História Sweet Secrets - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Abo, Chanbaek, Hunhan, Kyungsoo!kid Jongdae!kid, Sulay, Taoris, Xiukai
Visualizações 9
Palavras 1.000
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fantasia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Four


Baekhyun

Finalmente estávamos nos preparando para o show de Seul. Meu amigo Sehun não conseguia estar mais eufórico. Ele queria conhecer o tal Luhan, fiquei até zuando sobre estar apaixonado pelo ômega e por incrível que pareça ele não negou. Eu já podia ouvir as fãs cantando e gritando palavras de incentivo. Muitas vezes era bom voltar para casa depois de tanto termpo em turnê no Japão. Abrimos o show com as performances de dança de Kai e Sehun para Artificial Love, podia ouvir a euforia até que em seguida Minseok e eu entramos com uma das nossas músicas favoritas do album Heaven. Era uma música fofinha e muitos dos fãs gostavam. Por mais incrível que pareça naquele mar de fãs eu sempre encontro alguém que me chama atenção e acabo muitas vezes fazendo o show para um pessoa só e ali não foi diferente. Encarei um garoto, ele parecia estar ali por obrigação. Era mais alto que a maioria e tinha os cabelos vermelhos. Ele era uma graça e parcecia envergonhado de ser visto ao lado do suposto amigo que berrava e chorava.

-SEUL. VOCÊS ESTÃO GOSTANDO? -Kai perguntou e ouviu gritos ensandecidos da multidão que respondeu feliz. Era sempre uma emoção estar diante de um palco mas nada parecia se comparar com aquele garoto. Seu cabelo tinha alguns cachinhos e era um fofo. Ele estava todo tímido ali no meio da multidão, parecia não saber nossas letras e se bobear nem mesmo nossos nomes mas percebi seu olhar vagar algumas vezes e parar muito em Sehun. Senti uma pontada de ciúme, queria aquele olhar fofo e aquela atenção para mim.

Continuamos o show e conforme ia passando aquele menino ficava mais emburrado. Acho que amanhã terá fotos sobre eu estar olhando apenas para um canto de tanto que estou o observando e ele nem me nota. O show terminou, eu queria muito olhar para ele de novo, sabia que em 20 minutos teriam os fanmeetings, fui para o camarim e depois de colocar uma roupa simples peguei uma máscara e fui para a parte de trás do evento onde provavelmente não tinha ninguém. Sentei na calçada e encarei o céu.

-Droga de vida. Por quê eu tinha que ser arrastado para ver esse grupo? Eu nem gosto deles. Luhan vai me pagar muito caro por isso, quem ele pensa que é? Ele é um péssimo melhor amigo. -Ouvi uma voz falar e vi que o garoto que resmungava era o mesmo que eu fiquei de olho o show inteiro e sorri, talvez eu tenha a chance de me aproximar um pouco mais.

-Você não gosta do show? -Ele se assustou e se virou para mim. Era muito mais lindo de perto.

-Não. Eu só estou aqui porque fui arrastado por um péssimo amigo. Não é que eles não sejam talentosos mas não fazem o meu estilo. Eu não gosto dessas coisas muito menininhas.

-Oh entendo. Eu também não costumava gostar, mas o que um ômega tão lindo e cheiroso faz aqui sozinho?

-N-nada. Meu amigo vai no fanmeeting e eu terei que esperar ele aqui. -Murmurou. Uma ideia se passou pela minha cabeça. Me levantei do chão e e me aproximei dele. Ainda faltam 15 minutos para que comece a sessão de autógrafos.

-E que tal se a gente usar esse tempo para fazer outras coisas mais interessantes? -Perguntei já bem perto e sentindo o hálito dele. Seu cheiro era de morango, minha fruta favorita. Ele também parecia meio paralisado e sem reação então apenas assentiu com a cabeça. O puxei para o meu carro que ficava ali no canto e abri a porta deixando ele entrar. Olhei aquela boca atraente e não demorei para iniciar um beijo quente. Suguei seu lábio inferior, mordi e fiz tudo para deixá-lo bem vermelho.

-H-hm... E-eu me chamo Chanyeol.

-Pode me chamar de Baekhyun. -Resolvi não usar mentiras ali, corri o risco dele se assustar mas ocorreu exatamente o contrário. Foi como se eu tivesse dito qualquer nome e agora tive a confirmação de que ele sequer sabe quem sou.

Sua mão curiosa veio para baixo da minha camisa e aproveitei e puxei a sua, lembrei que não tínhamos muito tempo então já retirei sua calça e abri a minha.

-V-você pode ir rápido? Eu não quero corre riscos. -Ele murmurou e eu assenti. Desci meu dedo para sua entradinha que já estava lubrificada e enfiei um dedo enquanto sugava seu mamilo. Ouvir seu gemido foi maravilhoso. Ele estava tão lindo e fofo, era a imagem mais linda que já pude visualizar. Depois da preparação, ele sentou devagar na minha ereção.

-A-ah... Como você é apertado Chan.

-B-Baekkie, mais forte. -Ele resmungou alto. Estoquei com mais força. Eu não era de estar saindo com as pessoas depois do show, quase nunca acontecia mas por algum motivo ele me chamou a atenção inteiramente. Chanyeol era um garoto diferente, lindo, me cativou assim que pus os olhos nele. -AH... MAIS...

-Assim bebê? -Estoquei com força e o escutei gritar assim que atingi sua próstata. Ele estava todo suado e seu cheiro impregnado no carro. Por mim eu ficaria com ele pelo resto da noite. Seu corpo tremeu e logo ele chegou ao ápice prendendo meu pênis me fazendo gozar em seguida. -Isso foi maravilhoso. Você foi incrível bebê.

-O-obrigado. Temos que nos vestir. -Percebi que faltavam dois minutos para começar, meu manager deve estar louco. Coloquei a roupa rapidamente.

-Me dá seu twitter e eu irei te seguir hoje mesmo anjo. Não esquecerei essa noite tão cedo.

-Certo. -Ele me deu o nome do usuário e saímos do carro. Dei um último beijo e ele logo correu para o lado oposto de mim, talvez eu nunca mais o veja, mas quem sabe a vida não tenha pena de mim e o traga algum dia? Meu lobo nunca se sentiu tão agitado assim com uma pessoa como estava agora. Fiquei muito feliz em saber que existiam pessoas que não ficariam comigo pelo dinheiro, ainda existem pessoas que nem mesmo conhecem minha cara e me tratam como gente normal, era disso que eu precisava.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...