1. Spirit Fanfics >
  2. Sweet Creature >
  3. Capítulo XXIX

História Sweet Creature - Capítulo 29


Escrita por:


Capítulo 29 - Capítulo XXIX


-QUE PORRA É ESSA AQUI?- Harry grita, vendo toda a cena.

-Amor, posso explicar!- digo aflita, sinto meus olhos encherem de lágrimas, não queria brigar com o Harry, havíamos acabo de nos reconciliar

-Não precisa explicar Carolina, você não tem culpa, eu vi o que tinha de ver!- Harry diz dando passos apressados até Shawn e dando um soco no meio de sua cara.

Shawn vai para trás e revida o soco, porém em sua boca, me desespero ao ver sangue saindo da boca do Harry e tento adentrar no meio dos dois, mas apenas sou empurrada, me desespero porque não queria que aquilo continuasse, mandaria Shawn para sua casa e o faria sumir da minha vida e acalmaria Harry. Em meio à pensamentos turbulentos me desperto dos mesmos ou ver Shawn caindo no chão e Harry ficando por cima dele, lhe desferindo vários socos.

-Isso...é...pra....você....aprender.....a....não....mexer....com....a....minha....mulher- ele diz a cada soco dado na cara de Shawn,o deixando desacordado, assim levantando e cuspindo em seu rosto.

-Harry, não precisava fazer isso!- digo perplexa com tal ato e tamanho a força que ele teve por conta da raiva

-Homem nenhum mexe com minha mulher, e não passarei a mão na cabeça porque é amiguinho!- ele diz de forma rispída 

-E o que vamos fazer com ele? Deixá-lo desacordado? Isso foi demais!- Harry revira os olhos, caminha até o Shawn o segurando por trás e com bastante força o levantando e levando para o sofá.

(...)

Não havia passado muito tempo e Shawn acordou, ele estava atordoado, me situava sentada ao lado dele enquanto Harry estava encostado na parede olhando ele com puro ódio e raiva. Em minhas mãos eu segurava um lenço que se encontrava encharcado de sangue e na outra soro para limpar os machucados, vejo Shawn me olhar e em seguida olhar para Harry e seus olhos demonstravam raiva, ele tenta se levantar uma dor paira sobre seu corpo, o fazendo gemer e sua expressão demonstrar dor.

-Você é um desgraçado, Harry!- ele diz com dificuldade

-Ha ha disse quem deu em cima da minha mulher, te manca otário, se não fosse pela Carol você estaria neste exato momento no IML, seu merda!- Harry diz alterado, olho para ele em forma de repreendê-lo e ele revira os olhos.

-Shawn, por que fez isso?- olho para ele com a sobrancelha arqueada e cruzo os meus braços

-Porque eu quis, você não merece ficar com ele, com alguém que te traiu!- ele cospe as palavras sem ao menos se importar como eu ou o Harry vai ficar, e assim vejo Harry avançar para cima dele de novo, mas com sucesso, consigo tirá-lo

-Você é um filha da puta, não respeita a amiga, o namorado da amiga e muito menos sua namorada!- ele diz alto, levando as mãos em seus cabelos e fazendo um coque.

-Minha namorada é uma vadia, aquela dali eu só como e nada mais!- ele sorri sarcáticamente, nossa que nojo dele 

-Shawn, saia daqui!- me levanto do sofá e aponto para a porta, dizendo firmemente, não queria mais aquele babaca nem como amigo

-Você vai se...ai- ele se levanta, ele geme de dor- se arrepender de ter escolhido ele e não à mim!- ele aponta na minha cara e em seguida sai da minha casa mancando e batendo fortemente a porta.

Respiro fundo e me sento no sofá, em seguida me desabando no choro, Harry se senta ao meu lado e sinto suas mãos acima da minha e as apertando delicadamente, apoio minha cabeça em seu ombro e o choro teima em querer sair mais... Como eu pude ter amizade com uma pessoa tão medíocre assim? Uma pessoa que não me respeita e apenas se aproximou de mim por interesses secundários?! Abraço o Harry e encosto meus lábios em seus ouvidos, respirando fundo e dizendo

-Eu te amo muito, não sei o que seria de mim sem você- distâncio de sua orelha e beijo levemente a sua bochecha e encosto minha testa na dele 

-Amor, fique tranquila. Espero que daqui pra frente você enxergue direito quem é seu amigo(a) ou não, nunca irei querer seu mal!...- ele leva suas mãos de encontro a mão rosto e acarícia o mesmo, aproximando seus lábios dos meus e dando um selinho- Ainda quer ir para minha casa ou continuamos aqui?

-Vamos para sua casa, o que ocorreu aqui hoje não vai me deixar dormir bem se eu continuar aqui!- sorrio levemente de canto

Harry se levanta e estende sua mão para eu segurar, seguro e me levanto do sofá, saio da minha casa deixando ela do estado que está mesmo e entro no banco passageiro, Harry entra em seguida, dando partida no carro e dirigindo até a sua casa....Harry estaciona o carro em sua garagem e abre a porta do passageiro para mim, saio e ele tranca o carro, abre a porta da casa dele e dar espaço para eu entrar e logo em seguida entra fechando a porta atrás de mim. Me jogo no sofá, ficando de bruços e fecho os meus olhos, não iria esquecer tão cedo o ocorrido e contaria isso para os meus pais, eles precisavam saber disso, afinal, colocaram ele em sua casa! Sinto um peso sobre mim, abro meus olhos e vejo Harry que estava com sua cabeça encostada em meu peito, enrolo meus dedos em seus cachinhos e acaricio eles, não queria fazer nada além de ficar assim com ele, então pego no sono junto à Harry.


Notas Finais


Meninas, me desculpem pelo capítulo tão pequeno e também tão ruim, mas hoje não estou muito bem, crise de ansiedade bateu legal hoje, porém, para nao deixarem vocês sem mais uma história desse casal escrevi rapidamente. espero que vocês me entendam e me perdoem por qualquer coisa. No próximo eu prometo que será muito melhor! Um beijo! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...