História Sweet but Psycho (Imagine Minatozaki Sana) Twice - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, EXO, Got7, TWICE
Personagens BamBam, Byun Baek-hyun (Baekhyun), Chaeyoung, Dahyun, Do Kyung-soo (D.O), Huang Zitao (Tao), Jackson, JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jeongyeon, Jihyo, Jinyoung, Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Jong-dae (Chen), Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Kim Min-seok (Xiumin), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Lu Han (Luhan), Mark, Min Yoongi (Suga), Mina, Momo, Nayeon, Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Sana, Tzuyu, Wu Yifan (Kris Wu), Youngjae, Yugyeom, Zhang Yixing (Lay)
Tags Imagine Minatozaki Sana, Imagine Sana, Imagine Twice
Visualizações 501
Palavras 1.200
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 7 - Mad Hatter


Fanfic / Fanfiction Sweet but Psycho (Imagine Minatozaki Sana) Twice - Capítulo 7 - Mad Hatter

P.O.V Kim Taehyung 



Andava normalmente pela escola,que depois de uma semana da morte da Jennie voltou suas atividades escolares ao normal. A polícia está investigando todo o local,mas pelo que parece eles não encontraram nada incriminador. Um crime perfeito,sem erros,sem pistas... provavelmente uma mente psicopata brilhante. 


Depois da morte de Jennie as coisas começaram a ficar estranhas, principalmente com S/N e Sana,que agora estavam muito distante uma da outra. S/N parecia estar com medo da Sana,que a todo momento parecia estar triste com o afastamento da outra.


Sana ao meu ver tinha alguns comportamentos diferentes, 

entretanto a garota era tão doce e inocente que isso era quase imperceptível para as pessoas.  


Continuei andando até que sem querer escuto alguns barulhos estranhos vindo da sala do zelador. Ao abrir a porta eu dou de cara com uma cena assustadora e aterrorizante. 


O grito ficou preso em minha garganta com a visão de Minatozaki Sana completamente suja de sangue e com uma faca completamente dentro do peito de um dos professores da escola.


— O que está fazendo aqui Kim Taehyung? — Ela perguntou de forma psicopata. 


Meu corpo tremeu completamente sobre o olhar frio e assustador da japonesa a minha frente. Ela se levantou e andou lentamente em minha direção. 


— Não adianta correr de mim. — Ela sorriu. — O gato comeu sua língua TaeTae? 


Eu estava assustado,imóvel e em pânico,desejava nunca ter entrado naquela sala. Precisava correr,mas minhas pernas estavam tremendo e incapazes de se moverem.  


— Você que correr? - Ela perguntou. - Deseja fugir? Se responder eu deixo você ir embora Kim. 


— S-sim,eu quero correr. - Respondi com a voz trêmula. 


— Por que não corre? — Ela se aproximou mais. 


— N-não c-consigo. - Digo 


Ela abriu um sorriso psicopata e puxou meus cabelos com força me fazendo gritar de dor. Fiquei de joelhos em sua frente enquanto sentia as lágrimas preencherem meus olhos. 


— Péssima resposta Kim…- Ela sussurrou em meu ouvido,em seguida senti um impacto em minha cabeça fazendo tudo ficar completamente escuro. 



P.O.V Minatozaki Sana




— Kim Taehyung…— Disse assim que o garoto começou a acordar. 


Ele estava preso em uma cadeira com correntes de ferro o segurado,sua boca estava tampada por um pano sujo qualquer que eu encontrei no local,seus cabelos estavam bagunçados e bem ao lado de sua cabeça tinha um grande machucado causado pelo impacto que eu fiz para desmaiá-lo. 


— Você viu demais hoje sabia? — Olhei seriamente em seus olhos. — Sabe o que acontece com quem ver demais? 


Abri meu sorriso mais psicopata possível enquanto fazia questão de olhar o pânico do garoto. Não a nada melhor do que a sensação de ver o pânico que causo em cada uma das minhas vítima.


— Você vai descobrir em breve. — Fui até o garoto e sentei em seu colo de lado,enquanto brincava com uma faca em minhas mãos — Sabe porque eu matei aquele professor idiota? — Perguntei. — Ele foi um filho da puta com minha S/N. 


Joguei a faca com toda minha força para longe e sai do colo do garoto de cabelos azuis. Puxei sua camisa com força para fora de seu corpo,fazendo com que ela rasgasse em minhas mãos. 


— Não quero que esse pedaço de pano atrapalhe minha brincadeira. — Fui até o canto da casa abandonada onde eu estava e peguei um taco de beisebol. — Gosta de beisebol TaeTae? Vamos brincar hoje. 


Fui até o garoto de cabelos azulados e bati o taco com força em seu estômago,abri um sorriso ao ver sua cara de dor e seu grito abafado pelo pano. Bati mais uma vez vendo seu abdômen ficar roxo e com alguns pequenos machucados. 


— Eu sou psicopata Taehyung!? — Bati mais forte dessa vez em suas pernas. — Você acha que eu sou insana!? — Bati com ainda mais força. — As pessoas normais me assustam sabia? — Soltei o taco no chão e segurei seus cabelos azuis fazendo ele olhar pra mim. — Mas os loucos...eles fazem eu me sentir sã. 


Dei um tapa forte em seu rosto vendo a marca da minha mão em sua pele lisa. Novamente sentei em seu colo,mas dessa vez apertei minhas mãos em seu pescoço até que ele começasse a ficar vermelho.


— Não,não,não morra tão rápido TaeTae. — Tirei minhas mãos do seu pescoço. 


Sai de seu colo,andei até o lugar onde eu tinha jogado a faca e a peguei. Voltei para perto do Taehyung e observei cada detalhe da sua expressão apavorada e novamente sentei em seu colo. Segurei a faca e lentamente fiz um corte raso em seu abdômen,vendo o sangue quente e vermelho sair para fora. 


Levei a faca em direção a minha boca e lambi lentamente o sangue que estava ali enquanto olhava em seus olhos.  


— Não se apavore Taehyung...ainda ficará pior. — Tirei o pano de sua boca e vi que ele estava sujo de sangue. — As pancadas foram tão fortes assim? 


Antes que ele pudesse gritar ou falar qualquer coisa eu abri sua boca com uma das mãos o impedindo de falar. 


— Pessoas que vêm demais também falam demais sabia? — Segurei sua língua para fora vendo ele ficar desesperado. — Agora você não irá falar mais nada queridinho. — Em apenas instantes ele estava gritando e urrando de dor enquanto chorava desesperadamente. — Foi bem rápido não é? 


Sim,eu tinha corta a língua dele fora... não é maravilhoso? 


— Grite pra mim ouvir Taehyung! — Bati na cara do garoto que ainda gritava de dor e chorava. — Seus gritos são ótimos,mas os da Jennie são insuperáveis. — No mesmo segundo ele parou de gritar e eu vi por um instante a raiva presente em seus olhos. — Ah você não sabia que eu tinha a matado a pura da Jennie não é?


Ele soltou um grito raivoso e mesmo com a boca completamente encharcada de sangue ele tentou falar algo. Eu apenas soltei uma risada e levei minha faca para perto de seu rosto. 


— Vamos logo acabar com isso TaeTae? — Aproximei a faca de seu rosto bem perto dos seus olhos. — Lembra que eu falei que você tinha visto demais? 



Q.D.T



A morte de Kim Taehyung foi rápida e sem muita tortura ao contrário da de Jennie Kim,essa que teve seu assassinato sendo considerado o pior que eu já cometi. Eu estava banhada pelo sangue do Kim,mas nem me importei com isso,apenas segui meu caminho até a casa da S/N. Sabia que nesse momento S/N e seus amigos estariam preocupados com o sumiço do Taehyung. 


Entrei pela janela do quarto de S/N e a vi deitada em sua cama enquanto mexia em seu celular. Assim que me viu,S/N tomou um susto e se encostou na cabeceira da cama.


— S-Sana? - Ela perguntou espantada.  — P-por que está assim?


Não falei nada apenas subi em sua cama,me sentei em seu colo e a puxei para um beijo fazendo ela se sujar com o sangue de Taehyung também. 


— Quando eu sou má,você sabe que ama...— Sussurrei em seu ouvido — Porque eu tenho um gosto tão doce...não disfarce….


Notas Finais


Galerinha Sweet but Psycho está em sua reta final.
Teremos apenas alguns capítulos até o final.

Até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...