendo – e Becker está ouvindo música em um rádio que "pega" CDS. Logo ouvimos a porta abrir e a Geovana entrou, a mesma não tinha uma cara muito animada.

Yummy – Que foi Vana? – Perguntei preocupada. A mesma se sentou em sua cama.

Geovana – Eu e o Marcos não íamos dar certo, decidimos ser só amigos – Disse a mesma se jogando pra trás – mais esse não é o motivo de eu estar triste, fui na cozinha enquanto eu voltava e o bolo de chocolate acabou! – Disse a mesma frustada.

Yummy – Como assim acabou? Quem acabou? Eu quase não comi aquele bolo! E olha que a Becker raramente faz bolo – Perguntei olhando pra ela.

Geovana – O Adriano! Ele comeu dois pedaços, na minha frente! Aquele safado! Eu teria voado no pescoço dele por não saber dividir, se o intrometido do Lorenzo não tivesse me segurado – Disse a mesma indignada. – Ah por falar nele o que houve depois do beijo?

Yummy – O Adriano? Nós conversamos e vai ser só amizade, agora onde ele foi? Eu quebro a cara dele! A gente disse especificamente que era pra dividir e não comer que nem cavalo!  – Eu disse com raiva

Geovana – Ele tá na quadra treinando luta com o Pedro – após ela dizer isso eu saí do quarto e fui atrás do miserável, ele ia fazer um outro bolo, aquele bolo era de ontem e era gigante, e ele já tinha acabado!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...