História Sweet Sin - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens All For One, Dabi, Denki Kaminari, Eijirou Kirishima, Enji Todoroki (Endeavor), Fumikage Tokoyami, Gran Torino, Hanta Sero, Hizashi Yamada (Present Mic), Iida Tenya, Katsuki Bakugou, Kurogiri, Kyoka Jiro, Mashirao Ojiro, Mei Hatsume, Midoriya Izuku (Deku), Mina Ashido, Minoru Mineta, Mirio Togata (Lemillion), Momo Yaoyorozu, Nejire Hado, Shouta Aizawa (Eraserhead), Shouto Todoroki, Stain, Tamaki Amajiki (Sun Eater), Toga Himiko, Tomura Shigaraki, Toru Hagakure, Tsuyu Asui, Uraraka Ochako (Uravity), Yagi Toshinori (All Might), Yuga Aoyama
Tags Bakukiri, Momojirou, Tododeku
Visualizações 80
Palavras 1.735
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente! Quanto tempo!
Esse capítulo não vai ter muito romance na verdade, o que é bom porque eu vou brincar um pouco com a narração e desenvolvimento de outros personagens!
Espero que gostem.

Capítulo 5 - Ela não é uma mesageira!


Fanfic / Fanfiction Sweet Sin - Capítulo 5 - Ela não é uma mesageira!

Momo Yaoyozuru

       Viajar com um camponês era a ideia mais idiota que eu havia escutado. Mas sei como Todoroki é, iria sozinho se eu não concordasse. E eu preciso estar por perto, Deus sabe o quê ele faria sem mim.

       Sempre fomos próximos, ele sempre está com a cara fechada para todos. Mas pra mim não, tudo bem que é raro ele sorrir, mas é a sua natureza fria, o que posso fazer? Ele leva tudo muito a sério, tem motivos para isso. Apesar disso ele sempre pula a cerca, por rebeldia contra seu pai. Melhor dizer que ele é sério com as coisas que se dizem respeito a ele.

       Minto se dissesse que só viajaria por ele, conhecer outro reino pode ser interessante, conhecer outras pessoas... Foco Momo, arrume suas malas! Depois de arrumar meus pertences me pus a dormir.

 

(...)

        Estava curtindo o meu sono tranquilo até o sol forte de All bater em minha cara, tinha esquecido como essa cidade é quente essa época do ano. Viajaremos a tarde então dá tempo de acordar o príncipe, brigar com o príncipe, reclamar do príncipe e checar o calendário da profecia. Quando decidi ser uma cavaleira real não imaginava virar uma babá...

 

Midoriya

 

     Tentei não pensar no príncipe, isso só me deixaria mais nervoso, e eu ainda precisava fazer o anúncio na praça central, não era hora para ficar nervoso. Apesar de sempre ter uma aparência simples, as pessoas sempre me olham por causa do bordado de All, acabo chamando muita atenção.

       Me arrumei rápido e corri para a praça. Odiava esse cargo, não combina comigo, falar alto e em público argh! Após ter vários olhares sobre mim, finalmente cheguei a praça e pude fazer o anúncio. De novo meu foco era apenas não gaguejar, por sorte eu consegui desta vez. Quando terminei, comecei a andar pela cidade. Afinal fora para isso que eu vim.

       Era realmente linda, havia cheiro de pães e cerveja nas ruas em que eu passava. Apesar de sua aparência, as pessoas não eram gentis, me olhavam feio, pensei ser por causa do bordado ou algo do tipo. Rapidamente a visão daqueles olhares foi interrompida por um puxão forte direcionado a um beco, apesar da pouca luz que lá se tinha eu consegui identificar o que tinha  na minha frente ou melhor a pessoa que se tinha. Era uma mulher, aparentemente da minha idade de cabelo curto roxo e pele clara, vi que sua orelha tinha algo estranho, provavelmente parte de sua individualidade. Mas o que me chamou atenção foi, ela também tinha o tal bordado de All, eu ia gritar de surpresa mas minha boca foi tampada por ela.

 - Você deve ser o Midoriya, calma rapaz, o que eu quero conversar com você eu garanto que não quer que se espalhe- ela me disse sorrido, eu preferi nem falar nada- tudo bem, eu vou ser direta! Me leve com você para Iida e na viagem da profecia.

- Por que eu faria isso?!, desculpa eu nem te conheço. Além disso, viagem da profecia? Eu nem sei do que você está falando! – menti nervoso.

-Ei Midoriya, já conseguiu controlar o poder supremo? – antes que ela pudesse falar mais algo eu tampei sua boca, mas ela tirou as minhas mãos de forma suave – Calma, eu não falei para ninguém... Ainda...

- O-que querr d-izzer?!- gaguejei desconfortável com a situação- Como sabe...

- Não foi fácil na verdade, eu segui por um tempinho, Midoriya. Ficaria assustado ao saber quantas vezes te vi dormindo- ela parecia animada com a situação. Eu não estava.

-M-e ve-r dormm-indo?!- gaguejei de novo.

-Isso não importa, de qualquer jeito temos um trato certo? – agora ela me estendia a mão.

- Seu nome... eu não sei seu nome! – falei um pouco alto, queria que não ficasse confuso o que eu disse.

- Assim! Eu me chamo Kyoka Jirou, eu sou da guarda de All então não se preocupe! – ela agora estava muito animada. Aquele ditado “a desgraça de um é a felicidade do outro” estava completamente certo.

- Acho que nós vamos viajar... – falei desaminado.

-Certo! Eu te escolto até o castelo, podemos conversar no caminho- ela me disse rindo, eu apenas concordei com a cabeça.

      O caminho foi tranquilo, ela era uma pessoa boa mesmo assim eu tive muito medo dela. Toda vez que ela abria a boca, eu tremia. Era evidente, eu espero que ela não tenha percebido...

      Eu me despedi dela e fui buscar minhas bagagens, percebi que a carruagem do príncipe já estava pronta e que Yaoyoruzu já esperava ele. Sorte que não viajaríamos literalmente juntos. Sorte, é algo que eu definitivamente não tenho devido aos acontecimentos recentes.

      Peguei minhas coisas e corri para o portão da frente, ao encontrar a Jirou ela começou a entrar no assunto da profecia, eu tampei sua boca e comecei a fazer “shhhh” freneticamente.

- Falamos sobre isso na carruagem por favor! - eu disse tremendo.

- Ah é mesmo, só eu sei – ela de repente começou a gargalhar.

      Quando virei de costas percebi que a Yaoyoruzu e o príncipe nos olhavam confusos, “espero que não tenham escutado nada!” pensei. Então a Yaoyoruzu dá a primeira fala daquele silêncio estranho.

- Então, convidada nova? – ela se referia a Jirou, eu demorei entender pelo clima tenso da situação.

-Ah sim! Ela minha... minha- eu buscava uma forma de explicar quem era aquele ser que estava me chantageando, mas eu não podia falar isso claro- Amiga! – eu quase gritei.

- De infância! – a Jirou mentia, eu olhei para com cara assustada

- Nós não somos amigos de ... - percebi o que eu ia dizer quando recebi uma cotovelada da Jirou- Quer dizer, não somos amigos! Somos melhores amigos! - tentei reparar o erro mentindo também.

- De infância! - ela realçou com naturalidade.

- Tudo bem...- Yaoyoruzu deveria estar mais confusa que eu- Ah, o príncipe, esse é o príncipe! – ela falou atrapalhada, parecia distraída com algo. O que seria? Antes que eu pudesse pensar, eu e Jirou fizemos uma breve reverência ao garoto que já me ameaçou duas vezes desde que cheguei ao palácio.

-Bem, creio que podemos ir, depois destas apresentações- o príncipe falou com um olhar inexpressível se referindo a Jirou.

       Todos nós concordamos e entramos nas carruagens. Eu fiquei com Jirou, claro. Ela mesma começou o papo.

-Isso foi tenso- ela falou dando um breve suspiro- então, vai me explicar o lance do poder supremo ou o quê?

   Seria uma longa viagem...

Momo Yaoyozuru

(...)

Já havíamos passado do território de Flame, estávamos oficialmente na estrada.

- Você percebeu? – perguntei a Todoroki, ele saberia do que eu estava falando.

- Midoriya tremia cada vez que ela abria a boca- ele me respondeu.

- Exatamente! Eles não se conhecem aliás, Kaminari me disse que ela estava seguindo Midoriya e que ela fez muitas perguntas sobre ele. Tenho certeza que ela descobriu algo, isso explicaria o nervosismo do garoto. – eram as informações que eu tinha sobre a patrulha no castelo.

- Esse garoto parece ser mais misterioso do que pensávamos- Todoroki falou ainda com olhar inexpressível.

- A garota também- a imagem dela havia me desconcentrado totalmente

- Você ficou bem boba perto dela aliás- ele falava em tom provocativo- Desculpe, mas acho que ela não sentiu a mesma coisa, deve estar muito ocupada espionando o Midoriya

- É impressão minha ou senti uma pitada de ciúmes nessa frase?! - rebati sua provocação

       Nossa mini discussão foi interrompida por um barulho da carruagem atrás da nossa, o som de uma porta quebrada e gritos. Quando os cavalos pararam e nós descemos da carruagem, compreendemos melhor a situação, ou nem tanto. Midoriya havia sido jogado da carruagem e agora se encontrava no chão, mas no momento em que eu e Todoroki íamos ajudar percebemos que ele não estava machucado, havia si protegido com uma mala. Era como Shouto já havia me contado, ele prevê ataques.

 

 

Narrador

(1 minuto antes)

- Midoriya, nós vamos treinar! - Jirou falou se virando bruscamente contra Midoryia

- O que você quer dizer com “treinar”- com medo daquelas palavras ele pegou rapidamente sua mala, tão rápido quando ele Jirou direcionou um chute em sua em sua direção ele teve tempo para desviar, porém a porta pela qual ele se apoiava foi quebrada pelo chute, ele caiu na estrada se protegendo com a mala que o mesmo ainda segurava.

- VOCÊ É RÁPIDO!  COMO ESPERADO DO ... - dessa vez era a vez de Midoriya interromper Jiro com um soco. Todoroki e Momo apenas assistiam de boca a aberta a cena.

-Me desculpe! Mas você não pode falar isso em público! -  Midoriya estava realmente arrependido do ato. A cena ficava cada vez mais estranha, principalmente para os que assistiam de fora, todos pensavam “ quem pediria desculpas depois de ter sido jogado de uma carruagem”

- Agora sim! Vamos lutar de verdade! – Jirou exclamou empolgada.

- Calma aí! – Momo havia finalmente saído do transe e decidiu tomar alguma atitude- Você é uma guarda e ele é um mensageiro! Ele simplesmente não tem chance!

- Gracinha, aquele fofinho ali não mostrou nem metade do que ele tem! Se ele usar sua individualidade eu é quem vou estar ferrada! – Jirou falou enquanto ajeitava uma mecha do cabelo de Momo, que corou com o ato.

- Já chega, Jirou! Você já falou demais! – Midoriya parecia que ia chorar de nervoso a qualquer momento.

- O problema é que apesar de forte ele é baita de um chorão, mas acredite em mim! Sua aparência de inocente não combina nem um pouco com sua força! Vamos, Midoriya! Perdeu a graça, quero lutar com você quando já tiver aprendido a ... – Midoriya havia desta vez havia tampado a boca de Jirou.

- Você é muito engraçadinha sabia? Mas já atrapalhou a viagem o suficiente! – devido toda a confusão só agora ele havia tido a chance de olhar para a “plateia” e como de costume ele havia ficado bambo de nervoso- ah, desculpe pelo incômodo!

- É uma pena a luta a luta não ter continuado- Shouto falou com um sorriso de lado, recebendo olhares confusos pelo seu comentário- O que foi?

- Depois disso tudo é isso que você tem a dizer? Esquece! Vamos embora! – com essa fala de Momo todos voltaram aos seus devidos lugare, um com uma porta a menos. E logo logo estariam em Iida

        


Notas Finais


A Jirou animou as coisas! Gente eu preferi fazer um romance um pouco mais leve, aquela coisa de que todos sabem que os personagens se gostam menos eles? Então pode demorar um pouco.
Tenham paciência por favor!
Obrigada por lerem até aqui, byeee!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...