História Survivor - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony, Supergirl, The Walking Dead
Personagens Camila Cabello, Daryl Dixon, Kara Zor-El (Supergirl), Lauren Jauregui, Maggie Greene
Tags Camren
Visualizações 87
Palavras 1.458
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Daniela


POV Narrador

Depois de muito sufoco Shawn conseguiu entrar com sua digital na base, por sorte existia um gerador de energia ali conectado ao local, pegaram todas as armas e colocaram em um tanque de guerra que havia sido esquecido naquele local.

Não foi nada fácil essa parte, existiam mais de 50 zumbis por ali, eles tiveram bastante dificuldade para tirar eles de perto do carro para poderem colocar as armas. Que totalizaram 140.

- Realmente temos muitas armas vamos conseguir nos proteger por um bom tempo. – Dinah falou para o rapaz. – O que vamos fazer agora?

- Vamos voltar. Amanhã a gente vai na prisão ver como estão as coisas e decidir em conjunto se vamos nos mudar, ou deixar o lugar apenas como reserva.

- Eu tenho uma ideia para essas armas, não podemos deixar elas com a gente. – Daryl alertou e todos ficaram confusos. – A gente vai enterrar algumas armas se atacarem a gente vamos estar expostos, é a melhor coisa, esconder algumas. Todo mundo vai estar procurando suprimentos mas se escondermos enterrando ninguém vai procurar.

- Você pode fazer isso para gente? Escolher um bom lugar para enterrar? Podemos enterrar alguns enlatados também, nunca sabemos o dia de amanhã.

- Podemos fazer isso na parte da manhã, já esta escurecendo precisamos voltar para não chegar muito tarde, os faróis podem chamar atenção deles.

- Tudo bem, enterramos isso na parte da manhã e a tarde vamos para prisão. – Shawn decretou. – Sasha você pode dirigindo o tanque? Ele tem gasolina.

- Sim, vamos logo então.

 Sasha foi acompanhada por Dinah no tanque, ela estava achando aquilo tudo incrível. Era realmente legal poder passar por cima daqueles walkers. As duas estavam se divertindo com aquilo.

Quando já estavam a mais ou menos trinta minutos da propriedade dos Jauregui estranharam Shawn mandar encostar. Logo a frente tinha um carro com alguns zumbis tentando entrar, a única coisa que poderia ser era que tinha alguém ali.

Se estavam tão perto da propriedade também poderia ser os Jauregui mais velhos, já que não existia outras por ali.

- Eu vou fazer eles virem para o meio da estranha e você passa por cima deles. - Assim que Sasha levantou a passagem do tanque o garoto avisou. Ele estava pensando a mesma coisa que ela.

Sasha voltou para dentro do tanque esperando ele fazer o que tinha dito. Chegou bem perto do carro mas não conseguia ver nada dentro. Começou a chamar a atenção dos monstros. Que prontamente começaram ir em sua direção.

Quando já estavam no meio da pista a mulher avançou com o tanque passando por cima de todos, fazendo Dinah de um gritinho em comemoração.

Prontamente Daryl foi para a lateral do carro, percebendo que tinha uma garota lá. Ela não parecia estar mordida.

- Tem uma garota aqui dentro. – Avisou Shawn que dava um pique até ali. – Ela parece que não foi mordida.

- Vamos tirar ela dai de dentro e dar uma olhada. – Sasha estava próxima e escutou, eu posso olhar se tem algum ferimento.

A garota estava sentada no banco da frente do carro. Com uma mochila nas mãos, parecia que estava desmaiada. Daryl tirou ela com cuidado, e colocou no acostamento na sombra.

- Ela tem pulso. – Sasha olhou para Daryl. – Acha que a gente leva ela? Pelo que parece ela apenas desmaio, devia estar com alguém a pessoa foi mordida e ela se trancou no carro.

- Não vou conseguir deixar ninguém para trás. – Shawn avisou. – Levamos ela por minha responsabilidade. Eu converso com a Lauren.

POV Lauren

“ Acho que você vai me entender, existe algo chamado conexão, que é tão natural, não adianta fugir. Existe ou não existe, não adianta forçar. É quando os olhares conversam, um completa a frase do outro e sorri com a certeza de que foi entendido. Não dá pra evitar, é como se um fio invisível estivesse presente, unindo e fazendo um só. Mil pessoas podem chegar na sua vida, mas só algumas conseguem despertar algo que não dá pra explicar. Algo que parece começar por uma faísca e acaba em incêndio.”

Estou sentada nessa varanda a algumas horas, esperando com Shawn chegar, não acredito que eles saíram sem me esperar, não mando em ninguém nem fui escolhida para ser líder de merda nenhuma, mas me preocupo, a partir do momento que eles decidem ficar na minha casa precisamos ter a comunicação mínima.

Fiquei relembrando alguns momentos que tive com Camila mais cedo no meu quarto, ela parece ser uma garota muito tímida mas mesmo sem me conhecer quis me ajudar então ganhou alguns pontos comigo.

- Posso me sentar aqui com você? – Por falar nela. Olhei para lado e ela estava receosa se sentaria ou não.

- Claro. Já comeu? Keana fez ovos mexidos com bacon para o jantar. – Lauren avisou. – Aproveite que são os últimos bacon que temos.

- Não estou com fome, obrigada. – Assentiu. – O que está fazendo ai?

- Achei essa Polaroid, eu ganhei ela quando era criança, tirei boas fotos com ela. – Entreguei as fotos que tinha separado para ficar comigo e algumas para rasgar.

- Posso ver essas também? – Camila tentou pegar as fotos que estavam em minha mão mas neguei com a cabeça. – Algum problema?

- Essas fotos são com a minha ex, eu não sabia que tinham aqui. Vou me livrar disso. – Não queria ter nenhuma lembrança de Daniela.

- Laur. – Chris apareceu com uma tigela media em mãos na minha frente. – Eu trouxe para você. É seu preferido cupcake de nutella com banana. Eu sei que vai brigar por ter gastado as coisas mas você merece. A gente não está com raiva. – O gesto do meu irmão mais novo foi uma das melhores coisas que aconteceu desde que essa merda toda começou, eles sabem que dei tudo de mim para encontrar meus pais.

  - Chris.. você não devia ter feito isso, mas obrigado. Quer sentar com a gente? – Assentiu e sentou no chão na minha frente, para que eu pudesse fazer carinho na sua cabeça, esse garoto tem quantos anos mesmo? – Aceita um Camila. Não é uma pergunta. – Coloquei o bolinho em sua mão antes que ela recusasse.

- Ele fez para você, não precisa. – Girei os olhos e comecei a degustar aquele bolo divino. – Tudo bem, vamos ver se seu irmão sabe cozinhar. – Ri do jeito que Camila falou levando o bolo a boca, essa garota consegue ser sexo comendo igual uma criança..

- Eles estão voltando. – Chris apontou para a estrada. – E estão com um tanque? Que legal. – dei um tapa na cabeça dele fazendo ele resmungar.

- Espero que tenha dado tudo certo. – Falei e Camila concordou com a cabeça.

- Eles estão chegando. – Keana saiu como um raio da casa. – Vou ver se está tudo bem. – Um grande ponto de interrogação se formou no meu rosto.

- É impressão minha ou ela está caidinha pelo Shawn? – Comentei olhando minha amiga praticamente pular na janela do carro.

POV NARRADOR

- Tudo bem com vocês? – Keana perguntou abrindo um sorriso para Shawn. – Como conseguiram um tanque?

- Ei. Estamos bem, deu tudo certo, estamos com as armas, o tanque estava lá e achei que seria útil.

- Você foi ótimo. – Sorriu abertamente mais uma vez. – Estão sem machucados também? – ele assentiu. – Ótimo então.

- Mas tivemos um pequeno problema, quando estávamos voltando vimos um carro aqui perto e tinha uma garota dentro. Apenas uma garota.

0 coração de Keana foi até a boca. Mil coisas começaram a se passar por sua cabeça. Mil situações onde tudo acabava ruim e a única pessoa que sobreviveria seria Lucy.

- Trouxemos ela para cá. Eu vou conversar com a Lauren caso não seja a amiga de vocês.. – Informou receoso, vem ver ela. – Abriu a porta detrás do carro mostrando o corpo adormecido de uma pessoa bem conhecida por Keana.

- Meu Deus. – falou levando as mãos até a boca. – Não posso acreditar que isso está acontecendo.

- Keana? Tudo bem com você? – Lauren perguntou se aproximando com Camila e Chris ao seu lado. – O que tem ai atrás? Por que você está assim? – afastou Shawn e olhou para dentro do carro.

Ficou por cerca de um minuto parada olhando aquele corpo. O destino realmente era muito filha da puta. Não pensou muito e saiu dali sem dizer nada voltando para dentro de casa.

- O que tem ai dentro? – Veronica falou confusa indo olhar o que espantou Keana e Lauren. – Mas que merda. Daniela? Só pode ser brincadeira.

- Alguém pode me explicar o que está acontecendo? – Dinah que tinha acabado de se juntar a eles estava tão confusa quanto todos ali. – Quem é essa garota?

- Daniela. Essa garota é quem fodeu a vida da Lauren. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...