1. Spirit Fanfics >
  2. Survivor >
  3. Everything has changed

História Survivor - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Everything has changed


Shawn´s Point of view

Há algo relaxante em amar. Tudo que amo, eu cuido e, fazendo isso, relaxo. Me acalma a alma. Amo quando passo uma tarde sozinho assistindo meu filme favorito, quando componho minhas músicas e, principalmente, quando estou desenhando. Desenhar sempre foi minha grande paixão, era o tipo de atividade que, quando eu praticava, não queria mais parar. Sinto que enquanto desenho tenho a capacidade de ficar pleno de tudo.

Me compreendo como uma pessoa feliz. Penso que a felicidade vem da plenitude, então consegui organizar a minha vida para que ela não tenha muito caos. Meu maior medo é o caos que minha própria mente pode criar, por isso tento soterrar memórias ruins. Confesso que sinto falta de algo incerto, que dê um frio na barriga, que eu faça impulsivamente, mas com medo ao mesmo tempo.

Eu encontrei o pouco de loucura que eu precisava. Aquela que só a paixão pode proporcionar. Em tão pouco tempo me senti seguro com uma desconhecida e eu deixei tudo ir por água abaixo. Eu não peguei o número da Camila! Como eu não me toquei disso ontem? Fiquei tão perdido nas conversas e na clara tensão sexual que acabei esquecendo.

A este ponto eu já tinha perguntado para o anfitrião da festa se ele sabia quem era Camila, porém não resultou em nada. O garoto me disse que não conhecia quase ninguém da festa. Conclui que aquele garoto não assistia filmes ou via as notícias, eu nunca deixaria qualquer estranho se infiltrar na minha casa, especialmente se eu não pudesse ter minha atenção voltada ao desconhecido.

Neste momento eu tinha voltado da papelaria para compra mais tinta para terminar o quadro que a minha tia havia pedido para eu pintar. Meu primo, para minha falta de sorte, foi comigo e escutou pacientemente toda a história de ontem a noite.

- Você é muito burro! – Dame afirmou e eu resmunguei.

- Eu sei! Achei a garota mais incrível do mundo e tudo pra perdê-la tão facilmente.

- É dramático também. Pense pelo lado bom, vai que vocês se encontram novamente em uma cafeteria, igual nos filmes. – Zombou e eu suspirei.

- Não tenho essa sorte. Acho mais fácil eu sair de casa, um piano cair na minha cabeça e eu morrer. – Me joguei na cama, tirando os sapatos com o pé e largando a sacola no chão.

- Acredite, isso não vai acontecer, não tenho essa sorte.

O olhei incrédulo e ele caiu na gargalhada. Joguei meu travesseiro nele, o que o fez rir mais alto ainda. Dame olhou para o celular e soltou um gritinho, que me fez dar um pulo.

- O que foi, seu retardado? – Perguntei levemente irritado pelo susto.

- Milena me mandou mensagem! – Praticamente gritou.

- O que? Deixa eu ver logo essa porra! – Perguntei curioso.

“Oi Dame! Eu queria pedir desculpa por não ter conversado direito com você ontem. Estou passando por uns problemas pessoais e achei que a festa ajudaria, mas não ajudou. Vou ficar te devendo uma, então que tal almoçar comigo amanhã?”

- Cara, ela tá muito na sua! Olha isso!

- Eu sei, pelo menos eu acho! As vezes ela só me quer como amigo, o que eu entendo... – Revirei os olhos e o cortei.

- Ah, cale a boca! Você é super gente boa e bonito.

- É meio estranho ver você assim, acho que tá precisando trepar. – Franzi o cenho. O que ele falava não fazia sentido algum.

- Mas eu tô sendo legal, não filho da puta!

- Tá muito meloso, quase carente! Credo! Cadê o Shawn meio cretinho?

- Você sabe o motivo de eu não estar nesse pique. – Falei meio abatido com o rumo da conversa.

-Sei Shawn, você pode contar comigo pra conversar sobre isso, mas se ficar nessa por muito tempo, vai criar uma barreira muito grande e vai ser bem mais difícil quebrá-la. – Meu primo consegue ser bem idiota na maioria do tempo, mas sempre que eu precisava de ajuda, ele estava ao meu lado. Sempre.

- Você tem razão, mas acho não estou pronto para isso ainda, Dame. – Esse assunto me deixava extremamente desconfortável. Eu detesto me lembrar daquela noite.

- Vai aos poucos, Shawn. Primeiro comece a flertar, tente levar o sexo como um assunto leve e não como um grande trau... – Cortei meu primo.

- Foi um grande trauma, Damen! Eu lembro daquele momento como se tivesse acontecido minutos atrás.

-Sei que foi muito ruim, mas você é muito mais do que aquele momento, muito mais do que aquela mulher nojenta. – continuou a frase que interrompi, respirei fundo antes de responde-lo, mas ele continuou – Pense no que vai fazer e me fale, Shawn. Vou estar aqui independentemente do que aconteça. – Então ele saiu do quarto.

Eu precisava mesmo seguir em frente. Por mais que seja impossível esquecer do abuso, acredito que eu possa carregá-lo com mais leveza. Era o que eu precisava para tocar com a minha vida. Para seguir em frente e ser melhor do que antes. Claro que dar em cima de todas as garotas que eu considero atraente não é algo que eu queira fazer. Quero dizer, sexo casual não é um problema para mim, porém eu obviamente não preciso passar o rodo. Nem tenho estrutura emocional para isso.

Eu tenho consciência de que sou bonito, é praticamente o único elogio que me davam desde que eu era pequeno. Sei que existem garotas interessadas, tipo Camila, é claro para mim que esse não é o problema. Meu problema é a insegurança para falar, nunca fui bom em me comunicar com as pessoas. Cedo ou tarde acabo falando uma besteira, só não fiz isso com Camila, a conversa simplesmente fluiu. Tá bom, o fato de ela ser bem tagarela também ajudou, devo admitir.

E então eu voltei a pensar nela novamente. Aquela garota era muito incrível! Devo estar parecendo um louco por pensar tanto em uma pessoa que só vi uma vez. Era dessa loucura que eu precisava e que eu sentia falta. Devo revelar também que sinto fala de ser apaixonado por viver, de repente tudo ficou sem graça, sem cor.

Então eu finalmente cheguei a uma conclusão. Consegui criar uma conexão com uma garota, não seria tão difícil fazer isso mais vezes. Pode ser uma pequena conexão, algo passageiro com as demais. Eu tenho capacidade de me reerguer e voltar a ter uma vida amorosa ativa. Eu vou voltar a viver. Sou um homem cheio de certezas, e nessa manhã eu sei de algo que não sabia antes. Não sabia que era forte, precisa-se de força para viver. Respondi meu principal questionamento, tudo mudou. Estou vivo! Estou vivo!


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...