História Sweet, But So Bad - NamJin - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Rap Monster, V
Tags Bangtan Boys, Boyxboy, Bts, Jikook, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Namjin, Vjae, Yaoi, Yoonseok
Visualizações 14
Palavras 598
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olááá
Quem ta vivo sempre aparece :3
Boa leitura :D

Capítulo 13 - Brincar de Amar


Bebi algumas misturas diferentes de sucos, bebidas e batidas diferentes, algumas sem e outras com álcool, mas não o suficiente para ficar bêbado ou, muito menos, perder consciência. Era muito bom relaxar por algum tempo, sem me preocupar com Namjoon ou como Taehyung estaria escondendo sua mágoa por trás de sentimentos por Yoongi e Hoseok. Nesses momentos, eu percebia o quanto eu precisava do meu próprio tempo sozinho para organizar meu sentimentos e não me sentir tão confuso com tudo.

- Muito tempo aqui? Não se sente muito solitário nesse bar vazio com uma pista de dança cheia ao seu lado? - Ouvi aquela voz grave que sempre me fazia ficar nervoso e esquecer o jeito correto de respirar, mesmo que apenas internamente.

- Eu não sei quanto tempo ao certo, mas eu gosto de ficar um pouco sozinho. Sabe? Gosto de organizar meus pensamentos. Eu achei melhor deixar Taehyung sozinho com Minjae para eles se conhecerem melhor e vim parar aqui. - Falei sem coragem para olhar seu rosto.

- Minjae? Aquele que...? Desculpa, eu não deveria invadir sua privacidade com perguntas inconvenientes. - Falou ele parecendo se sentir culpado pelo jeito que pronunciava suas palavras. 

- É esse mesmo, Namjoon. Não se preocupe com isso. Dizem que vadias não podem ter vergonha de fazer sexo e muito menos se expor ou, no caso, serem exportas no dia seguinte. - Falei com mágoa na voz.

- Jinnie... Me desculpa, eu nunca deveria ter falado aquilo para você. E porra... Eu me sinto culpado para caralho. Eu sei que nada justifica o que fiz, mas agi daquele jeito, porque estava com muito... - Ele não conseguia completar a frase, então, fiz isso por ele.

- Ciúmes? - Ele assentiu envergonhado. - Tudo bem. Eu apenas não sei o porquê disso, Nam, mas está tudo bem.

- Mesmo? - Ele perguntou, porém eu não soube ao certo como responder.

- É... Não ligue para isso, Joon. Isso não importa. - Falei, voltando minha atenção à bebida que segurava, porém ele levantou meu queixo e fez eu olhar em seus olhos.

- Importa e muito. Você sabe que é muito importante para mim, Jinnie. Quem eu seria sem você? Eu me apaixonei por você na primeira vez que te vi. Se lembra da boneca cor de rosa que você levava por todos cantos? Todos os seus detalhes me faziam mais vivo e mais apaixonnado por você. Eu te amo desde que eu não sabia o que era amar, Jin.  - Ele falava e a cada palavra sua eu ficava mais confuso. Ele seria capaz de mentir assim?

- Porra! Pare de fazer isso, Namjoon! Quem você pensa que é para ficar falando essas cosas após todos esses anos? Quando eu finalmente me livrei de tudo que tinha preso à você, aparece aqui e simplesmente fala o quanto eu sou importante em sua vida? Que se foda! Você nunca soube o que é amor, Namjoon! Você nem gosta de mim assim, quem dera amasse! Você nunca pensou em falar isso antes de me fazer sofrer? E vê se para de mentir, porque se você amasse de verdade não falaria para todos meus amigos o quanto você me considera uma vadia! Se continuar a mentir assim, nunca saberá o que é amar alguém! - Falei bravo me afastando de seu corpo.

- Jin? Você disse que estava bem sobre o que eu havia falado. - Ele fez uma expressão confusa.

- O pior foi que você acreditou. - Falei e saí daquele lugar barulhento, secando as lágrimas que escorriam de meus olhos.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...