1. Spirit Fanfics >
  2. Sweet Home >
  3. Lâmina afiada

História Sweet Home - Capítulo 14


Escrita por: e chanbaeka_nwoo


Capítulo 14 - Lâmina afiada


Fanfic / Fanfiction Sweet Home - Capítulo 14 - Lâmina afiada

• Boo •

Eu não conseguia encarar ninguém ali depois da confusão que fiz mais cedo. Além disso, só consegui me disponibilizar para ajudar o médico pois havia feito um curso de enfermagem alguns anos atrás, pelo menos essa habilidade seria útil neste momento crítico.

Me acomodei em uma cadeira caduca que estava na sala improvisada de cirurgia e observei uma das lâmpadas falhar consecutivamente como nos filmes de terror.

Jungwoo- Olá, me chamo Kim Jungwoo e eu era médico em um hospital famoso antes dele falir. - acenou de maneira tímida. - Posso não ser o melhor do país, mas vou me esforçar para salvar a vida das pessoas que estão aqui.

Boo- Por que está dando um discurso? - indaguei desanimada enquanto brincava com os pés.

Jungwoo- Só queria transmitir um pouco de confiança, no entanto é difícil permanecer forte quando a situação se torna cada vez mais deplorável... - suspirou e se apoiou no armário branco que era um dos únicos objetos que continuava intacto naquele cômodo. - Está tudo bem? Você parece triste.

Boo- Vou ficar bem, não se preocupe.

Jungwoo- Se for um problema no corpo, posso resolver. Se for no coração, infelizmente não poderei te dar um remédio para melhorar, mas posso te dizer palavras que ajudem a cicatrizar a sua ferida. - a sua voz soava doce a cada sílaba dita, quase como um anjo. - Aliás, tenho um diagnóstico pra você.

Ele pegou um papel que estava no bolso da sua camiseta, anotou algo com a letra mais bonita possível e me entregou.

"Sorria mais" era o que estava escrito.

Boo- Podemos mudar de assunto? - não queria ficar corada agora.

Jungwoo- Ah, claro. Desculpa estar sendo inconveniente. - coçou a nuca envergonhado. - Você veio com mais 3 pessoas, certo? Eles não sofreram nenhum ferimento ou foram atacados por algum monstro?

Boo- Pelo que eu saiba, estão todos bens. O Doyoung sofreu um corte na mão, mas já cuidei do seu ferimento. - informei. 

Elijah- Alerta vermelho! - a estrangeira surgiu na porta. - Um monstro está vindo na direção de onde estamos, Mi-rae e Jaehyun subiram então não podem nos ajudar... Por favor, vão para a entrada para caso tenha alguém machucado!

Corremos para o local indicado e a situação era uma completa desordem.

Taeyong dava espadadas ágeis e friamente calculadas no monstro, porém não faziam quase nenhum efeito. Haechan retirou a arma que estava em sua cintura e começou a disparar desenfreado, outra tentativa falha, mas eles continuaram as ações com o objetivo de distrair aquele ser que assemelhava-se a um zumbi.

Doyoung tirou Taeyong do caminho, pegou a sua espada, pulou, deu dois passos na parede e passou a lâmina exatamente no pescoço da criatura, a tornando duas. Haechan usava uma grande bota e chutou a cabeça para fora da janela.

O monstro, que agora não possuía visão, foi para a direção oposta sem rumo e todos comemoraram quando ele sumiu pela névoa do enorme corredor. De fato, a adrenalina em nossos corpos pediam por gritos e palmas direcionados para o novo herói.

Taeyong- Você foi muito bem! - deu tapinhas nas costas de Doyoung.

Haechan- Confesso que fiquei impressionado. - guardou a sua arma.

Doyoung- Precisamos criar táticas para fazer esses bichos perderem partes do corpo pois eles não morrem. - entregou o item afiado de volta para o seu verdadeiro dono. - Porém temos que esperar os dois guerreiros para discutirmos sobre isso.

Taeyong- Você está certo.

Jungwoo- Ninguém se feriu? Vamos voltar para a ala médica, qualquer sintoma podem ir lá. - passou o braço em meu ombro para que fôssemos juntos.

Boo- Pode ir primeiro, vou ver como a minha sobrinha está. - fui até a Karen.

[Quebra de Tempo]

Arrumei alguns cobertores e coloquei a garotinha pra dormir, ela parecia exausta. Depositei um beijo em sua testa e a observei até que finalmente fosse para o mundo dos sonhos.

Doyoung- Ela é muito obediente, não é? - se sentou ao meu lado no chão.

Boo- A Karen sempre quis honrar os pais.

Nos encaramos por alguns segundos que pareciam horas e nossos rostos foram se aproximando como imãs, entretanto...

Haechan- Desculpa se atrapalhei algo, mas um dos moradores está com febre.

Boo- Ok, estou indo.

Me levantei apressada e fui atender o paciente.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...