1. Spirit Fanfics >
  2. Sweet dreams - Yuno x Fuegoleon >
  3. Extra; Felicidade.

História Sweet dreams - Yuno x Fuegoleon - Capítulo 2


Escrita por: 0sunayl

Notas do Autor


Resolvi voltar com um filler deles e espero que gostem, como estou escrevendo diretamente pelo app, acho que vai dar menos trabalho.🙈

Capítulo 2 - Extra; Felicidade.


Fanfic / Fanfiction Sweet dreams - Yuno x Fuegoleon - Capítulo 2 - Extra; Felicidade.

Felicidade.


Se a alguns meses alguém chegasse em Yuno e perguntasse qual era a felicidade dele, ele não saberia responder. Não conseguiria responder porque ainda não havia provado algo tão intenso para se denominar aquilo.

Porém agora, ele poderia dizer em alto e bom som, que sua felicidade é Fuegoleon. Cada manhãs iniciadas ao seu lado, todos os momentos felizes e tristes, momentos fáceis e difíceis, brigas e reconciliações. Mesmo que algumas vezes o mais velho lhe levava ao limite da paciência, não conseguiria se largar dele.

O porque era que simplesmente estava feliz com aquilo.

Saindo do seus devaneios, Yuno quase pulou de susto ao ouvir alguém gritar no seu pé do ouvido.

Maldito anão albino, pensou o moreno ao ver o Bakasta ali.

— O que foi, Bakasta? — Perguntou usando o apelido que Noelle deu ao mais baixo.

— É que você tá viajando aí, tua' cara sem expressão parece que tu nem tá feliz pelo teu casamento com o Fuegoleon-san. — Asta falou, porém Yuno deu de ombros. — Pera, VOCÊ NÃO TÁ FELIZ? — Asta gritou, porém levou um cascudo.

— Eu estou sim, seu idiota, porém só estou pensando. — Asta murmurou um "pensando no que?" e então caçou no seu dicionário mental, palavras que poderiam ser simples para explicar sua situação. Afinal, era Asta ali. — É que eu encontrei minha felicidade, sabe? — Asta se sentou na cadeira ali, prestando atenção. — Antes, se me dissem que eu iria me casar e ter um gatinho chamado foguinho, o que é um péssimo nome, eu chamaria a pessoa de louca. — Apesar de Asta tentar, perdeu tudo no nome do gatinho que Fuegoleon e Yuno adotaram.

Asta começou a rir e então os dois irmãos começaram a briguinha de sempre.

Porém distraídos, só repararam terceiras pessoas na sala quando a pessoa forçou a garganta.

— Padre! — Yuno se levantou ao ver o padre que lhe criou ali, junto com a irmã lily e as crianças. — Que bom que vinheram! — Abraçou todos os conhecidos.

— Você cresceu rápido, Yuno. — O Padre lhe abraçou. — Espero que você seja muito feliz, te desejo uma vida boa ao lado de Fuegoleon. — Acariciou a testa do afilhado. Agradeceu e então sentiu Lily lhe abraçar também.

— Parabéns Yuno! — Disse enquanto se separava. — Te desejo toda a felicidade do mundo, você merece! — Beijou a testa do mais novo, este que também agradeceu.

E sua pré-cerimônia foi assim, as crianças lhe distraindo para não ficar ansioso, provando os ternos e sendo paparicado.

— Você está parecendo um príncipe, Yu. — Yuno ouviu a voz de Klaus atrás dele si. Como todos já haviam saído da sala, ficou somente ele, e agora, ele e Klaus.

— Lunette! — Foi até o Lunette sendo recepcionado com um abraço caloroso. 

Klaus e Yuno eram melhores amigos, mesmo que as vezes briguem, o que são muitas vezes, sempre estiveram ali um pelo outro em batalhas, lutas e outros assuntos banais.

— É maravilhoso ver seu melhor amigo encontrando sua felicidade, mas saiba que eu sempre estarei aqui, viu? — Se separou. Yuno riu, instinto de irmão mais velho, Klaus Lunette era um irmão coruja.

— É gratificante ver seu melhor amigo feliz por você, sempre estando ao seu lado, obrigada, Klaus. — Abraçou o mais alto.

— Bom, agora vamos, mandaram eu vir te buscar. — Estendeu a mão a Yuno. Este que sorriu e então foram até a entrada da igreja de Hage.

Sim, reformaram toda a igreja e Yuno se casaria ali, onde foi criado, educado e amado a infância inteira. Sorriu com as lembranças do lugar.

A música começou a tocar, e então sua Selkie, começou a jogar as florzinhas.

Fuegoleon quase teve um infarto com a beleza do seu garoto. Como o mesmo dizia, havia tirado sorte grande na loteria. Sorriu ao ver o menor vindo em sua direção. Estava lindo naquele terno branco com bordados vermelhos. 

Na visão de Yuno, Fuegoleon também estava divino, vestido num terno vermelho com detalhes brancos e pretos, juntamente com o símbolo Vermillion num broxe no blazer.

Assim que Yuno subiu no altar, Fuegoleon sorriu mais ainda.

— Está lindo, meu amor. — Elogiou o Vermillion, enquanto juntava suas mãos com a de Yuno, virando frente a frente.

— Você também, my red. — Usou o apelido que deu a Fuegoleon enquanto estavam no tédio. — Pode começar. — Deu sinal ao padre.

Assim o padre iniciou a cerimônia.

— Podem fazer seus votos. — Permitiu o Padre.

Fuegoleon então limpou a garganta, e então olhou pelo canto dos olhos, a igreja lotada, os capitães todos ali, membros de esquadrões conhecidos e seu melhor amigo, Nozel estavam ali, sorriu ao ver todos lhe olhando em motivação.

— Antes de te conhecer, eu nunca havia me apaixonado de verdade. Até tive algumas paixões de adolescência, mas nunca algo sério e tão intenso como você. Quando te vi a primeira vez, foi como se alguma coisa no fundo do meu coração e da minha mente gritavam; “é ele”. Eu sempre ouvia as pessoas dizendo que quando encontramos a pessoa certa, enxergamos novas cores. E hoje eu vejo. — Pausou um pouco. — Você trouxe um colorido novo a minha vida, e é por isso, que eu vou sempre, completamente, verdadeiramente, intensamente.. amar você. — Finalizou, e então toda a igreja vibrou em aplausos e gritos.

Yuno sentia que a qualquer momento seu coração poderia sair pela boca de tão acelerado. Porém, respiro fundo e então começou.

— Sabe Fuegoleon.. antes de você, se me perguntassem qual era a minha felicidade, eu diria que era ser um futuro rei mago. Mas se me dissessem que minha felicidade seria um Vermillion animado e um gatinho chamado foguinho, eu chamaria médicos urgente para aquela pessoa. — Pausou. — Porém hoje eu entendo, hoje eu entendo os conceitos de felicidade, hoje eu consigo ter ela verdadeiramente, e é por isso que eu agradeço a você, meu Vermillion, por trazer essas novas sensações em minha vida, eu te amo. — Finalizou e então a igreja foi enfeitada de aplausos, gritos, e mais vivas.

— Está certo. — O Padre disse e então olhou para o grande público. — Se alguém tem algo contra essa união, fale agora ou calesse para sempre! — O esperado era que ninguém falasse nada, porém a vida não é um mar de rosas.

— Eu já peguei o Vermillion em! — Uma mulher gritou lá do fundo.

— Se tivesse feito direito estaria no meu lugar! — Yuno gritou de volta e então de virou para o padre. — Pode continuar jiji.

— Pelo poder investido a mim, eu vus declaro marido e esposo! — Disse e então toda a igreja começou numa avalanche ainda maior de aplausos, gritos, crianças chorando, cachorro latindo, veias reclamando e nobres se achando.













“A felicidade muita das vezes não se conquista sozinho.” 

Apoloyl 2021.



Notas Finais


DEMOROU MUITO😐


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...