1. Spirit Fanfics >
  2. Sweet Redhead >
  3. Pesquisa, aposta, contrato!

História Sweet Redhead - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Boa Leitura bebezinhos!
Tô puta porque meu fone quebrou por um lado. Tô me sentindo a Rominia (Né Ana Carolina?)

Vamos ouvir Lana Del Rey com um lado de fone e escrever uma história triste porque quando ouço músicas tristes não faço coisas boas. Meu ouvido é influência haha.

Podem ler..

Capítulo 4 - Pesquisa, aposta, contrato!


Fanfic / Fanfiction Sweet Redhead - Capítulo 4 - Pesquisa, aposta, contrato!

    𝐃𝐨𝐦𝐢𝐧𝐢𝐪𝐮𝐞 𝐌𝐢𝐥𝐥𝐞𝐫 𝐂𝐚𝐫𝐩𝐞𝐧𝐭𝐞𝐫

— Comprou isso para Debrah?

— É.. claro! – sorriu torto.

— Bom, obrigada mesmo assim! – coloquei o mesmo em meu dedo o ajeitando.

— Hum, está bem! Vou para o porão! Me avise quando precisar de mim.. 

— Eu já preciso! – o rapaz revirou os olhos. – está no contrato! Já quer desistir? Vai ter que pagar a taxa quebrada!

 Argh~ é uma moça de negócios..

— Aprendi com meu pai!

— mora com seus pais?

— Com minha mãe e minha tia. As vezes durmo na casa de meu pai. É divido! 

— Ah.. então eles são separados.. Sorte sua!

— Sorte? – arqueei uma sombrancelha enquanto via o rapaz pegar seu celular.

— Não é obrigada a morar com um casal falso perfeito.

— Você mora com seus pais? Achei que era emancipado.

— Sou! Mas as vezes eles me visitam com aqueles papos ridículos de pais de não beba, não fume..

— Para tudo! Você fuma?

— fumo!

— você.. bebe?

— Dominique isso é a coisa mais normal! Eu já tenho dezoito e..

— Se você fumar na minha frente ou queimar minha pele eu corto seu cabelo!

— O que você tem contra?

— Tudo! Ao começar que você pode morrer de câncer!

— Está bem, doutora Carpenter! O que sugere?

— Que você não fume! Pelo menos não na minha frente! Só finja que é saudável!

— Claro.. sabe, você é tão.. irritantemente perfeita! Que dá até vontade de te transformar em imperfeição! – passou o dedão pela minha bochecha levemente avermelhada.

— com licença! Podem me ajudar? Sou nova na escola e queria Algumas informações por favor.. – me virei de imediato vendo uma jovem garota sorridente. Seus cabelos perceptíveis de longe. Verdes! Lisos e longos. Seus olhos belos e castanhos! Sua pele clara como a branca de neve.

— Claro, qual é seu nome? – perguntei sorrindo minimamente.

— Milena, Milena Crayzand.. a diretora me mandou falar com o representante mas ele não estava no grêmio então decidi conhecer a escola sozinha! Essa é a enfermaria?

— como já percebeu, sim.. refeitório que não seria! – falou Castiel cruzando os braços. A Garota riu.

— Você é tão engraçado! Qual é seu nome?

— é Castiel! E o meu é Dominique! – falei já presumindo que o rubro não abriria a boca para falar algo que não seja arrogante.

— Belo nome! Os dois! Bom, algum de vocês pode me apresentar o local? – antes de me deixar falar algo o ruivo me puxou pelo pulso e saiu sério do local.

— Seu estranho! Precisamos ajudar a novata!

— Depois! Agora vamos para a aula. Não me dei bem com ela.

— Ela foi muito amigável. Você que foi rude.

— Características são Características. Não pode muda-las.. se quisesse encontrava outra pessoa para fazer acordo..

— É por isso que te amamos, Cast! – o rapaz riu rouco enquanto voltavamos para aula.


                       .   .   .

— Então você é amiga do Castielzinho? – perguntou Rosalya enquanto amarrava seu rabo de cabelo platinado liso e grande.

— Conhecida! No máximo chefe! Não sei se devo considera-lo amigo.. Nos conhecemos a dois dias, praticamente – arrumei minha saia azul escuro. Enquanto assistia os garotos treinarem.

— Acho que o Chuck vai tirar a camisa logo logo.. – falou Alexy sentando ao nosso lado com o cabelo em coque.– Por que temos que ficar torcendo de longe?

— Porque somos líderes de torcida! É isso que elas fazem! – falei vendo o rapaz Suspirar e apoiar os cotovelos nos joelhos, colocar as mãos nas bochechas e suspirar. 

— Acho que vou falar com o Edgar! Ele é muito gostoso e da os melhores conselhos! – o azulado deu de ombros sorrindo bobo.

— Ele é maior de idade, louca! Você ainda tem dezessete e ele deve ter uns trinta anos. – falou Rosalya enquanto eu concordava com a cabeça.

— Hora do treino, meninas! – falei me levantando e ajeitando meu cabelo que estava solto já que não era tão grande assim. 

Dançamos uma música como Milkshake. No final saiu melhor do que o esperado. Podemos até fazer um show no Pop's. 

          𝐂𝐚𝐬𝐭𝐢𝐞𝐥 𝐂𝐨𝐥𝐥𝐢𝐧𝐬 𝐏𝐨𝐯'𝐬 

— Festa na minha casa, hoje! – falou Chuck me fazendo revirar os olhos.

— vocês só pensam em festa, não é mesmo? 

— Claro que não. Também pensamos em garotas! – Reggie comentou dessa vez. – ainda mais na Dominique!

— Não fale da Nik! – Ouvi a voz de Hardin. Hardin Scott Preey.

— Ei, está bem, cara! Só estava comentando! – falou sorrindo amarelo.

Dominique. Ela não é nada feia. Muito menos fácil. Ela é linda! Isso eu não posso negar! Mas nunca daria certo. Eu não posso namorar! Eu não quero namorar! Não para acabar tudo como acabou com Debrah.

— Castiel? – Archie me chamou me fazendo piscar Algumas vezes.

— Oi? Cadê o Hardin?

— Já saiu do vestiário! No que você estava pensando?

— Nada, oras.. por que?

— Os caras falaram que ninguém conseguia foder a Dominique.. nem você.. – comentou Jason me fazendo rir com deboche.

— Não duvide de mim..

— Está bem. Você tem uma semana. 

— Uma semana é pouco. Um.. mês no máximo!

— está certo! Um mês.


   𝐃𝐨𝐦𝐢𝐧𝐢𝐪𝐮𝐞 𝐌𝐢𝐥𝐥𝐞𝐫 𝐂𝐚𝐫𝐩𝐞𝐧𝐭𝐞𝐫

— Querida! Chegou bem na hora. Já terminei o almoço! Venha almoçar! – falou sorrindo a mulher de cabelos rosados. – e quem é esse belo garoto?

— Castiel Collins! Melhor amigo de Dominique! Eu vou vir almoçar aqui todos os Dias! – falou sorrindo amigável enquanto cheirava o molho saboroso de Ágatha.

— Ah, que pena que não é namorado! Niquita está realmente precisando.. tão sozinha.. 

— Tia! – a Repreendi vendo o rapaz gargalhar alto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...