1. Spirit Fanfics >
  2. Sweet Creature >
  3. Capítulo XXVIII

História Sweet Creature - Capítulo 28


Escrita por:


Capítulo 28 - Capítulo XXVIII


Estava na cozinha, era madrugada, Harry dormia em seu quarto, me localizava no banco do grande balcão de sua cozinha, mastigava naquele momento um pedaço de pizza que tinha na geladeira. até que vejo meu celular que estava no balcão vibrar, pego e era uma mensagem de um número anônimo, desbloqueio o celular e na hora me gelo, o que o Shawn queria me mandando mensagens nesse horário? e como ele conseguiu meu número? 

"Hey trouxa :p Sou eu, Shawn

  Consegui seu número com Dona Suzan. Que coincidência hein? Morarmos na mesma cidade e nem ao menos sabermos ou termos nos visto em qualquer canto ou espreitada daqui! 

  Enfim, espero que você esteja bem, e se você quiser, qualquer dia podemos sair e matarmos a saudade de abusarmos um ao outro u.u

 Beijos pequena!"

Não queria respondê-lo por agora, mas também não faria desfeita de sua mensagem e convite, então, apenas mando um "Tudo bem, marcaremos isso, peste!" e bloqueio o celular. Na mesma hora sinto uma respiração em meu ombro e me viro assustada e vendo Harry logo atrás de mim, levo a mão ao peito sentindo meu coração disparado e apenas respiro fundo.

-Que susto amor!- digo tentando rir, mas infelizmente não consigo, fiquei muito tensa

-Quem é Shawn?- ele diz sério, certamente estava com ciúmes

-Ahh amor, é um amigo meu!- olho para ele que ainda continuava sério e agora com as braços cruzados- E eiiii o que está fazendo acordado há esta hora?- dou risada e olho para o visor de meu celular, era 3:15 da manhã

-Eu que lhe pergunto, senti sua falta na cama e vim lhe chamar para deitar, mas estava ocupada demais conversando com seu amiguinho- ele diz com a voz um pouco grossa para o meu gosto, querendo provavelmente me intimidar.

-Hey, olha só, eu senti fome e desci para comer alguma besteira, e outra, já te falei que o Shawn é meu amigo, pare com esses seus ciúmes de merda!- fecho minha expressão pra ele e o mesmo franzi o cenho sem entender a minha atitude, mas logo em seguida me abraça e beija a minha testa

-Desculpa minha princesa, eu só.... não tem explicação para esse meus ciúmes, isso não ocorrerá mais!- ele olha em meus olhos e sorri

-Hum, assim espero viu, senhor Styles?!- olho para ele com olhos cerrando, prendendo o riso e me fingindo de séria, mas miseravelmente falho

-Vamos subir para dormir?- ele pergunta

-Vamos

Seguro em suas mãos e nos levo para o quarto. Deitamos na cama, nos cobrimos com o grosso edredom dele, Harry chega por trás de mim e me abraça, assim, ficamos de conchinha e por estar tão confortável, acabo pegando no sono rapidamente.... Acordo com vários beijos sendo depositados em meu rosto, abro meus olhos detidamente, vejo a coisa mais linda do mundo acima de mim, dando seu mais estonteante e belo sorriso, não consigo confinar meu sorriso e o mesmo brota em meu rosto.

-Bom dia minha coisa linda!- ele diz me dando um selinho e saindo de cima de mim, mas logo puxo ele e o abraço, ele gargalha baixinho em meu ouvido

-Nãaaao, fica mais um pouquinho aqui!- digo choramingando e apertando mais forte à mim

-Amor, preciso resolver algumas coisas, pagar conta da casa, ajeitar o TCC- após ele falar em TCC dou um pulo na cama na qual ele ficou assustado- Que foi am... Não fez o TCC?- ele cruza os braços

-Bom... na real....- coço a cabeça- não terminei de fazê-lo, mas falta pouca coisa- completo e o mesmo balança a cabeça em forma de repreensão

-Então termine de fazer, semana que vem todos já terão de entregar e depois, na outra semana será a apresentação.- ele diz se levantando da cama e caminhando até o banheiro, certamente faria suas necessidades.

Como eu pude ter esquecido disso? Algo tão importante e necessário para eu me formar! Que irresponsável que eu fui!... Me levanto da cama e caminho até o banheiro em que Harry estava, entro e me deparo com ele tomando banho, sorrio de canto, vou até a pia ligo a torneira e molho o meu rosto, me fazendo despertar de vez, escovo os dentes e pelo reflexo do espelho vejo Harry sair do chuveiro com uma toalha em volta de sua cintura, com toda a certeza do mundo aquela foi uma das visões mais sexys dele das quais já vi em minha vida! Dou um sorriso de canto e o mesmo vem caminhando em minha direção, me abraçando e fazendo seus cabelos que estavam molhados pingarem em meu ombro e me fazendo arrepiar no mesmo momento, sinto seus lábios pousarem em meu pescoço e um beijo se instalar, solto um gemido baixo

-Já te falei que você é gostosa?- Harry diz com sua voz rouca em meu ouvido, aquilo me deixou extremamente excitada

-Não, sou é?- digo me virando e ficando cara a cara com ele e ele sorri

-Sim, demais. Você é perfeita, amor!- ele segura a minha nuca e me beija

O beijo era delicado e doce, o sabor da pasta de menta se exala dando mais frescor sobre o beijo, ele leva uma de suas mãos até minha nuca e a outra para minha cintura, dando um aperto nela e me puxando para mais perto, colando nossos corpos. Levo minhas mãos para seu rosto e os seguro, queria ter certeza que ele não pararia nosso beijo, até que o mesmo começou a ficar mais quente, Harry pede passagem com a língua e eu concedo, o beijo estava muito bom e vejo que para ele também, pois, seu membro já se encontrava um pouco duro. Suas mãos seguram minha cintura, me impulsionando para cima e assim me carregando, entrelaço minhas pernas em volta dele e ele me coloca no balcão do banheiro, sem parar o beijo, sinto a blusa gigante dele que estava usando ser um pouco suspendida e uma mão sua ir até meu seio o apertando e me fazendo gemer baixo entre o beijo.

-Amor, você está cheio de coisa para fazer hoje, não quero te atrasar!- digo ofegantemente olhando para ele

-Sempre arranjarei tempo para você, Carol!- ele sorri maliciosamente

Ele desce até um seio meio que estava livre de suas grandes mãos e ele começa a chupá-lo, mordiscar o bico do meu peito e lambê-lo, tudo aquilo estava me deixando louca e eu sentia que gozaria apenas com isso. Levo minhas mãos até seus cabelos molhados e os seguro, puxando fortemente em ato de prazer, Harry desce sua mão até minha intimidade e começa a massagear meu clitóris, sinto um calor percorrer em meu corpo e gemo, sua mão desliza um pouco mais até a entrada de minha vagina e ele mete de vez sem ao menos eu raciocinar seus dois dedos, mordo meus lábios, aquilo estava muito bom e eu sei que apenas com essas preliminares eu gozaria, Harry me enlouquecia.

-Nossa amor, você está molhadinha- ele me olha e seus dedos que estavam até pouco segundos em mim ele coloca na boca, chupando e sentindo todo o meu gosto

-Me foda amor- suplico e ele rir maliciosamente, mordendo seu lábios

-Seu desejo é uma ordem- ele deixa sua toalha cair, deixando à mostra seu membro que já estava extremamente duro.

Ele se endireita em meio das minhas pernas e segura seu membro, se masturbando um pouco e passando a glande na minha intimidade, respiro fundo e fecho meus olhos, jogando minha cabeça para trás e mordendo meus lábios, até que sinto seu membro me penetrar fortemente e os movimentos de ir e voltar começarem, gemo alto e me seguro naquele balcão que eu não me desequilibre. Suas mãos estão ao lado de meu corpo e sua expressão está puro prazer, mordida nos lábios, olhos para trás, esse era o jeito que eu mais amava de ver o Harry, ele era lindo de todas as formas, suas tatuagens sendo contornadas mais fortemente ainda por conta do suor, na qual realçava as mesmas, aquilo me excitava muito mais ainda.

Sinto ele meter mais fundo em mim e eu solto um alto gemido, levando minhas mãos para as suas costas, encravando as minhas unhas nelas e arranhando, na mesma hora Harry solta um gemido, gemido na qual faz meu corpo todo arrepiar e minha buceta molhar muito mais, suas mãos seguram a minha cintura na qual faz seu membro penetrar o mais fundo possível de minha vagina, sinto que eu estava gozando e abro mais as minhas pernas, fazendo Harry gemer de aprovação e aproximar seu rosto de mim e me beijar, continuando o processo de vai e vem, e em pouco minutos sinto um choque percorrer por todo meu corpo e eu sabia que naquele exato momento eu havia gozado, Harry continuou com os movimentos e agora era a vez dele, continuando com as estocadas fortes sinto suas pernas começarem a tremer e seu corpo amolecer, no mesmo momento sinto um jato de líquido quente dentro de mim e um suspiro alto sai de seus lábios, levando o mesmo a chegar seu rosto até meu pescoço, ficando por lá e dando beijinhos na região

-Eu te amo- ele diz e continua a beijar meu pescoço, um sorriso brotou em meu lábios

-Eu também te amo, Hazza!- abraço ele e passo minhas mãos sobre suas costas que no momento deveriam estar super arranhadas.

Ele me olha e me tira de cima da bancada, vou direto pra chuveiro, estava encharcada de suor, sou seguida por ele. Ligo o chuveiro e deixo a água morna percorrer por meu corpo, amolecando muito mais ele e deixando calma.

-Tão linda- Harry diz, levando seu polegar ao meu rosto e acariciando

-Seus olhos amor- sorrio timidamente

Chego mais perto de si e envolvo meus braços em sua cintura, olhando fixamente em seus olhos e sorrindo, fico na ponta do pé para poder beijá-lo e deposito um selinho demorado em seus lábios, fazendo o mesmo sorrir de orelha em orelha, seguro em suas mãos e o puxo para debaixo do chuveiro, logo, tomando banho pela segunda vez no mesmo dia.

(...)

Já estava em casa, não tinha muito tempo que Harry havia me deixado lá, estava sentada na cama com meu notebook em mãos terminando de fazer meu Tcc, meu celular vibra e eu o pego, era uma mensagem de Harry, abro e lá continha uma foto dele, o mesmo estava sentado em uma cadeira, certamente era no banco e ele estava fazendo bico, e na mensagem à baixo dizia

“Queria estar com você por agora!”

Sorrio e mando uma mensagem de volta para ele

“Nos vemos mais tarde?”

“Mais tarde, amanhã, depois de amanhã, ano que vem, para sempre HAHAHA”

“Você é besta, mas também é muito fofo! X.x”

“Eu sou um pouco de tudo, tem sorte de ter um homem desses contigo ;P”

“Convencido? Nem um pouco KKKKKKK

  Agora se me der licença, preciso por um ponto final em meu trabalho!”

“Dedicada demais essa minha namorada! HAHAHA

Tá bom amor, até mais tarde!”

“Até mais tarde!”

Deixo o celular no criado ao lado e volto a digitar, e em menos de 2 minutos terminei meu TCC, respiro aliviada e entrego para o professor que estava responsável pela entrega, em seguida desligo meu notebook e o guardo, escuto a campainha tocar e fico confusa, vou até a porta e me assusto me deparando com ninguém menos que o Shawn.

-Oi Carolzinha!- ele abre um sorriso largo e me abraça

-Err... oi Shawn! Como descobriu que moro aqui?- por favor que não tenha sido a minha mãe, penso

-Estava indo em uma cafeteria que tinha aqui por perto nesse instante e vi você descendo de um carro, então pensei, deve ser aqui que ela mora!- ele rir

-Nossa, que estranha forma de saber onde alguém mora- dou risada- entra- abro espaço para ele entrar e o mesmo entra se encaminhando até a sala e sentando no sofá

-Era seu namorado no carro?- ele diz com curiosidade

-Era sim, voltamos ontem!- sorrio

-Isso é ótimo! Me resolvi com a Melissa também!- ele diz todo empolgado

-Ohh, isso é ótimo! Que bom que voltaram, fico feliz por vocês dois!- sorrio docemente

Ficamos ali por um tempo conversando e as horas só se passando, até que sinto minha barriga roncar, desde a hora que acordei não comi nada, pego o meu celular e já era 15:30, arregalo os meus olhos

-Viu bicho?- Shawn diz rindo

-Já são 15:30 e eu não ofereci nada para comer, e nem eu comi- dou risada e me levanto indo para a cozinha preparar algo

-Estou morrendo de fome- ele diz se levantando e vindo em minha direção

-Então hoje você comerá a melhor lagosta de sua vida!- sorrio seguindo de uma gargalhada dele- sente-se ai- aponto para o banco do balcão da cozinha- E veja a preparação da lagosta.

Abro a geladeira e pego a lagosta, tratando ela, temperando e assim jogando na panela quente, a fervendo. Não demorou tanto e ela já se encontrava pronta, pego os pratos e talheres no armários e sirvo para nós dois, pego duas taças e despejo vinho pelas mesmas, entrando para ele e brindando, ele rir surpreso por tal coisa que fiz

-Nossa, não sabia que minhas boas vindas seria assim!- ele rir

-Não se acostume, só fiz isso porque estou inspirada- pisco e dou uma garfada, em seguida dando um gole no vinho, que desceu quentemente por minha garganta

Escuto a campainha tocar e o mando ficar por lá, vou até a porta e vejo Harry, sorrio e beijo ele, ele sorri, mas vejo o mesmo ser desmanchado quando seu olhar pousa em Shawn, ele me olha sério e eu já sabia que viria bomba e um monte de perguntas de duvidas e sobre saber o que ele estava fazendo aqui, então, já estava preparada.

-Quem é ele?- ele diz apenas para eu ouvir apontando com a cabeça para onde ele estava

-É o meu amigo Shawn, ele estava aqui por perto e decidiu passar aqui- digo calmamente

-Então esse é o Shawn?- o olho de Harry se arregala ao ver o rapaz musculoso que estava em minha cozinha comendo  

-Sim amor, esse é o Shawn, por quê?- cruzo os meus braços sem entender

-O que faz com ele sozinha aqui?- ele me olha sério e vejo seu maxilar trincar por conta de seus dentes que estavam sendo cerrados por dentro daquela boca

-Absolutamente nada, desconfianças de novo Harry?- respondo séria

-Eu só quero saber, não tem necessidade dele estar aqui!- ele diz firmemente

-Ai Harry, me poupe, ele é apenas um amigo e outra... ele namora!- digo incrédula com tal reação do mesmo

-E? homens traem suas namoradas!

-Então quer dizer que você me trai?- cruzo os meus braços e franzo meu cenho

-Não, jamais!- ele arregala os olhos em desespero

-Então pronto... homens não traem suas namoradas! Deixe de paranoia e entre, vou te apresentar à ele- ele revira os olhos e logo em seguida entra

Seguro nas mãos de Harry e caminho até a cozinha, chamando a atenção de Shawn que estava com a boca cheia da carne suculenta da lagosta e ele nos olha.

-Shawn, esse é o Harry, Harry esse é o Shawn!- apresento

-Prazer, ouvi falar muito de você!- Shawn diz e estende suas mãos até Harry e o mesmo aperta “amigavelmente”

-Prazer também!- Harry diz rispidamente

-Quer comer amor?- olho para ele e sorrio

-Sim estou morrendo de fome- ele se senta no banco ao meu lado

-Okay, vou por sua comida

Levanto e coloco a comida e bebida para ele, dou e o mesmo começa a comer, me sento novamente e volto a comer.... Terminando estávamos apenas bebendo e resenhando, até aquele momento tudo estava fluindo bem, Harry ficou mais amigável de Shawn e até chegou a dizer separadamente só pra mim que havia se simpatizado com ele e eu apenas rir. Harry diz que estava apertado e iria ao banheiro, se levantando e caminhando até o banheiro de visitas, ficou só eu e Shawn na sala, tudo estava quieto, mas os olhos de Shawn me pairavam, olho para ele que sorri e se levanta vindo até à mim, fico confusa e não entendo, ele para ao meu lado que estava sentada no banco e suas mãos pousam em minha coxa a apertando, ele estava bêbado, mas nada justifica o que ele pensou ou pensa em fazer comigo, tiro sua mão de minha coxa e olho sem entender

-Oxe Shawn, tá maluco?- falo alto e logo vejo seu dedo indicador pairar sobre minha boca

-Maluco por você, bêbê!

Ele aproxima seu rosto mais perto do meu, mas eu desvio e o empurro, e na mesma hora eu só pude escutar um

-QUE PORRA É ESSA AQUI?- Harry grita, vendo toda a cena.

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...