História Sweet Creature - Harry Styles Fanfic - Capítulo 65


Escrita por:

Visualizações 152
Palavras 2.209
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente!!!
Vou postar hoje porque vou viajar amanhã e só volto semana que vem...mas no outro sábado estou de volta, com o capítulo do encontro...hahahahahaha
Parece que os caminhos estão se abrindo pra Sam e Harry, mas não fiquem animadas!!!

Capítulo 65 - Deixando o caminho livre


Fanfic / Fanfiction Sweet Creature - Harry Styles Fanfic - Capítulo 65 - Deixando o caminho livre

Holmes Chapel, 4 de junho de 2019...

 

HARRY

Estou embaixo de um carro tentando com todas as minhas forças me concentrar pra conseguir achar e consertar o defeito dele...mas esta muito difícil, porque minha cabeça não esta funcionando esses dias.

Faltam poucos dias pro casamento de Zayn e Rachel e sei que a Sam deve estar chegando a Holmes Chapel a qualquer momento. Isso esta me deixando fora dos eixos e não tenho conseguido disfarçar.

Ela disse a Rachel que ainda não sabe se vai passar o fim de semana com o resto de nossos amigos na casa de campo que eles alugaram pro casamento. Mas ela virá sozinha, sem um namorado ou qualquer acompanhante.

Rachel não me disse se a Sam ainda esta namorando e eu não quis perguntar, mas acho que vir sozinha é um indício de que não esta com ninguém.

Isso tem me deixado meio louco, porque ao mesmo tempo em que eu não quero pensar sobre isso, tudo que consigo pensar é em como me sinto aliviado por não ter que vê-la com outra pessoa.

Isso é péssimo e me faz me sentir muito culpado, porque a Valery estava super animada com esse casamento e com o fato de ir comigo passar todo o fim de semana na casa de campo. Ela adora meus amigos e se sente bem entre eles...e não quero que isso mude porque eu estou pensando coisas que não devo sobre a minha ex namorada.

Valery tem percebido que a cada dia que passa, com a data do casamento se aproximando, algo esta acontecendo comigo. Eu não queria que ela percebesse, mas acho que sou transparente demais e ela não é boba, ela sabe que o motivo da minha mudança é a chegada eminente da Sam.

Até meu pai e minha irmã sabem que ando nervoso e ansioso por causa disso. Eles tem pisado em ovos comigo e sinto que querem me aconselhar, mas se sentem sem graça de fazer isso.

Enfim, eu sei...racionalmente eu sei...que eu e Sam somos apenas o passado um do outro, que mesmo que ela esteja sozinha isso não muda em nada o fato de que a gente acabou! Mas, vai dizer isso pro meu subconsciente, que insiste em criar imagens da gente junto de novo?

___Harry?___escuto uma voz conhecida me chamar e me assusto, quase batendo a cabeça no fundo do carro.

Olho pro lado e vejo os Vans da Valery, que ela sempre usa e que eu acho fofo demais.

Empurro o carrinho pra fora, não sem antes suspirar fundo e tentar colocar um sorriso sincero no rosto. Olho pra Valery e acho que não consegui meu objetivo, porque ela me sorri sem graça e sei que veio aqui me dizer algo, além de não acreditar na minha falsa animação por vê-la.

Estava demorando pra ela me perguntar sobre o que sinto com a volta da Sam e acho que esse momento chegou, mas o que me faz franzir o cenho sem entender nada é o fato dela estar com um embrulho de presente nos braços.

___O que é isso?___pergunto, me levantando e limpando minhas mãos num pano que sempre deixo no bolso do meu macacão.

___Isso? É o presente do Zayn e da Rachel___ela diz e me entrega a caixa___quero que entregue pra eles por mim___Valery completa, me olhando no fundo dos olhos e me fazendo sentir o cara mais culpado da fase da Terra.

___Porque não entrega você mesma na sexta?___pergunto, mas pela expressão dela eu já sei a resposta.

___Não vou ao casamento!___Valery diz o que eu já tinha descoberto sozinho.

___Mas...a gente confirmou nossa presença, temos um quarto na casa de campo nos esperando___eu digo, sorrindo amarelo e quase batendo minha cabeça nesse maldito carro pra me punir por, no fundo, estar aliviado por ela não ir.

___Eu sei e, sinceramente, estava animada pra ir nesse casamento___ela diz e esfrega as mãos nos olhos enquanto coloco a caixa sobre o capô do carro___mas, eu não sou burra, Harry! Sei porque anda estranho!___ela diz e me olha de novo.

Não sei o que responder...não quero mentir pra ela, mas também não quero revelar uma verdade que eu mesmo não quero admitir pra mim mesmo.

___Não ando estranho!___digo por fim, baixo...e envergonhado ao ponto de desviar meus olhos pras minhas próprias mãos.

___Não precisa se sentir culpado, eu te entendo!___Valery diz, compreensiva, e segura meu queixo até me fazer olhar pra ela___olha, eu já tive um grande amor, fui casada com ele e não deu certo...sei como se sente! Sei que pra você esta sendo difícil esconder que esta com medo de rever o seu grande amor! Mas não precisa mais tentar esconder, eu estou deixando o caminho livre pra que vocês se acertem...ou não!___ela diz e sorri pequeno.

___Valery, eu e a Sam não temos mais nada um com o outro...é apenas passado!___afirmo, mas pra mim do que pra ela.

___Pode ser, mas você não tem certeza disso...e eu não quero ficar no meio de seja lá o que sentem um pelo outro!___ela diz com segurança e solta meu queixo, colocando as mãos nos bolsos do jeans que usa___eu já tenho 32 anos, Harry! Sei como são essas coisas! Eu amo você, mas amo mais a mim e ao meu filho, não preciso passar por isso...não quero passar por isso!___ela diz calma.

___Esta terminando comigo por algo que nem sabe se pode ser real?___pergunto, surpreso e orgulhoso dessa bela mulher na minha frente.

___Não estou terminando com você!___ela diz, sorrindo e colocando uma mexa dos cabelos loiros atrás da orelha___eu estou te dando um tempo! Eu mesma quero um tempo!___ela diz e morde os lábios___eu amo você, Harry! Amo de verdade...e quero que a gente dê certo! Mas sem fantasmas do passado!___ela diz e se aproxima de mim, segurando meu rosto com as mãos___se, ao final desse fim de semana, chegar a conclusão de que a Sam é mesmo apenas seu passado, como eu já sei que Jake é o meu, a gente se senta e conversa sobre como será! Mas, enquanto tiver dúvidas sobre o que ainda pode sentir por ela, eu não quero ficar com você, pode entender isso?___ela pergunta suavemente.

___Eu te entendo!___digo por fim___e peço desculpas por meu comportamento esses últimos dias!___me desculpo e sorrio pra ela, que afirma com a cabeça___eu já te contei sobre eu e a Sam, então sabe como foi forte o que sentíamos um pelo outro...e, sinto muito, mas eu realmente não sei o que pensar dessa volta dela! Quero que seja passado, mas não sei...eu apenas não sei!___confesso por fim e Valery sorri largo agora, soltando meu rosto.

___Vou viajar com Mike, vamos amanhã pra Londres...ele quer conhecer alguns lugares turísticos, sabe como é aquele garoto___ela diz e revira os olhos___volto na terça, me ligue se estiver mesmo decidido que quer investir no nosso relacionamento!___diz, me dá um selinho nos lábios e se vira pra ir embora.

___Obrigada, Valery!___digo e ela se vira pra mim, me sorrindo___você é perfeita! Me desculpe por não saber ainda se é perfeita pra mim!___me desculpo.

___Não se desculpe! Não mandamos no nosso coração, Harry! É hora de você aprender isso!___ela diz e se vira mais uma vez, indo embora.

Sinto vontade de chama-la de volta e dizer que eu quero ficar com ela, que tenho certeza de que a Sam é apenas passado...mas eu não posso fazer isso! Valery foi nobre demais em me dar esse tempo, sendo sincera comigo...e preciso ser sincero com ela e comigo mesmo!

Eu não sei...eu não sei o que a Sam ainda é pra mim e saber que ela vai voltar pra Holmes Chapel só me faz ter mais dúvidas sobre isso. Enquanto ela estava em outro país, longe da minha vida, tudo parecia mais fácil...saber que vou ver ela, na minha frente, não é nada fácil e tudo é confuso demais pra mim agora.

Fico parado algum tempo, apenas pensando no que a Valery disse, mas logo decido que não tenho mais cabeça pra trabalhar e vou pra casa...esta  na hora de falar com meu pai e pedir conselhos!

Abro a porta de casa e meu pai esta assistindo a um filme antigo na TV. Ele ri enquanto toma um suco natural de laranja e come uma banana. Uma combinação bem estranha, mas meu pai decidiu mesmo investir em sua saúde e sequer tem tomado sua habitual cerveja de domingo.

As coisas mudaram por aqui enquanto eu estive em Nova York! Josh se provou um ótimo sócio e seu primo um ótimo mecânico. Meu pai cuida da contabilidade com esmero e nunca precisou de uma acompanhante pra cuidar dele enquanto Gemma trabalha. Meu pai resolveu que sua saúde era mais importante e esta firme na dieta e nos exercícios há anos.

Ele caminha de manhã, faz a contabilidade da oficina até a hora do almoço e corre pra casa pra ver TV...sua paixão!

___Harry!___ele diz surpreso___veio aqui no meio da tarde pra me ver ou terminou por hoje?___ele pergunta, mas sei que já sabe que eu não estou bem.

___Vim conversar!___digo e me jogo ao lado dele no sofá___Valery pediu um tempo!___digo de uma vez.

___Ah! Eu imaginei que ela faria isso, era meio óbvio seu estado com a volta da Samantha___meu pai diz e olho pra ele surpreso, porque não sabia que era assim tão claro meu estado nesses dias___o que foi? Acha que sabe disfarçar? Não sabe, filho! Eu e Gemma estávamos preocupados com você, mas como não nos disse nada deixamos de lado...mas a Valery não quis fazer isso, afinal é a vida dela também!___ele diz, dando de ombros.

Passo as mãos pelos cabelos e suspiro fundo, decidindo me abrir de uma vez com meu pai. Afinal, eu sabia que ele e Gemma estavam percebendo meu estado de espírito, mas não sabia que estava sendo tão claro com o que ando sentindo.

___Eu amo a Sam! Sempre vou amar...mas não sei se esse amor é um daqueles que se guarda apenas no coração ou se ainda tenho esperanças de ficar com ela!___digo e me sinto confuso___quer dizer, sei que não dá pra ficar com a Sam, afinal ela esta a um oceano de distância, mas meu coração insiste em me dizer que ainda há chances, pode entender?___pergunto, sabendo que não faço sentido.

___Eu entendo!___meu pai diz e me dá um tapa de leve na coxa___sabe, quando eu conheci sua mãe eu sabia que eu e ela não tínhamos chances, mas não conseguia esquece-la, meu coração sempre me dizia que poderíamos ser! E acabamos sendo, valeu a pena não perder as esperanças!___ele diz e o olho, vendo-o olhar pra frente e se perder no passado___foi difícil criar coragem pra ir falar com Anne pela primeira vez, mas quando finalmente o fiz e ela me sorriu, eu sabia que ela era a mulher da minha vida! Depois daquele dia eu sempre voltava pra ver os concertos dela e ia falar com ela nos bastidores...e acabamos namorando! Não era essa minha intensão, embora eu quisesse muito! Eu nunca pensei conscientemente que eu e ela poderíamos namorar e acabar nos casando, formando uma família___meu pai diz e me olha sério___não se manda no coração, Harry! E muito menos no destino!___ele finaliza e vejo seus olhos cheios de lágrimas.

___Valery me disse algo parecido agora a pouco___retruco, sem saber mais o que dizer ou pensar.

___Ela é sábia! E esta muito certa!___diz e me olha no fundo dos olhos___se ainda tem dúvidas sobre a Sam ser apenas seu passado é porque ela pode não ser! Espere ela voltar, converse com ela, veja se algo mudou...vai saber se acabou ou não, pode ter certeza disso! O amor pode durar pra sempre, mas vai saber se ele pode ser vivido ou apenas lembrado!___meu pai diz e eu afirmo com a cabeça.

___Eu te amo, pai! Obrigada!___digo e o abraço, sentindo sua barriga protuberante entre nós dois.

___Eu te amo também, filho! Tenho muito orgulho de você e vou apoiar qualquer decisão sua!___ele diz e passa a mão pelos meus cabelos.

Ficamos assim um tempo e, não sei quanto tempo depois, ouvimos a porta se abrir e Gemma entrar por ela, fazendo um enorme drama pelos seus pés doerem com os saltos altos.

Gemma esta indo muito bem na clínica em Manchester. Ela é a sub chefe das psicólogas e seu trabalho é muito elogiado. Minha irmã ainda esta solteira, mas acho que ela não se importa muito com isso...ela sempre foi focada demais na profissão.

___O que esta rolando? Momento amor familiar?___ela pergunta, apontando de mim pro meu pai.

___Nada! Estávamos apenas conversando___meu pai responde.

___Harry falou sobre a Sam finalmente?___Gemma pergunta.

___Falei, maninha!___digo, me ajeitando no sofá___e aposto que tem uma opinião sobre isso___continuo e me resigno a ouvir o discurso da minha irmã.

___Lógico que tenho! E estava doida pra falar sobre ela com você! Me deixem apenas tomar um banho, já volto!___Gemma diz e sobe as escadas correndo___e vamos fazer pipoca...e ver filmes antigos...e ter uma noite de família! Eu adoro isso!___ela diz enquanto sobe e eu e meu pai rimos.

Eu tenho a melhor família do mundo e sei que, seja lá o que eu fizer da minha vida, eles sempre vão estar aqui pra me apoiar!

 

 


Notas Finais


Não vou dizer mais nada pra não dar spoiler...hahahaha
Até o outro sábado!!!
Beijos!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...