História Sweet - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai)
Personagens Elizabeth Liones, Meliodas, Personagens Originais
Tags Hentai, Melizabeth, Universo Alternativo
Visualizações 229
Palavras 1.568
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oieeee meus amores

Chegueiiii :3♥
Cm mais um capítulo pra vcs aqui!!!

Realmente espero q gostem e desculpem a demora :')

Eu ia postar só amanhã ou quarta, mas por um milagre da divindade suprema eu resolvi postar hj (tive a manhã de folga da escola, mas a preguiça não deixou eu postar de manhã) ksksksksksksks

Beijinhos de brigadeiro (simplesmente adoro brigadeiro)...

& uma Boa leitura pra vcs :@

Capítulo 11 - Suspeita ou certeza?


Fanfic / Fanfiction Sweet - Capítulo 11 - Suspeita ou certeza?


◆Capítulo anterior 


Lembro sim, perai, você falou Ban? - A olhei confuso. Será que era quem eu estava pensando? 



◇Capítulo atual



Elizabeth abriu a porta da casa e eu a segui ainda confuso, não podia acreditar que era o Ban, seria muita coincidência. Chegando na sala ouço uma voz conhecida contando uma piada ruim que eu já havia escutado em outro lugar, mas logo minha atenção se volta pra pessoa que está em frente a nós.


Ellie!! Finalmente você chegou amiga. - Uma morena de maria chiquinhas correu em direção a Elizabeth a abraçando e a erguendo do chão, ela era bem mais alta que a Ellie e conseguia erguê-la sem esforço algum.


Calma Diane! - Falou rindo. - Eu não tinha sumido, você sabe exatamente onde eu estava no fim de semana, não precisa de tanto escândalo. - A morena parecia ofendida mas logo caiu na risada também e me olhou de uma forma estranha, parecia estar me analisando.


Elizabeth Liones, você não vai apresentar oficialmente o seu namorado pras suas amigas? - Falou cruzando os braços sobre os seios.


A Elaine já conhece o Meliodas, só faltava você Diane, e os garotos. - Apontou pro sofá. 


O Ban tá cozinhando alguma coisa que a Elaine pediu, ele já volta. - Falou se sentando ao lado de King.


Eatava falando de mim Diane? Não perde uma oportunidade né. - Falou o prateado entrando na sala com uma bandeja cheia de docinhos. - Espera ai. - Ban parou estatístico, enquanto eu só o observava ainda parado. - Capitão? - Falou sério.


Ban! -  Continuei com o meu olhar centrado e focado nele. O clima na sala ficou tenso e todos nos olhavam perplexos. Quando de repente...


Capitãoooo!!!!! - Ban deixou a bandeja em um lugar qualquer e correu em minha direção animado, seu grito ecoou pela sala toda.


Baaaan!!! -  Fui em sua direção também com um sorriso idiota no rosto. Fizemos nosso típico aperto de mão secreto seguido de uma queda de braço. 


Você perdeu dessa vez capitão! Lembra do placar? - Ban falou depois de me pegar de surpresa na queda de braço.


Não lembro seu idiota, mas tenho quase certeza que eu ganhei a última vez. - Falei me sentando no sofá ao lado da Ellie que me olhava confusa. 


Vocês se conhecem? - Elizabeth e Elaine falaram em uníssono.


Sim. - Falei rindo. - Ban é meu melhor amigo, nos conhecemos desde de crianças.


Exatamente, esse baixinho aqui é como um irmão pra mim. - Ban falou dando risada, ele sabe que eu odeio ser chamado de baixinho.


Por quê chamou o Meliodas de capitão? - King, que até então estava calado perguntou.


Por que o Meliodas era o capitão do nosso time de futebol no Colegial e o melhor jogador do time, dei esse apelido pra ele no primeiro ano e nossos amigos também o chamavam assim.


Você era um perna de pau Ban! - Dei risada da cara dele que ficou emburrado. 


Não deixa de ser verdade, mas a minha garota não precisa saber disso né capitão, dá um desconto ai. - Ele disse puxando a loirinha pra sentar no colo dele, a mesma ficou vermelha como um pimentão. - É muita coincidência nossas namoradas serem amigas e ainda dividirem apartamento não é!


Verdade, não pensei que isso fosse possível. - Nós conversavamos como se estivessemos sozinhos no local, todos observavam calados. - Bom, tenho que ir embora, eu só vim deixar a Elizabeth em casa, ainda preciso resolver uns assuntos no escritório.


Você e a sua mania de querer viver trancado num escritório. - Ban falou revirando os olhos.


E você com essa mania de ser um espírito livre, se tivesse escolhido administração ao invés de gastronomia, estaríamos trabalhando juntos agora. - Ri e me levantei pra ir em direção à porta.


Você sabe mais do que ninguém que não sirvo pra essas coisas. - Ele riu, eu sabia sim por isso nunca insisti.


Bom, tenho que ir, você vai ficar bem? - Me virei em direção a Ellie e perguntei enquanto depositava um selinho casto em seus lábios.


Vou sim, qualquer coisa eu te ligo, agora tenho um trabalho horrível da faculdade pra fazer. - Ela sorriu me tranquilizando, mas eu continuava preocupado.


Tudo bem então, qualquer coisa me ligue Ok! - Me despedi dos outros e segui em direção ao meu carro estacionado na vaga perto da casa. 



◆Elizabeth On


Depois que Meliodas saiu, eu subi as escadas e fui em direção ao meu quarto, Elaine e Diane me seguiram. Eu precisava terminar o trabalho mas não estava me sentindo bem ainda.


Ellie, por que voltou tão cedo? Por acaso brigaram. - Diane me questionou se jogando na minha cama. 


Não, eu só não estava me sentindo bem, e não queria preocupá-lo mais. - Dei de ombros.


Eu vou dormir na casa do Harle hoje, amanhã tenho aula cedo e provavelmente só volto pra casa a noite. - Ela suspirou. - Você vai ficar bem? 


Sim amiga, não se preocupe! - Sorri pra ela. - Aproveite com o seu namorado. - Ela riu. 


Não vou! - Bufou. - Estou naqueles dias sabe! Que droga, estou estressada demais pra fazer qualquer coisa. - Me olhou com uma carinha triste e eu ri.


Eu também vou sair Ellie. - Falou Elaine. - Os pais do Ban eestão fazendo aniversário de casamento, bodas sei lá do quê. - Nós rimos. -  Vão fazer um jantar e uma pequena comemoração em família. Vou dormir no apartamento dele mas não tenho aula amanhã de manhã, então nós vamos aproveitar pra ir no cinema. - Ela deu gargalhada. - O Ban quer ver um filme infantil que está em lançamento e como a namorada exemplar que sou, vou com ele.


Tudo bem meninas, não se preocupem! Qualquer coisa eu ligo pro Meliodas vir pra cá. - Falei me jogando na cama ao lado de Diane.


O que você está sentindo Ellie? Será que está com alguma virose esquisita. - Diane falou pensativa.


Não sei, estou com bastante enjôo, um pouco de tontura e não aguento sentir o cheiro desse perfume idiota! Preciso de um banho. - Falei me referindo ao meu próprio perfume, o qual estava me dando ânsias de vômito. Num ímpeto, levantei e corri até o banheiro da minha suíte. 



Nossa Ellie! - Elaine exclamou. - Você tá bem? Meu deus. Por acaso comeu algo estragado? Que droga. - Falou segurando meus longos cabelos  pra não cairem no chão onde eu estava ajoelhada.


Eu já disse que não sei! - Falei tentando me levantar. Quando veio uma leve tontura que me deixou de pernas bambas.


Segura ela. - Elaine gritou pra Diane que correu em minha direção me segurando e me guiando pra cama.


Elizabeth? - Diane falou aflita, sua voz era quase inaudível. - Você por acaso está atrasada? 


Como assim Di? - Rolei na cama me debruçando sobre o travesseiro. - Espera... - Parei em choque quando uma dúvida surgiu na minha cabeça.


Você tá ou não? - Dessa vez Elaine perguntou um pouco nervosa.


A minha menstruação vem quase uma semana antes da Diane entrar nesse período. - Falei em choque, enquanto as duas abriam a boca surpresas.


Você sabe o que isso quer dizer não é? Você é idiota Ellie? Por quê não se protegeu? Porra!! Uma das suas melhores amigas está cursando Medicina e te falou de todos os riscos de transar sem camisinha! - Diane falou alterada, eu continuava paralisada no lugar. - Isso sem incluir os riscos de alguma doença, é claro. Puta que pariu! - Elaine estava sem palavras.


Mas não temos certeza Diane! Ela tem que confirmar antes. - Falou Elaine visivelmente nervosa.


O que acha que é então Elaine? Você não é nenhuma criança, sabe exatamente como são feitos os bebês e sabe também os sintomas de que um está a caminho daqui a alguns meses. - Diane cruzou os braços, senti lágrimas quentes se fomarem nos cantos dos meus olhos, enquanto as duas me olhavam sem saber o que dizer. 


Não pode ser isso! - Exclamei um pouco alterada, tenho certeza que minha voz saiu mais alta que o normal. - Não agora, o que ele vai dizer? Como vou contar pro Meliodas? E pra minha família? Meu pai vai ficar decepcionado comigo! - Mais e mais lágrimas desciam, eu não conseguia conter. Sim, eu sabia dos riscos, mas não pensei em mais nada em nenhuma das vezes que me entreguei pra ele. O que vou fazer agora? 


Calma Ellie! Estamos aqui. - Diane me abraçou acompanhada por Elaine. - Vai ficar tudo bem!


Ainda precisamos confirmar isso, amanhã você vai a uma consulta e tiramos essa dúvida da cabeça, pode ser outra coisa. -  Elaine falou tentando me tranquizar.


Se quiser podemos ficar com você hoje a noite, o King e o Ban vão entender. - Diane passou a mão em meu rosto enxugando algumas lágrimas. - Aquele loiro anão safado vai se ver comigo! - Falou fazendo um gesto com o punho fechado. 


É isso ai! - Elaine confirmou. O que me fez rir um pouco.


Não precisa, é sério! Eu vou ficar bem. Qualquer coisa eu chamo o Melio... - Parei de falar, não posso contar pra ele desa suspeita.- Bom, quer saber, vou ficar bem sozinha e quietinha no meu canto! Podem ir se divertir, eu só preciso descansar por enquanto. Amanhã vai ser um dia cheio. - Tentei sorrir passando confiança mas só queria mesmo era ficar sozinha e chorar no meu quarto. 



O que vai acontecer se isso for verdade? Não estou preparada pra ser mãe...





Notas Finais


Iaeee pessoas lindas do meu Kore♥

Turu baum? Espero q sim! :3

Então, esse foi o capítulo de hj, realmente espero q tenham gostado ksksksksks é só isso por enquanto!
Me falem oq acharam?

Adoro ler a opinião de vcs, é um grande incentivo pra mim como autora saber q estou conseguindo agradar :3♥

Muito obrigada a todos q favoritaram a fic e desculpem os erros ^^

Então né :@ acho q tá muitooo na cara q a Ellie tá gravidinha ksksksk só ela q ainda dúvida :3 Mds tadinha

Bjos e até o próximo :')


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...